Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Lado a Lado: Isabel é presa por atentado ao pudor

20 de dezembro de 2012 37

O mês de janeiro promete ser quente em Lado a Lado. Depois que Isabel (Camila Pitanga) descobrir que seu filho está vivo e que foi enganada por Constância (Patrícia Pillar), a rivalidade entre as duas só vai aumentar.

Nesse meio tempo, a temporada de dança de Isabel no Teatro Alheira se torna um grande sucesso, tanto que a moça é convidada a se apresentar em um evento beneficente da alta sociedade carioca. Segundo o blog Telinha, ao avistar Constância na plateia, ela resolve desmascarar a Baronesa diante de todos:

- Se não fosse por Dona Constância, eu estaria agora com meu filho nos braços. Ela roubou a criança quando nasceu, me fez acreditar que o meu bebê estava morto pra esconder que tem um neto mestiço e ilegítimo. Uma salva de palmas pra ela.

Vaiada pela plateia, Constância sai do teatro com mais ódio ainda de Isabel e promete vingança. A vilã pressiona Praxedes (Guilherme Piva), e quando Isabel vai denunciar a Baronesa, o delegado decreta:

- A senhorita é que foi denunciada. E, antes que me pergunte, por atentado ao pudor. Artigo 282: ofender os bons costumes com ações impudicas, atos ou gestos obscenos.

Assim, a mocinha vai parar na cadeia por atentado ao pudor. E agora, Isabel?

>>> O Noveleiros também tem um espaço no Facebook. Clique aqui, curta, compartilhe e comente.

Bookmark and Share

Comentários (37)

  • Rita Porto Alegre diz: 20 de dezembro de 2012

    Gente, sinceramente não me agrada esse lado “violento” e agressivo da Isabel. Que exagero!
    Vai ordenar espancamento, agora ridicularizar em público…
    Tudo bem, a Constância foi uma peste, aliás é uma peste, como agiu realmente foi deplorável, e egoísta todavia, a Isabel da 1ª fase, aquela por quem me encantei, se defenderia e exporia seus ressentimentos de forma mais comedida e inteligente.
    Partir para vingança, a pancadaria, a baixaria só vai igualá-la a baronesa e é uma tentativa desesperada do autor em levantar a audiência, como bem lembrou alguém. (não lembro o nome, perdão).

  • Rufus Andadre diz: 20 de dezembro de 2012

    Mas isso eh contravencao e nao tem pena de prisao.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 20 de dezembro de 2012

    Na primeira fase da novela ela não sabia que a morte de seu filho era uma farsa… Talvez por isso esse lado violento nunca tenha aparecido. imagino quantas mães não fariam igual.

  • m_sinistra diz: 20 de dezembro de 2012

    há não a novela até agora estáva boa mais a Isabel precisava humilha a Constância ela sabia muito bem o que a cobra era capaz mais essa novela está saindo do eixo Isabel não precisava ser presa quem merecia era a constância agora o pai da Laura tem que toma alguma atitude e o albetinho também

  • Apaixonada diz: 20 de dezembro de 2012

    Rita minha amiga discordo de você!

    A surra vai ser pouco, até porque as cenas dessa novela são bem menos empolgantes do que os títulos e resumos e a forma como ela desmascarou a Constância foi muito inteligente sim.
    Só não consegui entender porque ela demorou tanto para denunciar, provavelmente por consideração à Laura.

  • Andréia diz: 20 de dezembro de 2012

    ANTES DE MAIS NADA, DEIXO BEM CLARO,NUNCA gritei, xinguei, humilhei, destratei, bati ou violentei alguém. Pratico a política do deixa disso, deixa pra lá, entra em um ouvido e sai pelo outro e etc… Porém, como mulher e mãe jamais permitirei qualquer tipo de violência (física ou psicológica) contra um filho meu. Sou capaz de TUDO e muito mais caso alguém faça maldades contra eles. Sem dó e nem piedade. Pois, meus filhos são minha vida e sem eles…Estou com a Isabel!

  • m_sinistra diz: 20 de dezembro de 2012

    Querida Andeia
    Eu só quero ver os dois bananas fazer alguma coisa Para ajudar a Isabel Eu estou me referindo ao pai da Laura e o Albetinho o pai da Laura devia fazer alguma coisa com a constância

  • Beatriz diz: 21 de dezembro de 2012

    Nesse capítulo (a da foto do post) a Isabel é aplaudida, Zé não aguenta e vai embora… Como hoje entrei de férias! (até dia 7 de janeiro), estou com uma muita preguiça de escrever… Então vou copiar e colar o que eu escrevi no post ” Albertinho beija Gilda e deixa Constância indignada “. Se parecer estranho, esse comentário tem respostas para: Anjo Colorado, Apaixonada, Regiane, Cíntia e M_sinistra! Também esse tem menos respostas e fica mais fácil para todo mundo ler.

