Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Nada de Beleza Pura

12 de setembro de 2008 4

Que marasmo, que sem graça mesmo!/Frederico Rozario, Divulgação TV Globo
Último capítulo da novela Beleza Pura e… nada de surpreendente. Digo isso porque o mais emocionante da reta final era o casamento da Rakelli com o Robson, que aconteceu na terça-feira (E por sinal foi maravilhoso, surreal e muito divertido!). A Norma ser presa, Joana casar com Guilherme e os finais de muitos personagens eram óbvios, o que acabou sendo sem graça. Ah, e a história dos diamantes pra lá e pra cá terminaram de vez. Então vamos por partes:

- Personagem que fazia falcatrua, era malvado e com má índole se transforma no final. Típico de quase todas as novelas. Assim aconteceu com o gambazinho José Henrique e sua Sheilinha. Ele se redimiu e contou a verdade para Suzi que foi ele quem roubou as jóias. E no final, os dois vigaristas foram parar numa tribo de índios. Meio sem noção essa história, mas enfim.

- Guilherme desmascarou a Norma e acabou ganhando o cargo de presidente da empresa Singular Helicópteros. Era certo que o personagem de Edson Celulari teria que ter algo de volta, depois de tanto trabalho e falcatruas da Norma. Mas ser presidente?

-Adorei a parte da Rakelli com o Anderson no Caldeirão. Eu sempre fui uma fã incondicional da garota. E foi engraçado porque, na cena, o Anderson leva cantada de uma coleguinha do Caldeirão do Huck. É mole isso?

- Lindo e uma mensagem importante, que se prolongou por toda novela, foi sobre adoção. Joana e Guilherme adotaram 10 filhos (até me lembraram o casal Jolie-Pitt e seus lindos pimpolhos). Acho que mais teledramaturgias deveriam falar mais sobre o assunto e incentivar mais as pessoas a fazerem o mesmo.

- Preciso expressar isso: Ahhhhhhhhhhhhhh (de engraçado)… O médico louco do Renato deu alta para ele. E sabem quem adentrou o consultório? Uma figuraça que era o novo paciente. Aparentemente um sambista, roupa branca e óculos escuros. Mas o tal paciente tinha olhos pintados de rosa e era gay. Um par perfeito para o médico que nunca se assumiu como tal.

- Por fim o casamento da doce e boazinha Joana e o esquecido e galanteador Guilherme. Vocês já viram alguma novela sem casamento no final? Esse não poderia ser diferente. Ele estava de branco! Acho que só se o homem fosse algum marinheiro para casar assim, ficou sem graça e tirou o brilho da esposa.

O ápice do ridículo: Norma no pátio do presídio e o Tomás salvar ela de helicóptero? Depois de matar, roubar, mentir, prejudicar muitas pessoas, ela sai ilesa de tudo? Desde quando um helicóptero que não pertence à polícia chega perto do presídio (Isso só aconteceu uma vez, no resgate do famoso bandido Escadinha, lembram?)? Só em sonho, ou melhor, em novela surreal mesmo. E depois ela virar prisioneira dele, numa fazenda, cozinhando, lavando e fazendo massagem? Sem comentários!

Para resumir todos esses meses: a novela foi um marasmo, nada de muita emoção e não despertava muito a atenção do público. Assim foi o final. Sem graça, sem nada. Tinha tudo para ser interessante e contagiante, mas não rendeu. Pior é que as histórias passaram rapidamente, umas sem muita noção. Só faço uma ressalva: a Rakelli foi o grande nome da novela, a divertida, a louca, a espevitada, a que deixava todos boquiabertos e ligados na TV. Ela sim fará falta no horário das sete. O Caldeirão, a Belezura, as unhas pintadas se azul sentirão falta da burrinha e alegre menina.

Postado por Marjoriê Silva

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • amaro diz: 17 de setembro de 2008

    Quem era aquela batriz que deu uma cantada em anderson no final da novela?

  • Júnior diz: 14 de setembro de 2008

    Nossa,super sem noção esse seu comentário.
    Vc usou argumentos,que vc mesmo sabe que foram corretos para o final de uma novela,pra poder demonstrar a sua antipatia pela novela,que não foi um fiasco
    A novela pode não ter sido um sucesso de audiência,mas foi um sucesso de crítica,e vc sabe disso².
    Outra coisa,a Rakelly foi sim um dos grandes fatores que alavancaram a audiencia da novela,mas não foi só ela não:o romance esquisito de Renato e Matheus/Helena,as paranóias da Suzy que arrancou várias g

  • Joanna Damian diz: 6 de outubro de 2008

    O fim da novela foi perfeito, a novela inteira foi perfeita.
    Sem comentarios

  • Clara diz: 16 de maio de 2009

    Joana te adoro muito…

    Lindaaaaaaaaa…….

    Beijos!!!!

Envie seu Comentário