Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Walcyr Carrasco rebate críticas a sua novela: "Observações ridículas e sem informação"

30 de dezembro de 2013 12
Rogério Lorenzoni, TV Globo

Rogério Lorenzoni, TV Globo

Assim como ocorreu com Salve Jorge, Amor à Vida é assunto nas redes sociais mais pelos absurdos da trama do que pelos pontos positivos. Enquanto sua novela estava no ar, Gloria Perez cansou de ir para a internet se explicar e alfinetar os críticos, dizendo que “era preciso saber voar”.

Agora é Walcyr Carrasco quem anda voando demais, por isso também coleciona críticas a sua trama. Aposto que muita gente assiste aos capítulos só pra poder falar mal depois… Mas pelo menos estão falando alguma coisa, para o mal ou para o bem, a novela é assunto no mundo real ou virtual.

Mas Walcyr não conseguiu levar numa boa tantas críticas e resolveu bater boca no Twitter com o colunista Flávio Ricco. Depois de um comentário criticando o personagem Eron (Marcello Antony), que vive mudando de time e não sabe o que quer da vida, o autor argumentou no microblog:

“Fala mal de mim sim através de minha obra de forma obsessiva e mal informada. Só disse pra você compreender Eron”

“Você faz observações tão ridículas e sem informação que só pode ser pessoal mesmo”

Walcyr tentou justificar as atitudes de Eron, alegando que é possível que as pessoas mudem e ataquem até quem já amou muito.

Até aí tudo bem, o grande problema é um advogado culto e metido a esperto como Eron não perceber que é totalmente manipulado por Amarilys (Danielle Winits). O mesmo ocorre com César (Antonio Fagundes), um médico poderoso e experiente, que caiu na lábia da perigosa Aline (Vanessa Giácomo).

Amor à Vida tinha tudo para ser uma boa história, o grande problema é a construção dos personagens. Não existem pessoas tão ingênuas assim na vida real, que se recusam a enxergar o óbvio. As situações mostradas na novela são absurdas demais e não convencem o público, por isso a trama é tão criticada.

Bookmark and Share

Comentários (12)

  • joci diz: 30 de dezembro de 2013

    esse walcir tem que aposentar ja deu o que tinha que da ele tem que fazer novelas de caipira isso sim ele faz bem fora walcir

  • Nana diz: 30 de dezembro de 2013

    É isso que da fazer novela sem pesquisar. Os autores pensam que nos somos burros e não pensamos. Estamos em 2014, as pessoas evoluiram. E estes autores veêm com historias do seculo passado. Isso só dava resultado naquele tempo. É por isso que a audiencia das novelas tão caindo. Falta de creatividade/ algo que ja foi visto. Eu adoro novelas e series mas ultimamente da dificil acompanhar as novelas. Por isso fico com as series na web.

  • fernando diz: 30 de dezembro de 2013

    walcyr carrasco parece um cadim com o finado márcio ribeiro kkkkk ele deve ter adorado a ideia de benedito ruy barbosa de entregar a novela pronta do início ao fim, pra evitar ser feito de refém pela audiência e poder escrever as coisas como ele quer que sejam… logo todo novelista vai pedir a mesma coisa pra direção da globo

  • Hedo diz: 30 de dezembro de 2013

    Essa novela tem tudo que é ruim. Desde roubo, sequestro, falsidade, adultério, sacanagem, jogar criança no lixo, ganância, safadeza, etc. De amor à vida não tem nada. É só amor ao dinheiro e aos interesses obscusos. Essa novela só ensina o mal, ao invéz de ser espelho para o povo se mirar e mudar de costumes errados.

