clicRBS
Nova busca - outros

Missões

31 mar13:54

Supermercados movimentados com proximidade da Páscoa

Foto: Marcelo Oliveira, Agencia RBS

Roberta Schuler/roberta.schuler@diariogaucho.com.br

A uma semana da Páscoa, os ajudantes do Coelhinho estão correndo atrás das doçuras para encher a cesta da criançada e da família. Conforme a Associação Gaúcha de Supermercados (Agas), 30% do estoque de ovos de Páscoa no varejo deverá ser comercializado neste final de semana.

Para decidir: ofertas ou lançamentos?

Antônio Cesa Longo, presidente da Agas, diz que a expectativa é de que a meta inicial de crescimento de vendas para o período, de 6% em relação ao mesmo período do ano passado, seja superada.

Segundo ele, os consumidores que anteciparem as compras ainda vão encontrar os ovos de Páscoa temáticos e lançamentos, enquanto que aqueles que deixarem as compras para a próxima semana deverão encontrar mais ofertas.

>> Clique aqui e leia a matéria na íntegra em zerohora.com

Comente aqui
31 mar10:46

Fim de semana de tempo seco e máxima pode chegar a 32ºC

Da Central de Meteorologia da RBS

Se nos últimos dias o frio dominou a maior parte do dia, neste final de semana ele começa a perder força. No noroeste ainda foram registradas mínimas relativamente baixas na manhã deste sábado, com temperatura de 11ºC em Santa Rosa, 11,5ºC em Cruz Alta e 13,6ºC, em Santo Augusto.

Ao longo do dia, o sol predomina e os baixos índices de umidade relativa do ar impedem a formação de nuvens. Alerta para o baixo índice no noroeste, onde ficará abaixo de 20% novamente na tarde de hoje. O horário mais crítico será entre às 13h e 17h.

Além disso, as temperaturas voltam a subir com previsão de máxima de 32ºC na região. Assim que o sol se puser as temperaturas terão novo declínio.

No domingo, o tempo segue firme em todo o Rio Grande do Sul com previsão de mais um dia de tempo seco e de grande variação de temperatura, com máxima superior a 30ºC.

Comente aqui
30 mar15:07

Rede social “literária” ganha força na região

As redes sociais assumem uma parcela de nosso tempo – e de nossas vidas – cada vez maior. Com o intuito de aproximar as pessoas e criar novas redes de relacionamento, elas nos levam a interagir, realizar novas descobertas e estabelecer vínculos com diferentes ideias. Por outro lado, a internet não substituiu a paixão pelo papel, como muito se previa. Pelo contrário, as duas paixões podem ser fortes aliadas.

É o que procura mostrar uma iniciativa de três santo-angelenses, que juntos, criaram uma “rede social literária”. E já são duas mil pessoas, que gostaram da ideia e se cadastraram no “tempresto”, que foi colocado no ar neste mês e já ganha força em diferentes pontos do país.

O site, que já tem quase 14mil livros cadastrados, permite que os amantes da literatura – e das redes sociais – possam organizar suas bibliotecas pessoais e permitir o empréstimo de livros entre ‘amigos’ que façam parte da rede.

_Temos usuários de todos os perfis no site, de mais de 300 cidades do Brasil. O que percebemos é uma grande aceitação do site por estudantes, tanto de ensino universitário quanto de ensino médio e fundamental. Os alunos de curso superior podem colocar os livros técnicos, que poderão ser emprestados para colegas de outros períodos. E alunos de escolas podem ser estimulados por seus professores a cadastrar seus livros e pedirem emprestados ou emprestar para os colegas_ destaca um dos idealizadores do tempresto, o engenheiro agrônomo Renato Barrocas Moreira, 44 anos.

Moreira, juntamente com o professor universitário de Computação na URI, Denilson Rodrigues da Silva, 37 anos, e o desenvolvedor de sistemas Kelven Campos, 26 anos, idealizaram o site em 2007, quando foi colocado no ar pela primeira vez. No entanto, era preciso aprimorar.

