Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Entrevista: Larissa Maciel

28 de dezembro de 2008 7

Genaro Joner
Aos 31 anos, a atriz Larissa Maciel está contando os dias para que a minissérie Maysa – Quando Fala o Coração vá ao ar. A ansiedade tem fundamento. A porto-alegrense dedicou todo este ano para interpretar a explosiva e intensa cantora Maysa Monjardim Matarazzo, que morreu aos 40 anos em um acidente de carro, em 1977.

Dirigida por Jayme Monjardim e escrita por Manoel Carlos, a produção de nove capítulos estréia na RBS TV no dia 5 de janeiro. E o desafio será duplo para Larissa: dar vida a um personagem real e ser protagonista de uma minissérie nacional.

De passagem por Porto Alegre para passar as festas de fim de ano, a atriz conversou com o TV+Show em uma cafeteria do Parque da Redenção sobre o ano que passou no Rio se dedicando à construção da personagem, a felicidade de quando soube que havia sido selecionada para o papel (Larissa foi escolhida entre 700 atrizes que disputavam a vaga) e as emoções que experimentou ao interpretar a cantora e que ainda a acompanham, mesmo após o fim das filmagens.

– Com pequenas mudanças no meu visual, estou me desprendendo da Maysa. Não está sendo fácil, afinal interpretei toda a vida dela. Ainda choro quando escuto as músicas dela – afirma.

Mulher de personalidade forte e em busca do amor, Maysa desafiou os padrões sociais da época para se tornar cantora, uma de suas maiores paixões. A série retrata a trajetória pessoal e profissional da artista, dos 15 aos 40 anos. Aos 17, ela casou-se com o milionário André Matarazzo (Eduardo Semerjian), com quem teve seu único filho, o diretor Jayme Monjardim. Sobre o desafio de dar vida a uma personalidade tão marcante, a atriz comenta:

– Os atores têm a característica de achar que podem viver qualquer personagem. Não tive medo quando fui chamada para interpretá-la. Maysa era uma mulher muito instigante.

Maysa por Larissa, sem imitações
Larissa Maciel escolheu o Parque da Redenção, um dos símbolos da Capital, para um bate-papo com o TV+Show. Pele alva, olhos azuis e sorriso solto, Larissa passou despercebida. Os poucos freqüentadores daquela quinta-feira calorenta não a reconheceram.

Mas o anonimato dessa porto-alegrense de 31 anos deve durar pouco tempo, mais exatamente até 5 de janeiro, quando a minissérie Maysa – Quando Fala o Coração, dirigida por Jayme Monjardim, estrear na Rede Globo.

Larissa não estará em Porto Alegre para assistir ao primeiro capítulo – ela e o elenco se reunirão no Rio. Mas deixará o namorado, o administrador André Surkamp, 31 anos, os pais e os amigos na maior torcida.

– Me entreguei de corpo e alma para viver a Maysa – comenta.

Durante 1h30min, Larissa contou como foi a preparação para interpretar a cantora, riu, se emocionou, tirou fotos e gravou um vídeo para os internautas.

TV+Show- Foram 10 meses de planejamento, ensaios e gravações. Como foi esse período?
Larissa Maciel -
Em janeiro deste ano, fui passar uma semana no Rio para conhecer o Manoel Carlos (autor) e a equipe que conduziria o trabalho. Naquela semana, o Jayme (Monjardim, diretor) me deu seis pastas recheadas com fotos da mãe, e eu já estava lendo a biografia dela. Quando retornei ao Rio, em fevereiro, ele me deu todos os diários dela, entrevistas publicadas em revistas e jornais, vídeos com participações em filmes, especiais do Fantástico e gravou a discografia em CDs. Uma semana depois, começamos a preparação. Chegava ao Projac às 9h e saía às 20h. Tinha uma sala só para mim. Lá, colava todo o material relativo a Maysa nas paredes. Comecei trabalhando com a instrutora corporal Patrícia Carvalho, sempre com a idéia de não imitá-la. Foi um trabalho minucioso e detalhista para entender, inclusive, a forma como ela apoiava o corpo, por que olhava as pessoas de baixo para cima e segurava o microfone com a mão direita.

TV+Show – A primeira mudança que se percebe é seu sotaque, que mudou radicalmente. Como foi a transformação?
Larissa –
Não fizemos um exercício para eu perder o sotaque gaúcho, mas sim para aprender a falar igual a Maysa. Ela era carioca, mas passou a infância em São Paulo e morou na Espanha. Misturava vários sotaques. Por exemplo, quando cantava, entoava o “S” com som de “X”, mas na fala a pronúncia era de “S” mesmo. Foram muitos detalhes que tive de aprender.

TV+Show – Você sentiu medo de viver uma personagem tão marcante?
Larissa –
Se alguém chegasse para mim e dissesse: “Você foi aprovada no teste e tem 10 dias para começar a atuar como ela”, aí, sim, ficaria apavorada. Mas não fiquei assustada porque sabia que teria um tempo grande para compor a personagem. A primeira conversa que tive com o Jayme, ele avisou que iria fazer um trabalho longo e cuidadoso para que ficasse o mais fiel possível, mas sem imitação. Aliás, isso ele sempre ressaltou: que eu não imitasse a Maysa, mas que fosse uma homenagem a ela.