  • Clau diz: 30 de dezembro de 2013

    Fecho contigo Michele. Este é o ponto: a BURRICE. Ok, vou dar um desconto para César por ter se envolvido com Aline. Ele já era o garanhão de São Paulo. Não perdia uma BOA perto dele. Todos sabiam disso e não foi nenhuma novidade que ele se encantasse por Aline. Mas lembras do capítulo em que ele pediu à Patrícia para remanejar o posto de Aline, dar a ela outro local de trabalho ali mesmo no hospital pois na verdade ele sentia que iria se envolver. E ela foi à casa dele se fazer de vítima para Bernarda. Ali mesmo, ele abriria o jogo com a esposa. Contaria pra Pilar – que já tinha notado o jeito da moça – que não iria se aguentar e por isso queria a guria afastada dele. Até Pilar iria mandar a guria pra China se fosse o caso. Mas WC deixou a sogra de César comandar a vida dele, fazendo ameaças e exigindo que Aline continuasse onde estava. Isto por si só já é ridículo. Ele se envolver com uma mulher jovem e sedutora, até existe. E ele renegar a família em prol da nova esposa, existe também e muito! Mas a SOGRA exigir como ele deve agir no trabalho, isso sim foi ridículo.

    Quanto a Eron, também acho apelativo demais. Ele fala que tem consciência de que fez mal a Niko. Fala que Niko está certo e quer agir certo com ele. Aí vem Amarilys e com meia dúzia de palavras Eron muda de opinião. Absurdo isso! Amarilys está LONGÉRRIMO de ter a sensualidade e beleza de Aline. Amarilys fala como HISTÉRICA e Aline fala “miando” para César. E aí pergunto como um homem como Eron, mais jovem que César, que enxerga, caminha, é dono de si mesmo e muito inteligente, se deixe manipular por um SARGENTÃO? Ora, quando ela falou para eles irem pra fora do país, e ele revalidar o diploma em outro lugar… O cara ainda disse que estava muto bem no hospital. Qual idiota vai se sujeitar por um tribufú como Amarilys, que é feia, irritante, chata, histérica…. Ah por favor! Também, não acredito que um homossexual ou bissexual se sujeite a isso. Se Eron tivesse se envolvido com Anjinho, eu até daria razão pra ele se deixar encantar. Anjinho fala mansinho… é dengosinho, mas AMARILYS???????? Cruzes!!!!!!! kkkkkkkkkkkk

  • Joanne diz: 30 de dezembro de 2013

    A cara do Walcir Carrasco de “Tô podendo! Escrevendo uma novelinha xexelenta e todo o Brasil assistido”. E Michele: sim, eu sou das que assiste pra depois falar mal! Kkkkkkkkkkkkkk…

  • stela diz: 31 de dezembro de 2013

    Muito ridicula esta novela mesmo . Dr. Cesar um médico experiente e inteligente cair num golpe deste , muito rídiculo .Só falta o Felix vira homem no fim da novela para completar os absurdos ,.Nem olho esta novela , só vejo os comentàrios nos jornais e revistas.

  • Camila diz: 31 de dezembro de 2013

    Ele deveria aceitar ou respeitar as críticas, afinal de contas, é uma pessoa pública, que escreve novelas, que são vistas por muitas pessoas. É normal que as pessoas opinem, tanto para o bem como para o mal. Penso que ele deveria receber estas críticas, refletir sobre elas e melhorar a novela, pois, realmente, têm situações absurdas. Dá a impressão que o autor pensa que as pessoas são anencéfalas.

