Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Paola Oliveira: de caso com o acaso

28 de setembro de 2008 1

Divulgação

A “matemática” por trás da carreira de Paola Oliveira é curiosa. Em apenas quatro anos como atriz, ela acumula quatro mocinhas em quatro novelas – sendo uma delas no posto de protagonista. A rapidez com que seu nome se tornou conhecido, porém, parece não afetar o jeito dessa paulistana de 26 anos. Perguntada se acha que o ritmo dessa ascensão foi muito vertiginoso, ela prefere creditar o sucesso a uma boa dose de acaso.

- O trabalho em tevê acontece. Não existe uma trajetória definida: você faz o que aparece para fazer. Então, prefiro avaliar meu desempenho e o que eu produzo – pondera.
 
E a atual produção é a determinada Letícia, de Ciranda de Pedra. Na reta final da novela de Alcides Nogueira, a personagem contabiliza diversas mudanças. Ao longo dos cinco meses em que a trama está no ar, a tenista passou de mulher auto-suficiente a sofredora de ocasião e voltou a manter a altivez.
 
- Desde o início, ela se transformou e não havia nada disso planejado. Mas as coisas vão acontecendo, e a gente vê como vai fazer – explica.

Um desses “desvios” foi o namoro-relâmpago com Arthur X. O personagem de Guilherme Weber passou rapidamente pela novela, mas conseguiu bagunçar o coreto de Letícia, até então altiva e cheia de si. O entusiasmo por um homem tão egocêntrico seria um comportamento no mínimo estranho para alguém tão nobre -  e exatamente por isso Paola diz que precisou se esforçar para encontrar uma justificativa.

- A Letícia é uma mulher que gosta de ousadia, e acho que ela se apaixonou pela irreverência dele. Quando deu por si, ela já estava tomada por esse sentimento que a gente não comanda – argumenta.

Mas essa não foi a única surpresa envolvendo o coração da mocinha. Nas últimas semanas, ela vinha se dedicando a um improvável amor por Daniel, o protagonista de Marcello Anthony. Mas mesmo com tanta disposição de fazer o relacionamento andar, o médico não conseguiu tirar Laura da cabeça – e acabou caindo de novo nos braços da amada, vivida por Ana Paula Arósio. Paola não perde o bom humor nem mesmo diante de mais essa decepção na vida amorosa da jovem tenista.
 
- Acho que a Letícia vai terminar com a raquete. Ela e a raquete, abraçadas! – diverte-se.

Bem antes de desfrutar do sucesso na tevê, porém, Paola teve uma experiência pouco entusiástica em teledramaturgia. Antes de ter se tornado conhecida em 2005, na Globo, ela fez uma breve participação em Metamorphoses, exibida pela Record em 2004 – e mais lembrada pelas “bizarrices” do que pela qualidade técnica. A confusão nos bastidores interferiu no ar e na audiência, o que levou a novela a ser tirada do ar cerca de um mês antes do previsto. A decisão, claro, foi uma decepção para a atriz.
 
- Eles deram o doce para a criança e tiraram – compara ela, que prefere considerar a Giovanna de
Belíssima como sua verdadeira estréia.

- Esse foi uma experiência completa, com início, meio e fim. Houve todo o aprendizado de um trabalho longo – relembra.

Hoje ela vive uma fase bem diferente. Enquanto se despede de mais um papel na tevê, Paola volta suas expectativas para o lançamento de seu primeiro longa, Entre Lençóis. No filme do colombiano Gustavo Nieto Roa, ela é Paula, jovem que se envolve com o belo e desconhecido Roberto, de Reynaldo Gianecchini. Os dois se “esbarram” em uma noitada e acabam em um quarto de motel – onde acontecem desde um sensual strip-tease até uma longa sessão para “discutir a relação”.

- Ainda não vi nada, estou morrendo de curiosidade – garante ela, que está exercitando a paciência até a estréia da produção, prevista para janeiro de 2009.

- Sei que é só na edição que o Gustavo vai decidir como contar essa história, então estou ansiosíssima. Quero saber como ele vai “se virar” com o que a gente fez – brinca ela.

Postado por Diário Catarinense

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • ana carolina silva bandeira diz: 29 de setembro de 2008

    Eu acho, como a Paola Oliveira, quando ela mostrou o seu estrelato a brilhar ela começou a ser atriz, eu mesma percebi em todos os passos dela, eu tenho confiança nela, que foi destaque nas novelas que a deram como atriz! Sempre há possibilidade de que ela possa ter objetivos, que ela tem que possa realizar.

Envie seu Comentário