Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Muito barulho por nada: Barraco mais aguardado de Amor à Vida decepciona

19 de novembro de 2013 29
paloma_felix_2

Fotos: Divulgação, TV Globo

Depois de deixar todo mundo na expectativa desde sábado, foi ao ar ontem o barraco mais esperado de Amor à Vida. César (Antonio Fagundes) revelou diante de toda a família que foi Félix (Mateus Solano) quem jogou Paulinha (Klara Castanho) em uma caçamba de lixo.

Não sei se minhas expectativas estavam muito altas, o fato é que só uma palavra traduz o que senti com as cenas: decepção.

Pra começar, achei a revelação toda muito enrolada. Bruno (Malvino Salvador) chamou duas testemunhas que viram Félix no bar naquela noite. Márcia (Elizabeth Savalla) negou, pois não queria prejudicar seu “menininho”. O pastor confirmou que foi Félix quem esteve no bar procurando por Paloma (Paolla Oliveira), disse que mesmo passados 12 anos, tem memória fotográfica e nunca esqueceu o rosto daquele homem.

1454916_263085567172116_721467891_n

Só no final da encenação, quando Pilar (Susana Vieira) já estava quase subindo pro quarto de tanta impaciência (te entendo, Pilar, eu também tava louca pra ir dormir mais cedo), César mostrou a prova conclusiva: a echarpe com as impressões digitais de Félix.

644520_263085717172101_567104732_n

Até aí, não foi uma sequência só, houve uma série de cortes nas cenas, mostrando coisas que não tinham a menor importância. Os casais Michel (Caio Castro) e Patrícia (Maria Casadevall), Guto (Márcio Garcia) e Sílvia (Carol Castro) no motel, Amarilys (Danielle Winits) maltratando o pobre Jayminho (Kayky Gonzaga)… Ok, entendo que a ideia era segurar a audiência, mas acho que acabou tendo o efeito contrário. Fiquei bem irritada e quase desisti de esperar o fim do capítulo pra ver o resto do barraco.

Quando o barraco finalmente engrenou, foi aquela gritaria! Paloma finalmente acreditou na história, Félix deixou a máscara cair e confessou todo o ódio que sempre teve pela irmãzinha, a mágoa de não ter sido amado pelo pai… Deu até pena, parecia um menininho carente!

paloma_felix_3

No ringue, Félix e Paloma, enquanto os demais personagens só serviram de espectadores para o embate. Foi gritante a diferença entre Paolla Oliveira e Mateus Solano! Enquanto ela se esforçava para ser convincente, fazendo caras e bocas estranhas (mais parecia a autista Linda em alguns momentos), Mateus Solano dava um show, como se só houvesse ele na cena. Um monstro esse rapaz, merece todos os prêmios que já ganhou e ainda vai ganhar esse ano!

1472957_263085713838768_502852042_n

Sinceramente, eu esperava muito mais de Paolla Oliveira. Nos últimos barracos familiares ela só assistiu a tudo passivamente, com aquela cara de tédio, mas desta vez poderia ter se esforçado mais, já que a dor dela era a maior dentre todos os presentes. Não me convenceu, achei que a fraquíssima atuação acabou prejudicando a cena. Paloma chegou a forçar gritos histéricos, mas alternava com caras e trejeitos estranhos…

paloma_felix_1

Bruno só serviu para segurar Paloma, que insistia em bater mais um pouco no irmão. Puxa, por que não deixou a mulher descarregar toda a raiva? Tava com pena do Félix, amigo? Eu, se fosse ele, largava ela e deixava bater…

1422609_263085633838776_1999181597_n

Só uma perguntinha: como é que dona Bernarda (Nathalia Timberg) ainda não morreu do coração com tantos barracos e revelações bombásticas?

Susana Vieira ficou apagadinha, poderia ter mostrado mais sua indignação, por ter acabado de descobrir que criou um monstro. César estava mais contido, afinal, vindo de Félix ele já espera qualquer coisa. Foi engraçado ver a cara de Aline (Vanessa Giácomo), que estava adorando ver o circo pegar fogo, só faltou bater palminhas.