  • Clau diz: 31 de dezembro de 2013

    Olha, eu ando bem ressabiada em relação às novelas. As das 21 horas principalmente. Quando Glória Perez começou a nos apresentar Salve Jorge, eu até dei força, procurava compreender os erros e a defendia. Mas chegou um momento em que defender esses erros não dava mais. Então, passei a criticar e como o Brasil todo, a assistir para falar mal depois. Então veio Amor à Vida e torci por Walcyr Carrasco porque gostava das novelinhas dele das 18 horas e ele entraria nas relações homoafetivas, coisa que nenhum outro entrou a fundo…. Também falaria de autismo… De relações familiares…. E juro, eu pensei que seria muito boa a novela. Mas aí ele se perdeu total. Perdeu tempo demais com Michel e Patrícia se pegando, com Perséfone atrás de homem pra lhe tirar a virgindade e Valdirene atrás de gente famosa pra engravidar e viver de renda de tal famoso ou rico. Até Elizabeth Savalla teve momentos de chatice com essa coisa de fazer da filha uma periguete. Muitos dias e semanas perdidas com isso. Depois a função dos cabelos de Marina Ruy Barbosa. Até esta sair em definitivo da trama. Parece que vai voltar para ajudar Thales a salvar a irmã. Então a novela ficou um horror! E se não fosse Márcia ficar sozinha e reencontrar o menininho Félix, e ambos protagonizarem cenas incríveis assim como Niko se aproximar de Félix, o caso de Eron e Amarilys em relação ao bebe e a vingança de Aline, a novela poderia nem ter mais personagens. Uma pena, mas WC jogou fora sua chance de continuar com ótimas novelas no horário nobre. Amor á Vida tinha tudo pra ser uma novela boa com muito assunto e não somente pegação, traição, roubalheira. De amor à vida não tem nada. deveria ser Amor ao Interesse Alheio ou Sexo e Poder, ou Em Nome do Pai mesmo, como seria desde o início. Não esqueçamos os muitos filhos de César. AVE CESAR também seria interessante.

  • m_sinistra diz: 1 de janeiro de 2014

    Agora eu só quero ver como o Walcir Carrasco
    Planejar elevar essa história do Rafael e da linda
    e os dois são lindos juntos

  • TIEPPO diz: 3 de janeiro de 2014

    ENOJEI ESSA NOVELA, LONGA SEM LÓGICA, SÓ FALCATRUAS, MORTES DE PESSOAS BOAS,QUE SÓ PENSAM EM FAZER O BEM E AS MÁS TÃO PODENDO.NÃO ASSISTO SEMPRE MAS QDO ASSISTO É SÓ NOGEIRA. SE NÃO PENSAREM EM ESCREVER NOVELAS QUE SEJAM DE AUTOAJUDA, EXEMPLOS PARA AS FAMILIAS CADA VEZ MAIS O MUNDO SE VIRA E SE TERMINA EM CAUS.
    VAMOS ESCREVER COISA QUE NOS INCENTIVEM, QUE NOS FAÇA SERES MAIS BONS SERES HUMANOS,ADIANTA FAZER CAMPANHAS PARA O BEM,AJUDAR ONGUI, SE AS NOVELAS SÓ TRAZEM COISA RUINS.PORQUE QUE TEM QUE FICAR MESES PASSANDO O MAL E NÃO FICAR MESES PASSANDO O BEM? DESCULAPS O MEU DESABAFO PQ É DEMAIS O QUE ME OBRIGEM A ASSISTIR.VAMOS ENCERRAR ESSA NOVELA O QTO ANTES, AGORA COM A MORTE DA ENFERMEIRA É O FIM….

  • Rô diz: 5 de janeiro de 2014

    “Não existem pessoas tão ingênuas assim na vida real, que se recusam a enxergar o óbvio”….existem sim Michele!

    Nós achamos um absurdo porque estamos olhando “do lado de fora” da situação, assistimos e sabemos de todas as “armações” e intenções dos personagens, mas quando uma pessoa está “dentro” de uma situação, ela não vê o “todo” que nós vemos por estar olhando “de fora”. Existem inúmeros casos assim, bem pertinho de nós e muitas vezes nem percebemos…eu conheço um caso muito parecido com o do César, um homem que ficou completamente cego de paixão: casou com a secretária, destruiu a família dele, levou ele pra viver no meio do mato para afastá-lo da família, ele perdeu tudo o que tinha…e não adianta falar, porque ele acredita que ela é um “anjo” na vida dele.

    Todos os personagens e situações que o autor mostra, até as mais surreais, absurdas e exageradas, são uma crítica dos tempos em que vivemos…é só olhar ao redor e analisar…acontece todos os dias bem pertinho de nós.

Envie seu Comentário