Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Personagem da Semana: Giovanna Antonelli

19 de dezembro de 2009 1

A carreira de Giovanna Antonelli na Globo iniciou com uma participação da atriz na novela Tropicaliente, de Walter Negrão. A novela seguinte na emissora foi como Judy, em Corpo Dourado, de Antônio Calmon. 

Em 2000, interpretou outra prostituta, Capitu, de
Laços de Família, novela de Manoel Carlos, recebendo pelo papel o Prêmio de Atriz Revelação. Também em 2000, estreou nas telonas com o filme Bossa Nova, sob a direção de Bruno Barreto, fazendo uma pequena participação.

O Grande marco de sua carreira aconteceu em 2001, na novela O Clone, quando interpretou a protagonista Jade, uma muçulmana dividida entre o amor e as obrigações religiosas.

Em 2002 esteve novamente no cinema, no longa Avassaladoras. Em 2003 estrelou a minissérie A Casa das Sete Mulheres, de Maria Adelaide Amaral e Walter Negrão.
Em 2004 fez, na novela Da Cor do Pecado, de João Emanuel Carneiro, a personagem Bárbara, antagonista da trama e sua primeira vilã.

Em 2007, após dois anos e meio reclusa da TV, voltou como Delzuite, protagonista da primeira fase da minissérie Amazônia, de Galvez a Chico Mendes, de Glória Perez. No mesmo ano, foi a protagonista da novela Sete Pecados, de Walcyr Carrasco com a personagem Clarice.

Em 2008, Giovanna mostrou seu lado cômico, interpretando Alma Jequitibá, uma das protagonistas da novela Três Irmãs, de Antônio Calmon. Em 2009, Giovanna voltou aos cinemas, no longa Budapeste, dirigido por Walter Carvalho, baseado no livro de Chico Buarque.

Atualmente está na novela Viver a Vida de Manoel Carlos, interpretando a personagem Dora, que em breve vai mudar de vida e, novamente, tornar-se vilã.

Postado por Francesca Romani

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • Paulo diz: 19 de dezembro de 2009

    A Giovana é tudo de bom. Não precisar tirar nem por. É completa em tudo, beleza, simpatia, charme, sexi, e talento também é claro.

Envie seu Comentário