Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lado a Lado: Zé Maria reencontra Isabel e a rejeita

15 de novembro de 2012 44

Assim como o reencontro de Edgar (Thiago Fragoso) e Laura (Marjorie Estiano) foi cheio de emoções, outro ex-casal de Lado a Lado está perto de se ver novamente.

Após seis anos separados, Zé Maria (Lázaro Ramos) e Isabel (Camila Pitanga) ficarão frente a frente nos próximos capítulos. Mas as mágoas que existem entre os dois falam mais alto no primeiro momento, segundo a revista Minha Novela.

Ao descobrir que a ex-noiva está de volta ao Brasil, fica balançado e percebe que nunca a esqueceu. Mas ao invés de se declarar, ele parte pra cima da moça cheio de acusações.

Zé Maria insinua que Isabel estava na Europa “fazendo a vida”, deixando-a furiosa. Ela jura que não quer mais saber dele e vai embora, magoada.

Pelos comentários que aparecem aqui no blog, muita gente vai comemorar a briga de Isabel e Zé Maria. Afinal, a maioria dos fãs da novela torce para que a morena caia nos braços de Albertinho (Rafael Cardoso).

É estranho que um homem digno e honesto, com pinta de herói nacional como Zé Maria, seja rejeitado por tanta gente. Mais estranho ainda é a torcida pelo “janota” Albertinho, que nunca fez por merecer o amor de Isabel, é fraco e dominado pela mãe e já provou não ter nenhum caráter.

E aí, quem merece o amor de Isabel?

>>> O Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (44)

  • Alba diz: 15 de novembro de 2012

    Quem merece o amor de Isabel, a meu ver, é o Zé Maria, que sempre a amou e que ela também ama. O Albertinho, que é bonitinho, mas ordinário, parece gostar dela, mas com tantos preconceitos de todos os lados não pode assumir a mulata. E ele sempre deixou claro que não passa de um maria-vai-com-as-outras. Talvez a novela nos surpreenda e, justamente por ser novela, traga um final diferente do que seria a realidade, principalmente da época.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 15 de novembro de 2012

    Bem, Michele… Não há dúvida sobre esta questão. O Zé Maria merece muito mais que o Albertinho. O janota não é digno sequer do do olhar de Isabel.

    Basta ler o teu próprio texto (que corresponde a verdade): “um homem digno e honesto, com pinta de herói nacional(o Zé Maria)” enquanto que o seu rival é: “é fraco e dominado pela mãe e já provou não ter nenhum caráter (Albertinho)”.

    Ora, até mesmo quem defende o filho de Costância sabe que ele teria que amadurecer. Mérito mesmo esse personagem de Rafael Cardoso não tem nenhum.

    Quem quer Albertinho com a bela dançarina tem como motivos a química e que a trama seria melhor desenvolvida. Motivos baseados pelo o que até então nos mostra o enrendo não existe.

    De minha parte até gostaria que Albertinho mudasse e se tornasse um homem digno de Isabel a ponto de balançar a coração da mulata, porém a minha torcida ainda seria pelo Zé Maria.

    Num outro post eu vi que o Carlos também pensa assim. E o motivo é simples: nós somos homens. A gente cresce torcendo pelo herói e nunca pelo almofadinha, mimado e covarde.

    A torcida pelo Albertinho é feminina. Vocês estão acostumadas a torcer pelo galã, pelo mais bonitinho, pelo mais charmoso. E geralmente não costuma ter contradição.

    Nos filmes, nos seriados e até nos desenhos o herói costuma ser representado por algum boa pinta.

    E assim funciona. Nós, guris, queremos ser o personagem valente e destemido. Acha que eu gostaria, se fosse possível, ser o Albertinho? Claro que não! Eu gostaria de estar nos braços de uma Camila Pitanga como sendo um bravo Zé Maria.

    Vcs, gurias, geralmente se colocam no lugar da mocinha. A maioria se pudesse escolher optaria levar um beijo do Rafael Cardoso. Elas até admitem que Lázaro Ramos é bonitão, mas duvido que o acham mais que o ator gaúcho.

    A combinação perfeita é que a autora da novela tivesse feito o Rafael Cardoso representar o Zé Maria mesmo se tivesse que usar alguma explicação furada como “filho branco de uma escrava” e por isso estivesse mais identificado coma causa negra enquanto que o Lázaro Ramos representasse o Albertinho como um filho de uma família negra africana que de alguma maneira enriqueceu ou que fosse o primogênito de nobres africanos legítrmos instalados no Brasil há anos.

    O Zé Maria com a aparÊncia do Albertinho teria preferência de 100% enquanto o janota com uma formatação diferente teria total rejeição.

    Valente, maduro e formando a tão alegada química com Isabel?

    Seria o maior herói nacional da Histórias da Telenovelas!

  • Apaixonada diz: 15 de novembro de 2012

    “É estranho que um homem digno e honesto, com pinta de herói nacional como Zé Maria, seja rejeitado por tanta gente. Mais estranho ainda é a torcida pelo “janota” Albertinho, que nunca fez por merecer o amor de Isabel, é fraco e dominado pela mãe e já provou não ter nenhum caráter.”

    Pois é eu também acho estranho e quem merece o amor da Isabel é o Zé Maria.
    Mas o problema é que em cena o casal Zé Maria e Isabel não encantou, pelo menos não encantou a maioria. Enquanto que o casal Isabel e Albertinho fez a gente vibrar e torcer para um cara torto ( mais não vilão) como ele, se regenere e amadureça para conquistar o coração da bela mulata.

    E eu não rejeito o personagem do Zé Maria. Adoro ele e acho que o Lázaro está brilhando mais uma vez, mas não gosto dele junto com a Isabel, não me encantou. Quem sabe nessa fase né??
    Outro motivo que nos move na torcida contrária ao desejado pelo autor é que já ter certeza do final perdeu a graça, a gente quer a possibilidade de uma mudança, um triângulo amoroso de verdade, que faça a gente debater e torcer por um ou por outro. Como foi Manu/Rodrigo/Ana em AVDG.

    Sem falar que esse romance faria uma reviravolta na sociedade e mataria a Constância de desgosto kkk Mais um motivo para o romance existir.

