Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Barco com Pereirinha e Tereza Cristina explode no final de Fina Estampa

12 de março de 2012 0

Ainda faltam duas semanas para o último capítulo de Fina Estampa, mas Aguinaldo Silva revelou que já escreveu o último capítulo. Em seu Twitter, o autor disse que acaba de colocar a palavra “FIM” na história.

Já que o trabalho mais pesado terminou, Aguinaldo se diverte dando pistas sobre o desfecho dos personagens. Ele comentou no microblog como será o final de Pereirinha (José Mayer) e Tereza Cristina (Christiane Torloni):

“Ai meu Deus, o barco de Pereirinha se desfaz em mil pedaços com ele e Tereza Cristina dentro! E agora, será que eles morrem?”

Com o desaparecimento de Tereza Cristina, Crô (Marcelo Serrado) deve herdar uma fortuna. O mordomo usa o dinheiro para criar uma ONG, o Centro de Assistência ao Homossexual Pintoso, pois alega ser discriminado pelo seu jeito “alegre”.

Tia Íris ou Maria Altiva?


Outro desfecho que já foi decidido é o de Tia Íris (Eva Wilma) e Alice (Taís de Campos), como adianta o Uol. As duas viram caminhoneiras e saem pelas estradas do Brasil em busca de aventuras. O mais engraçado é que enquanto as personagens decidem para onde irão, Aguinaldo Silva aproveita para homenagear suas antigas novelas no último diálogo da dupla:

Alice: Qual nosso primeiro destino, querida?

Íris: Asa Branca tem cara de ser cidadezinha de romeiro, repleta de vendedores de escapulários, santos de barro e beatas!

*** Asa Branca era a cidade fictícia de Roque Santeiro (1985) e era assim mesmo, cheia de beatas e com um povo que endeusava um antigo morador da região.

Alice: Resplendor tem cara de cidade onde tem só hotel fazenda, grêmio recreativo e ciganos espalhados por todo lado.

*** Pedra sobre Pedra (1993) se passava na cidadezinha de Resplendor, e tinha mesmo um grêmio recreativo onde os poderosos se reuniam e uma aldeia de ciganos nas proximidades.

Íris: Tubiacanga tem cara daquelas cidades mineradoras, que o povo acredita que cavando encontra ouro…

*** Exatamente, na cidadezinha de Fera Ferida (1994), a população se deixava levar pela ganância ao descobrir ouro na região.

Alice: E Santana do Agreste? Tem cara de cidade em que a luz ainda nem chegou… Ou se chegou foi há pouco…

*** A cidade de Tieta (1989) era famosa por seus tipos estranhos, mas principalmente pelas aparições da “Mulher de Branco”.

Íris: Agora olhe que interessante, Alice darling, uma cidade brasileira com nome inglês. Veja: Greenville!

Alice: Original mesmo!

Íris: Não deve ser propriamente uma Manhattan, mas se as pessoas a batizaram com esse nome, no mínimo falam inglês…

Alice: Pelo visto já temos um destino escolhido…

Íris: Greenville! Welllll, é isso mesmo my darling, Greenville! É pra lá que nós vamos!

*** Finalmente, a cidade meio inglesa, meio nordestina foi cenário de A Indomada (1997). Lá vivia Maria Altiva Pedreira de Mendonça e Albuquerque, também vivida por Eva Wilma. Não foi à toa que ela anunciou no final da trama: “I’ll be back! Eu voltarei!”. E voltará mesmo, desta vez na pele de Tia Íris.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário