Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Lado a Lado: Laura é demitida após divórcio ser revelado no jornal

05 de dezembro de 2012 10

Bem que Catarina (Alessandra Negrini) jurou destruir a rival Laura (Marjorie Estiano). De quebra, ela também dá uma lição na megera Constância (Patrícia Pillar).

O plano da cantora dá certo e o divórcio de Laura sai estampado no jornal. O escândalo logo prejudica a vida profissional da professora.

No colégio, a Madre Superiora mostra o jornal a Laura e cobra explicações. A jovem tenta se defender, mas é ofendida pela diretora:

- Eu confiei em você! Você manchou a imagem do meu colégio!

Laura perde o emprego e fica sem saber o que fazer, agora que sua reputação está manchada.

E Catarina, depois de aprontar tanto, não vai receber nenhuma lição? Agora que se uniu a Fernando (Caio Blat), a vilã está ainda mais perigosa…

As cenas vão ao ar nesta quinta-feira, de acordo com o site da novela.

>>> O Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (10)

  • m_sinistra diz: 5 de dezembro de 2012

    Queridas Noveleiras e Noveleiros
    Eu só quero ver quando desmascarar os dois
    Vc sabe que a corda sempre arrebenta do lado mais fraco.
    E ali não tem nenhum lado forte uma prensa no jornalista e ele conta tudo ai vai suja para o lado do Fernando e da Catarina

  • Anjo Colorado – Zé diz: 5 de dezembro de 2012

    O Rio de Janeiro já era uma metróple e a capital do Brasil. Vários assuntos de ordem política acontecendo no país e no mundo, mas o que estampa as páginas de um jornal é um divórcio.

    Claro que mesmo hoje isto seria até matéria em alguma coluna de fofocas, mas virar manchete??? A principal notícia????

  • cat diz: 5 de dezembro de 2012

    caro anjo colorado, até entende virar manchete…pensa em 1910, que mulher tinha coragem pra se divorciar e virar um pária na sociedade….óbvio que esa notícia seria manchete…afinal as familias de bem deveriam saber quem é essa mulher que se atreveu a tamanha faceta e ficar longe dela.

    finalmente o divórcio…achei muito enrolado pra ter esse escandalo…foram quase 1o capitulos nessa enrolação…mas agora vamos ver como será abordado…espero que Marjorie arrase como sempre, e mostre o que significava ser uma mulher divorciada naquela época…
    aguardando ansiosa essas cenas..

    m_sinistra: somos duas….não aguento mais ver a Catarina se dar bem o tempo todo, principalmente ver o edgar como um verdadeiro idiota nas mãos dela…cansei disso

  • Rafael diz: 5 de dezembro de 2012

    Boa novela, péssima trilha sonora. Além de não estar de acordo com a época, ainda as músicas e as interpretrações são muito ruins.

  • Claudia diz: 5 de dezembro de 2012

    Anjo Colorado,

    Acho que a filha de um senador e de uma ex-baronesa que ainda se apresentava como tal, de uma família rica e conceituada se divorciar naquela época seria sim matéria de destaque no jornal. Certamente interessaria mais à sociedade do que qualquer relevante problema social.

    Acho ótimo, agora vai ter um movimento na novela. A Laura vai finalmetne assumir sua posição de feminista e lutar contra o preconceito. Até agora ela estava separada só para a família, pois o emprego ela conseguiu fingindo ser solteira. Preferia que ela tivesse encarado a madre e contado, assumido, mas pena que não foi assim…

    Lembro quando a madre perguntou a ela como uma moça tão bonita não tinha marido e ela desconversou. Realmente ela enganou o colégio para ser professora, o que não combina com o caráter que a personagem demonstra. Claro que ela estava tentando evitar as dificuldades, o preconceito, mas o objetivo da personagem é esse, mostrar a dificuldade de uma mulher divorciada naquela época. Então, finalmente, vai começar!

  • m_sinistra diz: 5 de dezembro de 2012

    Querida Cat
    Minha tIia falou que geralmente pessoa muito calma como o Assunção quando se enfurecem sai de baixo;

  • Apaixonada diz: 5 de dezembro de 2012

    Oi galera!!!