    Agora com quem a Isabel vai ficar no final já é uma outra discussão…

  • Kicka- São Paulo diz: 15 de novembro de 2012

    Boa noite noveleiros, boa noite Michele, também gostei muito da sua interação conosco, muito legal ter esta troca também com uma das pessoas responsáveis pelo site.
    Bom, na minha opinião não é que o Zé Maria é rejeitado, é simplesmente que o romance dele com a Isabel não empolga, é chato, diferente dela e do Albertinho, o que foi dito na notícia acima é certo o Zé é digno e honesto, mas como alguns de nossos colegas noveleiros disseram a concorrência é desleal demais, o Zé não tem quase defeito nenhum, ele é quase perfeito, a única coisa que estraga ele é o machismo, mas levando em conta a época em que se passa a história, isso nem pode ser considerado defeito, porque era natural este tipo de reação dos homens da época, numa boa, a pergunta é muito óbvia, é claro que quem merece o amor da Isabel é o Zé Maria, mas a questão é que a emoção, o que envolve e empolga o público é o romance dela com o Albertinho, na minha opinião a pergunta deveria ser com quem a Isabel deve ficar. (só uma sugestão).
    Os autores transformaram o Albertinho de homem apaixonado, que chegou a enfrentar a mãe, a covarde cretino da noite pro dia!
    No início da novela o Albertinho apresentou um tipo de comportamento perante a Isabel (depois que ela descobriu que ele mentiu pra ela) totalmente diferente do comportamento irresponsável, que ao longo do folhetim foi mostrado, a impressão que deu é que os autores estavam descaracterizando o personagem Albertinho, pra “forçar” o público a torcer pela Isabel e pelo Zé Maria, porque os autores já tinham tido a infeliz idéia de decidir que não haveria mais romance entre os dois, (e mesmo assim fizeram com que ela engravidasse dele, com que o filho deles sobrevivesse, e ele continuasse apaixonado por ela, detalhe!) mas desde de Insensato Coração, Camila e Lázaro como casal não empolgam, ao contráro das cenas da Isabel com o Albertinho que são lindas e envolvem muito mais a maioria o público (acredito que seja por isso a grande preferência do público pelo Albertinho), pra se ter uma idéia o clipe da música de “onde vem a calma, onde mostra as fotos das cenas dos dois (Isabel e Alberto) na novela em um mês no You tube já teve mais de 19.000 acessos, e eles tem até apelido juntos Isabertinho, rss.
    O que eu reinvindico é que o Alberto tenha pelo menos uma chance de tentar reconquistá-la, porque ele não é uma pessoa ruim, e acredito que o amor que ele sente por ela pode fazer dele um homem digno pra ela, alguns homens não vem prontos (como o Zé Maria) precisam ser moldados e nada melhor do que o amor pra fazer isso.
    O Albertinho sempre foi mimado e protegido pelo mãe, nunca passou por necessidade ou dificuldade alguma na vida, e como já foi falado aqui pelos nossos colegas foi rejeitado pela Isabel, algumas das atitudes dele foram péssimas, mas concorrer com o Zé Maria nestes termos é covardia!
    Mas enfim o motivo de eu não torcer pelo Zé é realmente a falta de química entre ele e a Isabel e também porque acho muito mais desafiador e estimulante um romance que bata de frente com as convenções da sociedade da época (o que aconteceria se fosse a Isabel e o Albertinho), do que um romance politicamente correto (como é o dela com o Zé Maria).
    Sempre torcendo por Isabel e Albertinho, ele merece uma segunda chance de reconquistá-la.
    Bjos no coração de todos os meus queridos noveleiros
    Bjos no seu coração Michele!

  • Lea diz: 15 de novembro de 2012

    Não é estranho, olhando de um ponto de vista fora da ficção. O Zé Maria é um personagem extremamente chato, sem graça. Mistura de justo, honesto, herói nacional, perfeitinho demais, é justamente isso tudo que torna ele tão chato. O Albertinho por outro lado é bem mais humano, falho, então as pessoas acabam simpatizando mais com ele.

  • Apaixonada diz: 16 de novembro de 2012

    Kicka falou tudo! Essa é a minha teoria também!

    Anjo Colorado de novo: Não torço pelo Albertinho por questão de beleza. Essa questão de química já aconteceu em outras novelas. Lembra de América? Os protagonistas terminaram separados. Em Caminhos das Indias a novela foi feita para Maia ficar com o Marcio Garcia que era o grande herói , os dois eram lindos mas bastou uma cena dela com o Raj pronto acabou para o Marcio Garcia e em relação a beleza os dois empatam. Recentemente em Tititi o Jorgito roubou a cena e aquele amor de infância que os atores tanto gostam perdeu lugar para o playboy . Em a Favorita, Cauã conquistou o coração da protagonista e o mocinho ficou a ver navios ( não lembro o nome dos personagens kkk). Enfim tem essa questão de química sim.

    Então teoricamente o melhor para Isabel é o Zé Maria mas na prática quando a cena rola, quem passa emoção é o casal Isabeltinho kkk . Queremos ver Albertinho e Isabel juntos de novo!

  • Dé diz: 16 de novembro de 2012

    Nossa, o Albertinho não vale nada, quem está torcendo por ele??? O Zé Maria, assim como o pai da Isabel tem uma cabeça preconceituosa em antiga em relação as mulheres, mas tudo isso tem a ver com a época em que vivem. Acho que Isabel merecia um terceiro, um francês quem sabe, até porque ela não tem a independencia da madame Dorleac pra ficar solteira. Acho Isabel bem mais romântica.

  • Mich diz: 16 de novembro de 2012

    Oi pessoal, acho engraçado ver como as novelas do horário das seis estão sendo mais assistidas e discutidas que as das nove!

    Dito isso, vamos lá! achei legal a blogueira ter o mesmo nome que eu, quem sabe no próximo post ela lembre de mim também!! hehhe

    Não adianta sabe, a Isabel e o Albertinho são lindos juntos, mas ele teria que nascer de novo pra merecer o amor dela!!!! quem sabe se ele enfrentasse a mãe, saisse de casa, mudasse de vida, achasse um emprego! mas eu acho difícil!!! o janota como disse o anjo colorado(se não foi ele me desculpem) nunca passou dificuldade e isso fez dele uma pessoa sem compaixão, e completamente comandado pela mãe… Já o Zé é totalmente diferente, a vida o ensinou a ser homem, por conta do sofrimento que ele já passou, quem não se emocionou e se identificou com ele nesses últimos capitulos!!! o Zé é um homem do povo!!! e como diz o Anjo colorado, o Alberto é um príncipe e toda mulher sonha com um….
    O Lázaro e a Camila não empolgam, tudo bem, concordo! mas acho lindo o respeito que ele tem pela Isabel, pelo pai dela… acho que por esse respeito muitas vezes ele pareceu não ter quimca com ela, mas se vocês pararem pra pensar ele foi noivo dela e nunca tentou nada a mais com ela, justamente por amar e respeitá-la, já o Alberto se aproveitou do momento que a moça estava mais vulnerável;querem um sinônimo pior de covardia que esse?! eu não sei, mas somente se o Alberto mudar completamente eu venho a torcer por eles! no começo até torci muito pelos dois, mas vendo as atitudes do Alberto acabei mudando de opinião….

