clicRBS
Nova busca - outros

literatura

21 abr13:02

Obra sobre tragédia que vitimou 29 gaúchos é lançada em Santo Cristo

Em 120 páginas, a história dos 29 gaúchos que morreram no acidente entre um ônibus e uma carreta na BR-282, em Descanso (SC), foi formalizada em um livro. O lançamento da obra ocorreu no final da manhã deste sábado, em Santo Cristo, onde viviam 23 das vítimas.

O grupo de parentes e amigos saiu da linha Salto, comunidade do interior de Santo Cristo, com destino a Marechal Cândido Rondon, no Paraná, onde participaria de uma confraternização de bolão. No entanto, a viagem foi tragicamente interrompida depois de 340 quilômetros de viagem, às 3h dosábado de carnaval, 5 de março de 2011.

_O livro é uma verdadeira aula de jornalismo, da parte do autor, e de solidariedade, vinda da comunidade. Eu recomendo_afirmou o apresentador do Globo Esporte e narrador da RBS TV Paulo Brito, que escreveu o prefácio do livro, e participou do lançamento. Ele veio acompanhado do diretor de esportes da RBS TV e TV COM Gustavo Manhago.

A solenidade ocorreu no lonão de cultura, montado no Parque de Exposições de Santo Cristo. Sobreviventes da tragédia, representantes da comunidade de linha Salto, autoridades, escritores e visitantes da 3ª Mostra da Agricultura Familiar acompanharam a apresentação da obra “Descanso”, de autoria do juiz aposentado, natural e morador de Santo Cristo, Adair Philippsen, 54 anos.

_Para compor essa obra, a participação da comunidade foi fundamental. Eu preciso agradecer a todos os familiares que abriram individualmente seus sentimentos e permitiram que eles se tornassem públicos_afirmou o autor.

O livro dividido em 18 capítulos registra momentos marcantes e intrigantes da tragédia: o momento da colisão, o motivo da viagem, os presságios, o resgate e a biografia das vítimas.

Paulo Brito, autor do prefácio do livro, também esteve no lançamento

4 comentários
13 abr13:33

Nelci Müller lança obra sobre saga missioneira na Semana do Índio

Na Semana do Índio, o resultado de investigação de longo tempo, realizada pela doutora em Letras Nelci Muller, da URI Santo Ângelo, será divulgado.

A obra ‘Guarani e Jesuíta – Romance e História’, apresenta uma analogia sobre a história missioneira tendo como pano de fundo o passado e o presente.

Numa pesquisa intensiva das estratégias literárias, Müller investigou um corpus de cerca de vinte autores que empregaram como tema ficcional os fatos que envolvem índios e jesuítas no espaço das Missões, procurando “estabelecer os significados de tais no universo ficcional e determinar como interagem ficção e história nas obras escolhidas”.

O leitor entrará em contato com a aguda observação da autora sobre a construção dos fatos e personagens missioneiros em obras de conhecidos autores como Basílio da Gama (O Uraguai), Simões Lopes Neto, Manoelito de Ornellas, Erico Veríssimo, Jayme Caetano Braun, Alcy Cheuiche, Affonso Romano de Sant’Anna, Barbosa Lessa e Deonísio da Silva.

Lançamento

O lançamento oficial em Santo Ângelo será no próximo dia 19 de abril, Dia do Índio, no salão verde da URI (prédio 5), às 19h30min.

Quem é a autora?

Natural de Santiago, Nelci Mullerreside em Santo Ângelo há mais de trinta anos. É licenciada em Letras Neolatinas pela Universidade de Uberlândia (MG), Especialista em Literatura Brasileira, Mestre em Teoria da Literatura pela PUCRS e Doutora na mesma área. É professora da área de Letras da URI- campus de Santo Ângelo e integra como docente o Programa de Pós-Graduação em Letras – Nível de Mestrado, na URI – Campus de Frederico Westphalen (RS). Como pesquisadora, dedica-se a investigar questões referentes à literatura, história e memória. Tem vários artigos publicados e é autora do livro O Jogo das Três Marias: Contos Infames.

Membro da Academia Santo-angelense de Letras, sendo sua ex-presidente, ocupa a cadeira de número 13, tendo como patrono Clarice Lispector.

>> Com informações da Assessoria de Imprensa da Academia Santo-Angelense de Letras

Comente aqui
08 abr08:06

Sarau Cultural alia música, teatro e literatura em Santa Rosa

A partir das 18h30min do próximo dia 20 de abril, integrado à programação da 8ª Semana Mundial do Livro e 1ª Semana de Agitação Cultural Independente, um sarau cultural será promovido em Santa Rosa. Roda de samba, peça de teatro, exibição de curta-metragem e literatura integram a programação, que será realizada no teatro do Sesc, com entrada franca.

