Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Vote: qual foi o melhor seriado de 2010?

21 de dezembro de 2010 1

Este ano foi marcado por muitas séries e seriados que inovaram a teledramaturgia da Globo. Foram produções para todos os gostos, chegou a hora de escolher qual foi a melhor:

S.O.S. EMERGÊNCIA

No hospital Isaac Rosemberg tudo é possível, afinal, a equipe é formada por Doutor Solano (Ney Latorraca), Dra. Michele (Marisa Orth), Dr. Wando (Bruno Garcia), Evelyn (Fernanda de Freitas) e muitos outros que se metem em grandes confusões. A série se consolidou em 2010 e já ganhou duas temporadas.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo



A VIDA ALHEIA

Criada por Miguel Falabella, a série brincou com a realidade ao contar as loucuras que repórteres e fotógrafos fazem para descobrir barracos sobre as celebridades. Catarina (Marília Pêra) e Alberta Peçanha (Cláudia Jimenez) comandavam a revista e tinham como fiéis funcionários o casal Lírio (Paulo Vilhena) e Manuela (Danielle Winits). Muitas das situações apresentadas na série foram inspiradas em fatos da vida real, e era esse o maior atrativo.

Foto: Thiago Prado Neri, TV Globo



SEPARAÇÃO?!

Anos depois do sucesso de Os Normais, os roteiristas Alexandre Machado e Fernanda Young trouxeram de volta os dilemas da vida a dois, desta vez com o casal Karin (Débora Bloch) e Aguinaldo (Vladimir Brichta). Prestes a se separarem, os dois passaram uma temporada inteira em pé de guerra, mas sempre davam um jeito de se reconciliarem. Ainda não há informações sobre uma segunda temporada, mas a série deixou um gancho para novos episódios.

Foto: João Miguel Júnior, TV Globo



A CURA

Após o sucesso da novela A Favorita, o autor João Emanuel Carneiro resolveu apostar em outro formato e criou uma microssérie cheia de mistérios. O médico Dimas (Selton Mello) descobre que possui poderes paranormais e passa a curar os doentes, mas acirra o ódio da população de Diamantina. Os moradores vivem à sombra do segredo que envolve o curandeiro Otto (Juca de Oliveira), a partir daí, cria-se uma narrativa surpreendente e cheia de reviravoltas. A princípio, a produção teve apenas oito episódios, mas as cenas finais levam a crer que logo haverá uma continuação.

Foto: Alex Carvalho, TV Globo



AS CARIOCAS

Os contos de Sérgio Porto serviram de inspiração para a série, que a cada semana contava a história de uma moradora de um bairro do Rio de Janeiro. Cada episódio era protagonizado por uma atriz diferente, começando por Alinne Moraes e terminando em Angélica, que estrela A Traída da Barra hoje à noite. Também passaram pelo seriado Paola Oliveira, Grazi Massafera, Alessandra Negrini, Adriana Esteves, Cíntia Rosa, Deborah Secco, Sonia Braga e Fernanda Torres.

Foto: Ique Esteves, TV Globo



CLANDESTINOS – O SONHO COMEÇOU

Nada de rostos conhecidos na série de João Falcão. Em Clandestinos, jovens atores eram apresentados a cada semana e contavam suas histórias, misturando ficção e realidade. O mote principal da história é a seleção de elenco para uma peça de teatro e, a partir daí, novos talentos começam a surgir e surpreendem o diretor. O projeto agradou a emissora, tanto que os jovens que surgiram na série devem ser aproveitados em futuros trabalhos.

Foto: Thiago Prado Neri, TV Globo



AFINAL, O QUE QUEREM AS MULHERES?

A bela direção de arte característica dos trabalhos de Luiz Fernando Carvalho foi o maior atrativo da série. Na história, o protagonista André Newmann (Michel Melamed) tentava entender a alma feminina em sua tese de doutorado. Além disso, ele sofre com a perda da amada Lívia (Paola Oliveira) e começa a conhecer novas e belas mulheres que se tornam importantes em sua trajetória.

Foto: Divulgação, TV Globo



JUNTO E MISTURADO

O humor inovador de Bruno Mazzeo trouxe de volta a alegria para as noites de sexta-feira. Bruno, Débora Lamm, Gregório Duvivier, Fábio Porchat, Renata Castro Barbosa e Fabiula Nascimento formavam um grupo de amigos que mostrava alguns absurdos de situações do cotidiano. Na crítica a certos problemas da sociedade, eles chegavam a brincar com personagens bíblicos e históricos, em cenas divertidas e dinâmicas. Tudo indica que o programa terá lugar na programação do próximo ano, talvez na vaga deixada pela turma do Casseta & Planeta.

Foto: Renato Rocha Miranda, TV Globo


Chegou a hora de votar:

Qual foi o melhor seriado de 2010?


Escolha também:

>>> Qual foi a melhor novela de 2010?

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • moises diz: 23 de dezembro de 2010

    o melhor seriado fo CSI, disparado.

Envie seu Comentário