Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Faltou química...

15 de abril de 2008 8

Novela sem pelo menos um casal que agrade o público não tem a menor graça. Aquele par romântico que tem %22química%22, que nos dá gosto de olhar cada cena, cada beijo… Enfim, tem que rolar um clima legal, uma cumplicidade que nos faça acreditar que tudo aquilo é um amor de verdade. Querem um exemplo? Nando e Milena, vividos por Eduardo Moscovis e Carolina Ferraz em Por Amor eram um casal que tinha a química perfeita.
Mas também existem aqueles pares que não convencem mesmo. Vamos os candidatos ao %22troféu química zero%22:




Divulgação, TV Globo

Em Duas Caras, o truculento Juvenal Antena (Antonio Fagundes) caiu de amores por Alzira (Flávia Alessandra). A moça correspondeu aos apelos do líder da Portelinha, mas quem nos convence que esse amor é pra valer?


Divulgação, TV Globo

Ainda em Duas Caras, a mocinha Maria Paula (Marjorie Estiano) começou a história sendo enganada por Adalberto Rangel/Marconi Ferraço (Dalton Vigh). Anos mais tarde, tentou engatar um namoro com o advogado Cláudius (Caco Ciocler). Cláudius cansou dos planos de vingança da moça e procurou abrigo nos braços de Solange (Sheron Menezes). Maria Paula, por sua vez, começou um romance nada convincente com o deputado Narciso (Marcos Winter). Não adiantou trocar tantas vezes de pretendente, a falta de química parece ser da atriz Marjorie Estiano.



Divulgação, TV Globo

Na atual trama das 19h, Beleza Pura, o casal principal é vivido por Edson Celulari e Regiane Alves, que interpretam Guilherme e Joana. Não combinaram de jeito nenhum. Guilherme começou a novela apaixonado por Sônia, mãe de Joana. Este sim, seria um casal mais convincente.



Divulgação, TV Globo

Paraíso Tropical tinha como par romântico Paula (Alessandra Negrini) e Daniel (Fábio Assunção). Os dois eram ingênuos e bobos demais, por isso caíam nas armações mais absurdas criadas pelos vilões. Foi um casal de vilões, aliás, que roubou a cena: Bebel (Camila Pitanga) e Olavo (Wagner Moura) caíram nas graças do público, que torcia até por um final feliz para os dois.



Divulgação, TV Globo

Na trama de Sete Pecados, Dante (Reynaldo Gianecchini) era um taxista generoso e de bom coração. Beatriz (Priscila Fantin) não tinha escrúpulos para conseguir seus objetivos. Para conquistar o amor do mocinho, Bia passou por cima de tudo e de todos, até conseguir separar o rapaz da esposa, Clarice (Giovanna Antonelli). Dante e Bia ficaram juntos ao longo de quase toda a história, mas acabou voltando para Clarice, a quem amava de verdade.



Divulgação, TV Globo

Assim como os protagonistas de Paraíso Tropical, Duda (Daniel de Oliveira) e Bel (Mariana Ximenes) também sofriam por sua %22bondade excessiva%22na novela Cobras e Lagartos. Mais uma vez uma dupla de heróis sem-caráter agradou muito mais do que os mocinhos: Foguinho (Lázaro Ramos) e Héllen (Taís Araújo) aprontaram bastante, mas mereceram um final feliz no final.



Divulgação, TV Globo

Em América, Sol (Deborah Secco) e Tião (Murilo Benício) formavam o casal principal da trama. Ela, a mocinha que sonhava em morar nos Estados Unidos. Ele só pensava em ser peão de rodeios. Deveriam ter ficado juntos, mas a falta de química entre os dois mudou os rumos da novela. Sol se apaixonou pelo americano Ed (Caco Ciocler) e Tião casou com a %22apagadinha%22 Simone (Gabriela Duarte). Aliás, Murilo Benício é um caso clássico de quem  não combinou com nenhuma atriz até hoje. Isso que a lista inclui, além de Deborah Secco, Giovanna Antonelli, Flávia Alessandra e Juliana Paes.



Divulgação, TV Globo

No grande sucesso de Aguinaldo Silva, Senhora do Destino, o %22casal-chuchu%22 era formado por Edgar (Dan Stulbach) e Isabel (Carolina Dieckmann). A jovem Isabel era meiga, doce e sincera (apesar de ter sido criada pela vilã Nazaré). Edgar era gentil, educado, bondoso e até meio bobo. Eram um casal perfeito, não? Não, eram perfeitos demais!



