Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Será que o Astro vai deixar saudades?

28 de outubro de 2011 27

Fazer remakes de novelas de sucesso é arriscado,  mas muitas vezes costuma dar certo. O Astro trouxe de volta uma das melhores histórias de Janete Clair e inovou ao inaugurar uma nova faixa de programação: a “novela das 11″.

Confesso que no início fui arrebatada pela história, que prometia grandes emoções. Sem falar no elenco de primeira, com Rodrigo Lombardi, Carolina Ferraz, Regina Duarte,  entre outros. Porém, aos poucos, a trama foi se arrastando, colecionando clichês e dando a impressão de que andava em círculos.

Se nos primeiros capítulos o romance de Herculano Quintanilha e Amanda conquistou o público e mostrou muita química entre os protagonistas (principalmente nas cenas mais ousadas), o festival de idas e vindas acabou cansando. Em uma mesma semana a executiva terminava tudo com o bruxo e jurava não querer vê-lo nunca mais, depois corria para os braços dele e jurava amor eterno.

A história de amor que deveria ser o ponto alto da novela acabou ficando repetitiva. Sem falar nas declarações de amor “melosas” demais, com direito a poemas bregas e fora de contexto. Tudo isso até poderia ser romântico há 30 anos, mas não combina com a nossa época.

Por tudo isso, o casal que virou o queridinho dos telespectadores foi Márcio (Thiago Fragoso) e Lili (Alinne Moraes). Ela, por sinal, roubou a cena na pele de uma suburbana. Sem dúvida nenhuma, a “Angelina Jolie da Penha” foi uma das musas da novela.

Falando em musas, Guilhermina Guinle surpreendeu por sua beleza e boa forma. Grande parte das cenas de sexo e nudez foi protagonizada por ela, que com certeza deixou muita menininha morrendo de inveja.

A promessa de ter Regina Duarte na trama deixou muita gente na expectativa. Mas confesso que me decepcionei logo nas primeiras cenas de Clô, a perua mais exagerada e forçada que já apareceu na telinha. Quem aguentava as chantagens emocionais da personagem? Diálogos como “estou dilacerada”, “meu peito vai estourar de tanto sofrimento” e “fui apunhalada pelas costas” davam vontade de mudar de canal. Já li em algumas entrevistas que a intenção era ser exagerado mesmo, que tudo na novela beirava a caricatura… Mas isso não é desculpa para as caras e bocas de Regina, não tive um pingo de paciência com ela e ponto final. Foi antipatia à primeira vista. A dupla com tia Magda (Rosamaria Murtinho) só piorava o que já era ruim.

Quanto aos vilões, Samir Hayalla (Marco Ricca) se mostrava como o mais traiçoeiro, mas não chegou a chamar tanta atenção. Quem atraiu todas as atenções foi Neco, provando de uma vez por todas que Humberto Martins se desvencilhou do velho rotulo de “galã descamisado”. O talento dele pra esse tipo de personagem é indiscutível, tanto que chegávamos, em alguns momentos, a simpatizar com o personagem, por mais bandido que fosse.

O saldo final é que, para mim, O Astro ficou na média. Não foi tão bom quanto eu esperava, mas também não se pode dizer que foi de todo ruim. Poderia ter sido uma novela ainda mais curta, já que boa parte da história foi de enrolação. Apesar de ter ficado no ar pouco mais de três meses, a impressão é de que se passou quase um ano. Para quem entendeu a proposta do remake, pode ter considerado uma obra-prima. Foi uma novela para poucos, já que a linguagem não funcionaria em horários de maior audiência.

Entre erros e acertos, O Astro foi um bom “teste”, já que a partir de agora o horário começará a ser ocupado por remakes, pelo menos uma vez por ano. O próximo é Gabriela, cuja adaptação será feita por Walcyr Carrasco. Mas ainda acho que os seriados funcionam melhor nessa faixa de horário.

E vocês, o que acharam de O Astro?

Bookmark and Share

Comentários (27)

  • MoiMême diz: 28 de outubro de 2011

    Eu até estava gostando do remake, tudo fluindo numa boa, bem novela mesmo. Mas depois daquela água no chopp daquele ‘urubu branco’… Pelamor !!! Tenham a santa paciência.

  • Márcio diz: 28 de outubro de 2011

    Uma ótima mini-série, deveria ser novela!!! Pena que no final estão acelerando as cenas.

  • Pedro diz: 28 de outubro de 2011

    nao entendi o herculo saindo voando ontem… que coisa mais “fora da casinha”. alguem pode me explicar?

