Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros
Capa ZH ZH Blogs Assine agora

De bike no Rio

17 de agosto de 2011 2

A prefeitura do Rio de Janeiro está decidida a investir na bicicleta como meio de transporte de sua população. Exemplo disso é o evento que vai promover entre 25 e 27 de setembro, o 1º Fórum Internacional da Mobilidade por Bicicleta — biciRio.

Hoje, o Rio conta tem 240 quilômetros de malha cicloviária em operação e outros cem quilômetros em construção. Até 2012, a ideia é chegar aos 300 quilômetros de ciclovias construídas.

O fórum será aberto e gratuito e, além das palestras técnicas, contará com um passeio ciclístico pelas ciclovias da Zona Sul no domingo, 25 de setembro.

Preparação para o VELO-CITY GLOBAL 2014

Em 2014, o Rio pode receber a Conferência Internacional VELO-CITY GLOBAL, que desde 1980 incentiva o planejamento cicloviário e congrega mais de mil cidades.

É uma iniciativa da Federação Europeia de Ciclistas e o mais importante encontro sobre o tema do mundo. Dentre os objetivos está o de fomentar o uso da bicicleta como modo de transporte.

Se o Rio for escolhido será a primeira vez que uma cidade da América Latina sediará um evento desse porte.

Comentários (2)

  • Jujuli diz: 17 de agosto de 2011

    Anna, quem dera se a realidade fosse essa. Desses quilômetros todos de ciclovias, muitos estão em condições ruins, em áreas mal iluminadas, ou simplesmente terminam no meio do nada. Já existiu uma tentativa de colocar bicicletas gratuitas à disposição da população, mas só o que sobrou foram as estruturas de apoio, pois as bikes sumiram todas. Seria lindo passear pela cidade, mas se vc está na Barra, na Barra deve ficar, pois não se pode ir pedalando de lá ao Leblon. Acho muito bonitas as atitudes ditas autosustentáveis (na fundo acho que é politicagem pura), mas utópicas também. O Rio não pode virar Amsterdan da noite para o dia! Infelizmente!

  • Eduardo Felix diz: 17 de agosto de 2011

    Parabéns a Prefeitura pela iniciativa em construir ciclovias, quem dera que os prefeitos das outras cidades pensassem dessa forma. Em Manaus, por exemplo, a cidade que eu nasci e amo, não tem praticamente nada de ciclovias, culpa dos prefeitos e governadores que passaram pela administração municipal e estadual. Prefeito Amazonino e gvernador Omar Aziz, sigam o exemplo do Rio de Janeiro, construam ciclovias, façam com que Manaus ande com mais saúde, deixem de ser demagogos, façam ciclovias da Ponta Negra até a Djalma Batista, por exemplo. Só assim Manaus avançará!

Envie seu Comentário