Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Paolla Oliveira diz que é difícil ser mocinha de novela e rebate críticas: "Tento ignorar"

31 de agosto de 2013 8

Rafael Sorín, TV Globo

É difícil uma mocinha de novela ser totalmente amada pelo público. Como na maioria das vezes a protagonista é boazinha demais, sofre e chora durante meses, acaba irritando o telespectador. Não é à toa que muita gente torce pelos vilões…

Paolla Oliveira já é especialista a viver mocinhas choronas na TV. E costuma receber muitas críticas, como foi o caso da Marina de Insensato Coração, e agora da Paloma de Amor à Vida. Em entrevista ao blog da Patrícia Kogut, a atriz revela que não é fácil ser mocinha:

- Fazer mocinha não é tarefa fácil, mas, pela repercussão que vejo hoje nas ruas, sinto que Paloma é um personagem real. É um ganho para mim.

Paolla revela que não liga para as críticas:

- Tento ignorar. Quando fiz “Belíssima”, por exemplo, a internet não era tão forte. Hoje, todo mundo tem o poder de criticar. O que importa é de onde vem a crítica. Procuro ver quem escreveu para pensar em como posso melhorar.

Eu, particularmente, não gosto do trabalho da Paolla Oliveira. Ela é linda e tem uma presença forte em cena, mas se mostra uma atriz limitada em cenas que exigem mais emoção. E vamos combinar que muitas vezes a personagem não ajuda, como é o caso de Paloma, uma mocinha desequilibrada e sem noção da realidade.

E vocês, o que acham do trabalho de Paolla Oliveira? Ela manda bem como mocinha ou deixa a desejar?

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • Caldeira diz: 31 de agosto de 2013

    O (a) ator (atriz) faz o que o roteiro lhe exige.Representar bem ou mal é uma característica pessoal que, salvo melhor juízo, pode ser aprimorada.Essa menina está longe de ser uma boa atriz, porfanto tem um longo caminho a percorrer. Não adianta a rede Globo querer enfiar a atriz lboca abaixo dos telespectadores, como costuma fazer a “poderosa do plim-plim” (homenagem ao Clodovil). Em verdade o qaue precisa mudar não são os atores, mas sim os autores e, por via de consequência, os roteristas desses folhetins que andam saturando os horários “nobres” das emissoras. Não dá mais para aguentar mocinhas choronas, vilões estereotipados, crianças chatas, gays, sogras pentelho, galãs musculosos e descamisados, enfim, toda essa “fauna” que já saturou há muito tempo. Chega de babaquice na TV, afinal só querem faturar, mesmo a custa da mediocridade. Paolla é uma profissional que precisa evoluir mas não tem culpa de nada.

  • Clau diz: 31 de agosto de 2013

    Concordo contigo Michele. O que vejo nela é a falta de expressão. Tem atrizes que somente com olhar elas dizem muito. Paolla não modifica o olhar, seja na alegria ou raiva. A única vez que gostei de Paloma, a personagem, foi no capítulo de ontem quando ela esbofeteou Alejandra. Que surra bem boa foia aquela! Mas depois, mesmo tendo a possibilidade de deixar a vilã cair precipício abaixo, Paloma ainda salva a outra. Esse politicamente correto é que estraga o personagem e ele acaba parecendo um babaca. Por isso os mocinhos e mocinhas não agradam. Por Paloma não ter deixado Alejandra cair no precipício e morrer, Paloma acabou indo pra prisão e posteriormente para um hospício. Ou seja, foi bancar a politicamente correta e acabou se ferrando. Essas atitudes são irritantes. Claro que a atriz nada tem a ver com as criações do autor. Mas se for uma ÓTIMA ATRIZ, aí qualquer papel mesmo idiota vai agradar ao público. Não me lembro de ver Glória Pires desapontando o público, por exemplo. E com ela, muitas outras. É o JEITO de representar. A mesma expressão facial. Então Paolla é bela, mas para uma capa da revista Vogue. Mas como atriz, só acreditar no potencial dela quando ela conseguir expressar seus sentimentos com veracidade. Desculpem os fãs de Paolla, mas é só minha opinião a respeito do trabalho dela. Quem sabe ela um dia melhore? Tudo é possível.

  • fernando diz: 31 de agosto de 2013

    Quando alguém apela para astrologia , numerologia , altera nome é porque alguma coisa esta errada ou seja não esta agradando , mas é por pouco tempo ela não agrada muito e tambêm esta numa péssima novela que deixa muito a desejar , a globo esta apelando demais e ninguém diz nada deixa correr complica até com os atores

  • Rose May diz: 1 de setembro de 2013

    Pra mim a Paola e o Malvino entram em cena eu mudo de canal , o casal mala, é muito ruim não tá dando pra aguentar!

  • Karla diz: 1 de setembro de 2013

    Eu acho que ela está muito bem como Paloma. Talvez não esteja entre as melhores de sua geração, mas dá conta do recado. Triste mesmo é ver Grazi Mazaferra e Sophie Charlotte protagonizando novelas. As duas são fraquíssimas, e suas personagens infinitamente piores que a Paloma.
    Agora, acho um horror criticar a Paloma pq ela não jogou a outra do precipício. Tudo bem que a Alejandra até merecia, mas Paloma não é uma assassina! E ainda fazer isso na frente de uma criança, seria absurdo!!

  • Laura diz: 7 de setembro de 2013

    Nossa, achava que só eu que achava isso.

    Também acho a Paolla Oliveira fraca. Pra mim, uma boa atriz sempre vai marcar você com um papel ou mais. Por exemplo: Adriana Esteves como Carminha, Isis Valverde como Sereia e Suellen, Isabelle Drummond como Emília, Cida e Giane, Sophie Charlotte como Amália e Amora, Glória Pires como Ângela Cristina, Taís Araújo como Preta, Penha e etc.

    A Paolla Oliveira nunca me marcou como ninguém. Eu não chego achar ela péssima (pra mim a Grazi Massafera é péssima, como o outro citou), ela só não é boa. Falta expressão, menos texto decoradinho, mais ação, mais canela e pimenta pra ela.

    Para mim, ela vai ficar marcada como Paloma porque é a primeira vez que estou prestando atenção no trabalho dela. Mas ela vai ficar marcada como uma atriz-sem-expressão-e-a-personagem-chatinha.

    Não precisa ser fera para ser bom. Por exemplo, tem gente que já nasce com o talento tipo a Klara Castanho e a Isa Drummond e tem gente que desenvolve como teatro como a Maria Casadevall e a Kéfera Buchmann (já vi o trabalho dela como atriz).

    Recomendo umas aulinhas de teatro para a Paolla.

  • Leandro Baraldi diz: 10 de maio de 2014

    Acho que o problema não é a atriz e sim a personagem. Adriana Esteves também já foi criticada e hoje é considerada ótima atriz.

Envie seu Comentário