    Beijos a todos e como vcs que comentam, também via A vida da gente e queria que essas novelas que passam no horário das seis migrassem para o horário das nove porque muitas vezes não consigo chegar em casa a tempo de assistir, já as das nove não estão me chamando atenção faz tempo!

  • Carlos diz: 16 de novembro de 2012

    Só que está bem claro que a isabel ama o Zé e em nenhum momento ele se mostrou perfeito a prova é essa nota ,ele é um homem justo que quer crescer na vida. O Albertinho apenas criou um personagem para enganar a Isabel acho que vcs esquecem também a cena do primeiro capitulo quando os amigos do Albertinho tentaram fazer mal para isabel e o albertinho estava j unto provavelmente participaria. Acredito que em certos casos o amor pode ajudar o que não é o caso o Albertinho tem que se descobrir sozinho quais são suas reais vontades e desejos o amor pode ser um estimulo o que é diferente. Concordo plenamente com o Anjo colorado se fosse o contrario o “zé’ iria ser amado. Quanto a Isensato coração não estava torcendo pelo André por achar que os dois nunca seriam felizes a forma que pensavam sobre as formas de amar eram muito diferente mais gostei bastante do casal porém achei que eles iriam se dar melhor separados e com seus respectivos pares.

  • Carlos diz: 16 de novembro de 2012

    Fica mais desafiador um amor de branco e negro quero ver se outrapersonagem se apaixonar por um negro ou a Laura ter um casinho com um negro garanto que as pessoas que torcem por Isabel e Albertinho não ficarão felizes issso da cor é só uma desculpa para ter o casal

  • Anjo Colorado – Zé diz: 16 de novembro de 2012

    Olha, Apaixonada. Eu não disse que tu especificamente torcia pelo Albertinho pela beleza, mas vamos ser honestos, né? A dita química só acontece quando a mocinha se relaciona com um bonitão. Não vejo como existir química com Nilo de AVENIDA BRASIL e Isabel.

    Eu, por exemplo, não acompanhei direito a novela ARAGUAIA, mas me recordo que aquele gaúcho não ficou no final da história com a mocinha que era toda certinha, mas com uma descendente de índios de caráter duvidoso e que chegou a atentar contra a vida dele. Todavia a troca foi de uma gostosa por outra.

    A química só funciona com pessoas bonitas. Não estou dizendo que Lázaro Ramos não seja, mas fato: Rafael Cardoso tira mais suspiros da mulherada.

    Outro ator interpretando o Albertinho talvez não fizesse tanto sucesso com o personagem. Estamos falando de química e nisto a beleza é essencial.

    Eu queria ver se o gaúcho de ARAGUAIA ficaria com índia se ela tivesse a aparência da Bruxa do 71 do Chaves. Não que aquela lorinha veterinária fosse feia.

    Eu queria ver os argumentos contra o Zé Maria se ele tivesse a aparência do Albertinho. Ele teria a tal química.

    Atores como Rafael Cardoso sempre interpretam personagens que fazem químicas com alguém.

    Basta que façam aquele olhar apaixonado e falem com voz aveludada e pronto.

    É claro que o fato sedução é um dos ingredientes da química. Albertinho de certa maneira tinha desvantagens em relação a Zé Maria.

    Ele era branco, não estava inserido no mesmo contexto social de Iabel e não tinha um relacionamento mais profundo quando a levou pra cama.

    O fato de foi desenvolvendo um sentimento mais autêntico pela mulata contribuiu.

    Mas na minha opinião o fato mais essencial da química sempre será a beleza.

    Ou alguém realmente queria que a Esmeralda ficasse com o Quasímodo no final de O CORCUNDA DE NOTRE DAME?

    A tal química tem 3 elementos básicos que são sempre: Beleza + Sedução + Contraponto.

    Aí está o segredo básico do casal Isabel-Albertinho: É um casal bonito, que teve uma bela história de sedução (com Isabel seduzindo pela naturidade de sua pessoa, não de forma intenciona como foi o caso de Albertinhol) e terem diferenças gritantes em personalidade e posição socia entre ambosl (contraponto).

    Mas a beleza sempre será o elemento mais importante da química em uma novela.

  • Claudia diz: 16 de novembro de 2012

    Amigos, acho que está ocorrendo um terrível erro de interpretação aqui. NINGUÉM torce por esse Albertinho vagabundo, malandro e covarde. Algumas pessoas, entre as quais me incluo, torcem para que ele melhore e haja alguma competição na novela porque o final é óbvio até o momento. Cadê a graça da novela?

    E sim, até agora o casal Isabel e Zé Maria não empolgou. Talvez os dois não combinem, ou talvez seja o fato de que o Albertinho, mesmo fingindo, teve momentos bonitos de intimidade com a Isabel e o Zé Maria não teve essa oportunidade por ser respeitador e ter sempre o futuro sogro vigiando. Tudo pode mudar, talvez o casal Isabel e Zé Maria engrene e empolgue. As opções devem ficar abertas, mas para haver opções o Albertinho deve deixar de ser um banana ou será só uma relação até o final anunciado.

