Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Conheça o novo amor de Albertinho em Lado a Lado

20 de novembro de 2012 46

Fãs do casal Albertinho (Rafael Cardoso) e Isabel (Camila Pitanga), podem perder as esperanças! Não há mais chances de reconciliação entre o janota e a dançarina, até porque em breve ele ganhará um novo amor.

E não se trata de Esther (Rhaisa Batista), a noiva que Constância (Patrícia Pillar) arrumou para o filho. Será outra morena quem vai virar a cabeça do playboy, segundo o blog Telinha.

Jurema Reis, que viveu a caipira Maria João em Morde & Assopra, entra na novela nos próximos capítulos para deixar Albertinho louco de amor. Assim como aconteceu com Isabel no passado, ele aposta com os amigos que seduzirá a bela Gilda, mas acaba se apaixonando de verdade.

Quem não vai gostar nada disso é Constância, que já faz planos para o casamento do filho com Esther, uma moça rica e de boa família.


>>> O Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (46)

  • Claudia diz: 20 de novembro de 2012

    A Esther é beeeeem mais bonita. Então que tentassem fazer um casal fofo de uma vez com a tal Esther. Quem sabe não agradaria?

    Sinceramente, a audiência é baixa porque a novela é chata. Eu comecei a assistir super empolgada com atores e figurinos e agora só assisto quando não tenho nada para fazer. Antes eu trocava o horário dos compromissos, mas to achando tudo tão sem graça que não me animo mais. Vejo quando dá tempo e acompanho pelos resumos e aqui no blog.

    Isabel e Albertinho não vai acontecer. Não estou falando em fim de novela, mas em meio. Seria um romance que causaria muito e talvez desse a chance para o Zé Maria, um herói, ver que a felicidade está acima de seus perfeitos valores e ele lutaria por ela deixando seus preconceitos de lado.

    Edgar e Laura são lindos juntos. Mas não aguento ver ele ser feito de idiota com tanta facilidade pela Catarina. É uma desculpa mais esfarrapada que a outra e ele, em tantos anos, não percebe nada, nem que ela não trata bem a filha. É impossível ele nunca ter tido uma pista sequer de que ela não é uma boa mãe. Criança demonstra essas coisas.

    A Catarina podia ser mais humana para ser uma competição para a Laura, o Albertinho menos covarde para competir com o Zé Maria e o Zé Maria mais humano para se aproximar da realidade. Gosto dos personagens, mas o “andar da carruagem” está me desanimando com os casais principais. Tudo muito óbvio e chato.

  • Rita Porto Alegre diz: 20 de novembro de 2012

    É Claudia, concordo com tua observação: “Tudo muito óbvio e chato”.
    No outro post, alguém trouxe a informação da 1ª noite de amor entre o Zé Maria e Isabel. Então pensei: bem, nada mais justo. Eles tiveram um compromisso, houveram desencontros, um contato mais íntimo, nessa fase, cairia bem.

    Do outro lado, estaria o Alberto investindo numa nova conquista, fazendo com que o coração da linda mulata balançasse, pela mudança de comportamento e postura do janota, frente à Constância.

    O personagem Alberto Assunção Filho, serviu só para ser o agente da separação do casal Isabel e Zé Maria na 1ª fase da novela. Sendo primeiro homem da Isabel, e pai biológico de uma criança.

    Estou profundamente chateada, embora o autor já ter se pronunciado e descartado um novo envolvimento do casal que muitos gostariam que permanecesse. Ainda tinha esperanças que acatasse o desejo muitos noveleiros, de ver o Alberto e Isabel se acertando, após significativas mudanças por parte dele.

    Com essa noite de amor, Isabel e o Zé, provavelmente se acertarão. O que ocasionará um novo afastamento (sim, pois a novela ainda está no início, não creio no “finalmente juntos”), talvez sejam armações da Berenice, ou o processo de aceitação do Zé, com a emancipada Isabel. Muito insosso.

    O que vai restar? Edgar e Laura, que apesar de serem um casal maravilhoso, não conseguirá me prender mais, em frente à tv no horário das 6.
    Um desperdício de investimento no talento de atores e histórias mais atrativas e emocionantes.
    Um abraço a todos, até um outro dia, quem sabe…

  • LUCK diz: 20 de novembro de 2012

    GENTE, HAVIA NECESSIDADE DO AUTOR INSERIR MAIS UM PERSONAGEM NA TRAMA PARA “VIRAR” A CABEÇA DO ALBERTINHO? A ISABEL JÁ NÃO ERA SUFICIENTE? BABAQUISSE!
    CLAUDIA E RITA DE PORTO ALEGRE, VOCÊS ESTÃO CERTAS. NÃO DÁ MAIS PARA ACOMPANHAR ESSA NOVELA.
    EMBORA AINDA NÃO TINHA FEITO NENHUM COMENTÁRIO AQUI, LIA UMA PORÇÃO DELES, E QUANDO VI A INFORMAÇÃO DO POST, BOLOU.
    SERIA BEM MAIS INTERESSANTE, VER O ALBERTINHO DISPUTANDO ELA COM O ELE, O JOSÉ.
    ALGUNS FALAM QUE O ALBERTINHO É MAU CARÁTER, NÃO MERECE A ISABEL, MAIS A HISTÓRIA QUE ENVOLVERIA OS DOIS JUNTOS SERIA BEM MAIS EMPLOGANTE.
    QUERIA VÊ-LO MUDAR, QUANDO DECIDISSE ASSUMIR O QUE SENTE POR ISABEL, E AINDA TEM O FILHO DELES.
    EU MESMO PASSEI A ACOMPANHAR ESSA NOVELA, JUSTAMENTE QUANDO VI AS CENAS DOS DOIS LÁ NO COMEÇO.
    PENSEI QUE IA SE DESENVOLVER ALI UMA HISTÓRIA DE PRECONCEITO RACIAL, DE CLASSES, TUDO O QUE UMA NOVELA DE ÉPOCA PROPORCIONA, MAS INFELIZMENTE CAMINHA PARA O MAIS ÓBVIO POSSÍVEL. E PIOR, NÃO CAUSA INTERESSE, NEM POLÊMICA POIS ONDE HAVIA A POSSIBILIDADE DE UM NOVO RUMO, FOI ABOLIDA.
    NÃO SEI SE SERÁ PUBLICADO ESSE COMENTÁRIO, MAS SE FOR, FOI UM PRAZER PARTICIPAR.

  • simony diz: 20 de novembro de 2012

    Não assistirei mais à novela. Boicote a Lado a Lado!