    Obrigada Anjo Colorado,Apaixonada e Regiane! Quem me dera virar autora de novela Cintia! Acho que não tenho cabeça para tal! Corrigindo o outro comentário, a novela era Viver a Vida e não Páginas da Vida [vergonha]!

    É verdade Apaixonada – eu queria realmente que o Albertinho ficasse com a Isabel, que a Gilda não passasse de uma aposta, meu coração não a quer aceitar de jeito nenhum. O autor pisou na bola por: como uma pessoa pode passar seis anos na escola de oficiais do exército e volta pior do que estava? Quanto mais ele zoa com o personagem do Rafael Cardoso, mais eu gosto dele!

    Aguinaldo Silva mudou “Duas Caras”, por conta de UM BEIJO. Porque os autores não podem fazer o mesmo com os personagens da Isabel e o Albertinho? Uma coisa que me deixou intrigada é que a revisão dos textos é feita pelo GILBERTO BRAGA… Podemos passar dias sem assistir e quando voltamos a sensação é que nada mudou. Ele estragou Insensato Coração, tem que estragar Lado a Lado também?

    Como o Anjo disse se a gente for analisar a história dela com o Zé, realmente é linda. Mas é só isso, não tem química, não tem energia, não tem paixão! Sinto que os dois estão lendo o texto e nada mais. Não tem aquela faísca toda que a gente percebe quando a Camila e o Rafael estão contracenando [me corrijam se eu estiver ficando louca].

    A novela pelo que entendi, mostra a LUTA DA MINORIA! De um casal que teve o casamento arranjado pelos pais, apaixonaram, separaram-se. A luta da mulher pra ser inserida no mercado de trabalho (coisa que acontece até hoje), do preconceito que ela sofre por ser divorciada, do negro pra ser inserido na sociedade após a abolição [Lei Áurea só abolia a escravidão e não garantiu nenhum direto ao negro, exemplo, exercer a cidadania].

    M_sinistra, eu concordo que a Isabel tem uma história de amor com o Zé [que o autor disse que é uma epopeia, mas já se tornou uma chatice a meu ver]. É nessa brecha que eu descrevi acima, que eu acho que a história da Isabel/ Albertinho poderia ser aproveitada de melhor maneira. A Isabel representa tudo o que a Constância abomina: 1) ela é mulata/negra; 2) filha de escravos (com a abolição, a Constância perdeu influência, dinheiro e o TÍTULO); 3) É de origem humilde, mas subiu na vida; 4) Engravidou do janota; 5) Isabel e Constância se odeiam. (Isabel sabe se impor e bater de frente com ela).
    Também temos, como ele seria visto pelos pais, amigos, ao assumir a Isabel? Seria apontado como louco nas ruas por contrariar a sociedade? Seria proibido de entrar em determinados lugares? Os “amigos” cortariam contato? As portas se fechariam para ele? Quais seriam as dificuldades que eles enfrentariam no caminho para poderem ficar juntos e quem sabe, criando o Elias? Ainda temos o lado da Constância e do marido. O Dr. Assunção que agora tem carreira política poderia muito bem usar o relacionamento do filho a favor dele… A Constância gosta de poder, e ela daria um jeitinho e com isso, quem sabe o marido não pudesse se eleger presidente da república??! Isso é mais do que pano pra manga minha gente! Pena que o s autores não enxergam. Não queria que ocorressem mudanças bruscas nos personagens, como se eles se apaixonassem do nada. Laura e Edgar se casaram sem amor, mas foram se apaixonando aos poucos. Poderia acontecer com os dois como pequenos gestos, galanteios por parte dele (e quem sabe por parte dela também. Afinal ela não é uma mulher à frente do seu tempo????) São N possibilidades que os autores poderiam explorar e não o fazem.

    Outra coisa, os autores tem que perceber que eles não escrevem o folhetim para si, e sim para o telespectador. A queda na audiência não é só por conta do horário de verão, mas vem acontecendo coisas que infelizmente não tem encantado e agradado ao público. Com isso as pessoas vão se cansando, tomando raiva, e chegam a fazer que nem eu: BOICOTE. Enquanto não melhorar, não vou assistir. Infelizmente essa é a realidade.
    Beijos e boa sexta-feira pra todos!

  • Rita Porto Alegre diz: 21 de dezembro de 2012

    Olá, noveleiros.

    Fui no blog da Patrícia Kogut e uma das notícias é que Lado a Lado, registrou uma das piores audiências ontem (quinta feira). 13 pontos!

    Será que é por causa do Natal, férias, calor, horário de verão? Óbvio que não.
    Uma trama quando agrada, esses fatores não interferem em n ada.

    Isso é reflexo das insatisfações demonstradas aqui. Um desperdício de muitos talentos.
    Não estou suportando assistir os desentendimentos da Isabel com o Zé Maria e depois eles fazerem as pazes. CAN-SA-TI-VO.

    Apaixonada, tudo bem discordar. Estamos aqui para isso. Afinal não somos programados para ter uma mesma linha de pensamento.

    Enfim noveleiros, desejo um ótimo final de semana a todos, e um FELIZ NATAL! Boa ceia.
    Até semana que vem, beijos.

  • Kicka- São Paulo diz: 21 de dezembro de 2012

    Boa noite queridos!
    Eu entrei no blog todos estes dias e me deliciei com os comentários de todos vocês.
    Só não me manifestei pois com essa correria de final de ano, perdi muitos capítulos da novela achei melhor me atualizar pelo site para depois comentar alguma coisa.
    Mas enfim, não tiro a razão da Isabel na atitude que ela tomará com a Constância ou com as irmãs “metralhas” (Berenice e Zenaide), rss
    Mas assim como a Rita, não acho que isto seja a cara da Isabel, acho uma atitude muito diferente da atitude que ela tomaria por exemplo, se alguma coisa da antiga Isabel ainda tivesse restado nela.
    Acredito que a surra na Constância e a pimenta nos olhos das outras duas, já seriam o suficiente, no mais uma denúncia de sequestro e cárcere privado a polícia, iria cuidar da ex baronesa, mais cedo ou mais tarde, e a Isabel poderia se concentrar no que realmente interessa: A conquista do amor do seu fiho.
    Até porque, mesmo que maltratado, o sentimento filial que o Elias tem pela Zenaide (mesmo ela sendo uma peste) não vai desaparecer da noite pro dia, e esta descoberta vai abalar demais o menino, porque querendo ou não, maior vítima desta situação foi ele.
    Quanto ao meu querido Alberto (porque eu adoro ele mesmo, e ponto) mais uma vez vai ser sacaneado pelos autores, porque a Laura, (isso eu achei o cúmulo), a Laura vai participar da descoberta do garoto, ou seja a tia do garoto, não o pai do garoto, nem esse privilégio os autores darão para o Alberto, que tem mais direitos de conhecer o filho do que o Zé, porque afinal, bem ou mal, ele é o pai, o direito primordial sobre o Elias além de ser da Isabel, também é dele!
    Mas isto não vai acontecer, porque o Alberto que mora na mansão e tem todas as condições possíveis e imagináveis de descobrir sobre o a existência do Elias não vai nem desconfiar, enquanto a Laura, que mora com a Isabel, é que vai ajudar a descobrir sobre a existência da criança (nem um pouco incoerente, imagina!).
    Os autores poderiam ser um pouco mais inteligentes e aproveitar esta oportunidade para que o Alberto se aproximasse do filho, eu particularmente duvído, depois de tudo o que já vimos, que o Alberto terá uma convivência com o Elias, no mínimo vai conhecer e, trocar algumas palavras de vez em quando, mas nada muito profundo como queremos porque tem o agravante Isabel e Zé Maria entre os dois, o garoto adora o Zé, e esta adoração pode ser mais um empecilho pro Alberto chegar ao coração do filho, e como se só isto não bastasse, essa raiva irracional que a ressentida, presa ao passado da Isabel tem dele (como se ela fosse uma inocente, desinformada quando foi pra cama facinho, facinho com ele) não vai facilitar coisa alguma coisa nessa aproximação, até porque antes ela já deixou bem claro que não queria o Alberto perto do filho de jeito nenhum.
    Acho que o Alberto vai ser só mais um coadjuvante na vida do filho, para que o Zé possa ser “estrela” principal na vida garoto.
    O Zé Maria merece sim, achar um trabalho digno, do qual ele se orgulhe e se sinta digno da Isabel.
    Agora realmente, se o Zé Maria ficar rico seja de que forma for, na minha opinião, vai ser apelativo, e além de ser absurdamente clichê, mesmo com essa falta total de criatividade que esses autores tem, até pra eles seria apelação demais.
    Bjos no coração de todos
    Ótimo final de semana queridos.

  • m_sinistra diz: 21 de dezembro de 2012

    Querida Beatriz
    Agora eu só quero saber se os dois bananas vai fica ali pasmos com a recelação da Isabel ou vai toma alguma atitude

  • m_sinistra diz: 21 de dezembro de 2012

    Laura (Marjorie Estiano) aparece de surpresa na casa de Edgar (Thiago Fragoso) e, quando ele abre a porta, beija e abraça o ex-marido. Ele fica surpreso,

    mas feliz em vê-la. Laura explica que foi até lá para contar tudo o que está passando. Ela fala do jantar de aniversário do pai e de como foi deixada de fora. Na vida profissional, as coisas também não andam nada fáceis. “Não consegui emprego em nenhuma escola. Mandei uma carta com as minhas qualificações, dizendo quem eu sou. Eu não queria mais esconder, nem mentir, Edgar. Ninguém quer uma professora divorciada”, desabafa.
    Incomodado, Edgar diz que tudo isso já era esperado e que ela não precisava passar por essa situação. “Nada disso precisava estar acontecendo. A gente sempre se amou, podia estar junto esse tempo todo”, afirma o advogado. Laura reage com raiva e Edgar diz que não quer brigar mais uma vez. Mais calma, ela confessa que queria apenas vê-lo. “Tá bom. Você já me viu, me beijou, conversou. E agora, vai embora?”, pergunta Edgar, provocando. A professora se adianta e beija Edgar de novo. A cena vai ao ar a partir de sábado, 22/12.