  • Kicka- São Paulo diz: 16 de novembro de 2012

    Boa tarde queridos!
    Alguém há alguns posts atrás alguém levantou essa bola de que o público feminino torce pelo Albertinho só porque ele é bonito, eu achei que por ser uma inverdade (na minha opinião), logo, logo este tipo de observação teria um fim, mas infelizmente pude perceber que não, porque sempre que debatemos o assunto alguém sempre faz este comentário outra vez, porém beleza não é sinônimo de talento, como já foi dito aqui pelas outras colegas do site, pensar que estamos a favor do romance da Isabel com o Albertinho só porque o Alberto é bonito é fútil demais, o Superman por exemplo é lindo, tem um corpo perfeito, tem superpoderes e não tem nenhum defeito e nem por isso morro de amores por ele, (porém conheço vários homens que o adoram, rsss) até porque o Zé na minha opinião é tão bonito quanto o Albertinho, (tudo bem que ele está com o visual judiadíssimo nesta novela) mas ele é homem muito bonito sim, respeito muito quem acha que a Isabel tem que ficar com o Zé porque ele é um herói e um homem como poucos (pra mim isto também é indiscutível), mas gente, uma pessoa sem defeito como disse a Lea acima (e faço das palavras delas as minhas) simplesmente não existe, é surreal demais, até para aquela época, a química importa, e importa muito, porque química é um dos itens principais numa novela, principalmente no casal protagonista, porque é o que leva o público pra frente da televisão, faz com que nos interessemos pela história, pra alguns a graça da história está no casal Zé Maria e Isabel pra outros está no casal Isabel e Albertinho, por mais que não concordemos uns com os outros acho o maior barato entrar aqui e defendermos nossos pontos de vista, isto é supersaudável, e é assim que tem que ser: Viva a diferença!.
    Mas não concordo em julgar que a defesa de quem torce para o casal Isabertinho, seja só porque ele é bonito, charmoso ou porque estamos acostumadas a torcer pelo galã, na minha opinião este tipo de observação faz parecer que as pessoas que gostam do casal (Isabel e Alberto) são frívolas, pela coerência dos comentários que tenho visto aqui, as mulheres que frequentam esse blog são bem mais inteligentes, perceptivas e cheias de conteúdo para basear a defesa delas somente no fato da beleza dele!
    Vamos sim ter debates fervorosos, trocar nossas opiniões, concordar e discordar, porque isto como já disse é extremamente saudável, porém acho que já deu esta de história de fundamentar argumentos a favor do Zé Maria baseados na beleza do Albertinho, até porque beleza é uma coisa muito subjetiva, por isso mesmo cada um tem sua opinião sobre ela.
    Bjos no coração de todos vocês meus queridos!

  • Apaixonada diz: 16 de novembro de 2012

    kkk AMO!!!
    É isso aí o que vale é essa discussão saudável e inteligente. Podem dizer o que for mas se o autor não perceber o quanto esse triângulo que desejamos, dá ibope para a novela é ele que não é muito inteligente.

    Vamos ver o que nos reserva, hoje entra a Esther em cena e segunda chega a Isabel. É agora que começa a ser traçado o destino do Albertinho.

  • Rita Porto Alegre diz: 16 de novembro de 2012

    Para não ficar repetitiva, Kicka, Apaixonada, concordo plenamente com a opinião de vocês.
    Não consigo entender a lógica desse autor. Criou os personagens, programou um roteiro, porém o que foi planejado, não foi do agrado de muitos, mas ainda assim tenta convencer o público a optar por aquele que que não lhe caiu nas graças.

    Kicka, também acho que os autores descaracterizaram o personagem do Alberto absurdamente, na intensão de fazer-nos torcer pela Isabel com Zé Maria, que agora é o HEROI DOS GURIS. Porém será previsível demais e sem graça. Totalmente diferente do Edgar e a Laura.

    Sabemos que eles, Edgar e Laura ficarão juntos, mas o entrosamento dos atores foi tão grande, que até quando se desentendem, independente de quem esteja com a razão, passa emoção para quem assiste e faz desejar que um novo reencontro aconteça
    .
    Não tem jeito, público rejeitou Lázaro Ramos e Camila Pitanga como casal. Aliás, é 2ª vez que isso acontece como bem lembrou Apaixonada.

    Em Insensato Coração, o Lázaro Ramos tinha como “rival” no amor, o Antonio Fagundes. Os dois personagens tinha seus encantos individuais, seus defeitos, claro que o personagem do Lázaro possuía uma conduta amorosa péssima, porém houve uma significativa mudança de caráter no final.

    Porém, Camila e ele não empolgaram desde o início e sabemos qual foi o resultado. A BELEZA e o CARÁTER exclusivamente, não foram requisitos para a escolha do seu companheiro no final da trama.

    Voltando para Lado a Lado, se o Alberto fosse um vilão, um tremendo mau caráter, sem salvação, logicamente, não estariamos aqui repetidas vezes argumentando em sua defesa.

    Abraços Michele, abraços noveleiros.

  • carol diz: 16 de novembro de 2012

    eu estou torcendo sim pelo albertinho! que eu posso fazer? não escolho minha torcida, por mais bom carater q ze maria seja, estoria de amor naum c faz por bom caratismo…ele deixou ela no altar, o albertinho se apaixonou e quero q ele lute por ela mesmooooooooooo! E parem de querer fazer a gente engolir esse ze maria com esse papo de beleza e racismo…tem nada a ver…isso ae eh forçar barra pro casal sem quimicaaaaaaaa = ze e isabel

  • Anjo Colorado – Zé diz: 16 de novembro de 2012

    Bem, Kicka. Desculpe se pareço insultar com essa minha opinião. Nunca essa foi nunca foi uma intenção minha.

    Tá, talvez eu esteja mesmo superestimando a questão da beleza. Talvez o que mais esteja influenciando seja os outros elementos, especialmente o contraponto, a diferença social entre Isabel e Albertinho.

    Eu mesmo acho que se Albertinho amadurecendo, sendo digno do amor de Isabel, contribuiria mais para a trama. Sempre disse isto.

    Talvez o problema seja meu porque estou acostumado a torcer pelo herói coisa que o Zé Maria é reconhecidamente.

    Como não sou afetado pela química eu fique meio indignado e procure razões que não sejam tão pertinentes ou impertinentes.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 16 de novembro de 2012

    Peraí, Carol… O Zé Maria não abandonou Isabel no altar. Ele foi preso por defender o cortiço em que eles moravam. Ele tentou ao máximo avisar sua noiva, mas não conseguiu por culpa de Berenice.

    A própria Isabel compreendeu isto depois quando se tornou ciente dos fatos.

    E só pra constar. Nunca mencionei racismo, pois nunca percebi isto em que defende o casal Isabel e Albertinho.

  • Claudia diz: 16 de novembro de 2012

    Anjo Colorado, lá vou eu bater na mesma tecla, mas não vou resistir rsrsrs

    Você fez comparações exageradas. Lázaro Ramos é um homem bonito sim. Assim como na novela Araguaia as duas eram bonitas e a química rolou com a índia e não com a mocinha chatinha.
    Outro exemplo citado foi Raj e Maia. Alguém vai dizer que Márcio Garcia é feio?

    Lembra de Lázaro Ramos em O Homem que Copiava? Ele e a Leandra Leal fizeram um casal maravilhoso, ali tinha química. Cada vez que eles se encontravam “por acaso” eu suspirava.

    Claro que beleza é importante, ou os protagonistas não seriam todos bonitos. Aliás, a maioria das pessoas jovens nas novelas são muito bonitas, inclusive com uma beleza diferente do que se encontra na realidade brasileira.