  • Rita Porto Alegre diz: 20 de novembro de 2012

    Olha eu aqui outra vez…kkk
    Eu esqueci de acrescentar justamente o que o ou a LUCK comentou. “Outro personagem para virar a cabeça do Alberto para que?”
    O que essa guria tem de inusitado e polêmico para a época para nos empolgar?
    Essa personagem foi criada com a função de amadurecer o janota, autor?
    Não precisava, pois o que queríamos já estáva lá, prontinha: guerreira, bem mais sensual, bonita e que aprovamos. Se tornar digno do amor da Isabel, seria uma conquista bem mais “suada” e emocionante.

  • Kicka- São Paulo diz: 20 de novembro de 2012

    Boa tarde queridos noveleiros!
    É gente agora acabou de vez, ainda tinha esperanças da Isabel se acertar com o Albertinho, mesmo depois da noite de amor dela com o Zé, mas elas foram em vão, concordo com os comentários acima, não há necessidade de inserir outra personagem para fazer par romântico com o Alberto, uma história com a Esther realmente já estaria de bom tamanho, não sei se o autor inseriu esta personagem por causa do triângulo amoroso que a gente tanto pediu, mas o fato é que o triângulo que queríamos era Alberto-Isabel-Zé Maria, porque na minha opinião é o que deixaria a novela mais empolgante, não entendo o porque criar o personagem Elias se não havia nenhuma possibilidade “mesmo” de um novo envolvimento entre os dois, agora até a criança acabou ficando obsoleta, no que diz respeito ao casal Isabel e Alberto!.
    Luck, eu também passsei a acompanhar a novela por causa da Isabel e do Albertinho, caramba que chato receber esta notícia!
    Já estava desanimada de acompanhar a novela, só estava acompanhando ainda por ter expectativas que com essa nova tentativa de conquista do Alberto, a Isabel que no começo ficaria resistente (achei até natural esta reação da parte dela por causa da mágoa que ela tinha dele) mas ele acabaria amolecendo o coração dela, e dando uma chance pro Alberto se aproximar, e enquanto isso ele vendo que poderia ter uma nova chance com ela mudaria ainda mais, e se tranformaria no homem que queríamos ver, mas agora se essa mudança acontecer vai ser por causa da Gilda e não da nossa querida mulata, nem tenho mais vontade de assistir a novela, na minha opinião tá chato, tá previsível, e é um desperdício!
    Que ironia, um autor com uma história tão boa nas mãos, com situações tão boas para serem exploradas e trabalhadas e não aproveita, este autor não tá sabendo o que fazer com esta novela, depois a produção da globo não entende porque a novela não decola na audiência.
    Crika, minha querida!
    Já que infelizmente na minha opinião, o Alberto e a Isabel não vai rolar, também acho muito bacana vir outro homem pra ameaçar o reinado do Zé Maria no coração da Isabel, tá fácil demais pra ele, fazer o que quer, dizer pra ela os desaforos que ele quer e ela continuar cega de amor por ele, perdoando tudo e rastejando atrás dele! tomara mesmo que isto aconteça.
    Mas é bem provável que eu nem acompanhe mais, não tem supresa, nem empolgação e como alguém disse no outro post, não tem pra quem torcer, tá sem graça demais.
    É uma pena, digo pela produção da novela que é impecável e pelo elenco que é excepcional e tem atuações primorosas, mas infelizmente estão desperdiçados numa história previsível e como bem disse a Rita insossa!
    Bjos no coração de todos vocês meus queridos!

  • Martha Santos diz: 20 de novembro de 2012

    Realmente uma grande pena!!! alguns meses venho correndo do trabalho com esperança de ver alguma cena de Isabel e Albertinho, pois eles são lindos juntos. Agora o sonho acabou; Pois filho é um vínculo muito forte e seria mágico Albertinho maduro responsavel lutando pelo amor de isabel e do filho. Até porque Zé Maria declarou a Isabel não ser capaz de criar um filho de outro homem. Concordo com Simony: BOICOTE A LADO A LADO!!

  • Anjo Colorado – Zé diz: 20 de novembro de 2012

    Mas bah! Pode ser essa a mulher que fará o Albertinho amadurecer! Não vejo motivos pra revolta! RSRSRS.

    Mas falando sério… Realmente uma competição de um Albertinho minimamente amadurecido na luta pelo amor de Isabel seria melhor para trama.

    A novela não tem me empolgado tanto assim em termos de romance. Tudo tá muito previsível.

    Sinto muito Albertinistas, mas vcs torceram para um casal que nunca teve chances reais de existir.

    Neste sentido não fico chateado, pois sempre aprendi a torcer pelo herói, mas lamento que por ele não ter um adversário digno.

    Os que dizem que Zé Maria não é humano e perfeito demais… Vamos nos lembrar que ele é orgulhoso e machistas. Essas características são empecilhos na relação com Isabel assim como sempre foi a fraqueza de Albertinho.

    Rita… Já está certo que embora Zé Maria e Isabel tenham uma bela noite de amor o capoeira vai dizer uma bobagem e estragar tudo. Não será tão fácil assim.

    Tá… É evidente que ambos terminarão juntos. Esse parece um final marcado.

    Eu já reclamava do excesso de presivibilidade do enredo. É uma novela com pouca audácia.

    Realmente se Albertinho amadurecesse e se Catarina e Berenice não fossem tão más, a novela chamaria mais a atenção.

    Em A VIDA DA GENTE o autor mostrou que os personagens podem competir sem a divisão entre “personagens do bem Versus personagens do mal”. Talvez a gente tenha ficado mau acostumados.

    Não irei abandonar a novela ainda pra ver se ela me oferece outras tramas que me cativem.

    Ela é interessante… Se bem que poderia ser melhor.

  • Débora R diz: 20 de novembro de 2012

    Não é possível que só eu não entenda como vocês podem achar que Isabel e Albertinho podem formar um casal! Gente, acorda! O Zé, embora tenho os defeitos e princípios dele, é o homem perfeito pra ela. Ela é guerreira, luta por uma sociedade igualitária, foi mãe solteira, enfrentou até o próprio pai, naquela época. E o Zé, então? Participando das maiores revoluções do Brasil, lutando pelo direito dos negros, sendo um homem justo, honesto e trabalhador. O que vocês querem que aconteça com o Zé? Que tenha um final feliz com a cobra de Berenice? Porque se o Albertinho virar um mocinho, ela também pode, embora ela seja bem pior e malvada. Não. Zé Maria e Isabel são um par perfeito, assim como Laura, que se perdeu, deixou de ser a lutadora que conhecemos, e Edgar.

  • LUCK diz: 20 de novembro de 2012

    PASSEI NOVAMENTE PARA VER SE PUBLICARAM MEU COMENTÁRIO. QUE BOM QUE SIM. THANKS!!!

    GOSTARIA SÓ DE ACRESCENTAR UMAS COISAS:

    NOVELAS DE ÉPOCA ME CHAMAM ATENÇÃO. SEMPRE TRAZEM COMO PANO DE FUNDO FATOS QUE FIZERAM PARTE DA NOSSA HISTÓRIA. ESSE EPISÓDIO DA CHIBATA, FOI BEM ESCLARECEDOR.
    PORÉM, NÃO SÃO SÓ DE QUESTÕES HISTÓRICAS QUE ELAS SOBREVIVEM.
    OS CASAIS ´FORMADOS, TAMBÉM SÃO RESPONSÁVEIS POR DAR MOVIMENTAÇÃO E EMOÇÃO PARA FICAR PERFEITO.
    OS INGREDIENTES “EMOÇÃO E MOVIMENTAÇÃO”, ENCONTREI NOS PERSONAGENS ALBERTINHO E ISABEL.
    CONFESSO QUE RAFAEL CARDOSO E CAMILA PITANGA, PARA MIM A PRINCÍPIO, NÃO GEROU EXPECTATIVA COM O ANUNCIO DE ENVOLVIMENTO NAS CHAMADAS DA NOVELA. PORÉM SURPREENDERAM, POIS NAS POUCAS CENAS QUE ESTIVERAM JUNTOS, CONVENCERAM E CONQUISTARAM BOA PARTE DO PÚBLICO.
    NESSE MOMENTO, DÁ A SENSAÇÃO QUE A TRAMA JÁ ESTÁ NO FINAL, COM A INSERÇÃO DE NOVOS PERSONAGENS “CONSOLO PARA ALGUÉM” OU “TAPA BURACO”.
    OBRIGADO GALERA!

  • Rita Porto Alegre diz: 20 de novembro de 2012

    Anjo Colorado..
    .
    O Zé Maria já não empolga como exclusivo e eterno amor da Isabel, ainda só tendo como obstáculo o machismo, para ficar definitivamente com ela, é de amargar guri!

  • Apaixonada diz: 20 de novembro de 2012

    Quero falar alguma coisa… mais não sei o que dizer rs rs rs

    Concordo com tudo que vocês disseram: Claudia, Luck, Rita, Simoni e Kicka e Marta.

    E completo só com uma coisa, esse ator não tem coragem de arriscar. Ele tem uma novela linda nas mãos, um elenco incrível, um enredo novo que ainda não tinha sido explorado e ele simplesmente estraga tudo por que não quer que o protagonista escolhido por ele não termine como ele planejou.
    E tudo que a gente queria era só um triângulo amoroso de verdade, que pudéssemos torcer para um ou para outro. Afinal nem sempre na vida da gente aparece uma pessoa ruim e uma boa. Assim seria fácil escolher.

    Eu até pensei que ele fosse colocar os dois disputando a Isabel, mesmo a gente sabendo que o Zé ganharia no final.. mas seria interessante ver o Albertinho amadurecendo por esse amor que ele sente e pelo filho. Engraçado o amigo do Rafael Cardoso publicou uma foto de uma cena de uma gravação feita ontem, o Albertinho do lado da Isabel e a Constância de frente. Como se no meio de uma discussão ele tivesse defendido a Isabel. E ainda comentou assim… vocês vão gostar da reviravolta da novela. Eu estava cheia de esperanças…

    Pelo jeito ele resolveu valorizar mais o personagem do Albertinho, porém bem longe da Isabel. É o que eu imagino. A Esther é estreante mas foi muito bem nas primeiras cenas, é insuportável, uma nova Constância. Essa menina provavelmente vai ser uma mulher forte e decidida, ele não apostaria se não fosse uma mulher difícil de conquistar. Provavelmente aí vai acontecer o que a gente queria ( com a Isabel) ele vai enfrentar a mãe por esse amor. Quem sabe não teremos um triângulo amoroso? Não, não teremos porque a Esther é mal caráter.

    Enfim.. decepcionada mas assim como o Anjo Colorado não vou conseguir para de assistir. Tem muitas coisas interessantes na novela que me prendem.

    Saindo amores… uma boa semana para vocês!!!

  • Apaixonada diz: 20 de novembro de 2012

    Passou uma ideia na minha cabeça. O autor poderia ter feito ele se apaixonar pela filha do delegado então. É linda, idealista e tem um filho, a Cosntância morreria e a história seria mais empolgante.

    Bobagem… vamos esperar para ver no que vai dar. Vamos conhecer a nova menina, afinal ainda não estamos no meio da novela dá para uma personagem se desenvolver. Por falar nisso e o Arteche quando entra na novela???

  • Apaixonada diz: 20 de novembro de 2012

    Não resisti de vir aqui kkk
    Achei bonita a cena da Isabel olhando o Zé e correndo ao encontro dele. Mas ao mesmo tempo muito sofrida. O coração doeu com o Zé chorando mesmo sabendo que o único rival dele no momento é ele mesmo.

    Mas… o que me empolgou mesmo e me fez vir aqui foi o Albertinho olhando para Isabel e indo cumprimentá-la mesmo contrariando a mãe que ficou possessa. A música de fundo que eu já estava com saudades e aquele sorriso cínico da Isabel para ele foi demais!! kkk
    Sei que ela vai fingir não conhecê-lo amanhã… mas ele merece sofrer mesmo. Mas isso teria que deixá-lo com mais vontade de conquistá-la e aí eu fico com mais raiva do autor. Porque sabemos que ele vai se apaixonar por outra. Que raiva!!!!

  • livia diz: 20 de novembro de 2012

    se isso acontecer, paro de ver a novela. agora paro mesmo.

  • Isadora diz: 20 de novembro de 2012

    simony

    Faço coro contigo! Pra mim, CHEGA de lado a lado! Com isso, essa novela já perdeu a graça pra mim.
    abraços, pessoal

  • vanessa toler diz: 20 de novembro de 2012

    QUE HORRIVEL, ODIEI!
    NAO VOU MAIS VE ESSA NOVELA PODRE!
    QUERO VE SE ISABEL E ZE MARIA VAO GARANTIR AUDIENCIA, DUVIDOOOOOOOOOOOOOO

  • lory diz: 20 de novembro de 2012

    JÁ TOU CANSANDO DESSA NOVELA. SE APARECER MESMO OUTRA SIRIGAITA NA VIDA DO ALBERTINHO EU PARO DE VE ESSA NOVELA. VOU BOICOTAR MESMO. VOU PASSAR A VE SALVE JORGE!
    QUE ODIO! TO REVOLTADA

  • livia diz: 20 de novembro de 2012

    QUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTO]