  • Apaixonada diz: 21 de dezembro de 2012

    Rita, é impressão minha ou você ficou chateada? Não foi minha intenção querida. Eu só acho as reações de Isabel bem plausível com a gravidade do acontecido. O que Constância fez foi gravíssimo! Feliz Natal para você também. Todas as bençãos para sua família!

    Krika: ” Quanto ao meu querido Alberto ( porque eu adoro ele mesmo e pronto!” Adorei esse seu comentário. Tamo juntas e misturadas, ele é meu xodó também!!!
    Só não queria que ele envolvesse com o Fernando para fazer coisa errada, é uma pena.
    Ainda estou confiando que ele será mais uma vitima, foi o que Caio Blat falou no Kogut que o Fernando puxaria o tapete do Alberto ( vou tentar chamá-lo assim também igual a a Gilda) kkk

    Amo as cenas de Laura e Edgar, mas já está tão sem sentido os dois não ficarem juntos. Eu te amo e sei que você me ama.. mas… Ahhh!!!! A Catarina tem razão de aprontar, já está um saquinho isso.

    Não vou desejar feliz natal para todo mundo porque volto antes!!! kkk

    Falta um minuto para terminar o dia 21. Se o mundo não acabar… eu volto!!! kkk

    Abraço galera!!!!

  • Beatriz diz: 22 de dezembro de 2012

    M_sinistra sinceramente eu não sei!
    Quanto ao Zé, eu já cansei, não aguento mais vê-lo com a Isabel. Queria que o Albertinho se rebelasse contra a mãe e tentasse ficar com a Isabel, sei lá. Em um dos capítulos, em uma conversa com o Humberto, ele diz que deveria se sentir feliz/aliviado pelo bebê ter nascido morto, mas não estava… A história dele com a Isabel seria muito melhor… E o público também acha. Mas é uma pena os autores não colocarem os dois juntos mais. :S

  • m_sinistra diz: 22 de dezembro de 2012

    Vc que ver que e a laura que vai ajudar a Isabel de novo com essa acusação da constãncia a escrever para O jornal do Guerra porque a laura vai comerça a escrever para o Jornal usando um pseudônimo masculino.

  • m_sinistra diz: 22 de dezembro de 2012

    Queridas e Queridos Noveleiros
    Da uma lida no que eu encontrei no site de novela

    Que tipo de relacionamento pode acontecer entre uma solteirona estabanada e um solteirão convíto? Talvez uma linda história de amor, como a que está nascendo entre Celinha (Isabela Garcia) e Guerra (Emílio de Mello).Na novela Lado a Lado, a solteirona Celinha nunca desistiu de um dia ser feliz com sua metade da laranja.

    E parece que esse dia chegou quando conheceu Carlos Guerra, um jornalista que se orgulha, ou pelo menos se orgulhava, por sempre ter conseguido escapar nas ciladas de um coração apaixonado.

    Para Isabela Garcia, Celinha é uma pessoa de bem com a vida, mesmo tendo passado por experiências desastrosas: “Ela nunca perdeu as esperanças. Ela conta as histórias sobre o que deu errado com seus pretendentes. Era uma toalha que queimava, ou o suco que caía no colo do rapaz… Sempre tinha um problema que fazia com que eles desistissem”.

    Com o Guerra Isabela acha que vai dar certo porque ele é diferente:”O Guerra acha fofo essa coisa de ela ser estabanada. Ele tem maturidade para aceitar isso dela”.
    Para Emílio de Mello, essa novidade pode mudar o modo de como Guerra vê o amor: “Acho super legal ter essa oportunidade de acontecer o amor com ele, que é muito pragmático e racional e sempre colocou a razão acima do coração”.

    Emílio está na torcida pelo sucesso do amor entre Guerra e Celinha: “Como ele é amigo do Edgar, sempre ouve seus desabafos em relação a Laura, e sempre desdenha das lamúrias do amigo porque acha o amor uma perda de tempo. Talvez isso mude um pouco. Agora é ele quem que está apaixonado”.

  • Claudia diz: 22 de dezembro de 2012

    Claro que a prisão é uma maldade com a Isabel, depois de tudo que ela passou ainda mais essa humilhação.
    Agora, não podemos negar que esse vestido, para a época, realmente é muito indecente. As mulheres sequer estavam na fase de mostrar a canela, imaginem o escândalo de mostrar as coxas. Acredito que dentro do contexto a prisão se justifica, ressaltando que não acho que a Isabel merecesse passar por isso. Mas mocinha sofredora é assim, sofre, sofre e sofre mais um pouco.

