Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Lado a Lado: Zé Maria salva Elias de castigo de Zenaide

14 de janeiro de 2013 14

O menino Elias (Cauê Campos) sofre nas mãos de quem chama de mãe, Zenaide (Ana Carbatti) em Lado a Lado. No capítulo de segunda-feira, Zé Maria (Lázaro Ramos) sentirá falta do menino na aula e Olavo (Jorge Amorim) o avisa que o menino está em casa, de castigo.

Preocupado com os excessos de Zenaide, vai até o barraco e encontra o menino trancado dentro de casa. O garoto chora e pede ajuda.

- Zé Maria, tá ardendo - afirma Elias, entre lágrimas, segundo o site da novela.

Elias conta que a sua mãe passou pimenta na sua boca. arromba a porta do barraco e dá farinha para aliviar a dor do menino. Intrigado, o herói pergunta qual o motivo do castigo.

- Toda vez que eu falo da dona bonita ela fica zangada. Uma dona que a gente sempre encontra quando vai passear, ela é boazinha comigo, até me dá doce. A minha mãe não gosta de mim, Zé! Eu vou fugir de casa, pra trabalhar na rua e juntar dinheiro que nem o Tião faz – desabafa.

Zé Maria tenta tirar a ideia de fugir da cabeça dele.

- Aqui no morro todo mundo gosta de você, vai sempre ter alguém pra te ajudar… Escutou?!

Por enquanto, Zé Maria ajuda o menino, mas suas atitudes podem mudar quando ele descobrir que Elias é filho de Isabel (Camila Pitanga) e Albertinho (Rafael Cardoso). Machista, o herói pode não aceitar um filho de outro homem.

Qual vocês acham que será a reação de Zé ao descobrir a verdadeira identidade de Elias?

Bookmark and Share

Comentários (14)

  • Claudia diz: 14 de janeiro de 2013

    Óbvio que ele não vai deixar de ajudar o Elias quando souber que é filho da Isabel. É até descabida essa colocação. Ele jamais deixaria de ajudar uma criança, fosse filho de quem fosse, ou não seria o herói da novela.

    Acho desnecessária esse excesso de maldade da Zenaide com o garoto, pois ela recebe para cuidar dele e é uma boa criança, nunca responde, nunca desobedece. Uma coisa é não ter amor como tem pelos filhos dela, outra coisa é maltratar. Ela não é uma pessoa ruim, fora isso, por isso não me convence essa raiva que ela tem dele, ainda mais tendo conseguido mais dinheiro com a baronesa. Nem a Berenice que é péssima trata o garoto dessa forma.

  • Anjo Colorado – Zé diz: 14 de janeiro de 2013

    Zenaide age pelo medo. Maltrata sempre que o agir dele a coloca em risco: falar com a baronenesa ou com a Isabel. Também tem raiva por achar o que ganha com Elias não compensa o esforço de criá-lo. Quer dar alguns mimos aos filhos e quando o guri tambem quer enxerga nisto um disperdício.

    Mas parte disto mesmo é a maldade típicas dos vilões de novela.

    Berenice não é má com Elias porque não é obrigado a ficar com Elias no dia a dia.

    O Zé Maria agiu como um herói e sempre se comportará como um, porém ficará um pouco abalado ao descobrir a verdade. Talvez tente manter um pouco de distância de Elias no entanto creio que será apenas de início. Depois o tratará como sempre.

  • Rita Porto Alegre diz: 14 de janeiro de 2013

    Claudia, certíssima essa tua observação em relação a essa raiva exacerbada da Zenaide, pelo Elias.

    Quanto a reação do Zé Maria, com certeza nada vai mudar, no tratamento em relação ao Elias, pois ele já nutre um amor, uma estima pelo piá.

    O que me preocupa, se é que eu possa dizer assim, é o Alberto nessa história toda. O que os autores reservam para ele?