Vários fatores acabaram me incomodando nas cenas de ontem, esperava que o momento mais importante da novela fosse mais impactante, não sei, faltou alguma coisa… Mas como sempre, Mateus Solano salvou o capítulo, dando um banho de interpretação.

1450663_263085587172114_384462283_n

E vocês, o que acharam do barraco?

Bookmark and Share

Comentários (29)

  • laura diz: 19 de novembro de 2013

    Achei a cena muito ruim tbm. Parecia um verdadeiro dramalhão mexicano, tudo muito exagerado. A Paolla Oliveira é ruim e ponto, não tem muito que dizer. Mas discordo de ti ( e de quase todo mundo) em relação ao Mateus. Acho ele bem fraco tbm (claro anos luz melhor que a Paolla), ficou tudo muito forçado e exagerado, inclusive a atuação do Solano, visto que o Félix não é um personagem difícil de interpretar ( em que pese eu realmente às vezes dê risada com ele). Eu vejo muito mais caras e bocas dele do que realmente uma interpretação maravilhosa.

  • mariana diz: 19 de novembro de 2013

    Show de Mateus Solano!! Merece todos os aplausos….eu nao conseguia desgrudar os olhos da tv a cada fala de Felix! Arrasou muuuuuiito.

  • fernando diz: 19 de novembro de 2013

    mais arrastado que espetáculo de telecatch o episódio de ontem… qd eles cortaram o barraco a primeira vez pra mostrar niko e eron e depois voltaram pros khoury eu pensei “peraí, n aconteceu nada? eles ficaram quase 10 minutos parados só um olhando pra cara do outro?”, a direção pecou demais ontem. a cena n teve lá muita fluidez, paloma berrou como se jason estivesse perseguindo ela, mateus solano chorou feito uma menininha a noite tda… mas a verdadeira estrela da noite foi o “espelho no teto” de antônio fagundes kkkkkk eu nem sabia q ele tinha calvície!

  • JULIA diz: 19 de novembro de 2013

    achei muito fraca a cena, esperava mais..o que foi aqueles gritos da paloma..ridiculo mesmo..até o mateus solano poderia ter sido melhor..mas naum foi culpa dele e sim do contexto da cena q ficou a desejar e ponto!

  • Karla diz: 19 de novembro de 2013

    Concordo: o capítulo teve muita enrolação com cenas totalmente dispensáveis (Michel e Patricia, Guto e Silvia).
    A atuação do Mateus foi excelente! Melhor ator do ano até aqui.

    Discordo: eu gostei da atuação da Paolla. Ela estava muito bem! Ao menos para mim, ela passou toda a revolta e a decepção que a cena exigia.

  • Maria Helena diz: 19 de novembro de 2013

    Inesquecível a participação de Mateus Solano, tão grande como sua interpretação foi o fiasco de Paloma de Oliveira.
    Em momentos pensei que tinha baixado uma Pomba Gira nela e por pouco não vi seu pescoço virar dando claros sintomas de estar incorporada..
    Já imaginaram se a cena acontecesse entre Adriana Esteve e Mateus Solano?

  • Juliana S. diz: 19 de novembro de 2013

    Mauteus Solano salvou a cena! é um otimo ator certamente!

  • Ana diz: 19 de novembro de 2013

    Acho engraçado quando falam que o Félix tá caricato, exagerado… bem, o personagem é assim! Oi!
    Ah e NÃO AGUENTO MAIS MICHEL PATRÍCIA SILVIA E GUTO NO MOTEL. Peloamordedeus!!! Que SACO! Já passou todos os limites da encheção e enrolação, tão praticamente gravando uma cena só e passando todos os dias, acho que se fizerem isso ninguém vai perceber!
    Aliás, não é só no motel, é em tudo, poderiam acabar com esses 4 personagens. Talvez manter só a Silvia como advogada dos outros personagens.