    Quanto aos comentários que li sobre o Zé Maria ficar rico também, acho que isso seria forçar demais a barra. Ou ele aceita ela diferente, rica e vivida ou não. A ideia de que ele precisa estar em pé de igualdade financeiramente para dar certo não me agrada. E sejamos realistas, uma bela mulher dançando sempre agrada, se fosse só para representar a cultura negra poderia ser a tia Jurema, o fato de ser bela influencia muito.

    Um montem de homens jogando capoeira atrairia quem? Os homens da época que coordenavam as famílias não gostariam de ver até porque julgavam os capoeiras como criminosos e jamais permitiriam que suas mulheres assistissem, então não acho que tenha cabimento uma arrumação dessas para o casal ficar junto pois jamais algo assim teria público.

    Quanto ao jogo de búzios para descobrir que o filho está vivo é mais uma ponta solta da novela, afinal, essa história é antiga e a própria tia Jurema disse que devia estar vendo um filho no futuro. Claro que o autor não permitira que o Albertinho descobrisse qualquer coisa sobre o filho ou participasse, embora ficasse mais crível, pois ele já está descontente com o sucesso do personagem. Acho que o Albertinho ficará relegado nessa situação, quando muito visitará o filho, mas o pai mesmo será o Zé Maria.

    Abraço pessoal e feliz natal. Quase não vejo a novela, mas os comentários eu não perco nunca!! Bjs

  • Anjo Colorado – Zé diz: 22 de dezembro de 2012

    Kicka… As pessoas mais tranquilas, meigas, compreensíveis podem ficar uma fera quanto algo envolve seus filhos.

    Muitas mães singelas seriam capazes até de matar se alguem fizesse coisa semelhantes aos seus.

    Passar pimenta em Berenice e Zenaide é pouco. Pedir que uma mulher de alta socidade como Constância, mulher de um senador, ex membro da nobreza brasileira, é muita coisa pra 1910.

    Espero que ninguem se irrite comigo, mas o motivo de ver exagero e até mesmo minimizar a maldade de Constância como li em outro tópico… Não é por causa da química que a baronesa tem com Umberto? Não é pela química que ela tem com o amigo de Albertinho que gerou uma certa simpatia?

    Beatriz… Não teria sentido Albertinho se rebelasse agora contra a mãe para tentar algo com Isabel. Ele nem pensa mais nela. Agora o alvo de sua paixão parece mesmo ser Gilda e por enquanto não teve coragem de assumir para Constância.

    E não bastaria que ele se rebelasse contra a mãe. Desde Isabel voltou ele não fez nada prático pra conquistá-la. Tomar um porre e pedir a mãe enquanto os amigos riam e incentivavam não ajudou a impressioná-la.

    Cláudiia. A capoeira era vista como uma luta de bandidos.. No Brasil e o Samba era a dança da ralé. Todavia a arte que Isabel apresentou na França a tornou famosa e rica.

    A capoeira é mais acrobática e ágil. Em 1910 era praticamente uma arte desconhecida no resto do mundo.

    Mesmo hoje a capoeira tem admiração dos europeu s.E ainda os seus sons e cantos são tidos como exóticos por aquela gente. Um show no início do Século XX, na minha opinião, seria tão ou mais impactante que o Samba.

    Ah, Beatriz… Numa conversa com Constância Albertinho admitiu que se sentia que havia tirado um peso dos ombros quando soube da “morte” do filho.

    Mas o que seria melhor? Albertinho e Isabel ficarem juntos por terem um filho em comum? Ora, então Edgar deveria ficar com Catarina pelo mesmo motivo.

    Mas aí não seria uma novela de pessoas a frente de sua época.

  • m_sinistra diz: 22 de dezembro de 2012

    Laura (Marjorie Estiano) vai passar por um tremendo pesadelo em “Lado a lado”. Ela será agarrada pelo senador Laranjeiras (Dudu Sandroni), amigo de seu pai. O político convida Laura para ser sua secretária e ela aceita. Quem não gosta da novidade é a mulher do senador, que ofende a mocinha. Diante do ocorrido, a jovem pede demissão, mas Laranjeiras a agarra. Ele pega Laura com força e puxa a blusa dela, que se rasga. A professora grita, luta, se debate e ele a segura. Quando o senador vai dominá-la, Celinha (Isabela Garcia) e Isabel (Camila Pitanga) — preocupadas com a demora da amiga — abrem a porta e a salvam.

    Será que dessa vez o pai dela vai reagir ou não?