Depois de dois anos de trabalho para transformar o “Tempresto” em uma rede social literária, ele voltou ao ar no início de março de 2012.

A expectativa é transformar a rede em uma referência de interação e troca de livros, atendendo de forma especial aqueles que não tenham condições de comprar.

_O Tempresto irá democratizar o hábito da leitura, pois os livros não foram criados para ficarem parados em uma biblioteca. Cada vez que soubermos que um leitor foi estimulado ou iniciou seu hábito de leitura através do Tempresto, nossa missão estará valendo a pena_ afirma Moreira.

Como funciona

1. O internauta deve acessar www.tempresto.com.br e fazer seu cadastro, com informações básicas do usuário e cidade, pois as buscas de amigos podem ser feitas baseadas nestes dados.

2. A ideia central do Tempresto é gerenciar a biblioteca do usuário. Ele irá fazer o cadastro virtual dos seus livros físicos. Ou seja, o usuário vai cadastrar no site todos os livros que possui na estante de sua casa. Até mesmo uma foto de sua biblioteca pode ser colocada no site.

3. A partir do cadastro dos livros, o usuário irá convidar e procurar amigos (por e-mail ou através do site) em sua cidade ou fora dela. A partir dai poderá ver os livros que os amigos têm em suas estantes e também pedir e emprestar livros, totalmente sem custos.

4. O Tempresto irá gerenciar todo o processo do empréstimo, desde os recados que podem ser enviados, a data da entrega e devolução e uma avaliação do usuário que pegou o livro emprestado.

5. Leitor aniversariante: Os usuários também podem colocar informações sobre livros que querem ler, querem emprestados, querem ganhar. O Tempresto irá avisar os amigos que o usuário está de aniversário e os livros que ele quer ganhar de presente. Além de informar os amigos que possuem os livros que quer ler ou quer emprestado.

6. Cunho empresarial: As empresas podem cadastrar suas bibliotecas (que muitas vezes são pequenas) como um usuário e ter seus funcionários como amigos no Tempresto.

7. Uma lista dos livros que o usuário já leu em sua vida também pode ser feita no Tempresto. Todos poderão ter um histórico dos livros que leu até hoje, desde criança.

8. Quer saber mais dessa rede social? Clique aqui e acesse a página

Comente aqui
30 mar14:02

Unidade móvel adquirida pela Unimed Missões permite realização de exames no local de trabalho

A partir de agora a realização de exames pode ocorrer no local de trabalho. A Unimed/ Missões adquiriu uma unidade móvel para o serviço de Medicina Ocupacional e Proteção no Trabalho, que possibilitará o atendimento aos colaboradores das empresas contratantes do serviço.

_As vantagens em termos uma unidade móvel são muitas. As empresas não precisarão deslocar seus funcionários (quando em grande quantidade) para a realização de exames, pois iremos até a empresa, que ganhará tempo, economia e terá um atendimento de excelência_ destaca a fonoaudióloga da Unimed Missões/RS, Lenise Nunes Lima.

Outra vantagem é de que a unidade móvel possui uma cabine para a realização de audiometria, já que este é um exame que precisa de um

Foto: Gustavo Fasolo, divulgação

ambiente propício para sua realização, aumentando assim a confiabilidade dos resultados do exame realizado.

Destaca Lenise, que algumas cidades não possuem serviços credenciados para realização de audiometria e espirometria, tendo que deslocar trabalhadores para outros locais. “Assim, iremos sanar esta lacuna realizando os procedimentos de forma adequada e confiável, junto à unidade móvel”, lembra.

Ainda segundo o Dr. Darci Kaercher, coordenador médico do serviço de Medicina Ocupacional, a unidade móvel também poderá ser utilizada para a realização de atendimento médico, pois está equipada com um consultório médico.

