Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Bruno chora na calçada ao ser proibido de ver Paulinha e expulso da casa de Paloma

12 de junho de 2013 9

Quando deixou Paulinha (Klara Castanho) ficar na casa de Paloma (Paolla Oliveira) para se recuperar do transplante, Bruno (Malvino Salvador) não imaginava que ia ter que brigar na Justiça para ver a filha.

Na verdade, Bruno resolve ir até ao apartamento da ex para conversarem mais uma vez sobre o futuro da garota já que no último encontro, Paloma não o deixou falar.  Bruno só não sabia que seria impedido de entrar no prédio.


Bruno fica nervoso e tenta argumentar:

“Eu, que criei a Paulinha, vou falar o que não devo? Pra mim em primeiro lugar tá a felicidade da minha filha, e enquanto essa situação não for resolvida é na Paulinha que temos que pensar primeiro. Deixa eu subir”, ele implora.

Bruno decide ligar para Paloma e se humilha pedindo para ver Paulinha:

“Paloma,eu sei que dissemos coisas horríveis um pro outro. Mas a Paulinha não pode ficar no meio dessa guerra. Eu tenho certeza que ela já tá sentindo minha falta. Me deixa subir.”

Paloma
não se comove e acusa Bruno novamente:

“Você roubou a Paulinha de mim, quer mais o quê? Ela tem que se acostumar que você não faz mais parte da vida dela. Que você não é o pai dela.”

Bruno tenta fazer Paloma mudar de ideia e diz que não é assim que se cuida de uma criança, mas a médica desliga o telefone na cara dele. Desnorteado, o corretor fala que vai subir de qualquer maneira e se atira no elevador. Dois seguranças seguram Bruno, que tenta lutar e é preso numa gravata.

“Me larga! Eu quero ver minha filha! Cês não tem o direito! Me larga!”,  grita Bruno.

O corretor rola na calçada e chora desesperado:

“Me deixem ver minha filha! Minha filha! Minha filha!”

Bookmark and Share

Comentários (9)

  • ANA diz: 12 de junho de 2013

    Que raiva dessa Paloma, mulher ridicula…coitadinho de Bruno!

  • Ano diz: 12 de junho de 2013

    Que raiva desse Bruno, cara ridiculo…coitadinha da Paloma! Há! Há! Há! Empatou!

  • Claudia diz: 12 de junho de 2013

    Já não gosto dessa atriz, ela sempre faz a mesma cara de sonsa boazinha. Agora a sonsa resolveu cortar o cara de vez porque ele roubou a filha dela, sim, porque a criança não importa. E, vamos combinar, cadê o direito do pai? Para a justiça o pai é ele e pronto, até que tenha um processo, um afastamento do lar por algum motivo a criança ficaria com ele que tem a guarda legal e se fosse afastada do lar, após anos de processo, não iria direto pra casa dela. Imagina se for só chegar, pegar a criança e proibir a família de ver ninguém mais adota ninguém. Coisa ridícula e fora da realidade!

  • Clau diz: 13 de junho de 2013

    Ridícula é pouco! É transtornada, perturbada… Devia ter se tratado quando perdeu a filha. Ora essa…. Ela se deita com Bruno, come na casa dele, conhece a família, a mãe que trabalha no hospital e o trata como se fosse um bandido. Ela não tem o direito de não deixá-lo ver a menina. Ela pode até resolver COM ELE essa questão da filha, mas fazer o que ela está fazendo é vilania. Mas tem a quem puxar. Herdou o gênio ruim do pai. O canalha que traiu a mulher com tantas outras, fez uma prostituta casar com seu filho, fez a mulher dele criar sua filha bastarda, fez o filho se sentir culpado por ser gay… E ainda trai a mulher com a secretária, dando carro, apartamento, jóias… E pior! se acha com razão. Então essa vilania toda, essa MALDADE toda de Paloma, é herança maldita do pai dela. De resto, espero que ela seja bem feliz com Ninho. O pai da filha dela e quem nem quis saber se a menina estava viva ou morta. É DESTE TIPO de homem que Paloma merece. Bruno merece outra mulher, mais equilibrada. Nem Glauce ele merece! Mas uma mulher NORMAL. Paloma poderia ter resolvido tudo decentemente, conversando com ele, criando junto a menina com ele. Ele de certa forma, salvou a guria pois se tivesse convivido dentro da mansão, Félix já teria dado um jeito dela morrer. Espero um longo e doloroso arrependimento por parte de Paloma, mas SEM VOLTAR pra Bruno. Porque este merece alguém infinitamente melhor do que essa mimada asquerosa.

