Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Autor de Avenida Brasil analisa sucesso e promete final surpreendente para Carminha

14 de outubro de 2012 17

Com uma trama descontraída e bem-humorada, mas sem deixar de lado as cenas pesadas da vingança de Nina (Débora Falabella), Avenida Brasil conquistou o país. A audiência atingiu picos e destacou o trabalho da diretora, Amora Mautner. O autor da trama, João Emanuel Carneiro, faz uma análise da novela, que chega ao fim na próxima sexta-feira. Ele revela se o personagem de Roni (Daniel Rocha) é gay, analisa o trabalho de Débora Falabella e observa que Carminha (Adriana Esteves) é a alma da novela.

Confira a entrevista de João Emanuel ao jornal O Globo:

Você escreveu a novela que queria?
Tive uma antena boa de sacar o momento do Brasil. A ascensão da nova classe média que está dando uma cara diferente ao país. A novela é sobre a classe C, mas não só para a classe C. São coisas diferentes.

Acredita que a sua novela renovou o gênero?
Não posso dizer que renovei senão vou me “achar” muito. Não tinha essa ambição. Só pensei em fazer um trabalho do meu jeito.

Você se preocupou em aliviar a trama central, que trata de uma vingança?
Consegui lidar com material muito pesado, dramático. Mesmo assim tirei um lado de humor, de crônica, que deu um colorido mais humorado ao folhetim. A história é pesada, uma tragédia, mas mesmo assim até a Carminha e o Tufão tiveram um humor. O elenco entendeu o texto. Se não, poderia ter caído num dramalhão mexicano.

Algumas pessoas falam “vou ver a Carminha” em vez de dizer “Avenida Brasil”. Essa é a novela da Carminha?
Vou sistematizar a Adriana Esteves e fazer um altar na minha casa para ela (risos). Ela foi a alma dessa novela, é um animal da atuação. As caras que ela faz… É muito carismática e humanizou essa vilã. E nem era a minha primeira escolha para o papel. Mas, depois, fui eu quem a escolhi. Graças a Deus.

A novela tem muitos personagens ambíguos. Suelen é uma que ganhou a simpatia do público apesar de não ter escrúpulos… Ela é a vagabunda mais querida do Brasil. É mesmo um paradoxo o caso da Suelen. Ela é ambivalente, sem escrúpulos, a messalina errática. Por isso, a fiz se envolver com o gay, para ela ganhar definitivamente a simpatia do público.

Por que não deixou claro que o Roni era gay?
Não sei se ele sabe que é. Roni parece mais um enrustido. Mas no final você vai ver!
Roni poderá ficar com a Suelen e o Leandro? Mas o Leandro teria que se descobrir bissexual, não é?
Tem essa possibilidade de os três terminarem juntos no final. Mas ficará uma coisa subentendida.

Como avalia o trabalho da Débora Falabella?
Eu não posso imaginar outra atriz neste papel, que é muito difícil. Nina tinha que ser uma pessoa com o Max, outra com o Jorginho. Tinha que ser vingativa e passar seu conflito.

Afinal, por que a Nina não armazenou as fotos do flagra do Max e da Carminha em um pen drive?
Eu sou um analfabeto virtual. Tenho que mudar. Não sei comprar nada, nem pagar conta, nem baixar música pela internet. Achava que era uma pessoa normal, mas não sou (risos). Eu sou uma ave rara realmente. Na minha próxima novela vou ter um hacker como personagem. Mas, apesar de tudo, “Avenida Brasil” é uma ficção, e a ficção te compra de tal maneira que você embarca.

O que podemos esperar nesta última semana?
O último capítulo terá 70 minutos de duração a pedido da emissora. Teremos o “quem matou?” do Max e muita coisa ainda vai acontecer.


>>> Agora o Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (17)

  • Maninho diz: 14 de outubro de 2012

    Esse lance de não guardar as fotos em pen diver ou na caixa de e-mail perdeu muita gente na audiência. Isto é tirar o tempo das pessoas que assistem…de uma novela boa quando chegou na parte das fotos recuperadas pela vilã virou palhaçada…aí muita gente deixou de assistir.

  • Ana Maria diz: 14 de outubro de 2012

    Felizmente finda essa depravação. Falta de respeito com a família, com as religiões . Péssimo exemplo para jovens e crianças se familharizando com tanta baixaria que perdem totalmente a noção de certo e errado.As pirguetes, as depravadas é que são moda. Foi uma verdadeira aula de bandidagem , sacanagem, falcatruas, imoralidade. Estímulo escancarado ao consumo de bebida alcólica. Assacinaram não só o Max mas a Lingua Portuguesa tb. A atuação dos atores foi o que salvou

  • fernando diz: 14 de outubro de 2012

    ele tem cara e voz de um nerd de big bang theory mas a gente tem q tirar o chapéu pro cara, querendo ou não ele foi o responsável por aspirar a poeira de cima dos novelistas do canal.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 15 de outubro de 2012

    Realmente a Carminha foi a personagem principal da novela. Era um vilã com uma pitada de bom humor, irônia e sedução. Demonstrou alguma humanidade com a morte de Max. Será uma vilã inesquecível. A Adriana Esteves mandoou bem.