  • mari diz: 28 de outubro de 2011

    eu amei !

  • claudio diz: 28 de outubro de 2011

    acho que o herculano tomou RED BULL…..

  • gisele diz: 28 de outubro de 2011

    Concordo que as mini series sao bem melhores, e a globo faz isso muito bem, mas nao perdi nenhum capitulo da novela, ja que tinha assistido a primeira,e achei maravilhosa,mas mesmo assim tirando o herculano voando f eito pompa, foi algo interessante para se ver no horario. apresentado.

  • Deise diz: 28 de outubro de 2011

    O astro começou bem, mas depois o negocio desandou e como se não bastasse Herculano sai voando numa das cenas mais ridículas que já vi. Pra mim a novela só valeu pela química entre o Herculano e a Amanda, que apesar do casa-e-descasa continuava interessante a cada capitulo e pela história linda da Jose. Mesmo sabendo que ela iria morrer, eu tinha esperanças de um final feliz com o Marcio, pq aquela Lili, olha, não adianta, o santo não bateu, achei a Aline muito forçada no personagem!

  • Bagualesco diz: 28 de outubro de 2011

    Acabaram com a trama ontem, realmente a globo pensa que o telespectador é ignorante, me senti ofendido com aquela cena do urubu branco voando, estava assistindo pelo prazer de ver as curiosidades dos contrastes entre os dois mundos, mas sinceramente, acabaram ofendendo a todos os interessados no seu fecho…

    LAMENTÁVEL

  • lelio diz: 28 de outubro de 2011

    Sujeito que arrebentou com seu talento foi Humberto Martins com o seu NECO . Sensacional ! O ator Humberto Martins surpreende com interpretações de extrema qualidade a cada novo trabalho . Valeu . Foi show .

  • Raimundo diz: 28 de outubro de 2011

    é complicado o público querer criticar a minissérie ao passo que este mesmo público em nada se vincula com a arte. a arte, caros bloggeiros, em especial Moimême, é muito mais ampla do que imaginam. a ideia de o herculano ter se transformado em ave se mostrou em completa consonância com a proposta do programa – lembrando que se trata de um “astro”, que tem poderes mágicos. o problema é que o telespectador brasileiro está acostumado a assistir àqueles mesmos feijão com arroz de sempre: tramas familiares, homossexualidade, maldade, etc. gente, vamos abrir os horizontes. a minissérie foi fantástica. os atores foram fantásticos (com exceção dos que compunham a delegacia de polícia, que são péssimos – em especial aquela policial -, mas que não descredibilizam o conjunto da obra). aliás, o astro inovou em diversos aspectos as minisséries brasileira. dentre elas, cito técnicas de filmagem e efeitos especiais.

  • Fernando diz: 28 de outubro de 2011

    Graças a DEus mais uma novela que termina…
    nao dá para acreditar que tem gente que olha estas porcarias.
    bom… tem gente que vê Faustão, Gugu, etc…
    nunca iremos ser um País com cultura.

  • t diz: 28 de outubro de 2011

    Eu adorei o Astro e por mim não acabava hoje,
    realmente aquela Amanda é muito chata…

  • ENIO diz: 28 de outubro de 2011

    MAS BAH TCHÊ!!!

  • Jorginho diz: 28 de outubro de 2011

    Concordo com MoiMême e Pedro. A cena do Herculano “Purpurina” levitando e se transofrmando em uma gazela branca, tu iu iu do pantanal não precisava. Toda a credibilidade da novela acabou nessa cena. Gostei do horário, da trama e pelo fato de ter sido um remake, já que eu era muito pequeno na época da versão original. Torço para que venham outras novelas antigas e interessantes, com enredos atemporais. Concordo que novelas nesse horário devam ir mais direto ao ponto considerando que já é tarde da noite. Minha experiência foi positiva!

  • Márcio C.M. diz: 28 de outubro de 2011

    Gostei da novela mas, nessa reta final, a edição fez com que algumas cenas que podiam ser mais impactantes, fossem muito corridas. Além disso, o Herculano se transformando em pássaro pra fugir da Polícia foi muito surreal. Já que era Mágico ou Bruxo, podiam ter criado um efeito em que ele atravessasse a parede por exemplo.