    Acho muito cedo para as pessoas já torcerem por um casal para ficar junto no final. A novela está no começo gente. Vamos torcer para que Albertinho se torne um homem de mais coragem, Zé Maria seja menos perfeito para se aproximar de um homem normal e que Isabel tenha algum envolvimento com os dois para ver o que emociona mais. Realmente não gostei de Camila Pitanga e Lázaro Ramos na outra novela, mas quem sabe agora eles não encontram a liga?

  • Simony diz: 16 de novembro de 2012

    Boa noite, genteeeee!!

    Galera, saiu no site da novela que o Albertinho vai se encantar quando vir a Isabel. E mais, ele vai correr atrás dela e fazer de tudo pra conquistá-la…só que ela não vai dar bola pra ele! Será que o autor vai mudar o rumo da novela pra ficar mais interessante, gente? Será que teremos realmente um triângulo amoroso em vista?

  • Isadora diz: 16 de novembro de 2012

    Por mim, ótimo! Pra falar a verdade, já cansei dos dois chatos da novela: Zé Maria e Edgar. Quero mesmo é que a Isabel fique com o Albertinho! A Camila e o Rafael ficam ótimos juntos!

  • Isadora diz: 16 de novembro de 2012

    SIM, ISSO NÃO É PECADO! QUEREMOS O CASAL ISABERTINHO SIM! kkkkkkk

  • Martha Santos diz: 16 de novembro de 2012

    Minha gente! não adianta, falta uma coisa muito importante, a tal da quimica. Em passione o publico rejeitou a Carolina Dieckmann com o Rodrigo Lombardi, o mesmo aconteceu em Araguaia e Cleo Pires Acabou ficando com o Murilo Rosa a pedido do publico. Sendo assim espero que Albertinho mude e consiga conquistar Isabel, e Ze Maria encontre uma mulher de fibra que lute ao seu lado vivendo uma linda estoria de amor. ALBERTINHO E ISABEL FOREVER!!!!!

  • Bel A. diz: 16 de novembro de 2012

    Nenhum dos dois merece a Isabel. Albertinho e Isabel eram um ótimo casal, tinham química e uma história mais promissora, por causa de todas as barreiras sociais, mas os autores tornaram o janota em um babaca irremediável para o qual é difícil torcer – pelo menos para mim (Albertinho é um caso sério: foi para a escola militar que formou todos os ditadores do Brasil, passou anos lá e voltou como se tivesse ido para uma colônia de férias… )

    O problema é que isso não torna o casal Zé Maria e Isabel interessante. Além da falta de química, há o machismo e a rigidez moral do Zé. Dá para acreditar que esse Zé Maria que vemos aceitará viver no luxo proporcionado pela Isabel? Não tem como isso acontecer sem transformar o Zé em outro personagem, com valores totalmente diferentes.

    Para resolver isso, os autores terão duas opções óbvias (e tudo nessa novela sempre é previsível e óbvio): ou Zé Maria, pobre e semi-analfabeto, fica rico do além, como um milagre ou passe de mágica (talvez inventem uma história estapafúrdia com seringais, já que ele é praticamente um Forrest Gump tupiniquim), totalmente nonsense; ou – o que é mais provável – Isabel perde/larga tudo aquilo que conquistou com trabalho e dedicação para ficar com o amado e provar seu verdadeiro amor e arrependimento pelo “deslize Albertinho” com a total abnegação. Isso é justo? Para quem? Para a Isabel é que não é!

    Quanto à questão da beleza do Rafael Cardoso/ Albertinho – sem querer ser intrometida, mas já sendo -, acho muita hipocrisia e machismo levantar essa questão.

    Primeiro, porque, apesar de ter menos experiência do que o Lázaro, o Rafael não é mau ator. As cenas dele com a Laura/Marjorie são ótimas, dá para acreditar que eles são mesmo irmãos; nem de longe lembram Manu e Rodrigo, ainda tão recente na mente de muitos – o que só comprova o talento dos dois. E é esse talento que faz com que muitos acreditem nos sentimentos do Albertinho. Quem não lembra do cigano Igor, com pinta de modelo, mas sem expressão nenhuma. Beleza ajuda, mas não é tudo.

    Segundo, porque, francamente: qual o problema de ser bonito? Na noite que eles passam juntos, Albertinho não forçou Isabel a nada, tudo o que ele fez foi estender a mão; foi ela quem entrou no quarto, fechou a porta e seguiu em direção a ele (e não foi por hipnose). Ela fez porque quis, porque sentiu desejo pelo “moço bonito”, que ela não amava, mas desejou. Qual o problema disso se ela era, para todos na novela, solteira e sem compromisso?

    Quando homens falam sobre o que desejam em uma mulher, a beleza figura lado a lado com outras características, sem problemas, mas mulher (para ser uma “boa mulher” ou “mulher de verdade”) tem de se fazer de cega e ver só a “beleza interior”, “as virtudes” – ou, no máximo, “a carteira” – do rapaz. Até quando a apreciação feminina da beleza masculina será considerado como algo negativo?

    E, voltando à novela, até quando Isabel vai se punir e se lamentar por ter sido humana e sentido desejo por um homem que é, sim, bonito. Que outros personagens a culpem por isso eu entendo, afinal a trama se passa no início do século XX, mas que a trama da novela a puna sempre por isso (só faltou colocarem um cilício na coitada), como se ela tivesse cometido algo tão terrível que não possa mais nem olhar para o Albertinho, em pleno século XXI, é algo que não me entra na cabeça!

    Escrevi uma bíblia, mas é que estou passada com essa novela. Prometeu ser uma trama que falaria de questões de raça e gênero, mas, desde o início, não só tem uma visão bem simplista das questões raciais, mas também corrobora velhas visões machistas sobre as mulheres. Estou me sentido vítima de propaganda enganosa.

  • Bel A. diz: 16 de novembro de 2012

    Relendo meu comentário, vi que deveria ter invertido a posição de dois parágrafos. Peço desculpas se pareceu ofensivo com quem falou sobre a questão da beleza. Minha raiva é com o machismo da novela mesmo, e quando vi o comentário que considerei machista, acabei sendo um tanto quanto rude – o que não era a intenção. Desculpem-me se alguém se sentir ofendido pela forma como eu escrevi.

