Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Minha novela inesquecível: Barriga de Aluguel

14 de setembro de 2013 1

Divulgação, TV Globo

Voltamos a revirar nosso baú de novelas inesquecíveis. Hoje a trama homenageada é Barriga de Aluguel, história de Gloria Perez que foi ao ar de agosto de 1990 a junho de 1991.

Em uma época em que não se falava muito no assunto, Gloria levantou a polêmica da inseminação artifical e de mulheres que se dispunham a gerar o filho de outras pessoas. Hoje em dia isso pode ser natural, mas há mais de vinte anos, o assunto era novidade na telinha.

Divulgação, TV Globo

Em seu primeiro papel de destaque, Claudia Abreu emocionou o público na pele de Clara, uma jovem ambiciosa, que topava ceder seu ventre para um casal que não podia ter filhos. Após fazer um acordo com Ana (Cassia Kis Magro) e Zeca (Victor Fasano), a jovem passou a gerar um bebê que não era seu. Ou será que era?

Divulgação, TV Globo

Foi essa a grande discussão da trama: afinal, quem tinha mais direito sobre a criança? A mulher que o carregou na barriga por nove meses? Ou o casal que cedeu seu material genético para a inseminação?

Pra piorar a situação, Clara acaba se envolvendo com Zeca. Assim, Ana tem que disputar o filho e o marido…

Divulgação, TV Globo

Gloria Perez contou com uma assessoria jurídica para escrever o final dessa história. No primeiro julgamento, Clara ganhou a guarda do bebê. Mas Ana recorreu e em seguida foi considerada a mãe biológica da criança. Porém, o fim da novela mostra que as duas mães acabaram entrando em um acordo longe dos tribunais, dispostas a se revezarem na criação do menino.

Divulgação, TV Globo

Em meio a esse debate científico e jurídico, destacaram-se as atuações de dois veteranos. Mário Lago interpretou o doutor Molina e Beatriz Segall foi miss Penelope Brown, ambos médicos do Centro de Reprodução Humana. Os personagens foram homenageados anos depois, quando reapareceram em participação especial na novela O Clone, em 20012.

Divulgação, TV Globo

Destaque também para Humberto Martins como o caminhoneiro João, ex-namorado de Clara. Na época, o ator jovem galã promissor e ganhou uma legião de fãs.

Divulgação, TV Globo

Apesar de ser uma novela das 18h, Barriga de Aluguel foi uma das tramas mais longas da emissora e chegou a ficar dez meses no ar.

A novela foi reprisada no Vale a Pena Ver de Novo entre julho e novembro de 1993.

>>> E AÍ, GOSTARAM DA HOMENAGEM? QUAL NOVELA VOCÊS QUEREM RELEMBRAR AQUI NO NOVELEIROS? DÊ SUA OPINIÃO NOS COMENTÁRIOS!

*** Relembre outras novelas inesquecíveis

Bookmark and Share

Comentários (1)

  • LINDA diz: 14 de setembro de 2013

    Por favor eu gostaria de ver “Sonho Meu”.

Envie seu Comentário