  • Lola diz: 13 de junho de 2013

    Novela ridícula, isso sim. Até que ela prove o contrário, o pai é ele, ou essa menina não tem certidão de nascimento? Chama a polícia, entra com um pedido de busca e apreensão na Justiça. Te mexe, se tu é pai!!!

  • Carol diz: 13 de junho de 2013

    Ridícula essa Paloma, mesmo!
    Concordo com tudinho que “Clau” escreveu!

  • Soní diz: 13 de junho de 2013

    Muita injustiça com o Bruno. Criou com tanto amor a menina. Para ele a menina está sempre em primeiro lugar , já para a Paloma… quero ver como ela vai reagir quando souber que seu próprio irmão roubou e jogou fora sua filha. Bruno não merece uma mulher assim. Paulinha não merece sofrer longe do pai que ama tanto, devido ao egocentrismo da mãe.

  • Vanessa diz: 13 de junho de 2013

    Acho engraçado todos esses comentários criticando a Paloma! Se fosse vocês no lugar dela, não iria achar que o Bruno roubou sua filha?? Mesmo não sendo o caso dele, tem muito psicopata com família e tudo e tu nem imagina…
    Bom eu acharia e acho que a primeira atitude seria esta mesmo, só tem q conversar com a menina..
    O correto seria o Bruno ter entregado a criança pro conselho tutelar quando achou e se colocar a disposição para adoção, eles dão prioridade nestes casos…

  • Clau diz: 14 de junho de 2013

    Não dão prioridade Vanessa. Nosso sistema judiciário é FALHO. Observe quantas mães colocam fora seus filhos e quando eles são encaminhados para uma entidade pra serem adotados, a justiça diz que quem tem prioridade de ficar com a criança é a MÃE!!!! Mas se essa mesma mãe colocou fora seu filho?? é só derramar algumas lágrimas e a justiça devolve para essa mãe a criança inocente?? Pois é bem assim. Isso é correto?

    Primeiro: Bruno NÃO roubou a criança. E ele ACHOU a coitadinha no lixo. Em desespero, quis ficar com ela. E Paulinha cresceu em um lar cheio de amor e alegria. Tenho certeza que Johnatan, filho de Félix, ficaria feliz em ter uma família assim. Humilde, trabalhadora, mas unida acima de tudo. Já a família de César Khoury só vive de aparências, críticas, alfinetadas, mentiras, traições e egoísmos.
    Paloma não tem o direito de simplesmente pegar a filha e fazer CÁRCERE PRIVADO. Não tem o direito de PROIBIR o pai de ver a filha. O pai verdadeiro de Paulinha é um cara sem trabalho, sem casa, sem documento, que não quer ter responsabilidades. Ainda foi preso por tráfico de drogas. Isso é exemplo? Ah então esse não é bandido, mas o Bruno é? Por ter pego uma criança, cuidado, criado e amado? Estranho é ver que ainda há gente que ache a Paloma com razão. Me desculpe, mas é só minha opinião, respeito a sua. Mas acho uma distorção de valores Paloma pegar a menina e TRANCAR em sua casa, PROIBIR a coitadinha de ver sua família, que a criou. Nem a avó pode cuidar dela!!!!! Mas como assim?????? Bruno tem direitos sim. Mas como ELE ama Paloma, quer tentar resolver a situação numa boa. Paloma NÃO AMA Bruno. Isso está evidente. Só quis ter uma vida certinha pra agradar o papaizinho dela.

Envie seu Comentário