Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

A princesa e o plebeu

15 de abril de 2008 1

Reprodução
Ontem foi ao ar o tão esperado encontro entre Silvia (Alinne Moraes) e João Batista (Júlio Rocha). Se como vilã ela não se destaca – e de fato concordo com a opinião do Cecconi – , como mulher traída obcecada em dar o troco ela convence. A riquinha provocando o motorista e dizendo que fariam de tudo, menos beijo na boca, foi o ápice do capítulo de segunda-feira de Duas Caras.

Não teve nada de novo: os clichês de cenas como essa não ficaram de fora. O comentário sobre o cheiro de João Batista – suor de cavalo, segundo Silvia – , o motel de beira de estrada, o casacão de pele cobrindo o corpo da morena em pleno abril no Rio de Janeiro e o tão manjado beijo no pé estiveram presentes. Mas é sempre divertido ver a patricinha acabar com o pé-rapado.

Era tudo que Ferraço (Dalton Vigh) queria, claro. Vendo a marca no pescoço da noiva, o vilão finalmente achou um pretexto para terminar o relacionamento. Só que duvido que a personagem de Alinne Moraes aceite. Até o fim da novela devemos ter mais barracos, apelações e ceninhas entre os ex-pombinhos, e ainda acho que eles tinham que acabar juntos. Ele e a Maria Paula (Marjorie Estiano) não dá pra engolir.

>>> Confira os horários da novela na programação do hagah

Postado por Márcia Simões

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Joe Ramos diz: 16 de abril de 2008

    A atuação da Silvia tarada foi perfeita , acho que esse é o caminho das patricinhas sair dos moteis todas metindinhas e cheirando a cavalo ! Agora que o João Batista não vai registir sem o beijo na boca ! Mais deixar marcas é de última isso leva o corno descobrir que esta sendo traido. A Silvia tarada mais parecia uma potranca mascando freio! Da-lhe JB !!!

Envie seu Comentário