  • Beatriz diz: 22 de dezembro de 2012

    Para o meu desgosto, Cláudia!
    Gostaria de ver o Albertinho com a Isabel. Numa dessas conversas com o Humberto, ele disse que se a Isabel o aceitasse de volta, mandava a Esther de volta pra São Paulo no primeiro trem… Por que diabos os autores não dão voz ao público?! Ninguém tá aguentando mais essa lenga lenga dos dois (tá parecendo Pedro e a Marina – Insensato Coração; Jorginho e Nina – Av. Brasil). Tem horas que isso cansa. E se eles não fizerem nada a respeito, a audiência vai continuar caindo…

  • Rita Porto Alegre diz: 23 de dezembro de 2012

    Apaixonada,

    Não fiquei chateada. Nem sempre concordamos uns com os outros. É normal. Acho que a minha colocação foi um pouco “seca”. Desculpa se passou essa impressão, guria.
    Obrigada.

    Claudia,

    O início da descoberta do Elias, ser feito pelo além, foi o fim, de amargar.

    “… pois ele já está descontente com o sucesso do personagem. Acho que o Albertinho ficará relegado nessa situação, quando muito visitará o filho, mas o pai mesmo será o Zé Maria.”

    Concordo perfeitamente com a tua colocação. É a primeira vez, que vejo um autor odiar o sucesso de um personagem. Insistir com a proposta original, mesmo sabendo que não está agradando. Isso é incrível!

    Nem o Edgar e Laura estão mais me “prendendo” à tv. Bah, não há mais motivos para ficarem separados!Para que tanta protelação? Chega! E as armações da Catarina? Obsoletas demais…

    Agora a Gilda. É uma boa moça, trabalhadeira, esforçada, mas não me agradou. Muito água com açucar, como os flertes costumeiros do Alberto. Não houve emoção.
    Eu me esforcei para “aceitar” a proposta desse autor ditador, porém não tem jeito. Isabel e Alberto conquistaram a minha preferência, chamaram a minha atenção.

    Regiane,

    Obrigada guria. Li teu elogio no post anterior. Bem vinda.

    Bem, mais uma vez, boas festas a todos!

  • Apaixonada diz: 23 de dezembro de 2012

    Claudia, concordo com você em parte. Acho que os figurinistas pecaram um pouco. Está ousado demais, mesmo para uma dançarina chegada da Europa. Por muito menos o Praxedes quase prendeu a estrangeira lá, amiga da Isabel. Tudo bem que já se passaram seis anos desde o episódio.

    Enfim… quero assistir a cena, porque se ela conquistou o público até das senhoras e senhores da sociedade… a prisão me parece um pouco exagerada.

    Como ando criticando demais, tenho que elogiar o que gosto. Amei a cena da Laura dependurando no pescoço do Edgar kkk Vibrei muito. Pena que ela vai recuar. Mas entendo os motivos ela quer conquistar seu espaço como divorciada, voltando com Edgar ela só conquistaria porque estava casada novamente.

    Abraço galera…

  • Cris diz: 23 de dezembro de 2012

    A surra na Constância vai ser mais que merecida! Esconder a criança foi demais até para a baronesa que faz tudo pelas aparências. Não sei o que uma mãe seria capaz de fazer nessa situação, pois não tenho filhos.
    Quanto ao Zé a Isabel, está monótono sim, contudo, acredito que ele repentinamente ficar rico será muito cinderela. Como disse a Apaixonada em outro post (acho que foi vc Apaixonada), seria como se dois raios caíssem duas vezes no mesmo lugar, o casal, um de cada vez ganhando na loteria. Concordo com quem disse em um post que ou o Zé aceita ela rica ou não aceita. Se ele tem que ficar rico para poder ficar com ela esse amor não é tão amor assim. Não gosto de novelas que ficam fazendo milagre para o casal ficar junto e nesse caso nem precisa, ele não vai aceitar ela com filho, dona do corpo, se apresentando de forma indecente para a época? Diante disso o dinheiro é nada.
    Podiam fazer algum trabalho social juntos e parar com essa lenga lenga que não agrada ninguém. Só o autor curte esse vai e vém.

  • m_sinistra diz: 23 de dezembro de 2012

    E agora qque eu quero ver quem vai ajudar a Isabel a saie da cadeia?
    O albetinho vai toma alguma providencia a favor do filho e da Isabel e contra a constância?

    O alberto pai vai toma alguma providencia contra a constãncia para ajudar a isabel ou vai continuar o pamoia de sempre?

    O Jonas vai conseguir fica com a Alice ou vai Perde ela para outro maiis rico seu rival?

  • Claudia diz: 23 de dezembro de 2012

    O que me surpreende é que os comentários são todos no mesmo sentido. Falta acontecimentos na novela e falta competição. Mesmo quem torce por Isabel e Zé, gostaria que ele tivesse uma competição. Pelo visto os autores não querem mesmo o sucesso.

    Anjo Colorado,

    não é que a capoeira não pudesse agradar fora do país, pois no Brasil certamente naquele período não agradaria. Ocorre que seria um custo imenso enviar os capoeiras e montar um show específico para isso. A Isabel foi uma aposta que o empresário não quis bancar e só foi com a grana da Constância, imagina para levar um show de capoeira que teria que ser mais de uma pessoa. A questão é a novela ser crível. Tudo pode acontecer, mas vamos combinar que seria bem difícil alguém investir nisso naquele período como disseram a Cris e a Apaixonada.