    VAMOS BOICOTAR MESMO POVOOOOO

  • lila diz: 20 de novembro de 2012

    Ola, boa noite
    Esta é a primeira vez que comento aqui,mas sempre leio os comentarios,a comoção é geral, eu acho que os autores desta novela estão querendo colocar uma pá de CAL nesta obra que poderia ser limdamas não querem dar o braço a torce. estão tentanto de tudo para alavanca a audiência, mas o que poderia ser feito e esta na cara destes autores eles não querem fazer.Bom eu escolho o Presidente do meu País,e não vou poder escolher um triangulo que seria muito interesante para a trama,pra mim ja deu!!!!Boitote total a Lado a Lado

  • Apaixonada diz: 20 de novembro de 2012

    Livia kkkk

    QUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTOQUEREMOS IZABEL COM ALBERTO]

    A cena mais elaborada foi Zé maria e Isabel e a mais comentada em todos os sites foi a química entre Isabel e Albertinho só no olhar. Não sou só eu que estou louca kkk

  • Ana Paula diz: 20 de novembro de 2012

    Aaaaah :/ Puxa o autor acabou de melar com o casal mais intrigante da novela. A minha torcida pelos dois ainda vai continuar, Isabel e Albertinho tem uma química impressionante. Queria muito que Albertinho tomasse vergonha na cara e assumisse a sua paixão por Isabel, demonstra-se o seu arrependimento.
    Isabel e Zé Maria são só bonitinhos, e bonitinho não é o suficiente pra formar um casal. Desde de a primeira cena de Albertinho e Isabel eu soube que esse seria meu casal favorito. Sem falar que o autor é um bobão, ele mesmo fez agente se apaixonar por eles e agora quer acabar com a nossa alegria kkk’ A melhor trilha sonora é desse casal com Los hermanos cantando de Onde vem a calma e Alaíde costa Me deixe em paz, não tem quem não se apaixone e torça por eles

  • Cris diz: 20 de novembro de 2012

    Anjo Colorado,

    A questão não é torcer para um casal que não teve chance de existir, mas sim não haver expectativa. Alguém usou essa palavra antes, em outro post e achei perfeita. Achei que o Isabel/Albertinho/Zé Maria oferecia perspectivas diferentes a serem exploradas. Qualquer homem que aparecer agora para Isabel é só para embromar, sabemos que ela ficará com o Zé. Alguém duvida disso? Eu queria ter dúvidas, só isso.

    Realmente, a meu ver, a novela decepciona, não empolga. Também acho que aparecem personagens para tapar buraco e fazer enredo. A novela prometia tanto. Vejo pouco agora, não me faz sentar empolgada na frente da TV.
    A questão toda é que já está definido o final, só tem a enrolação até lá. Não importa quem vai ficar com quem, o que importa é que já sabemos.

    Laura e Edgar são fofos, mas só. Catarina é uma bruxa que só vai atrapalhar e se dar mal no final. Aliás, Laura vai ser a mãe que a Melissa precisa, já tá tudo se encaminhando para isso. Dá até sono assistir… Minha decepção é tanta porque a novela começou tão bem.

  • Rita Porto Alegre diz: 20 de novembro de 2012

    Pois é Apaixonada, segundo a nossa expectativa a cena do final da novela hoje, iniciaria o “calvário” do Alberto, rumo a reconquista da Isabel.

    Era isso que especulavamos ansiosamente para vibrar, nos emocionar a cada passo do Alberto, seu comportamento diante às recusas da Isabel, as estratégias utilizadas, os fracassos e possíveis avanços rumo ao coração da linda mulata. Do outro lado estaria o Zé Maria, no páreo também. Como tudo ficaria mais estimulante.

    Vanessa, Livia, Iory, Livia, Isadora, Simony entre outros, o autor já decretou o final para os personagens em questão. Não há nada a fazer, nem torcer. Alberto e Isabel juntos, acabou.

    Engraçado, que esse autor pouco se importa com a opinião dos seus telespectadores e com os indicativos de audiência. O que pleiteávamos, não era impossível, nem incoerente. Parece que ele detestou que nos afeiçoamos a um personagem que foi criado para determinado propósito, contrariando uma proposta pré estabelecida. Que radicalismo!

    Alguém lembrou do André Arteche. Acho que ele não interprete o filho da Diva como imaginamos, e sim seja o pretendente da Isabel, aquele que ela deixou em Paris.
    Até mais noveleiros.

  • kauan marquer de olivera diz: 20 de novembro de 2012

    É Elias o filho Albertinho e Isabel.

    Albertinho senti mais amor Isabel linda dança rica, não junto Ze maria e Isabel.

    Pq Constância deve casar Esther e Albertinho acho não casar.

    Constância vai cadeia pq bebê filho de Albertinho e Isabel…

    não Gilda novo amor albertinho.

    casamento Albertinho e Isabel

  • Bel A. diz: 21 de novembro de 2012

    Bonita a guria, mas bem que poderiam ter inventado uma nova história para os dois. Já virou lugar comum autores “reciclando” histórias já mostradas nas suas novelas, mas “reciclagem de enredo” na mesma novela acho que é a primeira vez que vejo. Criatividade mandou um abraço.

    Faz dias que não vejo a novela – acompanho pelo site -, e nem sei se vou ver, pois, pelo que li aqui, Isabel vai se entregar ao Zé e será maltratada por ele de novo depois. (Mas vai gostar de ser esculachada assim lá Rio de Janeiro!)

    ___

    Anjo Colorado, li tua a resposta ao meu post sobre sexismo só agora, por isso não respondi antes.

    Bem, talvez eu não tenha me expressado direito, mas eu não torço pelo Albertinho (até concordo com quem diz que os dois têm química e poderia ter rendido, mas não rendeu na forma como autor tem escrito, me parece claramente que não é isso que ele quis desde o início). Referia-me a todo o contexto e todas as atitudes dela, não apenas a raiva do Albertinho, que, em parte, compreendo.

    Vê bem, Isabel e Edgar tiveram atos parecidos, ambos se envolveram com pessoas bonitas e ardilosas que não eram os “amores de sua vida” e tiveram um filho (o Edgar foi pior porque ele ainda tinha compromisso), no entanto, a semelhança para por aí, pois a forma como os autores, e não apenas os demais personagens, mostraram a situação foi bem diferente para os dois.

    Isabel poderia ter dito uma ou duas vezes que estava arrependida do que fez, para mostrar ao público que gostava mesmo era do Zé, mas não, isso não bastou, ela teve de chorar um Amazonas de lágrimas, pedir perdão 172671637216371627 vezes, se humilhar, implorar, só faltou ajoelhar no milho e se chicotear. Já o Edgar só disse algo como um “desculpa, foi mal”, lacrimejou um pouco e bastou, não deixou de ser mostrado como mocinho e bom partido – apesar de andar com a Cata a tiracolo para lá e para cá.

