Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Amor à Vida: Marcello Antony diz que traição de Eron foi "um ato de amor". Você concorda?

03 de setembro de 2013 6

Renato Rocha Miranda, TV Globo

O polêmico triângulo amoroso envolvendo Eron (Marcello Antony), Amarilys (Danielle Winits) e Niko (Thiago Fragoso) vai ficar ainda mais complicado. A moça descobrirá que está grávida e deixará o amigo pensar que o bebê é fruto da inseminação artificial.

Acontece que tanto Amarilys quanto Eron sabem que a criança foi gerada pelas “vias naturais”, após uma transa dos dois. Sendo assim, Niko não tem nenhuma ligação genética com o bebê.

Falando nas “vias naturais”, uma das cenas mais ridículas dos últimos tempos foi a transa de Eron e Amarilys. A mulher acabou de ter um sangramento, ao invés de ir correndo para o hospital para ser examinada, resolveu ir pra cama com o advogado. Afinal, tinha que aproveitar o “período fértil”. Como assim, Walcyr Carrasco?

Marcello Antony analisou a polêmica em entrevista ao Extra:

- Eron sente desejo por Amarilys, sim, ela mexe com ele. Mas a principal motivação de Eron para fazer o que fez foi querer que a gravidez fosse um sucesso, evitando o sofrimento de Niko por mais uma inseminação frustrada. Pode não parecer, mas foi um ato de amor ao companheiro.

O ator diz que o grande amor de Eron é Niko e que a relação com Amarilys é apenas física. Juntando tudo isso, a traição acabou acontecendo, mas nem por isso é justificável.

Amarilys agiu mal desde o início, obrigando Laerte (Pierre Baitelli) a ir contra a ética ao usar os óvulos da médica durante a inseminação. O certo seria ela ser apenas a “barriga solidária”, sem nenhuma relação biológica com a criança.

Depois, é inaceitável que ela tenha se envolvido com Eron, companheiro de seu melhor amigo Niko. Bela amiga essa, que age pelas costas e é capaz de tamanha traição. NADA justifica as atitudes da médica, tudo o que ela fez foi tomada pelo egoísmo e pela falta de respeito com o sentimento alheio.

Eron, até pode ser que no fundo ele tenha feito o que fez por amor a Niko, afinal, queria realizar o sonho do companheiro de ter um filho. Mas houve traição, isso ninguém pode negar. Na minha opinião, Eron e Amarilys não devem ser perdoados. Niko deve virar as costas para os dois, eles que fiquem com o bebê (que é só deles mesmo), enquanto o sushiman segue à procura de um amor sincero e verdadeiro.

E vocês, o que acham dessa polêmica? A traição de Eron foi um ato de amor? Ou foi canalhice mesmo?

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Clau diz: 3 de setembro de 2013

    Ato de AMOR?? Amor a quem? À Amarilys? Ao Niko? Ao sonho dele e de Niko terem um filho? Resta saber o amor a quem? À VIDA? kkkkkkkkkkkkkkkkkkk.. Adoro essas desculpas masculinas… “Ato de amor”!!! Ah tá. Conta outra. Queria e fez por gosto mesmo. Por vontade de “mudar o cardápio”. Ou vai dizer que fez o que fez por pura caridade….Somente para PROCRIAR!! kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk

  • Clau diz: 4 de setembro de 2013

    Ato de amor a quem? Ao Niko? Com uma traição? Eu tinha uma boa imagem deste personagem, Eron. Principalmente quando ele falava de cabeça erguida que era homossexual e tinha parceiro. Mas depois de vê-lo sucumbir aos encantos de Amarilys e posteriormente saber que ele vai esconder sua condição homossexual conforme César quer, para manter seu posto no São Magno, aí comecei a me decepcionar com ele. Que p-ena… Não culpo tanto Eron, mesmo ele estando errado e consciente disso. Mas Amarilys????? Como disseste Michele, nada justifica a atitude dela. Parece que enlouqueceu e caiu em cima do Eron como sendo o último homem da face da Terra. Lamento por Niko, um cara generoso, amigo, parceiro… Não merecia isso. E também acho que Niko deveria encontrar um novo amor. Afinal a criança nasce e será filho de Eron e Amarilys. Onde fica Niko nisso tudo?

    Agora, vamos combinar que esta novelinha é uma exaltação à traição, não é? É todo mundo traindo todo mundo…Que é isso?!

  • Anaa diz: 4 de setembro de 2013

    mais incrível foi ela acabar de perder o bebê, meia hora depois ir pra cama com ele e ENGRAVIDAR. Não sou médica, mas isso é possível?

  • Cristina diz: 4 de setembro de 2013

    Pior não é tudo isso … pior é o exemplo de uma médica que transa SEM camisinha ! Belo exemplo essa novelinha chinfrin dá. Aliás, cuidado com doenças e gravidez não tem nenhum nas novelas atuais. E é tudo com uma rapidez espantosa. Transou num dia e no dia seguinte já sente os sinais e a confirmação da gravidez. Sem falar na falsificação de exames de DNA ! Está ficando cada vez mais difícil acompanhar essas novelinhas.

  • Carlos diz: 4 de setembro de 2013

    Essa novela é estranha minha gente onde um homem em tentativa de reconquistar uma mulher iria sequestrar a filha deles ou a filha sendo sequestrada e no meio de tudo isso vc fazendo sexo no meio do mato. Ato de” amor” ao sexo só se for kkkkkkk foi bem ara de pau essa resposta do Marcelo, agora pra mim o Eron e pior do que a Amarilys pelo simples fato de que era ele que dividia uma vida com o Niko e era ele que era o companheiro dele, acredito que o que a Amarilys realmente sente é inveja da relação que o amigo conseguiu ter por um bom tempo e a mesma até hoje está encalhada

Envie seu Comentário