No evento, os participantes poderão doar um quilo de alimento não perecível, que será repassado ao banco de alimentos local.

Programação

18h30min – Recepção com roda de samba e muita animação na lanchonete do SESC. Entrega do 2º Troféu “Amigo do Livro” ao professor Hélio Barcellos.

19h30min – Abertura oficial do evento, com posse da nova diretoria da ASES.

Na sequencia:

Música: Hora da Gaita (José e João Marconcine e convidados), Madrugada Blues e demais convidados.

Teatro: Grupo de teatro Ativar da Escola de Cruzeiro

Literatura: Escritores da ASES e demais amantes da literatura

Cinema: Exibição do curta-metragem ‘Vicente Cardoso’.

Humor: Jaime Perin com causos e piadas sobre políticos e política.

Comente aqui
02 abr14:55

Cerimônia de posse da nova diretoria da ASLE abre comemorações do mês de aniversário

Foto: Edna Lautert, divulgação

Edna Lautert*

A Academia Santo-angelense de Letras (ASLE), realiza neste mês de abril algumas atividades alusivas ao seu aniversário, com destaque para a posse da nova diretoria. São 19 anos de fundação.

O aniversário da entidade tem como data oficial o dia 24 de abril. Porém, a programação vai iniciar mais cedo, dia 13 de abril, com a posse dos novos membros da diretoria. A cerimônia oficial de posse será realizada a partir das 19h30min, no auditório do Colégio Estadual Onofre Pires.

Serão empossados a professora Dinalva Agisse Alves de Souza, como presidente; o juiz mediador e funcionário público, Paulo Prado,

A professora Dinalva Agisse Alves de Souza será empossada presidente

como vice-presidente; e, como presidente do Conselho Fiscal a jornalista Edna Lautert.

A escolha do local faz parte de um processo de aproximação dos acadêmicos com as comunidades escolares, iniciado há alguns anos. Como a Asle não tem uma sede própria, ela interage com a sociedade no momento em que suas atividades passam ser realizadas em vários locais. Sem contar que isso aproxima o escritor e o leitor. O Colégio Onofre Pires é a segunda instituição pública a receber a Academia Santo-angelense de Letras. Em 2010, o Instituto Estadual de Educação Odão Felippe Pippi já mereceu a distinção.

Brique da Praça recebe acadêmicos

Outra atividade que marca os 19 anos da Academia Santo-angelense de Letras é a presença dos acadêmicos no Brique da Praça, no domingo, dia 22 de abril. Será realizada sessão de autógrafos, com a participação dos escritores, e com sorteio de uma sacola personalizada da Asle entre as pessoas que adquirem livros dos acadêmicos.

Além disso, o próprio Show das Onze, um evento tradicional do Brique da Praça, terá a presença dos acadêmicos como artistas convidados. Será realizado recital e show. Todos estão convidados a prestigiar.

* Comissão de imprensa, orçamento e patrimônio – ASLE e colunista do clicRBS Noroeste Missões

O juiz mediador e funcionário público, Paulo Prado, será o novo vice-presidente

A jornalista Edna Lautert assumirá como presidente do Conselho Fiscal

Comente aqui
30 mar15:07

Rede social “literária” ganha força na região

As redes sociais assumem uma parcela de nosso tempo – e de nossas vidas – cada vez maior. Com o intuito de aproximar as pessoas e criar novas redes de relacionamento, elas nos levam a interagir, realizar novas descobertas e estabelecer vínculos com diferentes ideias. Por outro lado, a internet não substituiu a paixão pelo papel, como muito se previa. Pelo contrário, as duas paixões podem ser fortes aliadas.

É o que procura mostrar uma iniciativa de três santo-angelenses, que juntos, criaram uma “rede social literária”. E já são duas mil pessoas, que gostaram da ideia e se cadastraram no “tempresto”, que foi colocado no ar neste mês e já ganha força em diferentes pontos do país.

O site, que já tem quase 14mil livros cadastrados, permite que os amantes da literatura – e das redes sociais – possam organizar suas bibliotecas pessoais e permitir o empréstimo de livros entre ‘amigos’ que façam parte da rede.