    Tu disseste que ela fez isso porque é uma mulher de “boa índole”, mas o Edgar não fez nada disso, isso significa que ele não tem uma “boa índole”? Por que uma mulher para ser considerada de “boa índole” pelo público precisa agir de um jeito, mas um homem que fez o mesmo não?

    Não tenho nada contra moral ou conceitos sobre o que é ou não uma pessoa de boa índole, mas quando a moral cobra determinadas atitudes das mulheres, mas não dos homens, isso é sim machismo/sexismo. Quando uma atitude é considerada “menos errada” quando um homem faz do que quando uma mulher faz isso é sim machismo/sexismo.

    Dizer que isso se deve à época na qual a novela se passa não é desculpa, pois uma coisa é mostrar um acontecimento, outra bem diferente é o juízo de valor que se dá a ele. A novela se passa no século passado, mas é escrita agora. A minissérie Chiquinha Gonzaga, por exemplo, tinha personagens muito mais machistas do que LaL, mas a obra não naturalizava isso, ela questionava, sem panfletagens, sobre essas situações. Até A Casa das 7 Mulheres conseguia isso. Em LaL, com exceção de algumas cenas da Laura – que, com sorte, dão meia dúzia -, isso não ocorre. A novela naturaliza essa “moral relativa” de uma forma que me incomoda.

    Percebo que falas do Zé como herói, e gostas dele por isso. Bom, todo mundo gosta de heróis (eu também), mas, sejamos sinceros, a gurizada pira no Ulisses, mas quantos gostariam de ser a Penélope de alguém? Acho que nenhum acharia interessante a posição.

    Eu, como tu, também gosto de heróis, mas minhas heroínas são (ou eram) Laura e Isabel. Era a jornada do herói delas que eu queria ver, enfrentando coisas, sofrendo, crescendo e vencendo, e não mais uma Penélope ou Lois Lane da vida, esperando/aceitando tudo ou sendo sempre salva pelo herói varonil. A Globo prometeu “protagonistas à frente do seu tempo” e eu comprei a ideia, por isso estou com raiva. Talvez, sem essa promessa, eu perceberia essas questões como percebo em outras novelas, mas não me incomodaria tanto.

    Deixando claro que não acho que todos devam concordar comigo, nem penso nada de ruim de quem discorda, só fiquei com a impressão de que não tinha sido clara da última vez, dando a entender que torcia pelo janota =P

    De qualquer forma, como outras também estou pensando em largar a novela; LaL, pelo visto, vai ser mais uma novelinha de ciranda de casais até o fim, e o que é pior: sem emoção e sem criatividade. Depois dessa ”reciclada” (ou seria “reutilizada”?) de enredo, já não espero nada inovador dos autores.

  • Bel A. diz: 21 de novembro de 2012

    Apaixonada, li teu comentário sobre o meu post no outro dia só agora, por isso não respondi antes. Obrigada pelo “escreve muito bem” =P

    Acho que é normal as pessoas concordarem com algumas coisas e discordarem de outras, o importante é falar sobre a novela sem ofender ou levar a coisa para o lado pessoal. E não fique chateada pelos comentários contra os “Albertistas”, tenho certeza que a maioria das pessoas, mesmo os “Zémaristas”, não concordam com eles :)

    Abraços!

  • Claudia diz: 21 de novembro de 2012

    Michele Vaz Pradella,

    Parabéns pelo blog é um espaço maravilhoso de discussão.

    Me parece que essa novela não tem sinopse, mas sim um começo, meio e fim já definidos. Concordo com o teu comentário, o amor de Isabel é mesmo Zé Maria e ele criará laços com Elias. O problema é esse. Já sabemos tudo que vai acontecer. Chato não? Sinto que esse autor não se dispõe a alterar nada na idéia inicial e isso decepciona quem assiste.

    Bel A,

    Perfeito teu comentário. Algumas pessoas são denominadas “Albertistas”, entre as quais me incluo e não torcem pelo final da novela, torcem pelo “meio” digamos assim. Eu torcia para poder ter por quem torcer hahaha. Mas não vai acontecer, então acompanho a novela por aqui. Já desisti de correr para casa uma vez que já sei o fim. Se quiser ver qualquer cena entro no site da globo e vejo só o que me interessa.

  • Apaixonada diz: 21 de novembro de 2012

    Realmente Michelle. Li seu comentário e fui conferir. A Jurema já estava no elenco. Participou do lançamento da novela e o nome já estava na abertura. São as últimas ela e a atriz que faz Esther.
    Mas e daí?? O público não quer um novo amor para o Albertinho, pra gente o amor dele já está lá, como faz??? Queremos o mesmo… queremos ele mudando pela Isabel. Lutando de igual para igual com o Zé pelo amor da Isabel. A Jurema pode entrar e roubar o coração de qualquer outro janota. Tem três solteiros além do Albertinho kkkk

    Falando sério agora. Já desisti esse autor não vai mudar mesmo ainda mais sabendo que a menina já fazia parte do elenco, porém em relação ao filho é sacanagem se o Albertinho não tiver pelo menos a chance de conhecê-lo e amá-lo. Do jeito que o autor idolatra o Zé Maria, é ele que vai descobrir sobre o filho da Isabel. E isso eu queria que fosse o Albertinho, seria uma forma dele se regenerar.

    Bel A:
    Eu ainda estou esperando o cumprimento dessa promessa. Elas já fizeram alguma coisa pela época mas nada que justifique o que foi prometido no inicio:

    “Eu, como tu, também gosto de heróis, mas minhas heroínas são (ou eram) Laura e Isabel. Era a jornada do herói delas que eu queria ver, enfrentando coisas, sofrendo, crescendo e vencendo, e não mais uma Penélope ou Lois Lane da vida, esperando/aceitando tudo ou sendo sempre salva pelo herói varonil. A Globo prometeu “protagonistas à frente do seu tempo” e eu comprei a ideia, por isso estou com raiva. Talvez, sem essa promessa, eu perceberia essas questões como percebo em outras novelas, mas não me incomodaria tanto.”

  • Apaixonada diz: 21 de novembro de 2012

    Pois é Rita…
    Acho que esse autor poderia pelo menos ficar calado kkK Assim a gente assistiria com mais emoção. Nesse caso de entretenimento eu preferia ficar iludida. Depois eu mataria ele kkk
    Abraço amiga!!! `Pode até parar de assistir mais não some daqui não.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 21 de novembro de 2012

    Bel. A.

