Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

O melhor da semana: Patrícia Pillar dá um show em Lado a Lado

27 de outubro de 2012 2

Que Patrícia Pillar é uma grande atriz, ninguém duvida. Seja como mocinha ou vilã (ou um pouco das duas, como aconteceu em A Favorita), ela sempre arrasa na telinha.

Quatro anos depois de interpretar a cruel Flora, uma das grandes vilãs da teledramaturgia, Patrícia voltou ao ar em Lado a Lado, na pele de mais uma megera. Mas engana-se quem pensa que vilã é tudo igual e que a atriz faria o mesmo tipo de papel que viveu em A Favorita.

Está aí a grandiosidade do talento de Patrícia Pillar. Constância é sim uma vilã, assim como Flora, mas as duas são muito diferentes. Cada uma, à sua maneira, defende com maestria os motivos que as levam a fazer maldades.

Se Flora era tida como psicopata e enganou muita gente com sua carinha de anjo, Constância é uma mulher fria, com perfeito domínio de sua sanidade mental. Calculista, ela não demonstra a menor emoção ao planejar a morte do próprio neto, o bebê de Isabel (Camila Pitanga) que está para nascer.

Constância se acha a dona da verdade e não vê o menor problema em passar por cima dos outros para conseguir o que quer. Tudo isso escondido sob a máscara de mãe dedicada e esposa amorosa, que faz de tudo pelo bem da família.

São os detalhes, o olhar, os pequenos gestos da personagem que mostram o talento de Patrícia Pillar. Ela construiu, mais uma vez, uma vilã que o público ama odiar.

Isso sem falar que quanto mais os anos passam, mas linda ela fica, né?

Palmas para Patrícia Pillar. E uma grande vaia para Constância, é claro!


>>> Agora o Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Anjo Colorado – Zé diz: 27 de outubro de 2012

    Linda e talentosa. Dá vontade de torcer pras vilãs que ela interpreta.

  • Vanessa diz: 27 de outubro de 2012

    Tivemos nesta semana excelentes atuações em “Lado a Lado”. Se Camila Pintanga tivesse entrado no “Melhor da Semana”, teria sido mais do que justo também. Assim como Marjorie Estiano, magnífica na pele de Laura, que vive seu pior momento na trama. E, assim como as duas, Patrícia Pillar esteve esplêndida. Constância assusta pela frieza, mas ao mesmo tempo encanta pelo sarcasmo. “Lado a Lado” é um novelão. Uma pena que esteja tão mal no ibope.

Envie seu Comentário