    Essa “nova” Isabel nutre uma raiva, um ressentimento tão nocivo pelo progenitor do seu filho, que chega a “dar medo”. Até a gentileza ela esqueceu, demonstrado em uma cena em que eles se reencontram no local onde a Gilda trabalha. Na ocasião estava acompanhada pelo Zé Maria. Nem a saudação do janota ela respondeu.
    Irá ela permitir uma aproximação dos dois?
    Ou o próprio Alberto irá querer esse contato? Vamos ver…

  • Alba diz: 14 de janeiro de 2013

    Como alguém pode dizer que a Zenaide não é ruim? A Zenaide é ruim sim, e muito. Primeiro, ela aceitou criar o filho roubado de outra mulher em troca de dinheiro. Depois só maltrata o menino, humilha, xinga, faz as piores injustiças, tira comida do prato dele e dá para o filho biológico, um peste igual a ela, admirado e apoiado por outro vilão Caniço, cheio de planos para um provável futuro criminoso do menino. Vilões são maus, com ou sem explicação, e quanto mais absurda a perversidade contra os mocinhos e mocinhos, mais o expectador torce para que os vilões se ferrem. Quero dizer, deveria torcer, mas tem gente que torce para os personagens bonitinhos e ordinários loirinhos e as mamães deles, porque os atores estão atuando bem e tem a tal da “química” e merecem uma milésima chance, apesar de terem aprontado todas, falado e feito as piores barbaridades. E as injustiças continuam, na ficção e fora dela.

  • Kicka-São Paulo diz: 14 de janeiro de 2013

    Boa tarde queridos!

    Também estou preocupada com o Alberto nesta situação, acho difícil a Isabel permitir por vontade própria alguma aproximação entre o Elias e o Alberto, isso só ocorrerá na minha opinião em duas situações:
    Na 1ª como a Rita colocou se o Alberto tentar este contato, ou
    2ª se o Elias quiser conhecer o pai (isso se ele (Elias) não achar num primeiro momento que o pai dele pode ser o Zé Maria, eu particularmente acredito essa idéia possa passar pela cabeça dele).
    Fora isso acho difícil até uma aproximação maior dele com o Elias, por causa do ressentimento da Isabel e do romance dela com o Zé Maria, porque o menino a esta altura do campeonato o Zé até aceita numa boa, mas aceitar a presença do Alberto, mesmo que seja de vez em quando, acho meio improvável!
    Achei muito exagerada a reação dela com ele no dia da cena em que o Alberto a cumprimenta no bar após falar com a Gilda, ele apenas disse bom dia, eles já haviam conversado, ele já havia se desculpado, acredito que ela poderia apenas responder o cumprimento, e ambos seguirem seus caminhos e pronto, achei desnecessária a reação dela, esta raiva que ela nutre pelo Alberto é muito irracional, pra um acontecimento de tantos anos atrás, já não tem mais razão de ser.
    Fora o fato totalmente descabido do Alberto ter discriminado o garoto, quando ninguém mais da família dele fez isso (mais uma falha monstruosa, sem explicação lógica nesta novela), provavelmente esta será a 1ª coisa que o menino vai lembrar quando olhar pra ele, e mais um motivo pra Isabel nutrir o ódio dela pelo Alberto, e portanto querer que ele permaneça longe, bem longe do garoto.
    Como alguém colocou em outro post (desculpe não me lembro agora quem foi) o pai do Elias será o Zé Maria, do jeito que este autores são acredito que o Alberto nem terá a oportunidade de ter um convívio maior com o filho, ele vai INFELIZMENTE continuar se comportando como um canalha cretino o resto da novela, e provavelmente ele mesmo pode abrir mão da convivência com filho por achar que não é exemplo pra ele.
    Acho que pelo menos isso poderia ser feito por nós, um relacionamento mais próximo entre o Alberto e o Elias.
    Bjo no coração de todos
    Boa tarde!

  • Apaixonada diz: 14 de janeiro de 2013

    Oi gente!!!!

    Pois é concordo de certa forma com a Claudia e com o Anjo Colorado. A Zenaide às vezes grita com o Elias e o amedronta por medo da aproximação dele com os parentes, mas por outro lado algumas ações dela são injustificáveis até mesmo por medo. Dar pouca comida, fazê-lo carregar peso etc. Afinal ela poderia temer a baronesa descobrir essas maldades, e ela perder seu ganha pão, pouco ou não. Como sempre eu discordo de algumas coisas do autor, eu acho que a história seria mais emocionante se a Zenaide se apegasse ao Elias, o que seria bem natural de acontecer sendo ela mãe de outros dois meninos. Imagina quanto pano para manga essa história daria quando a Isabel descobrisse tudo. Sinceramente com essa descoberta o que falta mesmo acontecer na novela? Quase nada. Só os casais se acertarem.