A implantação do Programa de Medicina Ocupacional além de manter a empresa em conformidade com as legislações também visa manter um local de trabalho seguro e sadio.

_É um diferencial que estamos colocando à disposição e que possibilitará o deslocamento de profissionais das diversas áreas até o local de trabalho das empresas contratantes do serviço de Medicina Ocupacional _ comenta o presidente da Unimed Missões/RS Dr. Luis Carlos Cavalheiro.

Empresas contratantes dos serviços e interessadas podem solicitar orientações através dos telefones (55) 3313-0523 ou 3313-0550.

>> Com informações da Assessoria de Comunicação da Unimed/Missões

Comente aqui
30 mar12:20

Talento de artistas locais abrilhanta primeira noite do Canto Missioneiro

Foto: Fernando Gomes, divulgação / Música classificada 'Melhor Lugar Que Há'

Comprovando a qualidade festival, as dez composições finalistas da etapa local do 5º Canto Missioneiro da Música encantaram o público que lotou o Teatro Antônio Sepp na noite de quinta-feira, dia 29.

A abertura do festival foi marcada pela apresentação dos trovadores Valter Portalete, José Estivalet, Paulo Davi e João Maciel. Em seguida foram apresentadas as 10 composições classificadas para a etapa final, que acontecerá no próximo domingo, ao ar livre, no Centro Histórico, em frente à Catedral Angelopolitana.

As quatro classificadas nesta fase integrarão o CD e DVD do Festival: O Último Sapucai do Tiaraju, um chamamé com letra de Silvano Saragoso, interpretado por Kauany Klein; O Melhor Lugar que Há, uma vaneira de Luiz Freitas e Bruno Meotti, interpretada por Cláudio Vargas e o Grupo Gana Missioneira; De Sonhos e Invernias, uma chamarra de Antonio Alberto Fontoura, interpretada pelo próprio autor e Outro Abemol, uma valsa de Hugo Edgar Prestes, interpretado por Kerly Mess.

A primeira noite do festival foi encerrada com a apresentação do músico Antônio Ricardo, multi-instrumentista, compositor e detentor de dezenas de prêmios.

Nesta sexta-feira, serão apresentadas as oito canções da Etapa Geral, e no sábado mais nove canções. Da Etapa Geral, oito canções são classificadas para a final. Também no sábado, são apresentadas as doze canções do 4° Canto Piá Missioneiro, sendo seis da categoria Mirim e seis da categoria Juvenil.

No domingo, final do evento, serão apresentadas as dez canções finalistas, para apreciação dos jurados Loma Pereira, Juliana Spanevello, Tadeu Martins, Jorge Freitas e Jean Kirchoff. Os artistas participantes disputarão R$ 71 mil em prêmios.

>> Com informações da Assessoria de Comunicação Social da Prefeitura de Santo Ângelo

Foto: Fernando Gomes / Música classificada 'Outro Arrebol'

Foto: Fernando Gomes, divulgação / Música classificada - O último Sapucaí do Tiaraju

Foto: Fernando Gomes, divulgação / Música classificada - De sonhos e invernias

Comente aqui
30 mar09:34

Frio perde força a partir desta sexta-feira

O dia amanheceu com baixas temperaturas no noroeste gaúcho. Nesta sexta-feira, às 7h, medições do Inmet apontaram 7,3ºC, em Santa Rosa; 14,1ºC, em Santo Augusto; 13,8ºC, em São Luiz Gonzaga e 9ºC, em Cruz Alta.

Com o predomínio do sol desde as primeiras horas, a temperatura se eleva rapidamente e o frio perde força.

Pela tarde, a máxima deve beirar os 30ºC.

O tempo ensolarado deve ser predominante também no final de semana. A temperatura pode chegar aos 32ºC no domingo.