    A diferença é que Isabel se cobra por ter se envolvido com outro homem enquanto o Zé Maria estava preso por defender o Cortiço, pela injustiça que teria cometido. Claro que foi induzida ao erro, mas como eu disse antes a mulata é dura demais consigo. E pelo mesmo fato causou atrito entre ela e o pai.

    Isabel chegou a perguntar se a culpa pela “morte” do filho.

    A questão não é somente a boa índole, mas a rigidez de seu caráter.

    Edgar se sente injustiçado. Não considera que errou. Ele também é de boa índole, mas não é tão severo consigo mesmo. Não se julga culpado pela separação.

    Quando eu disse que era pelo fato de Isabel ter “boa índole” era apenas parte da resposta, aquela pela qual comecei a citar. Também citei o fato de ser severa demais consigo mesma.

    A questão não é demonstrar o público o arrependimento. Nós sambemos que Isabel está arrependida há muito tempo.

    A questão é que cada personagem tem suas próprias características.

  • Kicka- São Paulo diz: 21 de novembro de 2012

    Boa tarde queridos noveleiros

    Faço das palavras da Apaixonada as minhas, ontem até tentei assistir a novela, mas fiquei com tanta raiva dos autores não permitirem que o Albertinho tenha mais uma chance com a Isabel, que não consegui continuar, troquei de canal segundos depois.
    Neste ponto eu a Bel. A, estamos iguais, não ajusto mais meus compromissos pra estar livre para assistir a novela, agora quando quero assistir algo que perdi, entro no site da novela e também só assisto as cenas que me interessam. Ontem por exemplo assisti a cena do encontro do Alberto com a Isabel pelo site.
    Esse autor é muito garoto enxaqueca! (garoto enxaqueca= chato, do contra, gosta de contrariar).
    Eu nunca me deparei com um autor de novela tão resistente em mudar uma ideia, a impressão como foi dita acima é esta mesmo, parece que a novela já está toda escrita, até o último capítulo que o elenco só está gravando, é como se nada pudesse ser mudado.
    Como pode uma pessoa receber(porque não é possível que ele não saiba!) tantos apelos para desenvolver uma história entre dois de seus personagens principais e simplesmente ignorá-los, como se a novela não dependesse do público.
    Tô muito passada com esse autor.
    Já pensou se isso vira moda em outras novelas!?,
    O país simplesmente não vai assistir mais novela nenhuma, rss
    Eu sei que já disse isso várias vezes, mas não consigo entender, pra quê o criar um filho, dentro de um relacionamento inexistente?
    Meu receio é que ele faça o que a Glória Perez fez em Caminho das Indias com o Raj, ele acabou criando o filho da Maya com o Bahuan, e nem sequer soube que tinha um filho legítimo aqui no Brasil (achei isto um absurdo, na época).
    Ou pior o Albertinho saber que tem o filho e esse autor chatão do jeito que ele é, simplesmente não dar nenhuma chance para os dois se aproximarem.
    Agora que infelizmente o nosso desejo não será mais realizado, a única coisa que me prende parcialmente a esta novela é a curiosidade deste encontro entre pai e filho.
    Porque o resto infelizmente a gente já sabe como será!
    Isso é que é gostar de contrariar o público, passada com esses autores.
    Bjos no coração de todos vocês meus queridos.
    Ótima tarde!

  • Rita Porto Alegre diz: 21 de novembro de 2012

    Apaixonada, não pretendo “sumir”. Pode deixar…kkk
    Michele, gostei que agora, tu interages conosco, muito bom. Talvez tenha sido impressão, mas senti um pouco de decepção ao final do teu comentário.

    Ainda que essa personagem já estivesse sido relacionada antes, o público se interessou pelo que não estava previsto. Custava ser flexível?
    Ao contrário de alguns, torcia para que o Alberto mudasse e conquistasse o amor da Isabel, pois juntos, chamaram a atenção e me encantaram.

    Fica muito fraca e sem interesse a história por ser esse o caminho escolhido para a transformação que queríamos ver no janota. O que essa moça tem, para ser um obstáculo aos planos da Constância, para nos empolgar? É branca, provavelmente tem posses…
    Um gênio forte? Caráter firme? Abolicionista?Emancipada? Ou simplesmente porque ela, a Constância, decidiu que queria a Esther e pronto, como um filho que faz birra, por não ter seu desejo atendido?Por isso, ela vai se opor ao comportamento do filho e ao romance. Ah, faça-me um favor!

    Do jeito que andam as coisas, mais decepções virão. Vou na mesma linha de pensamento do Anjo Colorado, Apaixonada e da Michele. Será o Zé Maria o descobridor da existência do Elias, que já afeiçoado ao herói, que o criará como filho.
    Assim, não tiro a razão de quem não mais acompanhará essa trama, pois não há nada que nos surpreenda.
    Abraços noveleiros.

  • juju diz: 21 de novembro de 2012

    Bom já li ums comentarios mais não todos…
    Serio no meu ver a novela teria tudo para dar uma boa historia mas para mim esses autores estão mais perdido do que cego no tirotei…inicialmente a ideia seria os dois casal laura e edgar/ zé e isabel …mas acho que todos gostaram mais da historia albertinho e isabel ** que no meu vê seria uma historia muito mas emocionante**
    Agora como os autores viram que albertinho ganhou preferencia eles não sabem o que fazer… e como se eles tiressem tentando dar um jeito de jogar o personagens para baixo do tapete para as pessoas aceitarem mais o zé maria ( ele é um bom sujeito maa para mim a historia dos dois não cola e nem emociona ** pq já me apaixonei pelo albertinho e isabel que no meu ver tem mais trama para se desenrolar, sem falar que tem o elias que constancia esconde de isabel e albertinho).
    Sem falar que jogaram uma agua fria quando fizeram de laura uma mulher fraca que desistiu do edgar no primeiro abstaculo…para mim a entrada da cataria seria para abalar com certeza a relação do casal mais não na primeira tentativa…depois de tudo acabaram fazendo da catarina um personagem idiota sem graça.
    _ Eu achei essa passagem de tempo da novela de 6 anos absurda !!
    Sem serventia a não ser a volta da isabel rica só…achei tb muito sem sentido a ida de albertinho para o exercito essa parte não teve nada haver só teria sido legal se ele no minimo tivesse voltado mudado em alguna coisa …como eu disse esses autores estão perdidos no começo eu até tava gostando mas agora tá chata e sem graça .

  • Anjo Colorado – Zé diz: 21 de novembro de 2012

    Apaixonada e Bel A.

    Laura e Isabel são mulheres frente a seu tempo.

