clicRBS
Nova busca - outros

polícia

24 nov08:53

Polícia Federal de Santo Ângelo adere ao manifesto contra más condições de trabalho

Os policiais federais que atuam nas fronteiras do Brasil, em conjunto com a Polícia Rodoviária Federal, promovem, nesta quinta-feira, dia 24, uma operação-padrão buscando melhores condições de trabalho. No Rio Grande do Sul, haverá operação–padrão, das 8h às 12h, em Santo Ângelo, além de Jaguarão, Livramento, São Borja, Uruguaiana, Chuí e Bagé.

Também aderiram, policiais das aduanas de Porto Mauá e de Porto Xavier.

Eles reivindicam a imediata implantação de uma sistemática de concursos e remoções, bem como a instituição de uma indenização de fronteiras. Segundo os policiais  o manifesto se dá pela falta de efetivo, de equipamentos básicos, como coletes balísticos e armamento,  pela precariedade das instalações de postos e delegacias que fragilizam a segurança das fronteiras.

Informações: Assessoria Imprensa SINPEF/RS

Comente aqui
23 nov15:41

Localizada adolescente desaparecida em Três Passos

O caso Savanna teve desfecho na tarde desta quarta-feira. A adolescente de 13 anos havia desaparecido no último dia 7 de novembro e foi encontrada em uma residência de conhecidos no bairro Frei Olímpio, em Três Passos.

Há 16 dias, Savanna Natanielli Safadi Pereira , acompanhada da amiga Agda Graebin, 15 anos, saiu do Lar Acolhedor, no bairro Glória, e não retornou.

As duas aproveitaram a distração de uma funcionária da casa de passagem, que dava banho em outros internos, para fugir.

Agda revelou a fuga e se apresentou à Polícia na última quinta-feira, dia 17. No entanto, ela afirmava que tomou rumo diferente da amiga e não sabia de seu paradeiro.

A partir de denúncia anônima a menina foi encontrada nesta tarde e encaminhada para a casa de passagem onde vivia.

O caso de outra trespassense desaparecida desde o dia 13 de julho, Cíntia Luana Ribeiro de Moraes, 14 anos, ainda não foi solucionado.

Comente aqui
23 nov12:32

Polícia segue buscas por adolescentes desaparecidas de Três Passos

Nenhuma notícia de Luana, nem de Savanna. Familiares e amigos das duas adolescentes de Três Passos, na região Celeiro, passam por uma situação semelhante: lidar com a difícil situação de não saber de seu paradeiro.

Cíntia Luana Ribeiro de Moraes desapareceu há quatro meses e meio, aos 14 anos e grávida de sete meses e meio. Disse que falaria com o suposto pai da criança e retornava em “vinte minutinhos”. Foram as últimas palavras que sua mãe, Ivone de Moraes, ouviu de Luana desde então.

Há 16 dias, familiares e amigos de Savanna Natanielli Safadi Pereira, 13 anos, enfrentam a mesma preocupação. A adolescente de 13 anos, acompanhada da amiga Agda Graebin, 15 anos, saiu do Lar Acolhedor, no bairro Glória, e não retornou.

As duas aproveitaram a distração de uma funcionária da casa de passagem, que dava banho em outros internos.

Agda revelou a fuga e se apresentou à Polícia na última quinta-feira, dia 17. No entanto, ela diz que tomou rumo diferente da amiga e não sabe de seu paradeiro. Averiguações foram feitas pela Polícia Civil, no entanto, sem êxito.

Quem tiver informações sobre o paradeiro de alguma das adolescentes pode entrar em contato com a Delegacia de Polícia mais próxima, ou por meio do telefone (55)3522-1211 ou 197, com a Polícia Civil de Três Passos.

Entenda o caso Savanna


- A adolescente de 13 anos vivia há uma semana no Lar “Acolhedor”, no bairro Glória, quando desapareceu

- Acompanhada da amiga Agda Graebin, 15 anos, aproveitou a distração de uma funcionária que dava banho em outros internos para fugir

- A amiga retornou no dia 17 de outubro e afirma que tomou rumo diferente da amiga e não sabe de seu paradeiro

- É a quarta vez que Savanna, que antes vivia com seus pais adotivos, foge neste ano. Nenhuma das vezes permaneceu tanto tempo sem ser encontrada

Entenda o Caso Luana


- Desapareceu no dia 13 de julho deste ano, com 14 anos e grávida de sete meses

- Disse à mãe que se encontraria com o suposto pai da criança, homem casado e morador de Humaitá, e retornaria em seguida

- Mãe recebeu mensagem do celular da família, no dia seguinte, dizendo que Luana estaria em Santa Catarina. Pai da criança confessou que foi ele quem encaminhou a mensagem e que deu dinheiro para a adolescente “sumir”

- A Polícia não tem indícios que o incriminem o homem, apenas assume que ele é o principal suspeito pelo desaparecimento

- Quatro meses e meio depois, nenhum contato de Luana

Comente aqui
22 nov11:54

Homem é degolado e apedrejado em Derrubadas

Um homem foi brutalmente assassinado na tarde desta segunda-feira, dia 21, no interior de Derrubadas, região Celeiro. Valdair dos Santos, 28 anos, foi morto a pedradas e degolado por arma branca.

De acordo com a Polícia Civil, o homem foi atingido na cabeça por duas pedras de aproximadamente 40cm cada. A vítima teria sido atacada por três pessoas da mesma família, enquanto trabalhava em uma propriedade rural, na localidade de Barra Grande.

>> Clique aqui para conferir outras informações no Portela Online.

Comente aqui
21 nov16:40

Desaparecimento de mais uma adolescente intriga Três Passos

O caso Luana, que sumiu há quatro meses com 14 anos e grávida de sete meses e meio, ainda não foi solucionado e mais um desaparecimento de adolescente ocorreu em Três Passos, na região Celeiro.

Por volta das 18h30min do dia 7 de novembro, Savanna Natanielli Safadi Pereira , 13 anos, acompanhada da amiga Agda Graebin, 15 anos, saiu do Lar Acolhedor, no bairro Glória, e não retornou. As duas aproveitaram a distração de uma funcionária da casa de passagem, que dava banho em outros internos.

Agda revelou a fuga e se apresentou à Polícia na última quinta-feira, dia 17. No entanto, ela diz que não sabe do paradeiro de Savanna.

De acordo com a Polícia Civil é a quarta ocorrência de desaparecimento da adolescente neste ano. A preocupação é maior, desta vez, porque já são 16 dias sem notícias. Na última fuga, em final de outubro, a adolescente retornou em seguida.

Quem tiver informações sobre o paradeiro da menina, pode entrar em contato com a Delegacia de Polícia mais próxima, ou por meio do telefone (55)3522-1211 ou 197, com a Polícia Civil de Três Passos.

Comente aqui