Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bordões que caíram na boca do povo

01 de julho de 2008 6

Tô certo ou tô errado?/Divulgação

Bordões de novelas e programas de TV grudam na boca do povo que nem chiclete, e às vezes permanecem circulando por aí mesmo depois que a trama saiu do ar.
Duvidam? Pois tentem lembrar quantas vezes vocês já ouviram por aí a frase:
“Tô certo ou tô errado?”. Esse bordão era proferido por Sinhozinho Malta (Lima Duarte) na novela Roque Santeiro, em 1985. Pois é, há mais de vinte anos as pessoas repetem a expressão mais conhecida da teledramaturgia brasileira.

Atualmente, a novela Ciranda de Pedra traz outra expressão que vem ganhando as ruas. A personagem de Leandra Leal repete à exaustão: “Elzinha é biscoito fino!”. O bordão caiu como uma luva para a personagem mais divertida da trama das 18h.

Revirando o baú, resgatei alguns bordões que fazem sucesso até hoje. Que tal uma brincadeira? Tentem lembrar de que programa ou novela são os bordões e de quais personagens. Para ler as respostas, é só arrastar o mouse nas linhas em branco:

Cala a boca, Magda!
Caco Antibes (Miguel Falabella), no Sai de Baixo

Abalou bangu!
Edilberto (Luís Carlos Tourinho), em Suave Veneno

Copiou?
Seu Gomes (Walter Breda), em América

Chique de doer
Elvira (Nivea Stellmann), na novela Sete Pecados

Me poupe, Salgadinho!
Lucineide (Regina Dourado), em Explode Coração

Coisas de laurinha…
Betinho (Paulo Gracindo), em Rainha da Sucata

Felomenal!
Giovanni Improtta (José Wilker), em Senhora do Destino

Não é brinquedo não!
Dona Jura (Solange Couto), em O Clone

Eu vai colocar esse prédio na chom!
Dona Armênia (Aracy Balabanian), em Rainha da Sucata

Só abro a boca quando eu tenho certeza!
Ofélia (Cláudia Rodrigues), na Zorra Total

Sou chique, benhê!
Márcia (Drica Moraes), em Chocolate com Pimenta

Catiguria (nesse caso, a palavra era usada em diversas situações)
Bebel (Camila Pitanga), em Paraíso Tropical

Vem cá, te conheço?
Laura (Maria Clara Gueiros), na Zorra Total

Cada mergulho é um flash!
Odete (Mara Manzan), em O Clone

É justo, é muito justo, é justíssimo.
Coronel Belarmino (José Wilker), em Renascer

Epa, epa, epa / Justamente / Muita calma nessa hora!
Juvenal Antena (Antonio Fagundes), em Duas Caras

Bonito isso, né? Eu li num livro!
Dado (Cláudio Heinrich), em Malhação

Eu quero nhanhar!
Scarlett (Luiza Tomé), em A Indomada

Presta atenção!
Esmeralda (Ângela Vieira), em Coração de Estudante

Te dedico!!!
Viviane (Letícia Spiller), em Senhora do Destino

E então, acharam difícil? Aposto que vocês ainda usam muitos desses bordões até hoje, não é?

Postado por Michele Vaz Pradella

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Leandro Almeida diz: 1 de julho de 2008

    Achei show a matéria!!!! Parabéns para a repórter!!! Isso é que se chama de jornalista com muita criatividade!!!! Parabéns mesmo!! Leandro Almeida – Advogado.

  • rikardo diz: 2 de julho de 2008

    eca…qta merda

  • Lenka diz: 2 de julho de 2008

    muito bommm
    é legal relembrar isso, muitos acabam “fazendo parte da nossa infância”.

    Tem uma que marcou não faz tantooo tempo foi o “fala sérioooo” usado de uma forma cômica ou debochada no Casseta e Planeta

    Nas atuais séries e novelas, acho que o que pode pegar é o “dai!?” no final das frases, falada pela Mozena no Toma-lá Dá-cá.

  • alexandre diz: 2 de julho de 2008

    “Aposto que vocês ainda usam muitos desses bordões até hoje, não é?”

    Com muito orgulho: NÃO, não uso.

  • Jeferson diz: 2 de julho de 2008

    Putz, como pode te gente tão mal humorada!!
    Ricardo e alexandre devem ter uns 30 anos mas a mentalidade de um velho ranzinza de 100!!

    Materia show mesmo!!!

  • Aline diz: 2 de julho de 2008

    Também tem aquela “Que situação…” que a Ângela Maria sempre falava na novela Senhora do Destino lá em 2003/2004. Não lembro do nome da personagem…

Envie seu Comentário