Comente aqui
30 mar09:11

Bispo emérito da Igreja Católica faz sucesso contando a saga das Missões

Edna Lautert*

O bispo emérito angelopolitano, Estanislau Amadeu Kreutz, vem sendo destacado internacionalmente como importante historiador. Sua obra, Santos Mártires das Missões, em sua 11ª edição, alcançou o 18º milheiro em 2011. E está entre as primeiras recomendações para quem quer descobrir mais a respeito dos padres Roque Gonzáles de Santa Cruz; Afonso Rodrigues e João de Castilhos, os mártires do Caaró.

Kreuz também é sucesso em vendagem da obra Missões Jesuítico-Guaranis – Síntese Histórica, que já está em sua 3ª edição.

Nascido em Santo Cristo, em 1928, assumiu como bispo angelopolitano, a Diocese de Santo Ângelo, em 1974. E, em 2004, foi nomeado bispo emérito. Conhecedor de várias línguas, escreveu a tese doutoral em latim e grego, sendo autor de várias obras, todas focadas na história e teologia. Também, é autor da Genealogia da Família Kreutz. Já exerceu a função de vice-presidente da CNBB regional/RS e seu presidente em exercício.

• Edna é colunista do clicRBS Noroeste Missões

>> Você conhece a obra “Santos Mártires das Missões” ou o bispo Dom Estanislau? Deixe seu comentário no espaço abaixo.

Comente aqui
29 mar15:28

Problemas decorrentes da baixa umidade do ar exigem precaução

Da Central de Meteorologia da RBS

A intensa massa de ar polar, com ar seco e frio, que atingiu o Rio grande do Sul e promoveu o frio histórico, ainda atua no Estado e deixa o tempo seco em todas as áreas. Esse fenômeno irá manter a queda dos índices de umidade relativa do ar até por volta das 17h desta quinta-feira.

Às 13h, a umidade relativa do ar era de 26% em Santa Rosa, segundo medição da estação meteorológica da RBS. Em Cruz Alta, o índice foi de apenas 18%.

Entretanto, é preciso ter precaução diante dos problemas que podem ser ocasionados pela baixa umidade: complicações respiratórias devido ao ressecamento de mucosas; sangramento pelo nariz; ressecamento da pele; irritação dos olhos; eletricidade estática nas pessoas e em equipamentos eletrônicos; e aumento do potencial de incêndios em pastagens e florestas

Cuidados a serem adotados:

Entre 20 e 30% de umidade no ar – Estado de atenção

• Evitar exercícios físicos ao ar livre entre 11 e 15 horas

• Umidificar o ambiente através de vaporizadores, toalhas molhadas, recipientes com água, molhamento de jardins etc.

• Sempre que possível permanecer em locais protegidos do sol, em áreas vegetadas etc.

Entre 12 e 20% – Estado de Alerta

• Observar as recomendações do estado de atenção

• Suprimir exercícios físicos e trabalhos ao ar livre entre 10 e 16 horas

• Evitar aglomerações em ambientes fechados

• Usar soro fisiológico para olhos e narinas

Abaixo de 12% – Estado de emergência

• Observar as recomendações para os estados de atenção e de alerta

• Determinar a interrupção de qualquer atividade ao ar livre entre 10 e 16 horas como aulas de educação física, coleta de lixo, entrega de correspondência etc.

• Determinar a suspensão de atividades que exijam aglomerações de pessoas em recintos fechados como aulas, cinemas etc entre 10 e 16 horas

• Manter umidificados os ambientes internos, principalmente quartos de crianças, hospitais etc.

Comente aqui
29 mar15:04

Suspensos por tempo indeterminado vôos para Santa Rosa

Quem pretende viajar para a região da Grande Santa Rosa e Missões nos próximos meses terá que optar por meios de transportes alternativos. A empresa NHT interrompeu os vôos em função de uma obra que está sendo feita no aeroporto de Santo Ângelo.