    Anjo Colorado, com certeza seria manchete. Lembre-se que é uma época em que noticias políticas só em jornais como o do Guerra. Era tudo muito escondido, não tinha a liberdade de imprensa de hoje. Lembra quando o Bonifácio mandou fechar o jornal do Guerra. Sem falar que o que pesa aí é que a Laura é filha de um senador. Se hoje fofocas desse tipo vira manchete em grandes revistas Veja, Época… imagina naquela época. Seria o mesmo se uma filha de senador ou ministro hoje saísse nua desfilando pela rua, seria manchete na certa.

    Claúdia, eu também estava ansiosa para esse assunto chegar logo.
    A Laura já sabia o que iria enfrentar, ela só tentou adiar um pouco. Se ela falasse para madre que era divorciada ela não estaria trabalhando. Então ela usou aquela velha tática não mentiu… ela realmente estava solteira, afinal era divorciada.

    Abraço galera. Começando cursinho amanhã, vou realmente vir menos aqui. Mas estarei por aqui.

    Michele, você não consegue entrar em contato com a Rita Porto Alegre por email? Estou preocupada de verdade com ela.

    Abraço galera!!!!!

  • Anjo Colorado – Zé diz: 6 de dezembro de 2012

    Bem, a Revolta da Chibata aconteceu em 22 a 26 de novembro de 1910, então vamos ver o que poderia ter sido manchete de jornal por aquele período.

    2 de dezembro: foram expulsos oito marinheiros do navio Minas Gerais, entre eles o assassino de Batistas das Neves, João José do Nascimento, e oito marinheiros do navio São Paulo.

    4 de dezembro: quatro marujos foram presos, sob a acusação de conspiração contra o governo ainda relacionado a Revolta da Chibata.

    6 de dezembro: Promulgado o Decreto de Brito Camacho reconhecendo o direito à greve e ao lock-out em Portugal.

    6 de dezembro: José Canalejas y Méndez substitui Segismundo Moret y Prendergast como presidente do governo de Espanha.

    6 de dezembro: O Marechal Hermes Rodrigues da Fonseca substitui Nilo Peçanha na presidência do Brasil.

    8 de dezembro: O Benfica conquista, pela primeira vez, o Campeonato Distrital de Lisboa.

    9 de dezembro: mortes no cruzador Rio Grande do Sul por prender a ferros um marujo negro. Houve consequências trágicas que levaram a uma intervenção violenta do governo por meio do exército.

    10 de dezembro: O Governo aprovava no Senado Federal o estado de sítio (lei marcial que permite julgamentos sumários, prisões, etc).

    11 de dezembro: Morre o matemático Jules Tannery (descobridor de uma superfície de quarta ordem na qual todas as linhas geodésicas são algébricas).

    Nada disto merece mais destaque em um jornal que o divórcio da filha de um senador? Não digo deixar de ser notícia, mas sobre virar manchete, o assunto principal.

  • m_sinistra diz: 6 de dezembro de 2012

    Querida Apaixonada
    Mais o jornalista Osvaldo não sei se e esse o nome do personagem e sensacionalista mais ele anda vai quebra a cara
    Eu acho que ele, o fernando e a catarina estão subestimando o assunção

  • BelA. diz: 6 de dezembro de 2012

    Eu também não aguento mais a Catarina sempre se dando bem, e o banana do Edgar nunca percebendo as armações dela. Justo ele, que era tão perspicaz no início, virou um retardado depois que a Catarina apareceu.

    Pelo menos, talvez isso ajude a dar uma movimentada na história da Laura. O núcleo da família dela é o único que estou vendo atualmente, estou gostando muito da Constância.

    Não é que esteja torcendo para que a baronesa se dê bem – muito pelo contrário, estou torcendo para ver quando as armações dela vierem à tona -, mas porque ela tem se mostrado cada vez mais interessante, mais humana, além da Pilar estar ótima na novela.

    Constância é uma personagem que, por mais que odiemos e discordemos das coisas que ela faz, podemos entender o que a motiva a ser assim. Ela não é só uma psicopata que faz maldades por fazer, como tantas que vemos nas novelas.

    Acredito que a história de ascensão e queda da baronesa pode ser muito interessante, pelo menos potencial para isso tem: tem história, uma boa personagem e uma ótima atriz.

Envie seu Comentário