_Temos usuários de todos os perfis no site, de mais de 300 cidades do Brasil. O que percebemos é uma grande aceitação do site por estudantes, tanto de ensino universitário quanto de ensino médio e fundamental. Os alunos de curso superior podem colocar os livros técnicos, que poderão ser emprestados para colegas de outros períodos. E alunos de escolas podem ser estimulados por seus professores a cadastrar seus livros e pedirem emprestados ou emprestar para os colegas_ destaca um dos idealizadores do tempresto, o engenheiro agrônomo Renato Barrocas Moreira, 44 anos.

Moreira, juntamente com o professor universitário de Computação na URI, Denilson Rodrigues da Silva, 37 anos, e o desenvolvedor de sistemas Kelven Campos, 26 anos, idealizaram o site em 2007, quando foi colocado no ar pela primeira vez. No entanto, era preciso aprimorar.

Depois de dois anos de trabalho para transformar o “Tempresto” em uma rede social literária, ele voltou ao ar no início de março de 2012.

A expectativa é transformar a rede em uma referência de interação e troca de livros, atendendo de forma especial aqueles que não tenham condições de comprar.

_O Tempresto irá democratizar o hábito da leitura, pois os livros não foram criados para ficarem parados em uma biblioteca. Cada vez que soubermos que um leitor foi estimulado ou iniciou seu hábito de leitura através do Tempresto, nossa missão estará valendo a pena_ afirma Moreira.

Como funciona

1. O internauta deve acessar www.tempresto.com.br e fazer seu cadastro, com informações básicas do usuário e cidade, pois as buscas de amigos podem ser feitas baseadas nestes dados.

2. A ideia central do Tempresto é gerenciar a biblioteca do usuário. Ele irá fazer o cadastro virtual dos seus livros físicos. Ou seja, o usuário vai cadastrar no site todos os livros que possui na estante de sua casa. Até mesmo uma foto de sua biblioteca pode ser colocada no site.

3. A partir do cadastro dos livros, o usuário irá convidar e procurar amigos (por e-mail ou através do site) em sua cidade ou fora dela. A partir dai poderá ver os livros que os amigos têm em suas estantes e também pedir e emprestar livros, totalmente sem custos.

4. O Tempresto irá gerenciar todo o processo do empréstimo, desde os recados que podem ser enviados, a data da entrega e devolução e uma avaliação do usuário que pegou o livro emprestado.

5. Leitor aniversariante: Os usuários também podem colocar informações sobre livros que querem ler, querem emprestados, querem ganhar. O Tempresto irá avisar os amigos que o usuário está de aniversário e os livros que ele quer ganhar de presente. Além de informar os amigos que possuem os livros que quer ler ou quer emprestado.

6. Cunho empresarial: As empresas podem cadastrar suas bibliotecas (que muitas vezes são pequenas) como um usuário e ter seus funcionários como amigos no Tempresto.

7. Uma lista dos livros que o usuário já leu em sua vida também pode ser feita no Tempresto. Todos poderão ter um histórico dos livros que leu até hoje, desde criança.

8. Quer saber mais dessa rede social? Clique aqui e acesse a página

Comente aqui
30 mar09:11

Bispo emérito da Igreja Católica faz sucesso contando a saga das Missões

Edna Lautert*

O bispo emérito angelopolitano, Estanislau Amadeu Kreutz, vem sendo destacado internacionalmente como importante historiador. Sua obra, Santos Mártires das Missões, em sua 11ª edição, alcançou o 18º milheiro em 2011. E está entre as primeiras recomendações para quem quer descobrir mais a respeito dos padres Roque Gonzáles de Santa Cruz; Afonso Rodrigues e João de Castilhos, os mártires do Caaró.

Kreuz também é sucesso em vendagem da obra Missões Jesuítico-Guaranis – Síntese Histórica, que já está em sua 3ª edição.

Nascido em Santo Cristo, em 1928, assumiu como bispo angelopolitano, a Diocese de Santo Ângelo, em 1974. E, em 2004, foi nomeado bispo emérito. Conhecedor de várias línguas, escreveu a tese doutoral em latim e grego, sendo autor de várias obras, todas focadas na história e teologia. Também, é autor da Genealogia da Família Kreutz. Já exerceu a função de vice-presidente da CNBB regional/RS e seu presidente em exercício.

• Edna é colunista do clicRBS Noroeste Missões

>> Você conhece a obra “Santos Mártires das Missões” ou o bispo Dom Estanislau? Deixe seu comentário no espaço abaixo.

Comente aqui
29 fev08:47

Escritor de Santa Rosa terá livro editado na Europa

Um escritor da região acaba de assinar contrato com uma das principais editoras da Europa, a Chiado Editora Internacional, com sede em Lisboa, Portugal, e com representação na França, na Espanha e na Inglaterra.