  • Isadora diz: 16 de novembro de 2012

    Não adianta, por mais que o Zé seja visivelmente melhor como homem (o politicamente correto, eu dirira), não conseguimos nos emocionar com as cenas dele com a Isabel. Já, com o Albertinho o efeito é completamente oposto: ele é um “pulha”, como bem dizia a Isabel, mas é super emocionante assistir às cenas dos dois juntos! rs

  • Isadora diz: 17 de novembro de 2012

    Queria muito que a Isabel ficasse com o Albertinho, mas pelo jeito, meu desejo não será realizado… infelizmente, só os autores mesmo não percebem que o casal Isabel e Zé Maria não “dá pé”. Fazer o quê? Eles são os donos da novela. O máximo que eu posso fazer é deixar de assistir a mesma. O que seria uma pena…

  • Liandra diz: 17 de novembro de 2012

    A verdade é que o nome dessa estranha rejeição se chama preconceito racial, que está entranhado na mente “irracional” de muitos brasileiros e que estes não têm coragem de assumir isso, pelo menos têm essa vergonha. Eles preferem dizer que apenas preferência, que o casal não “combina”, afinal como iria combinar um casal protagonista com um galã negro de traços negros? pois o que mais se vê são mestiços de pele mais escura fazendo um papel de legitimamente negro como é o caso da Camila (Isabel), negro não tem nariz afilado, nem cabelos cacheados ou lisos, negro é o Zé Maria, Isabel é uma mestiça por isso ela ainda é aceita, ele não, ainda assim laura e Edgar são os brancos e favoritos. Triste isso, valores brasileiros, racistas se fazendo de desentendidos, até quando?

  • Isadora diz: 17 de novembro de 2012

    Liandra

    Discordo de você. Não acho que a pouca aceitação seja por causa da cor do Lázaro Ramos. Acho que o problema é mesmo a pouca química entre eles, ou melhor, a falta dessa química que, definitivamente, Camila e Lázaro não têm.
    Penso que deveriam ter escolhido outro casal negro, talvez fosse melhor. Aliás, achei que Lázaro e Sheron Menezes tiveram uma ótima química juntos, pena que a personagem dela não vale nada…
    Quanto a Laura e Edgar, o casal é até legalzinho, pois tem a tal da química, mas não curto muito os dois!

  • carol diz: 17 de novembro de 2012

    Isso Liandraa,
    agora eu sou racista pq prefiro um branco do que um negro numa novelinha das seis que assisto soh pra passar o tempo,boa interpretação a sua!

    me falem c naum é o fim da picadaa? sou obrigada a ler tamanha palhaçadaa

  • Anjo Colorado – Zé diz: 17 de novembro de 2012

    Liandra… Eu fico meio espantado em ver alguem achando que os albertinistas são racistas.

    Pensa numa coisa… Uma pessoa racista iria assistir uma novela em que provavelmente os negros apareceriam como heroís? Onde teriam um grande destaque? Iam assistir uma novela em que um negro heróico derruba uma dúzia de brancos a golpes de capoeira? Uma novela que denuncia os meus tratos aos negros muitos anos após a Abolição da Escravatura? uma novela em que questão racismo estaria em foque? E pra quem é racista mesmo uma mulata como Camila Pitanga também é alvo de preconceito. Pela lógica, segundo um critério de rejeição por cor, iam preferir o casal Isabel e Zé Maria pra não ter mistura.

    Pode até ter mesmo uma ou outra pessoa influenciada por racismo sem mesmo perceber, mas creio que isto, pelos comentários que leio, está longe de ser a maioria dos albertinistas.

    Bel A…. Não me senti ofendido, tudo bem. Talvez eu e outras pessoas estejam mesmo valorizando demais a questão sa beleza física. Aí é compreensível que haja algum mau entendido. Todavia só quero levantar uma questão.

    “Na noite que eles passam juntos, Albertinho não forçou Isabel a nada, tudo o que ele fez foi estender a mão; foi ela quem entrou no quarto, fechou a porta e seguiu em direção a ele (e não foi por hipnose). Ela fez porque quis, porque sentiu desejo pelo “moço bonito”, que ela não amava, mas desejou. Qual o problema disso se ela era, para todos na novela, solteira e sem compromisso?”

    Sua palavras essas acima. E realmente Albertinho não a forçou a nada. Também não hipnose. Evidente que sentiu desejo… Mas como o Carlos disse… Foi desejo por um personagem que Albertinho inventou. Ele fingiu ser uma pessoa que não era. O janota sabia que a a mulata estaria vulneráve por causa do suposto abandono na Igreja e criou um tipo muito diferente do que na verdade é para seduzi-la E só esclarecendo:

    “Que outros personagens a culpem por isso eu entendo, afinal a trama se passa no início do século XX, mas que a trama da novela a puna sempre por isso (só faltou colocarem um cilício na coitada), como se ela tivesse cometido algo tão terrível que não possa mais nem olhar para o Albertinho, em pleno século XXI, é algo que não me entra na cabeça!”

    Bem, a coisa é bem simples. Todo mundo sabe que ela não fez nada de terrível. Quem fez algo censurável foi o Albertinho. Mentiu pra ela e depois a humilhou juntamente com Constância. Sabemos que ele acabou se apaixonando de verdade e se juntar com a mãe não foi um ato de maldade, mas de covardia por ser um fraco. No entanto isso teria que ficar muto claro pra Isabel e nada disto está. É por isso que ela nem lhe dirige o olhar.

    Isabel se culpa porque é uma pessoa de boa índole. Ela acha que não deveria ter cedido e confiado mais no Zé Maria que nada fez de errado. é uma mulher dura demais consigo mesma.

    Até o Zé Maria e pai dela acabaram compreendendo. O capoeira até disse que só não voltava pra ela porque achava demais criar o filho de outro homem.

    Mas a grande bronca de Isabel com Albertinho foi o fato de ser sido enganada por ele. Não foi a questão de achá-lo bonito, ter um tesão e ir pra cama. Houve todo um contexto ardiloso.

    Albertinho acabou se apaixonando pela Isabel do jeito que ela é. O desejo de Isabel foi o fruto de uma farsa bem elaborada.

    Os olhares afetuosos que ela trocou com Albertinho foram na verdade para um homem que nunca existiu: um rapaz honesto, trabalhador, dono de si e cheio de boas intenções

    Esse é o Albertinho verdadeiro? Não esse é o Albertinho que a maioria quer que ele se torne.

