Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Juiz inocenta Globo de acusação de racismo

18 de junho de 2008 1

História da sinhá causou polêmica/Divulgação, TV Globo

A Rede Globo foi inocentada da acusação de racismo pela exibição, em 2006, da novela Sinhá Moça. A decisão é do juiz Argemiro de Azevedo Dutra, da 3ª Vara Cível de Salvador, segundo a Folha. O Ministério Público da Bahia, que impetrou ação civil pública, ainda pode entrar com recurso.

O processo começou devido a reclamações de moradores de Salvador, que exigiam que a emissora fizesse uma nova versão da novela mostrando “a participação do negro no regime escravocrata como realmente ocorreu, com orientação de historiadores”.

Para a Rede Globo, a novela é uma obra de ficção baseada em um livro publicado há mais de 50 anos. Se fizesse uma abordagem real dos fatos, Sinhá Moça não seria uma novela, mas um documentário, e penalizar a emissora seria uma atitude contra o princípio constitucional da liberdade de expressão.

Para o promotor Almiro Sena Soares Filho, a trama deturpou a história ao mostrar um escravo negro passivo e sofredor, dependente de heróis brancos. A novela também teria incentivado o racismo ao divulgar cenas em que os negros apareciam em situações de torturas e humilhações, enquanto os brancos apenas conviviam em cenas de romance e bondade.

Apesar da polêmica, é importante lembrar que Sinhá Moça foi a primeira telenovela brasileira indicada ao prêmio Emmy International, o Oscar da televisão mundial, em 2006. A telenovela foi inscrita como série dramática, mas não levou.

Postado por Juliana Herling

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • PAULO CESAR PEREIRA diz: 18 de junho de 2008

    AINDA BEM QUE SE FES JUSTIÇA A GLOBO ACERCA DESTA NOVELA SINHA MOÇA. OLHEI E ADOREI A NOVELA E NAO SOU RACISTA E OLHO PARA O CARATER E NAO PARA A COR DE MEUS IRMAOS.

Envie seu Comentário