  • Ana diz: 19 de novembro de 2013

    fernando, a novela não passa em tempo real

  • Andy diz: 19 de novembro de 2013

    Concordo com você! Só deu o Solano ontem, todo o resto decepcionante.
    Paolla já demonstrou que não tem cacife pra protagonizar novelas, ainda mais as do horário nobre. Vide a Marina de Insensato Coração, a primeira versão da pamonha e uma das mocinhas mais chatas/insossas/duras de engolir dos últimos tempos. O que tem em beleza, falta em talento.

  • Juliana N diz: 19 de novembro de 2013

    Só em tópicos pra comentar tantos furos mas vamos lá:

    1- Já começou errado tanta enrolação para finalmente se revelar o que todo mundo estava fazendo ali. O “papi soberano” enrolou horrores para chegar ao ponto relevante: a echarpe

    2- A Márcia entrando, a surpresa da Pilar e do César e as frases misteriosas sobre como eles se conhecem foram ridículas. Ficou nítido que foi encheção de linguiça pra segurar a novela até fevereiro.

    3- O pastor de memória fotográfica? Sem comentários. Aliás, como um homem que diz que encontrou jesus assiste aquela baixaria sem fazer nada?

    4- A Paloma tentou, mas ficou caricata demais, gritou demais, ficou forçado.

    5- A Pilar que ama tanto o filho, merecia algumas falas mais impactantes na cena, os dois ainda terão o momento deles, mas uma mãe que protege tanto o filho deveria ter ficado tão enfurecida quanto a Paloma por descobrir que seu filho é um monstro. O que foi aquela parte: “CALA A BOCA FÉLIX! ESTOU PREOCUPADA COM MINHA FILHA PALOMA!!!!! Com tanto amor que ela tem por ele, achei que deveria ter tido mais emoção. A reação da Márcia foi muito mais eloquente.

    6- Esse capítulo deixou bem claro que o César é tão ganancioso e egoísta quanto o Félix, já que em nenhum momento ele esqueceu o hospital. Inclusive, já tinha dito antes que o que o motivou a desmascarar o filho foi ter a presidência de volta.

    7- Tava ridículo o mordomo de estátua no fundo da cena inteirinha.

    8- O Felix vomitando todo seu rancor, Paloma contando todo seu sofrimento, e Bruno com aquela cara de paisagem? Como assim produção?

    Enfim, são tantas coisas que ficaria aqui o dia todo. Ainda bem que temos Mateus Solano pra salvar a cena. Ele conseguiu despertar a pena dos telespectadores. E assim como a Carminha, percebe-se que no fundo seu mau-caratismo foi moldado por ninguém menos que o próprio pai. E ainda abro um parênteses: Pelo que estamos vendo, o César é pai do Félix biológico. O que justifica uma pessoa ter tanto ódio do próprio filho?

  • Anjo Colorado – Zé diz: 19 de novembro de 2013

    A cenas teve seus altos e baixos. Gostei da interpretação de Mateus Solano e Paolla Oliveira, mas o autor poderia ter feito mais. Achei que Paloma deveria ter agredido Felix pra valer. Deveria ter pego uma garrafa ou vaso e arrebentar a cabeça daquele infeliz quando estava no chão chorando. Estaria mais de acordo de uma mãe que teve o filho jogado numa caçamba de lixo.

  • Wilton Rinaldo Dieterich diz: 19 de novembro de 2013

    Quanto a Mateus Solano, Espetacular; Paloma , uma decepção, Cezar Irritante.

  • Diego Heck diz: 19 de novembro de 2013

    Eu sei que gosto não se discute, mas, pro meu gosto, a cena foi ótima, longe de ser decepcionante. O Mateus Solano é um monstro, o maior ator da nova geração e com um futuro ainda brilhante pela frente. Ele é quase uma unanimidade. E digo “quase” porque já encontrei pessoas que dizem não gostar dele. Fazer o quê, né? Toda unanimidade é burra.
    Com relação à Paola, aí eu sou minoria. Eu sinceramente não entendo por que tanta gente diz que ela é sem graça, insossa, fraquinha etc. Eu acho que ela tá fazendo uma interpretação de acordo com a personagem. Claro que ela não tem o talento do Mateus, que seria um Messi ou um Neymar da interpretação hoje. Mas daí dizer que ela é fraquinha, eu acho uma injustiça com a moça.
    A cena teve alguns problemas, é verdade. Concordo com muitos dos problemas trazidos à tona nos comentários anteriores. Teve um detalhe que não vi ninguém comentar: por que o pastor ficou o tempo todo segurando a Bíblia no momento do barraco? Nada a ver aquilo ali! É uma certa tentativa de passar uma imagem estigmatizada dos evangélicos, como se fossem todos fanáticos, que não largam a Bíblia em momento nenhum. Eu tenho evangélicos na família e sei que não é assim.