    Suelen foi despudorada, inescrupulosa, ganânciosa, aproveitadora, mas mesmo asssim cativante. Acredito que parte disto devesse a sua linda aparência. A Débora Falabella no lugar de Isis Valverde jamais teria conseguido a mesma simpatia para a personagem.

    Todo mundo quis o casal Ronielen porque formavam um lindo casal, mas o autor preferiu investir numa polêmica que em cenas açucaradas em que o telespectador ficaria dizendo sempre eles estivessem juntos numa cena romântica: “AAAH!!! Qeu Fofinhos!”

    Mas gostei que o autor admitisse que foi erro seu que Nina não empregasse recursos modernos para proteger as fotos. Foi honesto.

  • João Cleucio Nogueira Lima diz: 15 de outubro de 2012

    Meu caro autor. Tua novela é ridícula e atenta contra a família no Brasil. Embora o IBOPE seja favorável ela incita a vilolência. Te digo uma coisa, no dia que tu tiveres um problema de violência com teus familiares, desejo que nunca ocorra, vais lembrar desse descalabro que é tua novela. E o pior, vai dizer que o Brasil não tem segurança, porém tua novela é a culpada pelas consequências de se gerar situações chocantes, como as cenas de carminha e cia ltda.

  • fernando diz: 15 de outubro de 2012

    ô seu joão? a hipocrisia passou aqui e deixou recado!

  • Ironico diz: 15 de outubro de 2012

    Ah claro, a culpa é do autor. No mundo real não tem criança no lixao, pobreza extrema, assassinatos, golpe do baú e é todo mundo vive num arco íris de felicidade.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 15 de outubro de 2012

    Muita gente deixou de assistir a novela porque não auguardou as fotos em umn diver ou numaaixa de e-mail??? Imagina se isto não tivesse ocorrido??? É a novela com maior audiência da história!

    O incrível é que daqui um pouco vai ter gente culpando todas as desgraças futuras por causa da novela.

    Eu me escandalizo com assassinatos e crimes cometidos no mundo real. Nunca foi necessário novelas pra gerar bandidos.

    Comparada com muita gente da vida real Carminha é até inofensiva.

    Meu conselho é que se não gostam de AVENIDA BRASIL que assistam CARROSEL, no SBT. É às 20:15 horas. Conheço alguem que acompanha e pelo o que compreendi é uma trama educativa e sem cenas fortes.

    Não sei que tipos de problemas familiares a novela pode gerar. Sinceramente? Tem muito moralismo sem sentido.

    Uma mulher vai passar a trair o marido por causa da novela? Bobagem. Os motivos reais que levam uma companheira a fazer isto são bem conhecidos. Existem duas coisas que fazem isto acontecer e não nada em relação a cenas ce novelas.

    1 – O homem não soube tratar a mulher como deveria. Muitas vezes é o justamente o traído que causa as situações que empurram a sua mulher pra cama de outro homem.

    2 – O homem escolheu uma vadia que iria trai-lo de qualquer maneira.

    Na família tem homossexuais? E daí? Eles sempre existiram.Toda a moralidade, pregações e pressões familiares nunca impediram o surgimento de homossexuais.

    Quais outros problemas familiares? Brigas entre familiares? Sempre houve. Alguem que as novelas influenciam decisivamente na vida das pessoas? Acha mes que passarem somente novelas com pessoas amorosas o Brasil vai mudar e todos estaremos no paraíso?

    Estímulo ao alcool por causa das novelas? Estímulo real é saber que os pais e os professores bebem. É saber que seus ídolos na vida real bebem. Todavia meu pai bebia, meus professores bebiam, pessoas que admiro bebem, mas eu sou abstênio. Decidi ser assim mesmo tendo amigos que bebem e num tempo em que a propaganda comercial era mais intensa que agora.

    E só uma questão: a televisão mexicana há anos produz novelas infantis, com cenas bontinhas e cheias de belos valores desde CHISPITA. Por acaso aquele país socialmente é muito diferente do nosso?

  • Lea diz: 15 de outubro de 2012

    Ri demais com a pedante ali de cima falando de assassinar a língua portuguesa e escrevendo “familharizando” e “assacinar”. Por favor, minha filha, vai ler um livro, vai. E já tá na hora de aprender que novela não é aula nem exemplo, é puramente entretenimento, tanto quanto filme ou seriado. Não jogue a culpa nos outros se não sabe educar filho.