    Rita, já tem novidades sobre isso no resumo. O Albertinho vai pedir ajuda para Laura para se aproximar do Elias. Pelo resumo não dá para ter certeza, mas tudo indica que essa procura não será por amor, mas pela mãe dele que vai pedir para ele registrar o menino. Eu entendi isso porque só aparece Albertinho nessa história toda, alguns dias depois sugerindo o Humberto como advogado para a mãe dele ou seja ele vai ficar do lado dela. Antes disso o nome dele não é nem tocado. Aí fala que a baronesa pede para ele registrar o Elias e só depois fala dele procurando a Laura. Tomara que minha interpretação esteja equivocada porque se for isso mesmo, eu desisto de vez do Albertinho.

    Tem mais o Albertinho vai disputar a Gilda com o Chico. Ou seja o autor pegou a história que queríamos com a Isabel e refez com outros personagens. Mas se o Albertinho continuar como está ou piorar pra mim tanto faz.

    Vi algumas criticas sobre a Laura no outro post. Gosto muito da personagem dela e entendo o que ela quer. Antes eu estava chateada com a separação deles sem motivo, mas agora é justificável ela está lutando contra o preconceito de uma sociedade, quer provar que pode sim ser uma mulher digna, mesmo sendo divorciada. Agora está valendo o afastamento deles.
    Aliás o que é bom tem que ser falado, a cena da Laura na tentativa de estrupo, na confeitaria e principalmente com a Constância foram dignas de aplausos. Marjorie Estiano brilhando de novo.

    Abraço noveleiros do coração!!!!

  • Apaixonada diz: 14 de janeiro de 2013

    Kicka era tudo que eu queria também. Por isso copiado e colado: rs rs rs

    “Acho que pelo menos isso poderia ser feito por nós, um relacionamento mais próximo entre o Alberto e o Elias.”

    Também achei descabida a cena do Albertinho com o Elias. Sinceramente eu achei que nessa altura do campeonato o Albertinho e a Gilda já tivessem tendo um relacionamento mais sério e ela o ajudasse a se aproximar e a conquistar o Elias. Eu e minha mania de querer escrever a novela ao meu modo… kkk
    Me irrita ver uma história que tinha tudo para ser incrível e um elenco maravilhoso e os autores aprontarem essas… ai ai ai…

    Eu não vi essa cena do Albertinho e a Isabel. Ultimamento só assisto os vídeos que eu acho mais importante. Vou procurar depois. Hora de ir.

    Tchau!!!

  • Rita Porto Alegre diz: 14 de janeiro de 2013

    Oi, Apaixonada.

    Obrigada pelas informações. De acordo com elas o Alberto ficará ao lado da mamãe. Vai procurar o Elias, por imposição da Constância…não podia ser pior…
    Achas que este guri ainda tem salvação? Vai ficar só nas tuas manias de escrever novelas…kkkkkkk…
    E vai haver uma disputa pelo coração da Gilda. Hum, para mim tanto faz. A inclinação do Alberto por ela não me interessou. Ela é pobre, mestiça, tem personalidade, mas não foi suficiente para despertar em mim atenção. E olha que tentei, mas não deu. E a atriz é muito fraquinha, não ajuda. E essa era a história que queríamos ver com outra personagem, não tem como haver graça.

    Oi, Kicka,

    Pois é, a cena do encontro dos 3 (Isabel-Zé-Alberto), foi de amargar. Os autores fizeram o favor de descarcterizarem a Isabel e o Alberto. Deixando-a rancorosa ao extremo, vingativa e mal-educada. O Alberto vai de mal a pior. E seguindo a sua linha de raciocínio, quanto ao Elias, ele pode abrir mão do próprio filho sim. Não seria novidade.
    Abraços meninas!

  • Claudia diz: 14 de janeiro de 2013

    Alba,
    Eu não disse que Zenaide não é ruim. Claro que é. O que disse foi que fora maltratar o Elias ela não faz maldades. Não sendo uma pessoa má como a Berenice, não entendo porque essa raiva do garoto. Sim, ela cria, não queria criar, blá, blá, blá. Mas ela tem a opção de devolver, abandonar, de ir embora com os filhos dela…

    Nunca via (não vejo mais a novela) ela falando mal das pessoas, criando intrigas, ou tentando prejudicar ninguém, um vizinho que seja. Ela até sentia pena da Isabel no início enquanto a Berenice provocava. O que tentei falar é que não se justifica essa maldade voltada só para a criança. Pessoas ruins não tem um foco específico, elas são ruins no geral. Entendeste?

  • Martha Santos diz: 15 de janeiro de 2013

    Sinceramente!!! Vou ficar na torcida por Chico e Gilda. Acho o Chico maravilhoso e merece ser feliz. Continuo achando que Albertinho tem que casar com a chata da Esther e aprontar todas , deixando Esther e Constância de cabelo em pé. Por outro lado que conquiste o amor do filho e seja um pai maravilhoso e dedicado. abraço p todos.

  • Kicka-São Paulo diz: diz: 16 de janeiro de 2013

    Boa tarde queridos!

    Apaixonada
    Pois é minha flor, eu acho que um relacionamento mais próximo entre o Alberto e o Elias seria o mínimo de respeito que estes autores demonstrariam por nós, já que não fizeram questão de atender a nenhuma de nossas outras sugestões no decorrer da novela, rss, sabe, também sinto a mesma irritação que você, esta novela tinha tudo para ficar marcada como uma das melhores novelas de época da emissora, mas infelizmente, os autores não souberam aproveitar a maioria dos personagens e algumas histórias realmente não foram bem desenvolvidas é uma pena mesmo.
    Acredito que se você, assim como outras pessoas aqui escrevessem a novela com certeza ela teria sido muito melhor, também tenho vontade de ir lá, bater na porta deste escritor e dizer: Desculpa, mas me deixa reescrever um pouquinho o destino de alguns personsagens? (kkkkk, como se isso realmente fosse possível, rss é uma pena que não é).
    Eu acho uma judiação ver a história do Albertinho, tão descabida e indo por um caminho tão sem caráter desta forma, eu gostei da Gilda, mas dele com ela, infelizmente não gostei, pra mim foi muito estranho ouvir a música que tocava quando ele estava com a Isabel, tocando quando ele está com ela ou até mesmo com a Esther, acredito que seja por causa da expectativa que eu tinha no início (que era enorme) dele ter a chance de conquistar a Isabel, também achei que ele iria mudar por causa da Gilda, mas ele não a ama, eu vi a cena em que ele deu a entender claramante para o Humberto que não está apaixonado por ela, ela é só mais um objeto de desejo dele, e pra complicar ele ainda aceita de livre e espontânea vontade e em sã consciência ajudar o Fernando neste plano absurdo de prejudicar o próprio pai, depois que ele desistiu da Isabel ele piorou consideravelmente!
    Mas com o Alberto sou igual a música do grupo Calcinha Preta: ” Você não vale nada, mais eu gosto de você!, kkkkkkkkkkkkkkk.
    Não consigo não gostar do Alberto, ele não merece, mas eu o adoro, rssssss.

    Rita, minha flor.
    Eu acedito mesmo que ele possa abrir mão do próprio filho, porque ele já tinha cogitado esta idéia na época em que a Isabel estava grávida, por não se achar um bom exemplo para o menino (isto porque naquela época ele era muito melhor como pessoa do que ele é agora), então não acho difícil ele voltar a pensar no assunto, concordo em gênero, número e grau com você Isabel e Alberto foram descaracterizados demais, tudo isso para que o fato deles não terem mais nenhum tipo de envolvimento amoroso, tendo um filho em comum se justificasse, então eu continuo questionando, para quê criar um filho para os dois, se a intenção era que ela não o perdoasse e sequer cogitasse a possibilidade de pelo menos tratá-lo com o mínimo de educação?
    Não vejo a necessidade do Elias nesta novela, se foi só pela baronesa, acredito que a idéia ficou inconsistente porque ela ama o garoto, mas em momento nenhum se tornou uma pessoa melhor por causa da existência dele.
    Então se não era pra ter história de amor entrre o Alberto e a Isabel, e nem pra melhorar a baronesa, pra quê o garoto, se a esta altura nem empecilho para a Isabel e o Zé Maria ele não é mais?.
    Acho que teria mais sentido se o Elias fosse filho dela com o Zé, aí sim acredito que teria mais razão de ser.

    Bjos no coração de vocês minhas queridas.
    Bjos no coração de todos.
    Boa tarde!

