Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Diálogo: Abel e Norminha se separam

31 de julho de 2009 4

Onofre Veras, AgNews

Como contamos, Abel (Andreson Muller) finalmente irá flagrar Norminha (Dira Paes) com outro homem em Caminho das Índias. Após as cartas anônimas, ele seguirá a esposa até a o pagode e verá ela beijando um desconhecido.

Acompanhe o diálogo da cena que deve ir ao ar nos dias 13 e 14 de agosto, segundo o Extra.

No pagode

Norminha: Socorro! Quem é esse homem? Onde é que eu tô? Socorro! – gritou quando viu que Abel estava olhando.

Abel: Eu mato!

Ele parte para a briga com o cara e Norminha desmaia.

Na frente da casa

Abel joga as roupas da esposa pela janela e ela só observa do lado de fora. Uma multidão se aglomera e até a polícia chega para ver o barraco.

Norminha: Abel! Abelzinho!

Abel: Cínica! Descarada! Aqui nessa casa você não pisa mais, ordinária!

Norminha: Você está envenenado, Abel! Por calúnia de gente que não suporta a felicidade alheia! Nem sei como é que eu fui parar ali naquele lugar! Me seqüestraram de dentro de casa! Alguém me arrastou inconsciente, Abel!

Abel: Vigarista! Não fica um fio de cabelo teu dentro dessa casa que eu não vou permitir!

Norminha: Eu só podia tá possuída por alguma coisa ruim que jogaram em cima de mim! Aquela não era eu, Abel! Eu nao sei nem andar praquelas bandas!

Abel: Vai pra rua! Tudo o que é teu vai pra rua! Não quero rastro de vagabunda dentro da minha casa! Eu dando casa, comida, roupa lavada, bancando o luxo dessa Jezebel pra ela me dar essa paga?

Norminha: Não diz isso, Abelzinho!

Abel: Eu tinha uma Jezebel dentro de casa e não sabia! Traíra! Descarada, sem vergonha, devassa, Messalina!

Norminha: Ah é assim? É assim? Pois você nunca mais me ver tambem, viu Abel? Tá pensando que eu sou mulher de rastejar atrás de homem?

Abel: Nem eu sou homem de rastejar atrás de mulher! Eu respeito a farda que eu visto!

Norminha: Pode jogar minha mala que agora quem não quer ficar sou eu!

Abel: Que mala? Que mala? Quem foi que comprou a mala?

Norminha: Mão de vaca, unha de fome…

Abel: Tu não presta, Norminha! Tu é mulher de orgia, tu não merece nada do que eu te dei, nenhum enfeite que eu paguei pra ti.

Norminha: Tu tambem não merece o tempo que eu perdi no tanque, lavando tuas meias, o umbigo que eu esquentei no fogão fazendo tua comida.

Abel: Corre atrás de um otário porque aqui, acabou!

Ele fecha a janela de casa e Norminha junta suas coisas do chão com a ajuda de Suellen.

Postado por Márcia Simões

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • nanda diz: 4 de agosto de 2009

    muito bem abel vc tm q abrir o olho vc tavaficando chato..

  • dayana diz: 5 de agosto de 2009

    amei abelzinho vai viver atua vida agora fica bem esperto e despreza essa vibora faz ela sofrer com a tua falta!!!!!!

  • patricia diz: 4 de agosto de 2009

    ate que em fim ele acordou meu DEUS estava mais que na hora rsrsrs

  • Bruno (Arara) diz: 31 de julho de 2009

    kkk`,. até q enfim o otario percebe q é o mesmo. já tava ficando chato.

Envie seu Comentário