Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Casa de modelos de Ti-Ti-Ti mostrará organização e inveja entre tops

10 de julho de 2010 0

Dorinha (E) é responsável pela casa onde mora Desirée (D) e outras meninas — Fotos: TV Globo

No mundo da moda, uma figura é importantíssima na formação das top models.

Longe dos holofotes, as mulheres que organizam as casas onde moram as novas modelos são as responsáveis pela alimentação e pela saúde das jovens meninas.

Em Ti-Ti-Ti, novela de Maria Adelaide Amaral que estreia no próximo dia 19, essa figura será representada por Dorinha Bacelar, personagem interpretada por Mônica Martelli.

Ela tem uma inveja danada das modelos. Afinal, elas são lindas e magras – ironiza Mônica, dando pistas de que Dorinha não será exemplo para ninguém.

Para lembrar às garotas de que é a grande estrela da casa, Dorinha marca território: enquanto ela dorme sozinha em um quarto, as meninas dividem os outros. O que mais irá incomodar a governanta é a desinformação das “new faces”.

O problema é que elas não sabem andar na passarela, fotografar, nada. E, para a minha personagem, que é chiquérrima e morou na Europa, isso tudo é muito irritante – diz.

Uma das jovens modelos que irá viver em seu apartamento será Desirée (Mayana Neiva), filha única de Nicole (Elizângela), que se torna um dos grandes trunfos do falso estilista Victor Valentim, interpretado por Murilo Benício – ele não faz roupas para modelos anoréxicas e, sim, para mulheres cheias de curvas, que é o caso de Desirée. Em uma importante festa com celebridades do mundo fashion, ela aparecerá usando um figurino feito por Valentim e chamará a atenção de todos.

Passado de gente famosa

Na história de Maria Adelaide Amaral, Dorinha Bacelar, que trabalha para a agência Lugar Models, de Edgar (Caio Castro) e Luisa (Guilhermina Guinle), foi uma famosa modelo na juventude.

Ela decide abandonar a carreira, casar-se e ir morar na Europa. O problema é que o cara com quem ela passa a viver é falido. Diante disso, ela volta ao Brasil e pede ajuda a Luisa – conta a atriz Mônica Martelli.

Apesar dessa derrocada, Dorinha procurará não perder o rebolado.

Ela mantém a aura de que sabe de tudo – confessa a atriz, que volta às novelas depois de dois anos afastada. – Gosto de fazer humor, e não sou daquelas que precisam de papéis dramáticos para se sentir atriz. Eu, na realidade, procuro bons personagens sempre.

Diretor faz participação na trama

Responsável pelas cenas de Ti-Ti-Ti, o diretor Jorge Fernando fará uma participação como ele mesmo na novela. Em sua aparição, ele será cliente de mais uma empreitada do atrapalhado Ariclenes Martins (Murilo Benício), que, antes de se tornar o estilista Victor Valentim, abrirá uma agência de figurantes. Afinal de contas, ele acredita que todos sonham em se tornar celebridade.

Tendo Jorge Fernando como diretor, Ari buscará pessoas para atuarem como mendigos em um clipe musical. Mas ele acaba selecionando mendigos reais embaixo de um viaduto de São Paulo. Resultado: na filmagem, os moradores de rua avançam na mesa de comida disponível para os figurantes e destroem todo o set. Claro que, depois disso, Jorge Fernando abandona o projeto de Ariclenes.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário