Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Especial Dia dos Pais: Os melhores (e piores) papais da telinha

11 de agosto de 2013 0

Neste Dia dos Pais, o Noveleiros não poderia deixar de prestar uma homenagem a eles. Nas novelas atuais, há muitos paizões, capazes de tudo por suas crias. Mas também há aqueles que não merecem serem chamados de “pais”, já que não ligam a mínima ou tratam mal seus filhotes. Vamos a eles:

ALBERTO (IGOR RICKLI)


Ao se casar com Ester (Grazi Massafera), o vilão assumiu a paternidade do pequeno Samuca. Mais tarde, veio Laurinha, mas nem por isso o coração de Alberto amoleceu. Apesar de já ter demonstrado carinho aos filhos, ele não hesita em usar as crianças para atingir a ex-mulher. Cruel, o pilantra já ameaçou fazer mal a Samuca caso Ester não cedesse a suas vontades. Com um pai desses, pra que inimigo?


CASSIANO (HENRI CASTELLI)


Bem diferente do rival, Cassiano é um paizão de dar inveja. Desde que conheceu o filho Samuca, ele não mede esforços para fazer o menino feliz. Juntos, os dois aprontam muita bagunça e passam belos momentos, para orgulho da mamãe Ester. De quebra, Cassiano ainda está disposto a assumir a pequena Laurinha, filha da amada com Alberto.


QUIRINO (AILTON GRAÇA)


Quem disse que é preciso laços de sangue para ser pai? Quirino é a prova viva disso, já que sempre dedicou todo seu amor ao filho adotivo Juliano (Bruno Gissoni). Já casado com Doralice (Rita Guedes), o professor encontrou o pequeno William recém-nascido, abandonado à sua porta. Do mesmo modo, Quirino criou mais um filhote com todo o amor e não se cansa de dar bons conselhos e mimar os garotos.


GILSON (DANIEL DANTAS)


Além do filho biológico Érico (Armando Babaioff), tio Gilson e tia Salma (Louise Cardoso) têm mais uma porção de rebentos espalhados pelo mundo. Os dois mantiveram durante anos um lar de adoção, no qual acolheram e amaram como se fossem suas dezenas de crianças. Que o digam Bento (Marco Pigossi), Amora (Sophie Charlotte) e tantos outros.


WILSON (MARCO RICCA)


O dono do Kim Park é o oposto do irmão Gilson. Wilson se transformou em um homem amargurado após a morte da mulher que amava, por isso, não soube demonstrar afeto nem aos próprios filhos. O resultado é que Tito (Rômulo Arantes Neto) e Mel (Carla Salle) não têm um pingo de caráter, e Vinny (Maurício Destri) é inseguro e carente. Wilson nem imagina que também é pai de Bento (Marco Pigossi), a quem sempre detestou.


PLÍNIO (HERSON CAPRI)


Malu (Fernanda Vasconcellos) sempre sofreu nas mãos de Bárbara Ellen (Giulia Gam) e nunca se sentiu amada pela mãe. Ainda bem que pra compensar ela tem um paizão amigo, atencioso e que faz tudo para vê-la feliz.


BRUNO (MALVINO SALVADOR)


Após encontrar um bebê recém-nascido em uma caçamba, Bruno o acolheu com todo o amor. Paulinha (Klara Castanho) cresceu sem mãe, mas não pode se queixar de falta de carinho, já que o pai adotivo sempre fez tudo por ela. Por amor à menina, Bruno abriu mão do amor de Paloma (Paolla Oliveira), já que os dois acabaram brigando na justiça pela guarda da criança.


FÉLIX (MATEUS SOLANO)


Cruel e sarcástico com todos que o rodeiam, Félix transformou o filho Jonathan (Talles Cabral) em sua maior vítima. O garoto sempre foi humilhado e maltratado pelo pai, com quem vive em pé de guerra. Mal sabem eles que Jonathan é na verdade filho de César, portanto, irmão de Félix. Será por isso que eles nunca se deram bem, por pressentirem que não são pai e filho?


CÉSAR (ANTONIO FAGUNDES)


Apesar de manter a pose de homem íntegro e dedicado à família, César sempre foi um péssimo pai, principalmente para Félix. Machista ao extremo, o médico rejeitou o filho ao descobrir que ele é gay e disse barbaridades ao rapaz. Se Félix é uma pessoa má e rancorosa, muito disso se deve à criação que teve.

Bookmark and Share

Envie seu Comentário