    Elas querem buscar a felicidade mesmo que pra isso tenham que desafiar o preconceito da sociedade da época em que vivem.

    Isabel é uma negra brasileira que conseguiu fortuna e fama na Europa e foi recebida naquela confeitaria célebre como uma grande dama, sob aplausos.

    Laura mora sozinha, trabalha mesmo que pra isso tenha que enfrentar o espectro de ser uma divorciada.

    Elas não são Penélopes esperando para serem salvas, mas heroínas que enfrentam tudo de cabeça erguida e determinação. Não estão esperando que seus homens a salvem. Estão lutando, cada uma a seu jeito, por um lugar ao Sol.

    Embora Laura esteja partindo do pressuposto errôneo que Edgar a traiu ela saiu de uma zona de conforto e optou pela independência pessoal mesmo com todo o estigma que aquilo significaria. Algo muito raro naquela época.

    As duas são mulheres a frente do seu tempo.

    Edgar sempre se mostra a favor de causas liberais enquanto Zé Maria luta contra as injustiças como foi nas Revoltas da Vacina e da Chibata.

    Outros homens a frente de seu tempo.

    Citaria também dentro desta linha o Guerra por seu o jornalismo sério, imparcial e investigativo, compromissado com a verdade.

    O problema é que vcs estão somente olhando pro lado do romance e dos amores. Aí realmente não tem muita novidade.

    É isso aí, Michele. Desde o início sempre ficou claro que o grande amor de Isabel era o Zé Maria. A questão é que o autor sem perceber criou uma grande expectativa ao inserir Albertinho na vida da musa negra.

    Zé Maria vai se afeiçoar a Elias, mas imagino o choque que que será ao descobrir que ele é filho do janota com a mulher que ama. Todavia esses laços afetivos serão determinantes.

    Creio que será assim: Zé Maria e Isabel criarão Elias, mas Albertinho será uma pai participativo junto com sua nova amada que o apoiará (mesmo se venha demonstrar contrariedade no início). Não vejo como possa ser diferente.

  • LUCK diz: 21 de novembro de 2012

    OLÁ GALERA.

    UMA SURPRESA SABER QUE ESSA PERSONAGEM JÁ ESTAVA NA SINOPSE. FIQUEI PENSANDO ONTEM, QUE O AUTOR NÃO QUERIA MUDAR O CURSO DA HISTÓRIA E PARA “ATENDER” AOS DESEJOS DE MUDANÇA POR PARTE DO ALBERTINHO, IMPROVISOU UMA GILDA.
    PORÉM AGORA, ACHO QUE ELE PODE TER MUDADO A PERSONALIDADE DA PERSONAGEM TORNANDO-A UM POUCO PARECIDA COM A DA ISABEL, POIS FORAM A BELEZA E A FIRMEZA DE CARÁTER QUE FIZERAM COM QUE O ALBERTINHO ADMIRASSE E SE APAIXONASSE POR ELA.
    SERÃO INEVITÁVEIS AS COMPARAÇÕES E TORNARÁ TUDO AINDA MAIS CHATO, POIS FOI JUSTAMENTE O ROMANCE DESSES DOIS QUE ME ATRAIU A LADO A LADO.
    TCHAU, GENTE!

  • Sônia diz: 21 de novembro de 2012

    Me perdoem, mas pra mim a novela já acabou. Acho que o autor tb não quis que Isabel ficasse com Albertinho pq o Rafael Cardoso foi protagonista de uma novela muito recente: AVDG. Deve ter sido combinado, a vez agora é do Lázaro Ramos. Muitas incoerências na trama. Realmente acho sem noção nessa novela a existência do Elias (que, pra mim, não parece ter 6 anos rsrs). Um filho que não precisava ter nascido. Só o fato de Zé Maria saber que foi traído já seria o suficiente pra separar os dois ( o autor fez dele uma personagem machista). Não era necessário ter juntado Albertinho com Isabel no início da novela. Fez uma parcela de telespectadores gostar dos dois juntos pra quê? Pra nada! O autor não mudou o caráter dele ao longo dos anos, continuou um menino bobão e sem função na novela (o problema não é o Albertinho, o problema é quem escreve a história do Albertinho, gente). Mas o autor lembrou que ele não pode ficar sozinho, né? Isabel? Não! Uma tentativa de Isabel? Sim!! Tão bonitinho, né? Isabel ficou diferente tb.Mal chegou e já foi logo se deitando com Zé Maria (mas ela garantiu que não foi criada desse jeito qdo foi pra cama com o Albertinho!! Ih, esqueceu tudo o que o pai ensinou? Foram 6 anos, acho que dá pra esquecer, né? (deixa o Seu Afonso descobrir isso…não, não. O Zé Maria é o herói, com ele pode ter tudo liberado logo de cara!!). É muito fogo reprimido.Esqueci que as cenas de paixão entre eles encantam a todos. Dá pra perceber a sintonia do casal nitidamente…muito choro, um pensa no outro, chora mais um pouquinho, fica com raiva, sente saudades, se arrepende, pensa mais um pouquinho, chora mais um pouco…ui, fiquei até com sono! Zé Maria não precisa fazer nenhum esforço pra conquistar Isabel, ela já se atira logo no colo dele desde o início da novela (foi o Zé quem beijou a Isabel na confeitaria, né? Nãããããão?) Pelo menos o Albertinho teve iniciativa, convenceu e conseguiu conquistar a mulher. Não estou falando de sexo. Estou falando sobre a ousadia que ele teve de conseguir cativar a Isabel. Isso foi legal. Não existe nada mais que me prenda a atenção nessa novela. Tudo muito previsível. Sei lá, pra mim acabou. Vou deixar Lado a Lado de lado. rsrs

  • Carlos diz: 21 de novembro de 2012

    Fico até mal de ficar feliz com a noticia vendo tanta gente mal por ela. Acho que provavelmente o autor deve se guir essa linha mesmo do Zé e elias indo ficando amigos até os laços se estreita e não duvido nada dele dar a noticia que o filho dela está vivo e acredito que vai ser um escandalo para a época. Esse autor fala demais e isso atrapalha kkkkk ele não pode falar o final de uma novela por correr o risco de perder a audiência da outra parte . Acho muito cedo ainda para julgar o que as personagens vão fazer , já que foi nessa segunda fase que a laura se tornou independente e a Isabel conseguiu um maior espaço perante a sociedade. Obs: “Zémaristas” é muito feio esse nome para torcida

  • Martha Santos diz: 21 de novembro de 2012

    Amigos!! Eu disse que faria boicote a lado a lado, mas hoje sai desesperada do trabalho para não perder a cena de Isabel linda e chique desprezando o coitado do Albertinho que ficou totalmente deslumbrado com a bela mulata. Foi demais!!! Sei que o autor não vai mudar de ideia e Albertinho não vai ter nenhuma chance com Isabel, mais continuo achando uma grande pena. Espero pelo menos que ele consiga ter o amor do filho.

