Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Posts com a tag "Saúde"

Harrison Ford e seu bigode de leite

27 de julho de 2011 0

O ator Harrison Ford agora figura no time de celebridades que apoiam a famosa campanha do bigode de leite.

O astro de Indiana Jones estrela a última campanha (já tradicional) Got Milk?

A propaganda traz a informação de que nove em cada 10 americanos não suprem sua necessidade mínima de nutrientes.

A campanha ainda acrescenta: “Apenas uma porção a mais por dia de leite rico em nutrientes para você e sua família podem ajudar.”

Orgânico na pele

11 de julho de 2011 0

A modelo Miranda Kerr, que há pouco tempo deu à luz o filho do ator Orlando Bloom, é do mesmo time da top brasileira Gisele Bündchen.

A moça também mantém sua própria linha de cremes orgânicos, a Kora, cujos produtos incluem ingredientes como camomila e chá verde.
Além de defender o uso de orgânicos na pele, a modelo propõe ainda uma alimentação mais balanceada e com produtos naturais, a prática de ioga e um ritmo de vida mais leve.
No vídeo abaixo, dá para ver a própria Miranda explicando tudo sobre a linha, inclusive que a Kora não testa seus produtos em animais.


As tentações do inverno

21 de junho de 2011 1


Faz pouco tempo, o inverno desembarcou oficialmente aqui no Hemisfério Sul e, com ele, uma série de hábitos que podem colocar em risco todos os esforços que você fez ao longo dos últimos meses para reduzir seu impacto no planeta.
Longe de mim adotar o clássico “não pode”, tão frequente nos discursos “verdes”. Mas, é fato, tem coisa que não pode mesmo. Listei aqui quatro delas, bem de leve, para ninguém fugir do blog antes de chegar ao fim da lista.
1) Banhos quentes, longos e preguiçosos
O tempo exagerado embaixo do chuveiro não é uma exclusividade desta estação. O problema é que, com o frio, o pessoal costuma subir a temperatura da água (nos modelos elétricos, é claro) e, aí, o gasto com energia vai lá em cima. Quem usa o chuveiro a gás, tem este problema reduzido, mas compensa com a demora em abandonar os jatos quentinhos pelo banheiro gelado. E o consumo de água vai às alturas.
Não abuse. Tome banhos rápidos e se enfie logo nas roupas quentinhas.
2) Quarto aquecido, sala aquecida, banheiro aquecido
Não sei vocês, mas já teve vizinho meu ligando o ar-condicionado no quente este ano. Está certo que eu sou do time dos que têm muito calor, mas não fez frio para tanto ainda.
Então, na hora de ligar o aquecedor ou o ar-condicionado, avalie bem se já é necessário ou se é apenas exagero. E nada de ficar a noite toda com o aparelho ligado. Vale o mesmo para os lençóis elétricos. Ninguém precisa assar na cama, né?
No banheiro, vale a mesma regra. Ligue o aquecedor um pouco antes de começar o banho e, depois, desligue. O ambiente vai se manter quentinho com o vapor da água.
3) Fondue, chocolate quente e queijos
Inverno é quase sinônimo de alimentação gordurosa. As tentações estão por todos os lados, e o corpo precisa mesmo de mais calorias para manter a temperatura. Mas não exagere. Seu corpo agradece.
Fica a dica também para dar uma passadinha na Feira de Orgânicos que rola todo sábado na José Bonifácio. Além de poder levar para casa opções orgânicas de queijos, bolos e pães deliciosos, dá para tomar um cafezinho com um pão de queijo dos deuses em uma das bancas.
4) Freio no cartão de crédito
Parte da fama de ser um celeiro de mulheres bonitas do Rio Grande do Sul deve-se ao belo estilo que o inverno impõe ao nosso guarda-roupa. E as vitrines estão por aí repletas de casacos, blusas e botas de enlouquecer qualquer uma. Antes de sacar o cartão e encher o armário de itens novos, pense bem no que está colocando na sacola.
Temos excelentes malharias e indústrias de calçados no Estado, então priorize os produtos fabricados por aqui em detrimento dos importados ou dos que vêm do outro lado do país.
Outra dica é ver com alguma tia ou até com a sua avó se não rola a produção caseira de acessórios como mantas, toucas e boleros.
É isso aí. Curta o inverno, mas com moderação. ;)


Caminhe pela cidade

10 de maio de 2011 2


Lá nas primeiras edições do Nosso Mundo, mais precisamente na edição número 1, nós falamos do Slow Movement, movimento que prega um jeito mais leve (e lento) de levar a vida.
Desde então, venho acompanhando as notícias do Slow Down London, uma espécie de clube na capital britânica que ajuda quem precisa a diminuir o ritmo.
Eles organizam encontros para não fazer nada além de bater um papo, praticar a escrita de uma carta ou apenas dar uma volta. Enfim, tudo para desacelerar a rotina.
Uma das atividades mais frequentes são as caminhadas pelas ruas de Londres. A ideia é que, ao bater perna sem um objetivo específico, o pessoal preste mais atenção na cidade onde vive, já que o normal é nem olhar para os lados na correria diária.
Um dos novos grupos de passeio que surgiram por lá é o London Strollers, que reúne gente de todas idades para pequenos passeios pela capital britânica.
Eu, particularmente, acho a ideia ótima e tenho certeza de que teríamos cidades melhores se tivéssemos o costume de caminhar mais pelas ruas. Além de aproveitar mais os deslocamentos, estaríamos ajudando a melhorar a nossa saúde e a saúde do planeta, já que haveria menos carros circulando por aí.
E aí? Que tal formar um grupo de caminhada e explorar sua região?