  • Bianca diz: 18 de novembro de 2012

    Bom.. Nem preciso me aprofundar muito nos detalhes das contradiçoes, pois aqui no site varias pessoas ja esclareceram do que se trata,entao,vou dizer logo:
    Albertinho e Isabel = muita química,gostoso de se ver…. Queria MUITO ve-lo regenerado.
    Zé Maria (por incrivel que pareça) queria com a berenice, no mesmo esquema de Albertinho – REGENERADA. Porque ainda que ela seja má, ama o Zé de verdade. Só que precisa aprender, mudar… como eu acredito na mudança das pessoas,adoraria ver isso. Beijos

  • Clau diz: 18 de novembro de 2012

    Até aqui as comparações com os personagens de Lázaro Ramos e outras atrizes, foram com atrizes (na época) de pouca celebridade. Quando ele fez Cobras e Lagartos, seu par era Taís Araújo. Que é sua esposa. Não me lembro se na época já era mulher ou não… mas deram certo como par. Também ele fez par romântico com Débora Falabella em Duas Caras e ninguém reclamou. Débora, na minha opinião, não é do tipo mulherão ou carismática, por isso o povo deixou passar. Mas agora MAIS UMA VEZ o povo reclama de Camila Pitanga e Lázaro Ramos. Camila é cor de JAMBO, não necessariamente NEGRA. Não seria preconceito de muitos fãs de novelas, ver uma personagem como Camila Pitanga, linda jambo, que fez par romântico com muitos brancos nas novelas, nos braços de um negro? Ah, sim, muitos aqui dirão que não é, que não há racismo no Brasil… Mas infelizmente há. A QUÍMICA, mesmo que com um canalha como Albertinho vale mais do que um amor verdadeiro com um negro… e pobre.? Quem sabe se rico fosse, o povo deixaria o casal juntinho? Desculpe, não acuso ninguém, mas ando observando isso desde Insensato Coração. Achei PAVOROSO Camila com Antônio Fagundes! Ali sim, nada tinham em comum. E Lázaro acabou a novela com uma novata em novelas. É ou não preconceito racial? Sim, ele fez otimamente o papel no filme O Homem que Copiava, com Leandra Leal. Mas É FILME! O grande público não assiste e, ACREDITEM, ainda tem muito brasileiro que se nega a assistir produções nacionais… Por que? Por puro preconceito. Temos ÓTIMOS filmes nacionais que nada ficam a dever para os americanos, por exemplo. Mas tem gente que prefere ver um filme americano do que uma bela obra brasileira. Se um povo, que renega suas próprias artes por achar coisa pouca ou sem glamour, o que dirá desse mesmo povo assistindo ao romance de um negro e uma jambo? Tem outro detalhe: Muitas mulheres ainda não esqueceram RODRIGO de A Vida da Gente. Aí confundem personagens… Ainda bem que Marjorie Estiano é irmã do personagem de Rodrigo, pois se não fosse, o povo estaria torcendo novamente, pelo casal. mas sempre há surpresas. Quem sabe Marjorie NÃO É filha de Constância e de Assunção? Teríamos então as torcidas das ABERTINHAS e EDGARZINHAS e o famoso “quem ficaria com LAURA”? O foco em Lázaro e Camila com certeza ficaria em segundo plano.

    Sou mulher e torço MUITO para que Zé Maria fique com sua Isabel. Os dois tem muita química sim e mostraria que apesar de todo mal, o bem prevaleceu. Nem Constância, nem Berenice e nem Albertinho conseguiram separá-los. Isso seria perfeito! Agora, ver vilãozinho se tornando bonzinho por amor, só pra agradar público, seria o fim da picada! Ridículo!

  • Jaqueline Sauer diz: 18 de novembro de 2012

    Quem merece o amor de Isabel é o Zé Maria. Para quem diz que é Albertinho eu até respeito, mas ou é preconceito ou adora uma “boa vida” e não tem nada na cabeça.

  • Clau diz: 18 de novembro de 2012

    “Anjo Colorado, lá vou eu bater na mesma tecla, mas não vou resistir rsrsrs

    Você fez comparações exageradas. Lázaro Ramos é um homem bonito sim. Assim como na novela Araguaia as duas eram bonitas e a química rolou com a índia e não com a mocinha chatinha.
    Outro exemplo citado foi Raj e Maia. Alguém vai dizer que Márcio Garcia é feio?”

    CLAUDIA, de fato os autores mudaram pra agradar ao público, mas entre esses citados, não havia um negro. Só o filme O Homem que Copiava que já dei minha opinião mais acima.

    Em 1984, na novela de Gilberto Braga que se chamava Corpo a Corpo, Marcos Paulo (saudoso), branco, rico e charmoso, se envolvia com a personagem de Zezé Mota, negra, batalhadora,… Embora uma personagem culta, a negritude dela “agrediu” ao público e muita gente criticou duramente o autor por ter unido os dois. O preconceito não estava somente dentro da novela e sim do lado de fora também. Que coisa triste! No entanto na novel Da Cor do Pecado, muita gente gostou de ver Taís Araújo com Reynaldo Gianechini. Não acompanhei muito a novela na época, mas soube que fez sucesso. Talvez seja porque era uma mulher negra e não um homem negro junto a um branco? …. Vai se entender a hipocrisia humana!? Mas se de Lado a Lado, fala sobre preconceito racial, preconceito social, e liberação das mulheres… se trata de tantos fatos interessantes e REAIS, não tem cabimento os autores mudarem o enredo para que o BONITINHO CHEIROSO da trama fique com a bela MORENA, depois de tê-la desonrado. Era só que faltava ele se tornar bonzinho, descobrir seu filho vivo e pedi-la em casamento e ela aceitar. E o Zé? Coitado… vai acabar com a Berenice???? Sim porque se Albertinho se torna bonzinho, a Berenice pode muito bem se tornar uma santa!

    Por essas e por outras estou re-assistindo a novela Tieta via internet. E as novelas antigas do canal VIVA. Porque atualmente as novelas estão cada vez pior. Só pra agradar ao público, uma obra é totalmente alterada. Tenho horror a isso!

    Abração pessoal!

  • Isadora diz: 18 de novembro de 2012

    O que mais me chateia aqui é ler comentários maldosos de pessoas que não aceitam a democracia e não respeitam a opinião dos outros! Se gosto mais do casal Isabel e Albertinho, isso é problema meu! O que tem de mais? Isso não é racismo, muito menos pecado! É uma preferência, a minha preferência! Aliás, pra quem não sabe, sou negra, e com muito orgulho! Fazer o que se esse casal me encantou mais que Edgar e Laura e, principalmente, mais que os próprios Isabel e Zé? Paciência! Vivemos numa democracia e somos livres pra gostar do que e de quem quisermos, e também temos o direito de livre expressão, contanto que não ofendamos ninguém. Gosto, sim, de Isabel e Albertinho e gostaria muito que os dois ficassem juntos! Eles têm muito mais química e, com certeza, teriam uma história muito mais interessante e emocionante para ser contada. Mas quem gosta mais da Isabel com o Zé tem todo o seu direito. Nem por isso fico insinuando besteiras ou ofendendo essas pessoas. E fica aqui a dica: respeito é bom e todo mundo gosta!