    Mas vamos tentar nos empolgar novamente, pelo visto agora Laura e Edgar vão ter cenas lindíssimas. Quem sabe volto a ver a novela na íntegra e não só os vídeos. Tomara que os autores encontrem o caminho porque por favor, o público está mostrando desesperadamente!!

    Adoro esse blog!

  • Anjo Colorado – Zé diz: 23 de dezembro de 2012

    Eu só quero desejar Feliz Natal a todos! Que Deus abençoe todos os noveleiros!!!

  • apaixonada diz: 24 de dezembro de 2012

    Galera, passando para desejar que essa energia positiva do natal , habite a vida de voces sempre! Boas festas, saude , paz e familia!!!!!

  • m_sinistra diz: 24 de dezembro de 2012

    Laura (Marjorie Estiano) começará a escrever matérias para o jornal em “Lado a lado”. Nos próximos capítulos da trama de João Ximenes Braga e Cláudia Lage, a filha da baronesa enviará para Guerra (Emílio de Mello) o texto que escreveu sobre o espetáculo de dança de Isabel (Camila Pitanga).

    Sem saber que a ex-mulher escreveu os artigos, Edgar (Thiago Fragoso) comentará com ela que gosta bastante dos textos. Laura também elogiará as publicações que o filho de Bonifácio (Cassio Gabus Mendes) escreve usando um pseudônimo sem saber quem é o verdadeiro autor
    Feliz natal para todos

  • m_sinistra diz: 25 de dezembro de 2012

    Depois de ser barrada, com Isabel (Camila Pitanga), ao entrar na Confeitaria Colonial, Laura (Marjorie Estiano) perde a cabeça, em “Lado a lado”. Difamada por Gisele (Joana Seicel), que a acusou de ter um caso com seu marido, o senador Laranjeiras (Dudu Sandroni), a professora reage aos berros dizendo que foi atacada por ele. A senhora pede provas, e Laura exibe as marcas roxas que ele deixou em seus braços quando tentou estuprá-la.

    Morta de vergonha, Constância (Patrícia Pillar) tenta fazer com que a filha deixe o estabelecimento com ela, mas a jovem continua a esbravejar sua revolta. Ela diz que prefere ficar sozinha do que ser sustentada por um homem que não respeita a sua mulher nem as outras, e que sua dignidade não depende de ter um homem ao seu lado.

    Nesse momento, Edgar (Thiago Fragoso) entra no local e se entristece com o discurso da amada, achando que ela se orgulha de ser divorciada e que não voltará para ele. Magoado, ele sai da confeitaria e é seguido por Laura, mas não lhe dá atenção. Diz que já entendeu o seu recado de que ela quer mesmo ficar sozinha. Guerra (Emílio de Mello) acompanha e consola o amigo, explicando que o jeito libertário de Laura foi o que o seduziu e que ele deve aceitá-lo para ser feliz.

    Leia mais: http://extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/lado-lado-laura-arma-barraco-na-confeitaria-revela-que-tentaram-estupra-la-7124302.html#ixzz2G72Y234A
    E agora a Laura e o edgar vai conseguie resolver esse mal entendido?

  • m_sinistra diz: 25 de dezembro de 2012

    Será Que a Laura com seus texto Vai tira a Isabel da cadeia?
    A Laura vai revelar o Motivo porque a Isabel foi presa para a sociedade?

  • Anjo Colorado – Zé diz: 26 de dezembro de 2012

    Espero que todo mundo tenha tido um ótimo natal. O meu foi tri!

    Claudia…

    Eu sei que seria caro levar um grupo de capoeira. Me recordo que Isabel mesmo só foi a Paris quando a Constância pagou secretamente pela passagem com o intento de afastar a mulata tanto Albertinho quanto da criança que havia parido.

    Todavia a personagem da Camila Pitanga teria condições financeira de investir. Uns três capoeiras e mais Zé Maria poderia dar conta. Mas tu poderia com contestar até com razão: “Mas só quatro para um show”? E eu responderia… Quatro para embarcar para França, sim.

    Naquela parte do mundo já existiam bailarinos e acrobatas. Gente ágil, com bom condicionamento físico, disciplina física e acostumados a fazer todo tipo de coreografia.

    Zé Maria e Isabel poderia recrutar essas pessoas. O ex marujo e seus amigos ensinariam algumas ténicas para o show. Gente assim aprende fácil. Em poucos meses já dominariam o básico.. O suficiente para impressionar gente que nunca assistiu algo como a capoeira. Uns 6 escolhidos para se unir ao grupo seria o bastante.

    De repente até poderiam fazer um desafio entre capoeira contra savatê (a arte marcial francesa).

    Com Isabel apoiando e Zé Maria já com a mentalidade mais aberta creio que não seria assim tão inaceitável.

