Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Joia Rara: Gaia beija Toni e não imagina que marido está casado com outra

07 de dezembro de 2013 2

Gaia (Ana Cecilia Costa) está viva e continua apaixonada pelo marido. Depois de toda a emoção do casamento de Toni (Thiago Lacerda) e Hilda (Luiza Valdetaro), já sabíamos que vinha bomba por aí.

O beijo do ex-casal vai acontecer quando Toni e Mundo (Domingos Montagner) forem ao desembarque dos prisioneiros de guerra e encontrarem Gaia. Eles se espantam ao vê-la mais magra e de cabelos curtos.

Divulgação

Divulgação

Emocionada, Gaia dá um beijo no marido sem saber que ele já está casado com outra mulher.

Ao que parece, Gaia não será uma mulher conformada. Ela vai brigar pelo amor do marido. Hilda vai tentar ajudar a rival oferecendo a própria casa pra ela morar, mas a ex-prisioneira não vai querer saber de amizade.

Hilda que se prepare, afinal Giuseppe, o filho do casal ainda nem foi encontrado….

Bookmark and Share

Comentários (2)

  • Carol diz: 9 de dezembro de 2013

    Tava boa demais essa novela,vai começar a palhaçada!
    Agora que os filhos do Ernest tão tomando rumo, vem essa Gaia atrapalhar tudo!
    O Toni sempre foi louco pela Gaia, agora tem a Hilda só pq a mulher estava morta…não gostei nadinha de terem ressucitado ela! Poderiam encontrar algumas provas pra encontrar o filho, mas a mulher não…

  • Clau diz: 9 de dezembro de 2013

    Também não gostei. Como fica a situação de Hilda? Já que Toni era casado? Hilda fica como segunda esposa? Via pra cadeia? Voltar pra mansão do pai tirano? E Gaia, não esperemos muita bondade dela não. Pra mim Gaia vai fazer de tudo pra ter Toni de volta e vai usar seu sofrimento nos campos de concentração pra isso. Não a culpo, pois ela deve ter se revoltado, sofrido demais e deixado seu lado doce morrer. Mas como Dália fez com Mundo e Iolanda, não duvido que Gaia use do mesmo recurso para separar Toni de Hilda. Ou seja, se vender ou somente se vingar. No final da novela, Toni ficará com Hilda e Gaia é capaz de morrer em algum conflito político.

Envie seu Comentário