Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Joia Rara: Amélia será sequestrada por Manfred, mas Pérola salvará a mãe

27 de dezembro de 2013 4
Raphael Dias, TV Globo

Raphael Dias, TV Globo

A loucura de Manfred (Carmo Dalla Vecchia) não tem limites e já atingiu até o poderoso Ernest Hauser (José de Abreu). Após conseguir provas de que o dono da fundição matou a primeira mulher, o vilão começou a chantageá-lo sem dó nem piedade.

Mas o principal alvo do ódio de Manfred é seu irmão, Franz (Bruno Gagliasso). Como prometeu, ele pretende tirar tudo do rival: a mansão, o dinheiro, o pai e principalmente Amélia (Bianca Bin).

Aliás, foi o amor pela jovem que deu início ao surto de loucura de Manfred. Nos próximos capítulos, o vilão tramará o sequestro de sua amada, segundo a colunista Patrícia Kogut.

Felizmente, Pérola (Mel Maia) terá uma visão com a mãe e descobrirá para onde ela foi levada. Assim, Franz e Mundo (Domingos Montagner) conseguirão resgatar Amelinha, atiçando ainda mais a ira de Manfred.

Bookmark and Share

Comentários (4)

  • Clau diz: 27 de dezembro de 2013

    QUE NOVELA BOA!!!! Carmo Della Vechia e José de Abreu deram um show de interpretação. Um elenco afiado e muito competente. Parabéns a Duca e Thelma e à direção da novela também.

    Observei que há uma grande diferença entre SENSUALIDADE e EROTISMO. Quando Aurora e Davi estão juntos, a química perfeita dos atores, mostra uma sensualidade natural. Mariana Ximenes está perfeita! Linda demais! Aurora e Davi, mostram a sensualidade sem usar a vulgaridade que há em Amor à Vida por exemplo. Sabe-se que Mundo e Iolanda vão pra cama, sabe-se que Franz e Amélia vão pra cama, também o quanto há de desejo entre os personagens envolvidos. Mas nenhum deles precisa ficar pelado com um buque de flores tapando o sexo ou se agarrando em plena rua. A diferença da novela Amor à Vida e Joia Rara não somente as épocas diferentes como a década de 40 e o século 21. Mostra também como a sociedade apodreceu, como as mulheres lutaram tanto pra terem um lugar digno na sociedade pra depois de muitos anos se assumirem como peguetes, piriguetes, as que passam o rodo…. Um exemplo? duas gordinhas: Perséfone e Serena. Em pleno século 21, Perséfone corria atrás de homens para lhe fosse tirada a virgindade. É motivo de piadas por ser virgem, depois por ser gorda e agora devido a uma depilação íntima. Serena, uma corista do cabaré Pacheco Leão, gordinha ruivinha, baixinha, de nariz adunco, usa seu charme com olhares e decotes provocantes deixando o jovem Arlindinho doido, Este quer casar-se com ela e ela foi enfática: não quer saber de casamento, nem ficar em casa cozinhando ou lavando roupas. Ela é independente. Assume que ambos podem se encontrar, mas casar, ser esposa ela não quer. Porém é respeitada, pois não fica à disposição, NÃO mostra O QUE FAZ, e valoriza seu SER. Não precisou se exibir , se vulgarizar nem mesmo em seu ambiente de trabalho que é um cabaré e até poderia se vulgarizar ALI. Mas não. Serena disfarça, se protege, se respeita. E isso me fez ver até as mocinhas das duas tramas. Em Amor à Vida Paloma é uma filha de papai rico, uma mimada que mesmo passando por situações difíceis como ter estado numa prisão ou hospício, não aprendeu nada. Desconfia do marido, quer provas de fidelidade, e é orgulhosa demais. Nem a filha pedindo para ela retornar a Bruno ela se entrega. Já Amélia, mulher pobre, ficou 10 anos presa, longe do marido, separada dele por armações de outros (e naquela época pode-se dizer ser fácil cair em armações), mas voltou para o marido, acredita nele, ouve e respeita as opiniões da filha. É humilde em espírito e muito madura.

    Isso me fez notar que houve uma evolução tecnológica durante essas décadas e século novo. Mas a sociedade não evoluiu. Ao contrário. Piorou e piora a cada dia. Principalmente a mulher e seu papel na sociedade.

  • simone diz: 27 de dezembro de 2013

    essa novela é digna das 21:00 com uma historia boa e sem apelações.e parabéns clau pelo comentário comcordo contigo.

  • Nina diz: 28 de dezembro de 2013

    Clau e Simone tambem concordo. Novela maravilhosa. A melhor das18 desde A vida da gente. Tambem tenho saudades dessa autora. Seria optimo se a proxima fosse a dela. Carmo della Vecchia esta perfeito como vilão. Melhora a cada novela. Confeço tambem tinha implicancia com Bianca Bin, porque acho Luiza V. melhor atriz e ainda não foi protagonista. Mas vamos concordar que Bianca esta muito mais segura na interpertaçao que Paolla.

  • Clau diz: 28 de dezembro de 2013

    Pois sabes SIMONE, que conheço muita gente que adoraria assistir a Joia Rara e só não pode devido ao horário. Chegam tarde do trabalho. É lamentável que novelas como essa ou como as anteriores que tiveram sucesso por sua estória ou até história, acabam se perdendo. No Faustão os maiores prêmios vão para os atores que brilham na novela das 21 horas. Raramente algum artista que está atuando nas novelas das 18 ou 19 horas ganha um prêmio. Acho uma injustiça isso! Não sei quem vota nessas enquetes. Mas a Globo também escolhe uns 3 e de acordo com eles mesmos. Porque não escolhem um de cada novela? Tem vezes que colocam duas atrizes da mesma novela pra receber o prêmio de melhor atriz, por exemplo. Está errado isso. Que escolham a melhor atriz entre as 3 novelas da Globo. E assim por diante. Seria muito mais justo com a classe artística que se esmera em interpretações belíssimas para depois um ator medíocre receber um prêmio de melhor ator, só porque fez par romântico com a mocinha da novela das 21 horas ou ele mesmo fez o papel de mocinho – e muito mal interpretado – mas é das 21 horas?? ah então merece. Lamentável isso!

Envie seu Comentário