    Lembrando que há meios de fazer um raio atingir um lugar mais de uma vez. Basta ser engenhoso.

    Vale no mundo real e na ficção. É só uma questão de planejamento.

    Da primeira vez foi sorte, mas agora poderia ser premeditado.

    Não sei se autor estaria disposto a tudo isto, é claro.

  • Claudia diz: 26 de dezembro de 2012

    Anjo Colorado,

    Em novela tudo é possível e milagres existem sim. Mas não esqueça que a Isabel voltou a dançar para saldar as dívidas do teatro, pois tudo que tem foi investido ali. Num futuro próximo ela não teria condições para enviar 4 pessoas ao exterior e financiar um show porque precisa tornar o teatro rentável, pois ela quer ser administradora e não dançarina.

    Contudo, ressalvadas as questões práticas, acho que o se o casal é predestinado a ficar junto como quer o autor, não pode esbarrar numa questão financeira após ter superado questões morais tão marcantes. Ela pode continuar sendo rica e ele arrumar um emprego digno superando o preconceito com os marinheiros que participaram da revolta e aceitar a diferença social. Acredito que seria mais bonito conciliar as diferenças que tentar igualar financeiramente o casal, o que seria um retrocesso numa novela que tenta mostrar avanços.

  • m_sinistra diz: 28 de dezembro de 2012

    Nos próximos captítulos de “Lado a lado”, Albertinho (Rafael Cardoso) e Elias (Cauê Campos) irão se conhecerer sem saber que são pai e filho. Depois que Isabel (Camila Pitanga) descobre que Constância (Patricia Pillar) a enganou, a dançarina e o filho da baronesa ficam cada vez mais perto de descobrir que o menino criado por Zenaide (Ana Carbatti) é, na verdade, a criança que eles achavam que havia morrido.

    Antes da revelação de que o garoto é filho de Isabel e Albertinho, Elias já terá se aproximado de seus parentes. O encontro com Isabel já aconteceu no morro, mas o menino se recusou a conversar com a dançarina. Nos encontros armados por Constância para ver o neto, Elias se encantou com a beleza da baronesa. Desta vez, será o encontro com o pai.

    Como será que o garoto irá agir com Albertinho sem saber que é filho dele?

  • m_sinistra diz: 28 de dezembro de 2012

    Alguém da plateia puxa uma vaia, que logo toma conta de todos. Constância fica emudecida de raiva e vergonha, enquanto Assunção (Werner (Werner Schünemann) e Albertinho (Rafael Cardos) se mostram pasmos com a revelação. Para se vingar, Constância chama Praxedes (Guilherme Piva) em sua casa para uma conversa. Logo depois, Isabel vai à delegacia denunciar a ex-baronesa pelo roubo de seu filho e recebe voz de prisão. “A senhorita é que foi denunciada. E, antes que me pergunte, por atentado ao pudor. Artigo 282: ofender os bons costumes com ações impudicas, atos ou gestos obscenos”. E a mocinha vai para trás das grades.

    Zé Maria (Lázaro Ramos) percebe a demora de Isabel e decide procurá-la na delegacia. Ao chegar lá, descobre que ao invés de fazer a denúncia contra Constância, a dançarina foi presa. Zé Maria consegue visitar Isabel na cela, mas ela pede que ele fique no morro cuidando de Elias (Cauê Campos). Zé Maria chama Edgar (Thiago Fragoso) para defender Isabel. O advogado faz Praxedes aceitar a denúncia contra a ex-baronesa, mas não consegue tirar a amiga de Laura (Marjorie Estiano) da cadeia.
    Será que a Laura vai fazer alguma coisa para tira a Isabel da cadeia.

    Leia mais: http://extra.globo.com/tv-e-lazer/telinha/lado-lado-isabel-presa-por-atentado-ao-pudor-com-denuncia-de-constancia-7156853.html#ixzz2GOevENDS

  • m_sinistra diz: 30 de dezembro de 2012

    Oi Anjo Colorado
    O advogado faz Praxedes aceitar a denúncia contra a ex-baronesa, mas não consegue tirar a amiga de Laura (Marjorie Estiano) da cadeia.
    Será que a Laura vai fazer alguma coisa para tira a Isabel da caeia. e o que a Constância vai fazer quando descobrir que a Isabel a denuciou para a policia ai que vai ser um escandalo

  • m_sinistra diz: 31 de dezembro de 2012

    Queridas Rita, Apaixonada e Anjo Colorado
    Eu só quero ver o que a constância vai fazer para abafar o caso
    Porque ela foi denuciada e a denucia e pesada.

  • m_sinistra diz: 9 de janeiro de 2013

    Queridas Rita, Apaixonada e Querido Anjo Colorado
    No Resumo do site da Globo Que eu lir que vai passa no sabado
    Edgar comunica a Isabel que ela responderá ao processo em liberdade. Albertinho sugere à mãe que Umberto seja seu advogado.

Envie seu Comentário