Divulgação, TV Globo

A novela Estrela-Guia só teve três meses de duração, mas marcou época por ter um dos casais mais %22nada a ver%22 de todos os tempos. Toni e Cristal viviam em mundos diferentes, mas acabaram se apaixonando. Lindo né? Seria, se o casal não tivesse sido interpretado por Guilherme Fontes e Sandy. É, acho que isso explica tudo…



Divulgação, TV Globo

Na história cheia de mistérios de Porto dos Milagres, Guma (Marcos Palmeira) e Lívia (Flávia Alessandra) não combinaram desde a primeira cena. Marcos Palmeira é outro que raramente tem química com alguma atriz.



Divulgação, TV Globo

Laços de Família, de Manoel Carlos, foi uma das grandes novelas do horário nobre. Edu (Reynaldo Gianecchini, estreando na telinha) e Camila (Carolina Dieckmann) passaram por várias dificuldades até o famoso final feliz. Mas, no início da trama, Edu viveu um tórrido romance com Helena (Vera Fischer). As cenas %22calientes%22 do casal mostraram muita química, sem dúvida. Por esse motivo, quando Camila conquistou o coração do namorado da mãe o público não gostou nem um pouco.

E vocês, lembram de mais algum casal com pouca ou nenhuma química?

Postado por Michele Pradella

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Thiago diz: 17 de abril de 2008

    Marcos Palmeiras, Murilo Benicio, Marcos Pasquim, Flávia Alessandra, Antônio Fagundes, não tem química, nem biologia, matemática, com ninguém… Não tem NADAAAA!!

    CASAL tudo de bom foi: LAURA Cachorra e MARCOS (Celebridades)!! Inesquecível!!

  • Sílvia diz: 16 de abril de 2008

    -Cigano Igor ( Ricardo Machi) e Dara (Tereza Não-sei-do-que) em Explode coração (DAAAAARA);
    -Helena Ranaldi e Pedro Furtado ( a Bela e a Fera) em Mulheres Apaixonadas;
    Tônia ( Sônia Braga) e Sílvio (Edson Celulari) em Páginas da vida;
    - Luciano e Gisele ( não sei se tinham química, mas que eram chatos…) em Páginas da Vida.
    - Fernanda Lima (nunca deveria ser atriz) e Marcos Pasquim em Bang Bang.
    - Murilo Benício e qualquer uma em qualquer novela.

  • Poliana diz: 15 de abril de 2008

    Achei o máximo o flash back…mas discordei de alguns casais…A Camila e o Edu de Laços de Família foi o típico casalzinho onde o cara ficou com a mocinha doente por pura pena, e o público acabou engolindo por causa do tema leucemia…Casal mesmo, tórrido, foi a Catarina e o Petruccio, de O Cravo e a Rosa, a Safira (Cláudia Raia) e o borracheiro mecânico Pascoal, de Belíssima, dentre outros…além de rolar a química, eram hilários…

  • Keila diz: 16 de abril de 2008

    Me desculpe o comentário mas a maioria dos casasi q estão aí foram bons,a maioria não todos.Parabens pela reportagem …

  • francisco diz: 19 de abril de 2008

    o que parece que vai se formar na proxima novela das 9, cláudia raia e murilo benicio nada a ver.os atores que tem mais a ver e tony ramos e maite proença e tanto que eles formarão par em o soriso do lagarto, a vida como ela é, felicidade e torre de babel, e ou nao é um casal que tem quimica.

  • Syll Blue diz: 15 de abril de 2008

    duas Caras é repleta de casal sem quimica ….
    Suzana Vieira e Jose Wilker chega a ser pior que a Marjorie com seus “homens”

    Tem ainda Ferraço e a louca da noiva Silvia ..

    Mas essa reportagem foi excelente !!!!
    Parabens …

  • Ana Acker diz: 16 de abril de 2008

    Outro: Bruno Mezenga e Luana no Rei do Gado.

  • fabian diz: 16 de abril de 2008

    Ótimo post. Principalmente o que diz que o Marcos Palmeira não tem química com atriz nenhuma. Também pudera! Com aquela cara de feirante…

Envie seu Comentário