Desde o início da tarde de sexta-feira quando o último vôo saiu para Porto Alegre, o aeroporto de Santa Rosa está fechado. A empresa que presta os serviços há cinco anos suspendeu as atividades porque abastece as aeronaves no aeroporto de Santo Ângelo, onde também fica o auxílio de rádio que controla as condições climáticas.

Enquanto a obra não começa a empresa mantém um vôo em Santo Ângelo, que chega de Porto Alegre às 23h15min e parte para Porto Alegre às 7h.

A obra de reforma do aeroporto santo-angelense deve começar entre o final de abril e início de maio e a previsão de conclusão é de quatro meses.

Comente aqui
29 mar13:59

4° Fórum Social Missões começa nesta quinta-feira em Santo Ângelo

Com mais de 1mil inscritos, começa na tarde desta quinta-feira (29), na URI Santo Ângelo, a 4ª edição do Fórum Social Missões. O evento, que terá debates sobre temas como saúde, política e educação, ocorre até o próximo sábado (31), e reunirá painelistas de renome. Além de conferências, o evento também terá oficinas, que serão realizadas na tarde de sexta-feira (30).

_Teremos temas muito bons, polêmicos e ao mesmo tempo complexos, que serão abordados. São conteúdos excelentes para alavancar uma discussão, com vistas à transformação social _ destaca o professor Cênio Weyh, integrante da comissão central, ao afirmar que mais de 90% do público inscrito é universitário.

Inscrições

Serão aceitas também inscrições no evento, em três modalidades: : para o público em geral, ao valor de R$ 25,00; para estudantes, ao valor de R$ 15,00; e para participar do Fórum sem receber certificado, ao custo de R$ 10,00. Serão emitidos certificados aos participantes, sendo de 20h o certificado com participação mínima de duas noites, e 40h para quem registrar presença em pelo menos 75% do evento.

Programação

29 de março – quinta-feira

Conferência I: 14h30min, no Prédio 13 da URI

A SAÚDE PÚBLICA COMO PATRIMÔNIO DA HUMANIDADE: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

Conferencistas:

- Gilberto Barichello – Diretor do Grupo Hospitalar Conceição-RS

- Enrique Jorge Deschutter – Bioquímico, Prof. Dr. da Universidade Nacional de Missiones (UNAM), Argentina

Debatedores:

- Amabilia Arenhart – Secretária de Saúde de Entre-Ijuís – RS

- Karina Kucharski – Fundação de Saúde de Santa Rosa – RS

Mediador: Gilson Martinez – integrante da PPOMP

REUNIÃO DE TRABALHO INTERNACIONAL SOBRE BARRAGENS

Horário: 16h30min

Local: Prédio 5 da URI

Coordenação: Núcleo Amigos da Terra, MAB e Mesa Provincial no a Garabi

CONFERÊNCIA II: 19h30min no Prédio 13 da URI (quinta-feira)

A DEMOCRATIZAÇÃO DOS DIREITOS DOS POVOS

Conferencista:

- Dinarte Belato – Mestre em História Unijuí-RS e Assessor de Movimentos Sociais

Debatedores:

- Isaura Isabel Conte – Mestre em Educação nas Ciências e Doutoranda pela UFRGS e representante do Movimento de Mulheres Camponesas

- Mauro Gaglietti – Historiador, Prof. Dr. do Mestrado e Graduação em Direito da URI Campus Santo Ângelo

Mediadora: Neusa Maria Scheid – Profa. Dra. e Diretora de Ensino da URI Campus Santo Ângelo

30 de março – sexta-feira

8h às 9h – CREDENCIAMENTO (Prédio 13 da URI)

9h – SOLENIDADE DE ABERTURA OFICIAL

9h30min – ATIVIDADES CULTURAIS

CONFERÊNCIA III: 10h no Prédio 13 da URI

AGROECOLOGIA E DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL: DESAFIOS E PERSPECTIVAS

Conferencistas:

- Raul Aramendy – Prof. Dr. da Universidade Nacional da Argentina e coordenador da Multidesidad Popular de Posadas, Argentina

- Poppy Brunini – Engenheira Agrônoma pela Universidad del República del Uruguai e Mestre pela Universidade Federal de Santa Maria.