  • Thamiris Mendes diz: 19 de novembro de 2013

    Sinceramente PRA MIM a Paolla Oliveira foi bem sim na cena(minha opinião).
    Mateus Solano fez o que se esperava dele,foi perfeito.
    só acho que o AUTOR poderia ter escrito melhor as falas dos atores!
    Mais uma coisa que me irritou um pouco foi que no barraco típico dos Khoury quem falou,chorou e gritou foi Felix e Paloma,porque os restantes só ficaram assistindo tudo.
    Os únicos que se expressaram um pouco foram Cesar e Pilar…porque os outros…Eu pergunto porque colocar o Jonathan nos barracos se ele NUNCA FALA NADA(ALIAS,O ATOR MAL APARECE NAS CENAS).
    Bruno parecia um guarda costas…não soltava a mulher de jeito nenhum(fiquei muito agoniada) deixa ela bater PO***!!!!
    A demora pra começar a confusão!
    OBS:NINGUEM AGUENTA MAIS OS QUATRO SE AGARRANDO,POR DEUS TIREM ELES DA NOVELA…HAJA PACIÊNCIA.

  • Maria Eduarda diz: 19 de novembro de 2013

    “O que justifica uma pessoa ter tanto ódio do próprio filho?”

    Homofobia, isso gera suicidio, revolta, morte, e tudo de ruim.

    Se o pai se sentar com o filho, dissesse que não havia nada de errado com ele e que continuava amanda do mesmo jeito, nada de ruim acontecerá.

    Mas algumas pessoas são egoistas demais pra se preocupar com o proprio filho. É mais facil viver em uma mentira e rezar pro filho casar, do que desejar a verdadeira felicidade.

    Mes passado, um amigo de uma amiga cometeu suicidio. Ele tinha 50 anos, casado e com filhos. Ele era gay, a vida toda teve que se conformar numa mentira pra agradar a familia. Vida só se vive uma.

  • Jaqueline diz: 19 de novembro de 2013

    Eu gostei da cena apesar de tanta enrolação. O Bruno não deveria ter segurado a Paloma, devia ter deixado ela descarregar todo seu ódio dando uma bela surra no irmão que confessou tudo o que fez. Só não gostei quando cortaram a cena mais importante para colocar Patricia e Michel e Guto e Silvia que não fazem absolutamente nada a não ser irem para ao motel.

  • Fe diz: 19 de novembro de 2013

    A Paola é meio fraca mesmo, não gostei da cara de psicopata que ela fez pra mostrar raiva, mas é difícil ser ator, viu? Tem gente aqui dizendo que ela exagerou, gritou muito, outros dizendo que foi pouco pra quem teve a filha largada na caçamba.. huahuahuahu…

  • Sagacity diz: 19 de novembro de 2013

    A cena foi risível. Me lembrou a novela Fogo no Rabo, da TV Pirata, naquelas situações em que vários personagens se reúnem para uma revelação bombástica que não acaba nunca. Só faltou tocar “Como uma Deusa”.
    Tudo ridículo.
    Não precisava de nada além do resultado do exame realizado na echarpe, para convencer os presentes de que Felix havia jogado o bebê no lixo.
    As atuações foram péssimas, mas devo admitir que o menos pior era Mateus Solano. Como disse alguém num comentário, faltou a dramaticidade de uma Adriana Esteves…
    Aguardemos a próxima baixaria e que ela tenha maior objetividade.