  • livia diz: 18 de novembro de 2012

    caramba o pessoaal ta viajando na maionese aqui… confundindo tudo. nao é por que as pessoas gostam de isabel e alberto que podem ser chamadas de racistas. nada a ver uma coisa com a outra! falo por mim mesma, adoro o lazaro ramos, mais nessa novela torço pra camila ficar com o rafael e nao é por que o rafael é branco nao gente… de onde tiraram isso? sou uma isabertinho tambem, só isso!
    isadora, assino em baixo o que voce disse! falou tudo.
    clau, nunca gostei de a vida da gente e da marjorie estiano! jamais ia torcer pro rafael ficar com ela!
    abraços

  • Claudia diz: 18 de novembro de 2012

    Gente,

    Vamos cuidar com os julgamentos. Ter coragem de avaliar como racistas pessoa que preferem um casal a outro na novela é no mínimo falta de bom senso. Me surpreende quem tenha coragem de apontar o dedo pelo simples fato de ouvir vozes discordantes de pessoas que nem conhecem e que nunca viram.

    Me desculpem, mas simplesmente argumentar que não gostar de um casal é ser racista me parece coisa de quem não tem condições intelectuais de discutir e sai pela tangente. É SÓ UMA NOVELA DAS 6!!! Não estraguem o blog.

  • Apaixonada diz: 19 de novembro de 2012

    Nossa!! Olhei o post mais atual tinha um comentário de racismo aqui tem mais esses. O que deu em vocês!??

    Ninguém aqui rejeita o Zé Maria muito pelo contrário a maioria gosta do personagem e eu particularmente acho que o Lázaro está muito bem. Não gostamos ou não achamos tão empolgante o casal Zé Maria e Camila Pitanga. Em outras novelas já aconteceu de dois atores brancos não terem química o público rejeitar o casal, o autor ter que mudar o final e o público não foi chamado de racista.
    Essa forma de pensar que tudo que envolve o negro é racismo é a pior forma de racismo. Não enxergo cor apesar da novela está tratando desse aspecto, mas sim grandes atores.
    Quer dizer que Lázaro Ramos não foi rejeitado com Tais Araújo porque Taís era feia??? Taís é linda e naquela novela Lázaro estava com aquele bigode loiro ridículo e mesmo assim o casal não foi rejeitado. Como eu disse aqui , que a globo deveria ficar de olho em Sheron e Lázaro porque eu achei as cenas deles legais. Não quero que o Zé fique com a Berenice, mas as cenas deles dois foi muito boa. É isso, uma questão de gostar ou não , de empolgar ou não… E o que a maioria defende é um triângulo amoroso que empolgue, que gere disputa de verdade…,

    Anjo Colorado parabéns pelas palavras. Acabei de falar com um cara no outro post para não se comparar a você. Quando cheguei aqui dei de cara com essa sua defesa. Perfeito. Licença mais vou copiar e colar lá.

    Assim como Claúdia, Livia, Isadora é isso aí temos o direito de ter nossa opinião sem ofendermos ninguém e sem sermos ofendida!

    Bel A. você disse que seu comentário é um bíblia pode até ser grande, mais muito gostoso de ler . Cheguei aqui agora e li rindo muito, pena que logo abaixo encontrei um monte de comentários tristes. Bom não concordo com tudo que falou mas escreve muito bem. Fiquei com vontade de fazer uma espanação como o Anjo colorado fez, mas fiquei tão chateada com esses comentários me chamando de racista que desanimei.

    Continue comentando aqui , Abraço!

  • Rita Porto Alegre diz: 19 de novembro de 2012

    Bah, me senti ofendida ao me deparar com a acusação de rascismo. Aqui, somos livres para opinar e torcer por quem quiser.
    Afirmar que quem torce por certo casal, é por puro rascismo é um exagero. Jamais foi citado, por quem rejeita a Isabel com o Zé Maria, foi por causa da cor da pele e traços físicos do Lázaro Ramos.
    Por favor pessoal, respeito ao próximo é fundamental, independente da visão de cada um. Sempre tivemos harmonia aqui, e não será um comentário equivocado, que irá estragar.
    Bom dia, ou boa noite a todos.

  • Renata Victor diz: 24 de novembro de 2012

    Também torço pelo Albertinho. E acho que ele vai surpreender muito por gostar da Isabel. Vai dar às costas para mãe e vai se revelar um homem de verdade. E pelo menos ele é mais humano, tem falhas… E depois que o filho deles vai uni-los.

  • Luis diz: 11 de dezembro de 2012

    To deixando de assistir a novela das 18 pq os casais não rolam quimica e a autora se perdeu. Pra mim Albertinho e Isabel, Laura e Edgar, Celinha e Guerra, caniço e Berenice pois são parecidos, enfim ela podia dar uma mudada na História. Más da forma que ela se colocou de Isabel não perdoar Albertinho piorou a audiência. A novela é linda! o senário sem comentarios más falta quimica entre os personagens. Prefiro ficar com as da 20 h pois a Historia ta mais definida.

  • re diz: 26 de dezembro de 2012

    nossa tô desanimando… nada de albertinho e isabel se reaproximarem… ainda tenho a esperança de que isso aconteça, afinal o filho deles está vivo e isso pode fazer com que o albertinho mude e também tudo isso possa unir os dois novamente… falam que torcemos para albertinho por preconceito com o zé maria, isso não confere, porque se fossemos preconceituosos jamais iriamos querer albertinho e isabel juntos por acreditar que um homem como ele rico, de família tradicional pudesse ficar com uma ex- favelada, filha de um ex- escravo e ex-serviçal… na verdade é justamente o contrário, queremos albertinho e isabel juntos para que seja provado a pessoas como a constância que é possível um janotinha como o filho dele acordar para a vida e largar o preconceito com o qual foi criado, assumir o filho e a mulher que ama verdadeiramente e ser feliz… nada contra o zé maria, e nem é questão de química o que me faz torcer pelo albertinho.. o que me faz torcer por ele é ver que é possível um sem caráter mudar em nome de um grande amor, especialmente pelo filho.

Envie seu Comentário