Debatedores:

Benedito Silva Neto – Prof. Dr. da Universidade Federal Fronteira Sul, Campus de Cerro Largo-RS

- Frei Sergio Goergen – Representante do Movimento de Pequenos Agricultores e Via Campesina -RS

Mediador: Edemar Rotta – Prof. Dr. e Diretor da Universidade Federal Fronteira Sul, Campus Cerro Largo – RS

Conferência IV – Das 10h às 12h – Prédio 5 (sexta-feira)

OS DIREITOS DOS POVOS INDÍGENAS

Mesa de Diálogos e de Debatedores:

- Sandro Ariel Ortega – Cacique da Aldeia Guarani Alvorecer – São Miguel das Missões

- Bruno Ferreira – Representante dos Kaigang

- Jorgelina Duarte – Representante da tribo Guaranis – Argentina

- Acuab – Cacique da Aldeia Charruas – RS

- Patrícia Ferreira – Cineasta e professora bilíngue da Aldeia Alvorecer de São Miguel das Missões – RS

Mediadora: Bedati Finokiet – Profa. Dra. da Universidade Federal Fronteira Sul, Campus Cerro Largo – RS

OFICINAS – Das 14h às 17h – URI Santo Ângelo

Responsáveis: Prof. Elton Gilberto Backes e profa. Cristina Fiorin Calegaro

FEIRA DE IDEIAS E PROJETOS: lançamentos de obras e projetos

Horário: Das 17h às 19h

Local: URI Campus Santo Ângelo no Prédio 13

Responsáveis: Delmar Rempel e Prof. Dr. Cênio Back Weyh

CONFERÊNCIA V: 19h30min no Prédio 13 da URI (sexta-feira)

A democracia real e substantiva como um instrumento de transformação social

Conferencistas:

- Plínio de Arruda Sampaio – Especialista em questões agrárias e militante social

- Marcelo Branco – Profissional de tecnologia da informação e ativista pela liberdade do conhecimento

Debatedores:

- Livio Osvaldo Arenhart – Prof. Dr. da Universidade Federal Fronteira Sul, Campus Cerro Largo

- Rosângela Angelin – Profa. Dra. do Mestrado e da Graduação em Direito e Coordenadora da Área de Ciências Sociais Aplicadas da URI, Campus Santo Ângelo

Mediador: Ivann Carlos Lago – Prof. Dr. e Diretor Acadêmico da Universidade Federal Fronteira Sul, Campus Cerro Largo – RS

31 de março – Sábado

PROGRAMAÇÃO DA MARCHA MUNDIAL DE MULHERES

CONFERÊNCIA VI: Das 8h 30min às 11h 30min no Prédio 13 da URI

COMPROMISSO DA EDUCAÇÃO COM DESENVOLVIMENTO SUSTENTÁVEL E AS TRANSFORMAÇÕES SOCIAIS

Conferencistas:

Adriano Nogueira – Prof. Dr. do Instituto Paulo Freire

Rita de Cássia Machado – Professora e Doutoranda UFRGS

Debatedores:

Antônio Inácio Andrioli – Prof. Dr. e Vice-Reitor Universidade Federal Fronteira Sul, Campus Chapecó – SC

Cecília Margarida Bernardi – Profa. da Universidade Estadual do Rio Grande do Sul (UERGS)

Mediador: Cênio Back Weyh – Prof. Dr. da URI, Campus Santo Ângelo – RS

Encontro Regional da Marcha Mundial de Mulheres

Horário: Das 13h30min às 15h30min

Local: Prédio 13 da URI Santo Ângelo

ENCERRAMENTO: 15h30min

Comente aqui