  • Carlos diz: 22 de novembro de 2012

    Martha Santos kkkkkkkkkkkkkkk não tem para onde correr apesar de tudo lado a lado é a melhor novela atualmente.Na maioria das vezes assisto ela no ônibus brigando para pegar e quando chego em casa dou uma olhada nós videos

  • Bel A. diz: 23 de novembro de 2012

    Claudia, eu também me preocupo mais com o meio do que com o fim, mas LaL tem um meio pouco instigante. Concordo que a novela parece ter uma sinopse já acabada, mas não acho isso de todo ruim, pois novela muito aberta acaba virando uma bagunça -depois, nem o autor lembra do que escreveu no início.

    O problema é o meio. AVDG também tinha uma sinopse pronta e conhecida pelo fandom, mas as pessoas queriam saber como aquilo seria contado, como a autora resolveria os imbróglios e como terminaria. Agora, poderíamos estar imaginado como se daria o envolvimento de Gilda e Albertinho, como ele esqueceria a Isabel e como ficaria a situação do filho dele com ambas, mas não, vai ser exatamente a mesma história que vimos dois meses atrás – com uma Isabel de cabelo liso – e como se nada tivesse acontecido antes. É tudo previsível demais.

    Apaixonada, eu imaginei que a Isabel seria uma Dorleac e a Laura uma feminista/sufragista como a Catarina de O Cravo e a Rosa. Me enganei redondamente kkkkk

    Kicka, não vejo como Albertinho não saber do filho, pois é a Constância que cria o guri e a Laura é irmã dele – e ela não esconderia isso do irmão. Mas do jeito que autor é, é capaz do Albertinho nem querer ver o filho, já que ele estará com a Gilda, deixando o caminho livre para Zé e Isabel formarem uma família com o piá como se nada tivesse acontecido. Acho que o Albertinho só serviu para ser um reprodutor para a Isabel na história.

    Anjo, não vejo a questão apenas como características de personagens, mas como moral. O por quê de um homem achar que tal atitude está certo e uma mulher que cometeu a mesma atitude achar que está errada. O autor poderia questionar o por quê de naquela época (só naquela época?) haver essa diferença de julgamentos, mas ele não fez; mostrou simplesmente como se fosse algo natural – e moral é social, não natural. Enfim, eu realmente não espero que entendas o motivo pelo qual eu me incomodo com isso.

    Quanto a Laura e Isabel serem mulheres à frente de seu tempo por buscarem a felicidade, não vejo assim. Se fosse por isso, a conservadora Constância também seria uma mulher à frente do seu tempo, pois todas as locurices que ela faz é visando aquilo que ela considera a felicidade de sua família.

    Isabel é forte como muitas mulheres sempre foram, como a Constância também é, mas é tão conservadora quanto a “sogra”. Destoa das demais porque fez fortuna com o trabalho, mas não é tão revolucionária para a época assim. Ainda admiro a personagem, mas está muito aquém do eu esperava nesse sentido.

    O mesmo vale para Laura, que de todas é a única que realmente pensa sobre seu lugar no mundo e questiona alguma coisa ali, mas essas reflexões eram mais comuns no início. Mesmo o divórcio dela se deu mais por orgulho ferido do que por idealismo. Compreendo bem a atitude dela, sei como orgulho dói, mas eu também esperava mais dela.

    “Obs: “Zémaristas” é muito feio esse nome para torcida”

    Carlos, que tal Zébel ou Isamar? kkkkkkkkkk
    Concordo contigo que, apesar dos pesares, LaL é a única novela “assistível” da Globo atualmente.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 24 de novembro de 2012

    Sônia… Não tem nada demais Isabel ter deitado com Zé Maria logo de cara. Aliás… Tô louco pra ver essa cena, pois ainda não aconteceu desde que a dançarina voltou ao Brasil.

    Tu tens que se lembrar que durante o noivado Isabel não foi pra cama com Zé Maria. Ela se deitou com Albertinho quando acreditava que havia sido abandonada.

    O janota acabou sendo o único homem com que ela foi pra cama coisa que se arrepende até hoje, 24/11.

    Essa será a primeira vez que ela fará isso com homem que ela ama de verdade. Não estou vendo o que é censurável nisto.

    E Isabel não caiu no colo de Zé Maria.

    Tanto ele quanto Albertinho conheceram a linda mulata na mesma noite de Carnaval e ambos receberam um tremendo fora.

    A diferença é que Albertinho estava no grupo de rapazes que tentou abusar dela enquanto o capoeira arrebentou a cara dos desgraçados pra impedir que isso acontecesse. Mesmo tendo sido um heroí não houve moleza por parte de Isabel.

    Zé Maria teve que correr muito atrás dela e esconder o fato que era um capoeira, pois sua amada tinha preconceito contra os praticantes desta arte marcial.

    Cair no colo? Nada disto.

    Albertinho a conheceu naquela noite e nunca mais a procurou. A encontrou novamente na condição de noiva abandonada.

    Só aí investiu, mas no começo era só pra dar uma transadinha mesmo ao contrário de Zé Maria que sempre a levou a sério.

  • ALINE diz: 29 de novembro de 2012

    ñ sei pq essa revolta toda, como podem torçer para albetinhoe isabel de pois de tudo que ele fez com ela, ele é um pau mandado da mãe o zé ñ é um homem indepedente lutador batalhado o albertinho é um canalha e esses atores ja esta na hora de jutntarem novamente laura e edgar a quimica sai pela a tv rsrs

  • Luis diz: 1 de dezembro de 2012

    quero Albertinho e Isabel formam um belo casal, Zé Maria não tem quimica com ela não. Deveriam colocar uma nova atriz pra Zé maria para dar enfase a trama , pois a novela gira em torno de Isabel, Albertinho, Laura e Edgar. vampos torcer não tem nescessidade de outra aparecer na novela Esther ja basta e não balançou Albertinho.

  • manuela diz: 8 de dezembro de 2012

    serio hoje foi o ultimo episodio de lado a lado que assisitr pq ainda tinha esperança que o autor ouvisse o que a maioria quer o albertinho e isabel juntos,mas depois de ler o resumo dos proximos capitulos desanimeiii,na boa essa novela tinha tudo pra dar certo,atores maravilhosos,mas infelismente na minha opinião a historia está indo para o lado errado,não vou dar a minha audiencia mais….seriooo revoltadaaaaaaaaaaaaa ¬¬

Envie seu Comentário