O “Grande Mistério” é o sétimo trabalho literário do escritor Valmir Bruski, 43 anos, residente em Santa Rosa. A trama policial baseada em uma história real chamou a atenção de diferentes editoras que se propuseram a publicar o livro. O enredo possui elementos de uma legítima história de suspense: um crime misterioso, um suspeito enigmático, um depoimento mais confuso que o outro e um desfecho surpreendente

A trajetória literária de Bruski começou em 1999, com o lançamento de seu primeiro livro “Quando o amor acontece”.

_Assim que publiquei meu primeiro livro, idealizei a Associação Santa Rosense de Escritores (ASES). Além de fundador, fui presidente_lembra.

De acordo com Valmir, a obra está em fase de editoração, e deverá chegar ao Brasil dentro de 60 dias aproximadamente.

Comente aqui
07 fev10:16

"Poemas no Ônibus" serão premiados na próxima sexta-feira em Santo Ângelo

Na próxima sexta-feira, 10, os classificados no Concurso Poemas no Ônibus 2011 receberão sua premiação no Auditório do Centro Municipal de Cultura de Santo Ângelo.

O Concurso que foi aberto em outubro passado durante a Feira do Livro, teve a divulgação do nome das 51 poesias classificadas em dezembro. Na solenidade desta sexta-feira receberão troféu e premiação especial os três primeiros poemas classificados nas categorias Livre e Estudantil. Também receberão menção honrosa os demais poemas classificados. A cerimônia de premiação ocorrerá às 19h30min e toda a comunidade é convidada a participar.

Todos os poemas serão expostos nos ônibus coletivos urbanos de Santo Ângelo durante o ano de 2012.

O concurso ‘Poemas no Ônibus’ é uma promoção da Prefeitura Municipal através da Secretaria Municipal de Cultura e Academia Santo-angelense de Letras e conta com o apoio da Secretaria Municipal de Educação, 14ª CRE e Viação Tiaraju.

>> Com informações da Secretaria Municipal de Cultura de Santo Ângelo

Comente aqui
06 fev16:29

Escritor supera dificuldades físicas e compartilha seu talento sem limites

Foto: Sandro Medeiros, Portela Online, divulgação

O carisma e a superação são marcas de Carlos Staczerwski. Nascido no interior de Miraguaí e morador de Tenente Portela, o escritor é considerado um exemplo de otimismo e força de vontade. Em 1990, quando faltavam duas semanas para sua formatura em Filosofia, Carlos sofreu um acidente que o deixou com dificuldades de locomoção e fala.

A limitação física, no entanto, não é empecilho para Carlos mostrar seu talento e vitalidade. Para se comunicar com as demais pessoas, utiliza gestos e uma tabela onde estão o alfabeto, números e algumas palavras. Além disso, impressiona pela sua destreza com as palavras e sua virtuosa escrita.

Em 2002 lançou seu primeiro livro: “A Vida é Mansa, mas atropela”. Três anos depois lançou o segundo, “Mensagens Extraídas de um Coração Penitente”. A terceira obra, “A Luz da Consciência nos Pronomes de Tratamento” foi lançada durante a Feira do Livro de Porto Alegre de 2008. No ano passado surgiu “Liberdade no Corpo, Alma e Espírito”.

Em janeiro deste ano decidiu compartilhar suas experiências de vida e reflexões sobre temas diversos no Portela Online, site do município onde vive.

No espaço “Rabiscos do Silêncio”, podem ser conferidos semanalmente textos que refletem seu talento como escritor e sua habilidade em refletir – e fazer refletir – sobre temáticas como “Crises de uma responsabilidade” e a “Lei da Palmada”.

>> Clique aqui para conferir a coluna Rabiscos do Silêncio, no Portela Online

Comente aqui
05 fev14:05

Livros para cegos serão disponibilizados na Biblioteca Pública de Entre-Ijuís

Um acervo de livros para pessoas com deficiência visual está sendo organizado na  Biblioteca Pública de Entre-Ijuís, numa parceria com a Fundação Dorina Nowil para cegos.

Já estão disponíveis sete livros em braile (infantis e poemas) e cinco áudio-livros em MP3: “Memórias de um sargento de milícias” de Manuel Antonio de Almeida; “O cortiço” de Aluísio Azevedo; “Capitães da areia” de Jorge Amado; “A cidade ilhada” de Milton Hatoum; e “Vidas secas” de Graciliano Ramos. Essas aquisições fazem parte de uma série de melhorias que devem ser realizadas durante o ano na biblioteca pública.

Comente aqui