  • Luciano diz: 28 de outubro de 2011

    É galera… se deram mal… herculano naum vai aparecer hj…
    infelizmente matei um urubu branco aki…. só pode ser ele….kkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Anna diz: 28 de outubro de 2011

    A-D-O-R-O ver as pessoas vindo no blog chamado NOVELEIROS dizer que ODEIA novela e que o povo brasileiro é ignorante em asisti-las. O QUE FAZ AQUI? DIZ QUE ODEIA MAS CORRE PARA O SOFÁ NA HORA DA NOVELA. Brasileiro desde que o mundo é mundo curte novelas, é algo da cultura. Difícil é encontrar quem não assista.

  • gleison sallas diz: 29 de outubro de 2011

    … tinha tudo p ser quase perfeita ……mas depois daquela cegonha de terreiro sair rodando …. volta pro mar oferenda .

  • Jorge Luiz da Silva diz: 29 de outubro de 2011

    Senhores (as),

    Foi a pior novela que assisti até hoje, essa do cara se transformar num Urubu branco e sair voando, receber vários tiros e depois aparecer do nada, é ridículo teria vergonha em exibir essa novela. E não vem com história que ilusionismo nota zero!
    Jorge Luiz!

  • Bruno diz: 29 de outubro de 2011

    KKKKKKKK Eu ri da novela a clo assasina do salomao hayalla ? kkkkkkkkk divia se o Felipe como me botam a clo kkkkk fico muito ruim e o herculano virando uma pomba branca kkkkkkkkk que falta de criatividade bota a clo como assasina pelo amor de deus a novela fico pessima.

  • CHIRLEI diz: 29 de outubro de 2011

    Adorei a novela, mas achei o final um pouco fraco. A cena do Herculano virando pássaro foi de matar!!! Achava legal o mistério: “como será que ele entrou aqui??”; ‘Como será que ele fez isso ou aquilo?” Enganar os policiais naquele momento não parecia tão difícil!!! Era só fazer um truquezinho de mágica, aquela que a gente assiste e fica sem entender como foi feito!!! Agora, fazer ele virar o pombo da sua própria cartola, repito, foi de matar!!!

  • Samuel diz: 29 de outubro de 2011

    Começou bem, sem muita enrolação na trama, dinâmico. Depois deram muita ênfase para o drama da Jose, que se enrolou por mais tempo, parecendo uma novela comum.
    O fim me decepcionou, pois a revelação do assassinato foi muito fraco. Tanto a cena de todos reunidos na mansão, quanto o raciocínio – O Youssef e a Clo não se cruzaram no caminho? Aquele botão fazia parte do vestido da Clo?
    Outro absurdo é que o comparsa do Neco termina com a mãe do Alan mesmo depois de ter sequestrado o rapaz…
    Quanto ao pássaro, é ficção, considerando-se que ele tinha poderes, vale tudo…
    Méritos para Humberto Martins e Marco Ricca

  • guido almeida diz: 30 de outubro de 2011

    O pouco que consegui assitir gostei,mas o final foi ótimo ,a cena da Clô dizendo que matou o marido e dando gargalhada foi de dar muita risada…. Adorei

  • Mirella diz: 30 de outubro de 2011

    A novela deveria ser cremada para não comprometer o bom nome da autora. Os adaptadores, demitidos sumariamente por descaracterização da propriedade intelectual e a Globo processada por permitir tal acinte. Se queriam ressuscitar o horário de novelas, o SONHO ACABOU, BEBÊ!

  • Guilherme diz: 30 de outubro de 2011

    O final foi uma porcaria eles acham que o povo é idiota todo mundo assumindo seus crimes de boa e mais herculano virando um pombo gigante e gritando como se fosse aguia pelo amor de deus se eu fosse querer ver fabulas assistia o sítio do picapau aff !!!

  • marcos diz: 30 de outubro de 2011

    Comprei uma tv digital, mas assistir essa velharada da globo, me dá até medo. Parece um filme de terror. As imagens são muito nítidas.Numa Tv com imagem digital dá até medo de ver essa turma das antigas. Dá medo mesmo, juro!!!

  • MAURO AVILA diz: 11 de abril de 2012

    O remake de “O ASTRO”, foi um desastre. Janete Clair deve estar se revirando no túmulo até agora. A novela foi quase toda descaracterizada do que foi a ORIGINAL. Imitar Francisco Cuoco, é impossível; TONI RAMOS e ELIZABETE SAVALA, então não tem como comentar; pobre do Thiago Fragoso e da Alinne Moraes; aliás, o elenco da novela original foi fantástico; o de agora, um desastre. Se o Globo quiizer se redimir do fracasso, que lance a novela original em DVD, que verá qual fez mais sucesso.

Envie seu Comentário