  • Grazielle diz: 17 de janeiro de 2013

    Pessoal se esquece que isso é novela,

    Zé maria não vai ter raiva do Elias,a criança não tem culpa de nada.Mas aceitar a Isabel com um filho de outro ele não aceitará mesmo,não tem estruturas pra issso,nunca teve e ainda não tem.Isso concerteza será mais uma barrreira para os dois e acredito em uma nova separação,independente do albertinho querer ou não assumir a criança.

    Zé Maria ainda é machista demaiss para aguentar a humilhação que sofrerá na rua por ser maiss pobre que sua noiva e ainda por cima ter que aguentar o fato dela ter um filho de um homem branco e mais rico que ele.Berenice será a primeira a espalhar o veneno.

    A verdade é que sempre que o bicho pega o zé maria tem as crises de insegurança dele e larga a Isabel,e essa não será diferente até pq é a pior de todas.Ele terá que se acostumar com o fato de que agora além do trabalho,Isabel tem um filho e que ele é prioridade em sua vida .E esse flho não é do zé maria,o que naquela epoca era inaceitável para um homem.Zé terá que amadurecer muitooo e largar o machismo de lado e seus preconceitos,se quiser continuar com a Isabel.E isso não ocorrerá ainda,só no final da novela mesmo.Por isso prevejo mais uma separação de zé maria e isabel vindo por aí.

  • Grazielle diz: 17 de janeiro de 2013

    E torço para que Albertinho pelo menos seja um pai para Elias,ele tratou o menino mal no clube,e isso pode fazer Elias ter receio dele de inicio,mas ele é criança e criança esquece rápido das coisas quandos e trata dos pais.Até pq ele morre de medo da Isabel hj em dia e irá se acostumar com ela.

    Acho ridículo as pessoas torcerem para o Albertinho nunca se dar bem com o Elias só pra ele não atrapalhar o zé maria com a Isabel.Até pq como eu disse o problema maior é ela ter um filho de outro,o que nunca mudará.Quem tem que se acostumar cm a situação e ser maduro e homem suficiente para aceitar sua amada com filho de outro é o Zé Maria,se ele a ama tem que parar de colocar esse orgulho idiota dele acima da Isabel como sempre fez .

    Acredito que o própio Elias acabará conquistando o pai,ele conquistou a constancia que é pior ,o Elias é um doce que acaba fazendo todos os parentes gostarem dele huahaa.

    Sem falar que a unica forma do autor fazer albertinho evoluir mesmo em algum ponto é se ele construir um bom relacionamento com seu filho,uma vez q o personagem é mesmo um galinha e isso não parece q irá mudar.

    Espero que pelo menos em relação ao filho Albertinho seja homem e assuma suas responsabilidades,e que pegue carinho pela criança,que concerteza irá gostar de saber que tem um pai também,já que cresceu com uma mãe carrasca e nunca teve pai.

    Acho que Zé Maria pode participar na criação do Elias e concerteza partiticipará,mas não tem pq ele pegar o papel de pai se o garoto já tem um pai.Elias sofre demais e merece muito carinho de seus pais e de todos os que o cercam.

  • Grazielle diz: 17 de janeiro de 2013

    E eu li os comentários de voçes e acharia ridículo se a Isabel não permitisse que Elias tivesse uma relação com Albertinho.Gente,ficaram 6 anos impedindo que o filho dela tivesse uma mãe de verdade,a Isabel não querer q o elias tenha o direito de conviver com o própio pai é absurdo.

    O romance dela com zé maria é uma coisa,a relação do filho dela com o pai é outra.A Isabel não pode sacrificar o Elias por causa do zé maria ou por causa das desavenças dela com albertinho não.De início a Isabel provavelmente terá esse tipo de idéia,mas depois ela perceberá que essas brigas dela com Albertinho só afastaram ela do Filho,se os dois tivessem entrado em um acordo ,ela permitisse a ele acompanhar a gravidez e ele demonstrasse maior interesse nisso,a Constancia não conseguiria trocar os bebês.

    Pra mim essas brigas idiotas entre Isabel e Albertinho foi um dos fatores que mais ajudaram Constancia a separar os dois do própio filho.

    Pelo bem do Elias,a Isabel tem que colocar a cabeça pra funcionar e perceber que querendo ou não,Albertinho é pai do Elias e tem os mesmos direitos que ela como mãe.E principalmente,que o Elias tem direito de conviver com os dois.

Envie seu Comentário