TV+Show – Você teve que aprender a cantar e dublar para interpretá-la. Foi muito complicado?
Larissa –
Fizemos exercícios para deixar minha voz mais grave e pegar o ritmo da fala da Maysa. O poder que ela tinha de contar história e de fazer você sentir na alma cada palavra é algo que pouca gente consegue fazer. Precisava sentir segurança para me comportar como cantora. Eu sou soprano, ela é contralto, sua voz era bem mais grave. Fisicamente, era impossível cantar no tom dela porque as minhas cordas vocais não descem tanto. Durante as gravações, eu cantava junto com ela, mas não escutava a minha voz, o microfone ficava desligado e a voz da Maysa ficava bem alta. O importante não era estar cantando afinada, mas, sim, que meu corpo estivesse interpretando aquela voz. Aprendi a respirar, a fazer pausa e a sorrir em sincronia com a voz dela.

TV+Show – Como foi o processo de maquiagem e figurino?
Larissa –
O Fernando (Torquatto, cabeleireiro e maquiador) buscou uma caracterização específica para cada fase da vida dela. Tinha uma maquiagem e um cabelo para Maysa jovem, gordinha, magrinha, para quando se casou, se separou. Usamos 10 perucas diferentes para representar cada etapa. Estar bem maquiada era uma característica da Maysa. Ela usava maquiagem, inclusive, quando ia ao mar ou à piscina. Por isso, era preciso 1h30min para meu rosto ficar pronto e 40 minutos para tirar tudo.

TV+Show – Você precisou engordar ou emagrecer?
Larissa –
No início, o Jayme queria que eu engordasse um pouquinho para ficar com o rosto mais redondo. Mas a minissérie não foi gravada e não será apresentada em ordem cronológica, então no mesmo dia eu interpretava ela gorda, magra, jovem, velha. Se engordasse, não teria como emagrecer no mesmo dia (risos). Por isso, usamos um enchimento nas roupas. Era um corpinho de gordinha, do quadril para cima, que eu colocava para gravar.

TV+Show – Você não fuma, mas a Maysa fumava muito. Teve que aprender isso também?
Larissa –
Não (risos). A direção de arte trouxe um cigarro importado, sem nicotina. Quase não sentia que estava fumando. E quanto à bebida, também não era whisky, e sim xarope de guaraná.

TV+Show – Um trabalho como este, que requer tanto envolvimento e tempo despendido, não gera muita ansiedade para que estréie de uma vez?
Larissa –
O Jayme sempre dizia que gravaríamos a minissérie no momento certo, e foi o que aconteceu. Se fosse um mês antes, não estaria pronta. Um mês depois, talvez estive ansiosa demais porque há uma necessidade física de pôr todo aquele aprendizado para fora.

Vídeo
Em vídeo, confira o bate-papo da repórter Melissa Hoffmann com a atriz Larissa Maciel, disponível em www.zerohora.com/estilodevida.

Postado por Melissa Hoffmann, TV+Show, Zero Hora

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Marcia Briones diz: 6 de janeiro de 2009

    Larissa, já estreiou arrasando! Está maravilhosa a série, vamos ver até o fim. Muito sucesso!

  • Walfranio Brasil diz: 9 de janeiro de 2009

    Impressionante a produção da Minissérie. Não sou contemporaneo da Maysa, mas me sinto na época dela. Porem, o que de fato impressiona é a beleza, exuberância e o talento da atriz Larissa. Desejo que a Minissérie se perpetue como algo indelével na memória dos telespectadores. Ao jaime agradecemos e parabenizamos por tamanha coragem. Certamente é um vencedor nato, diante de tantas dificuldades vividas, sobretudo pelo antagonismo presenciado na rotina dos seus pais. Parabens pela produção.

  • MarinaMachado diz: 6 de fevereiro de 2009

    eu adorei a mini serie chorei acho que umas
    1.356.245 vezes hahahaha sei 3 musicas decor
    eu tenho a caras (larissa e seu o lhar sobre o mito) e quando soube que você foi para o rio passei o dia chorando .Eu sei que você deve ta achando uma bobagem mas não è meu pai è musico e eu pretendo ser nâo quer dar aula de inglês aqui aqui as professoras sâo umas merdas.Eu sei que o seu destino nâo è mas esse tenho 9 anos e meu nome è Marina e ti amo Larissa Maciel

  • luisa diz: 28 de fevereiro de 2009

    larissa te amo vc ta linda
    _____*#######*
    ____*##########*
    __*##############
    __################
    _##################_________*######
    __##################_____*##########
    __##################___*#############
    ___#################*_###############
    ____#################################
    ______###############################
    _______#############################
    ________=##########################
    __________########################
    ___________*#####################
    ____________*##################
    ____

  • Gabriela diz: 9 de janeiro de 2009

    Adorei a entrevista com a Larissa! linda e tanletosíssima! Estou amando a minissérie, apaixonante! as cenas ela e Bôscoli são perfeitaaas! gostaria depois de saber se a larissa tem algum tipo de site ou coisa do tipo. Beijos

  • Veruscka diz: 9 de janeiro de 2009

    Parabéns pela produção e a Larrisa pela belíssima interpretação. Quando a Maysa morreu eu estava nascendo, por isso, não me recordava quase nada da vida dela, vocês estão fazendo nós vivermos naquela época e principalmente, apaixonarmos pela Maysa. Parabéns!!!!

  • Bruna Ferreira diz: 19 de janeiro de 2009

    Lari…oh gaúchinha que eu sinto tanto orgulho..Enorme satisfação por saber éssa estrela q tanto brilha eh do sul..=]
    Parabéns pela minissérie Lari..tava tudo perfeito demais..(apaixonei pela histótira da Maysa)
    Tua atuação tava maravilhosa..chorei muito no decorrer dos dias..não sabia se chorava mais quando passava a minissérie.ou se chorava no final de semana porque não passava!ahushsushuhsuhsu
    No orkut tem uma comunidade “Larissa Maciel oficial”se puder da uma olhada.todos te amamos demais

Envie seu Comentário