    Incrível com o povo fala aqui como se novela fosse capaz de mudar os rumos e a situação social e o destino dos jovens de todo o país. Menos, meus queridos. Bem menos.

    Ademais, vamos todos assistir a Carminha que tá acabando! (e aproveitar bem porque depois vem aquela autora tosquíssima cujo nome nem menciono, que ninguém merece)

  • Caraca diz: 15 de outubro de 2012

    Espero que em toda novela tenha gente que jogue dinheiro pra ver se na vida real alguém faz isso . É só uma novela e essas coisas que vcs citaram acontece e vai contiuar acontecendo antes e depois da novela

  • Apaixonada diz: 15 de outubro de 2012

    Ai ai ai… Não gosto de Avenida Brasil. Entrei no post para ler a entrevista do autor, que tem que ser reconhecido como um grande talento, afinal a novela foi um sucesso.

    Mas não gosto simplesmente porque não me agradou. Não pelos motivos de alguns acima.

    E só estou aqui comentando porque quero tirar meu chapéu para o comentário do Anjo Colorado – simplesmente PERFEITO!!

    Lea gostei muito do seu comentário, só penso diferente em relação a Glória Peres, gosto muito das novelas dela. Ás vezes ela não dá conta de contar bem a história de tantos personagens e se perde um pouco, mas gosto muito dos debates que as novelas da Glória levantam na sociedade. E o tema de Salve Jorge é algo que se tenta esconder, como se não existisse em nosso país. Por isso, estou apostando em uma boa novela.

    Até mais…

  • Souza diz: 15 de outubro de 2012

    Achei a novela muito boa, ele confirmou que está um passo a frente de outros autores como Aguinaldo Silva e Walter Negrão, que fazem sempre a mesma coisa. A trama foi ágil, ótima fotografia e acertou em cheio na escolha de atores para os papéis certos, a única ressalva que eu faço em relação ao elenco é a Heloísa Perisse, que mostrou que é bem fraquinha mesmo.

    Que bom que ele admite o erro em relação ao armazenamento das fotos, achei que ficou forçado, apesar de ser uma obra de ficção, mas no resto da história ele está mandando bem.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 16 de outubro de 2012

    Valeu pelo comentário ao meu comentário, Apaixonada.

    Tambem gosto dos teus comentários. Geralmente eles tem coerênciae maturidade.

    Tenho certeza que tu podes assistir qualquer novela que tenha tantas mortes quanto AVENIDA BRASIL e não achar que todo mundo vai se tornar bandido.

    Ninguem precisa gostar desta novela, mas alguns, talvez pra reforçar a rejeição a trama, expressa cada disparate.

    SALVE JORGE eu não pretendo acompanhar. Não acho bom assistir novelas demais, mas é uma coisa pessoal. Não é uma moral que considero universal.

    Abraços!

  • Lea diz: 16 de outubro de 2012

    Apaixonada:

    Eu entendo quem gosta das novelas da Glória, é que não faz muito o meu tipo de história mesmo. Falei de “tosquíssima” de brincadeira, mas é só uma questão pessoal.

  • Apaixonada diz: 16 de outubro de 2012

    Anjo Colorado e Lea – Valeu!!!

    Anjo Colorado, também estou nessa. Já tem alguns anos que não assisto mais todas as novelas que estão passando. Atualmente estou assistindo Lado a Lado e Gabriela. Como Gabriela está terminando, acho que dá para encaixar Salve Jorge, se eu gostar rs rs. Vamos ver!

    E só um comentário, tomara que o final de Carminha não seja fugir de avião dando uma banana. Já vimos isso antes. Ela foi uma excelente vilã, merece um final mais original.

  • Elian Costa diz: 16 de outubro de 2012

    Acho que a novela retrata bem o perfil de pessoas que querem se dar bem a qualquer custo, e para isso se vestem de lobo em pele de ovelha. Ninguém atenta e se incomoda com pessoas que parecem boazinhas, por que elas parecem inofensivas, mas o mundo nos mostra que essas pessoas consideradas acima de qualquer suspeita, são as piores. Parabéns ao autor da novela , mas fazemos algumas considerações quanto ao papel da família que deve ser respeitado, por que buscamos em mundo considerado sem valores, incluir pessoas descentes que possam levar a mensagem da importância da família e no caso da triologia entre Suelen, Leandro e Roni o que passa ao público que tem de haver um incentivo a esse tipo de comportamento e que são considerados corretos. Lembramos que jovens assistem as novelas e eles se guiam muito pelo que a mídia produz e o exemplo deste trio não é um dos melhores.

  • João Cleucio Nogueira Lima diz: 16 de outubro de 2012

    Fernando, a hipocrisia e a alienação andam de mãos dadas. Você é muito novo e não acompanhou o processo de massificação que a Globo realiza desde os anos 80. Abs !

Envie seu Comentário