  • Kelvin diz: 20 de novembro de 2013

    Engraçado quê você se diz ser noveleiro (a) mas na verdade parece quê não entende nada sobre o assunto. Todos os internautas e até mesmo os mais críticos dos críticos aplaudiram de pé a atuação da Paolla Oliveira, ela arrebentou em cena. Ela aprendeu e cresceu muito como atriz desde seu último papel. E estou perplexo com os comentários da Laura e da Julia. OMG! Dizer quê o Mateus é um ator fraco chega a ser um pecado mortal. Laura, o quê chama de caras e bocas, outros chamam de “Expressões Faciais” já ouviu falar? Acho quê não, porquê é muita ignorância afirmar quê ele é um ator fraco. Mateus Solano é de longe o melhor ator desta geração, se vocês não pensam assim não entendem nada de interpretação, deveriam assistir a cena de novo porquê né…

  • Thaya diz: 20 de novembro de 2013

    Eu achei todas as cenas do barraco maravilhosas.
    Bruno segurou Ploma por medo de ela se machucar.
    e ela bateu bastante nele sim, se grudou no pescoço dele. Foi maravilhoso.
    Eu acho que essa cena e a dele com a Pilar dizendo que ele teria que renunciar foram as melhores da novela toda.

  • Carol diz: 20 de novembro de 2013

    Mateus é ótimo! Chamam ele de caricato, mas essa é a ideia, deixar ele bem afetado, pq é esse o principal motivo do pai odiar ele! Eu adorei ele na cena (salvando a novela!)
    Mas a Paolla é bem fraquinha mesmo, poderia ter usado o momento pra colocar tudo pra fora e ficou naquela lenga lenga…a Susana quietinha num canto, nem um colírio pra sair água daqueles olhos!
    A enrolação do César pra falar é que irritou mais, coisa ridíciula.

  • Debora diz: 20 de novembro de 2013

    Michel e Patricia, Guto e Silvia parece que o autor ainda não percebeu que os telespectadores não gostam e jà estão fartos desses personagens. Para mim a cena do barraco foi razoável, Paolla Oliveira foi um pouco fraquinha, concordo, mas notei uma hora que ela estava quase vomitando, o que me levou a lhe dar crédito na atuação, visto que na realidade isso acontece, eu mesma já vomitei com os nervos e raiva . Se acham que ela exagerou nos gritos é que talvez nunca viram uma desgraça de perto, já vi gente a gritar da mesma forma descontrolada por motivos bem mais levezinhos, há que ter em conta que o irmão que ela adora e defendia roubou a filha dela jogou numa caçamba para matar a menina, só achei fraca a cena que ela bateu no Félix, foi fraquinho, mas ele é um HOMEM há que ter em conta isso também. Mas agora os diálogos foram péssimos, e o Bruno muito calmo a ver a mulher naquele estado, isso sim foi muitooooooo fraco, ele só agarrava nela, e nem teve reação quando ela estava passando mal “quando quase vomitava” , os outros em parte era normal, não eram da família e ficaram paralisados do choque. Eu agiria da mesma forma looool. A novela não é mà., mas o autor quer polémica, e talvez isso esteja a tornar a novela chata e exagerada, mas esta novela é muito melhor que Salve Jorge e Além do horizonte “que está sendo horrível e nem assisto mais”. Enfim, é a minha opinião, a novela não é mà, até tem historias boas, com uma melhoria no diálogo, e deixando de lado a historia da Valdirene, que é outra que detesto e dos outros quatro a novela fica muito boa de assistir.

  • Julia diz: 20 de novembro de 2013

    Kelvin eu não disse que o Mateus é fraco..falei que ele só não foi melhor por causa do contexto da cena..
    Defendo o trabalho dele

  • Adriana diz: 20 de novembro de 2013

    Fiquei morrendo de pena do Félix e com ódio da Paloma. Não devia ser o contrário?!!!!!!

