Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Gioconda cria movimento contra a violência

08 de maio de 2008 1

Divulgação, TV Globo
Gioconda (Marília Pêra) começou a novela Duas Caras como uma senhora rica, protegida pelo marido e alheia ao mundo real. A personagem era tão %27%27por fora%27%27 que era engraçado assistir suas conversas sobre futilidades, dava um tom de comédia ao folhetim das oito da Globo.

Mas nada é perfeito, e Gioconda percebeu isso durante o atentado na Portelinha. A dondoca ficou no meio do tiroteio e viu morrer em seus braços a filha do Pastor Lisboa (Ricardo Blat). O episódio foi um marco na vida de Gioconda, que passou a ver com outros olhos o mundo em que vive.

E isso não foi a única tragédia que cruzou seu caminho. No próximo sábado serão exibidas as cenas de um assalto, cujo alvo é Lenir (Guida Viana). Ela não irá entregar a bolsa e será agredida mas ninguém prestará socorro. Por causa disso a esposa de Barreto resolve tomar uma atitude e cria um novo movimento: o Chega! Gioconda irá lutar contra a violência, marginalização, mentiras e omissão.

Um grande progresso para quem começou a novela no papel de uma dondoca alienada, não acham?

Postado por Márcia Simões

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Lincoln diz: 13 de maio de 2008

    Este movimento Chega! da novela é mais uma das canalhices reacionárias do autor. Clara alusão ao elitista Cansei!, criado oportunisticamente por membros da mais putrefada elite paulista para se oporem ao Governo Lula, mostra um personagem simpático(Marília Pêra) dando voz às besteiras políticas que o autor defende.
    A parte em que a personagem diz que a mídia deturpa tudo o que a elite fala seria impagável, se não fosse tão infame. A mídia odeia a elite. Ah, tá.

Envie seu Comentário