Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts de junho 2011

O verde aos seus pés

30 de junho de 2011 2


Os avanços da indústria calçadista para reduzir seus impactos no ambiente já surgiram aqui no Nosso Mundo mais de uma vez.
Pois nesta semana, mais um deles foi conhecido pelo público. É que a linha Kildare Bio-Attitude foi apresentada durante a 43ª Francal – Feira Internacional da Moda em Calçados e Acessórios, que acabou hoje, em São Paulo.
Entre os prós do sapato está a utilização de fios reciclados de garrafa PET e de aparas de tecidos descartados na indústria têxtil, couro ecológico, fibras de bambu e eucalipto no forro interno, látex extraído de seringueiras de reflorestamento em conjunto com cascas de arroz no solado e adesivos à base de água.
Para completar, o calçado é altamente reciclável. E bonito.


Do fundo do mar

30 de junho de 2011 1


De encher os olhos a imagem acima, né? Pois no site www.clione.ru, do fotógrafo Alexander Semenov, tem muito mais.
Graduado em Zoologia na Lomonosov’s Moscow State University, ele se especializou em animais invertebrados e foi trabalhar na White Sea Biological Station (WSBS).
Lá, começou a experimentar uns cliques, primeiro em laboratório e, depois, no fundo do mar mesmo.
Hoje, Semenov acumula quatro anos de prática e belas imagens. Todas divididas com o internauta. Não deixe de conferir.


Software de emissões

29 de junho de 2011 0


Será nesta quinta-feira, dia 30, o lançamento do WebCarbon, pela Enerbio Consultoria.
O software que segue metodologias de cálculo internacionalmente reconhecidas para gestão de emissões de gases do efeito estufa será apresentado a partir das 14h, no auditório do edifício FK Convenience Offices (próximo ao Shopping Iguatemi).
A Enerbio, vale lembrar, é dirigida pelo Eduardo Baltar do blog Negócios Sustentáveis e colaborador do Nosso Mundo.


Menos lixo com o sol

29 de junho de 2011 3

Esta vem direto do blog Verdinho Básico, da jornalista Alice Lobo. São as lixeiras que compactam o lixo com a luz do sol.

Ela esteve em Chicago e Nova York no mês passado e viu (e fotografou) os equipamentos pessoalmente. A vantagem deles para o ambiente é que, ao compactar os resíduos, aumentam de forma significativa sua capacidade de armazenamento. Com isso, possibilitam uma boa redução do número de viagens dos tradicionais caminhões de lixo.

Nova York, por exemplo, já instalou mais de 500 lixeiras e, segundo a Alice, espera diminuir de 17 para cinco vezes por semana o número de recolhimento de resíduos. A economia será de US$ 1 milhão.
Lembrando que a diminuição nas viagens dos caminhões significa menos emissões de gases na atmosfera.
Confira o vídeo que explica os benefícios das lixeiras:

Um carregador público de celular

28 de junho de 2011 1

Então que um grupo de estudantes sérvios foi lá e criou um carregador público de celular que funciona com energia solar.

Como o equipamento armazena energia por até um mês, pode estar desabando o mundo, que ele vai recarregar sua bateria sem problemas. Curti muito a ideia. E não só eu, pois o pessoal ganhou um prêmio bem concorrido na União Europeia.
Veja mais no vídeo:


Linda, vegetariana e do bem

28 de junho de 2011 1

Além de absolutamente linda, a atriz Olivia Wilde, a 13 do seriado House, é envolvida com causas humanitárias. Ela faz parte, atualmente, do time de celebridades engajadas com a reconstrução do Haiti por meio de programas de saúde e educação.

No site da bela, tem o link direto para os depoimentos em vídeo da Artist Support for Haiti. Dá para conferir no YouTube também e por aqui:

Para completar, Olivia ficou novamente entre os finalistas das Celebridades Vegetarianas mais Sexies da Peta.
No Twitter da moça, dá para acompanhar essa movimentação toda. Dê um follow agora mesmo: @oliviawilde


Energia solar no banco

27 de junho de 2011 0


A Perto S.A, empresa que atua no mercado de soluções de hardware e software para os segmentos de automação bancária e comercial, desenvolveu o ATM verde, que permite a operação de terminais de autoatendimento com energia solar.
Criado com tecnologia 100% nacional, o equipamento pode ser instalado em ambientes externos e internos e gera economia de energia de aproximadamente 50%.
A solução foi desenvolvida para atender a demanda do mercado da Índia, onde há sol em abundância e faltas frequentes de energia.
Embora não tenha nenhum equipamento operando no Brasil, a tecnologia é perfeita para locais remotos e ensolarados, especialmente nas regiões Norte e Nordeste.


Acerte na lata

27 de junho de 2011 0

O Ministério do Meio Ambiente começou a veicular recentemente sua nova campanha, Separe o Lixo e Acerte na Lata, em parceria com o Ministério do Desenvolvimento Social.

Os vídeos, que devem ficar no ar durante um mês, podem ser conferidos no YouTube ou aqui no blog. Confira:


Segunda no Nosso Mundo

26 de junho de 2011 0


Qual embalagem é mais “amiga” do planeta, a de vidro ou a de plástico? Se você fica em dúvida com relação à resposta correta a esta pergunta, saiba que a indústria e a academia também estão suando para chegar a um veredicto.
As vantagens e as desvantagens de cada matéria-prima são o tema da reportagem de capa e central do caderno Nosso Mundo Sustentável desta segunda-feira, que vem com a chamada Vidro X Plástico – O combate. Analisamos os impactos da extração, do transporte e do descarte das garrafas de vidro e das PET para que você possa tomar uma decisão mais consciente de acordo com cada situação.
Ainda nesta edição, você poderá conhecer o projeto Educação para a Sustentabilidade, da Escola de Administração da Universidade Federal do Rio Grande do Sul (UFRGS). O grupo, formado por estudantes da graduação e da pós-graduação, foi um dos 20 finalistas da primeira fase da Gincana Impacto Zero SWU.
Já na coluna Nossa Rede, conheça o lado ativista da atriz Olivia Wilde, a 13 do seriado House, e as lixeiras com compactor de resíduos movidos a energia solar.


A areia turbinada

26 de junho de 2011 0


Cientistas da Universidade Rice, nos EUA, desenvolveram a super areia. Esse, pelo menos, é o nome que a areia recoberta por eles com nanopartículas de óxido de grafite recebeu.
Mas por que ela é super? Simples, porque ela tem uma capacidade de filtragem cinco vezes maior do que a da areia comum – usada para purificar a água há mais de 6 mil anos.
O teste final do material foi realizado com o mercúrio. Enquanto a areia comum ficou saturada em 10 minutos de filtração, a super areia demorou mais de 50 minutos.
De acordo com os especialistas, esse desempenho é comparável a alguns filtros de carbono ativado existentes no mercado. A vantagem? A super areia será, segundo eles, muito mais barata.