  • Clau diz: 21 de novembro de 2013

    Concordo contigo ADRIANA. Também fiquei com pena de Félix, mas ciente de que esse corretivo ele precisava. E vai precisar mais pois ainda não se arrependeu de nada e não desceu do salto. Mas a verdade é que Mateus Solano é UM GRANDE ATOR! Nota ZEROOOOOOOOOOOO para a EMBUSTEIRA Paolla Oliveira que de atriz não tem absolutamente NADA. Ridícula as cenas dela urrando grunhindo, gritando histericamente, caminhando pela casa como se estivesse em transe. Parabéns MICHELE VAZ pela comparação com a autista Linda. Foi bem assim. Também concordo contigo que Bernarda deve ter um coração de aço. E que de fato enrolaram muito, ah isso fizeram. Os cortes foram horríveis. Que deixasse o capítulo inteiro pelo menos, só com esse barraco.

    Mas torço ainda por Félix. Espero que agora ele na lona, quem sabe se torne um novo homem. Convivendo com Márcia que não é um belo exemplo, mas mostra o quanto ama o menininho, ele pode se modificar. Também gostaria que Niko se envolvesse com Félix. Félix viveu numa casa e não num lar. Um pai que sempre o odiou, uma mãe que o mimou demais. Competições, traições, mentiras, muito dinheiro…. Isso não defende Félix de ter feito o que ele fez. Foi um crime. Ele jamais deveria voltar para o hospital e sim recomeçar sua vida ao lado de pessoas decentes que mostrem a ele o amor verdadeiro. Como Jonathan, como Niko, como Márcia… Como Herbert disse, todos temos uma lado escuro. E em algum momento ele vem à tona. A diferença é que sabemos até onde ir. Félix não teve limites, mas também não teve amor.

    E analisando bem friamente, será que Paulinha teria os valores que hoje ela tem graças a Bruno e sua família, se ela tivesse sido criada dentro da casa dos Khoury? Um avô mentiroso que tria a mulher e faz filhos a torto e a direito. Um tio que a odiaria pra sempre, uma avó passiva e perua…. Uma mãe debiloide e quem sabe um pai abestado se a debiloide ficasse com Ninho. Querem saber? Ainda bem que Félix jogou Paulinha na caçamba, pois desta maneira ela pode ter tido um LAR, uma FAMÍLIA, um PAI de verdade. TODOS personagens nesta novela têm telhado de vidro. Ok, nem todos, mas a grande maioria sim. Pior é ver Eron feito um pastel nas mãos de Amarilys do que ver as maldades de Félix.

  • laura diz: 21 de novembro de 2013

    Kelvin,
    Só respondendo o teu comentário mal educado, em que pese eu seja uma “ignorante” eu tenho direito de achar o Solano um ator bem fraco, assim como tu tens o direito de Achar ele um baita ator. A atuação dele não me emociona, impressiona ou sequer me convence, mas é minha opinião, e eu respeito quem pensa diferente, como por exemplo a própria dona do blog. Acho que tu deverias abrir mais a mente e respeitar a opinião dos outros ;)

    PS: Esqueci de comentar, o Malvino é tão ruim em cena que dá vontade chorar!

  • Sol Santos diz: 22 de novembro de 2013

    Eu gostei da atuacaö dos dois na cena ,
    Ja o que me irritou foi cortarem a cena pra passar o quarteto sexual .
    Nao gostei tambem da frieza de Pilar dizendo que estava mesmo preucupada era com paloma . Como mae dos dois personagens em questaö ,ela deveria ao menos ter sido dramatica tambem e mostrado surpresa,sofrimento e dor pela descoberta envolvendo os dois filhos .
    Foi ridiculo a atuacaö dela no barraco !

  • Laura diz: 24 de novembro de 2013

    OLHANDO BEM ESSA CENA SÓ POSSO DIZER: SDDS CARMINHA, SDDS ADRIANA ESTEVES, SDDS FAMÍLIA TUFÃO, SDDS DIVINO, SDDS AVENIDA BRASIL, QUERO ESTEVES E SOLANO JUNTOS, PORQUE O SOLANO É O ÚNICO ATOR BOM DESSA NOVELA, MAS QUERO MINHA ADRIANA DEVOLTA PRA MOSTRAR OQ É ATUAR DE VERDADE, ELA SIM É DIGNA, NÃO ESSA PAOLLA OLIVEIRA

Envie seu Comentário