Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Com direito a beijo gay, Amor à Vida foi a novela do Félix do primeiro ao último capítulo

31 de janeiro de 2014 64

Amor à Vida foi a novela de Mateus Solano do primeiro ao último capítulo, não teve pra ninguém. Logo na estreia, o vilão Félix apareceu conspirando contra a irmã e jogou a própria sobrinha numa caçamba de lixo. Quem diria, lá no dia 20 de maio de 2013, que essa criatura perversa teria um final feliz?

Muitas águas rolaram de lá pra cá e Félix foi o personagem mais mutante da trama. O grande vilão se tornou o maior herói da novela, ganhou até um grande amor e teve um belo final feliz. Sua redenção ficou comprovada ao negar o convite de Paloma de trabalhar no Hospital San Magno. Félix optou por uma vida mais simples ao lado de Niko na praia. Juntos, os dois protagonizaram o primeiro beijo gay exibido em uma novela da TV Globo e entram para a história da teledramaturgia. Foi um beijo e vááários selinhos, para alegria de quem esperava ansiosamente pela tão esperada cena.

Félix ganhou a torcida do público graças a seus bordões como “salguei a Santa Ceia” e assemelhados, seus trejeitos afetadérrimos, suas tiradas irônicas, mas principalmente, graças ao talento desse grande ator que é Mateus Solano.

Já os mocinhos da história, quem se lembra? Malvino Salvador e Paolla Oliveira não prenderam a atenção do público, só conseguiram irritar com tanta ingenuidade. Bruno até era mais espertinho (apesar de Malvino sempre interpretar ele mesmo), mas Paloma/Pamonha testou a nossa paciência com tanta ingenuidade. Ela era sempre a última a saber das armações, não acreditou em seu grande amor após uma armação ridícula e ainda teve ideias nada brilhantes para tentar resgatar o pai. Mas como todo casal protagonista, Bruno e Paloma ganharam um final feliz ao lado de Paulinha e de um novo bebê. O nascimento do menino é complicado, mas tudo acaba bem.

César (Antonio Fagundes), para muitos o grande vilão da trama, teve um belo castigo. Após ouvir poucas e boas de Aline (Vanessa Giácomo), o médico sofreu um AVC e ficou com um lado do corpo paralisado. Em um gesto de extrema grandeza, Félix se ofereceu para levar o pai para morar com ele e Niko na praia. César, um homofóbico ao extremo, ficou sob os cuidados de um casal gay, quem diria? Na última cena, um belo acerto de contas entre pai e filho encerrou a novela, emocionando o público.

Aline também teve o final que merecia, ao morrer eletrocutada na tentativa de fuga da cadeia. Vanessa Giácomo surpreendeu em cada cena, com a frieza e mudança de tom de sua personagem em poucos segundos. Assim como Aline estava maltratando o filho ou praguejando contra César, no minuto seguinte se derretia pelo maridinho. Essas nuances só são bem executadas por quem tem talento, e isso a atriz já mostrou ter de sobra.

Pra quem ainda não sabia, foi revelado no último capítulo que Pilar (Susana Vieira) foi indiretamente responsável por todo o mal que aconteceu nos últimos meses. Ao confessar que provocou o acidente de Mariah (Lúcia Veríssimo), ela justifica sua culpa pelo que aconteceu a César e recebe o perdão da família. Muita gente achava que ela merecia um bom castigo ao invés do perdão, mas acho que tudo o que passou com o filho e o ex-marido já foram suficientes. Félix fez coisas ainda piores e escapou lépido e contente.

Não é à toa que a novela se chamaria “Em Nome do Pai”, já que tudo girou em torno da relação de César com Félix e Paloma. Ao endeusar a filha caçula, o médico acabou jogando Félix contra a irmã. A disputa entre os irmãos, no caso, não era pela presidência do Hospital San Magno, mas pelo amor do pai. Um péssimo pai, diga-se de passagem. César criou dois monstros: uma menina mimada e desequilibrada, capaz de largar tudo pra fugir com um hippie vagabundo, e um homem frio e invejoso, disposto a tudo para tirar a irmãzinha ou quem quer que fosse de seu caminho.

Amor à Vida chega ao fim como uma novela problemática, mas com certos méritos. Walcyr Carrasco errou a mão em muitos pontos, abandonou assuntos que poderiam ter sido melhor abordados, deixou a vaidade tomar conta e acabou mudando muitas coisas por pura birra com alguns atores.

Mas se existe algo para lembrar e que vai deixar saudades, só tenho uma palavra: Félix! Nunca vi um vilão cruel ser amado pelo público desde o início, ter uma redenção tão emocionante e ganhar um belo final, com direito a torcida por um casal gay! O inesquecível Félix quebrou tabus, ganhou o coração dos telespectadores e entrou para a história, com certeza!

E que venha Manoel Carlos, Helena e o Leblon! A partir de segunda-feira, deixaremos de ouvir “Vida, vida, vidaaaaaa” para escutar “Eu sei que vou te amar”. Grande progresso!

E aí, curtiu o último capítulo de Amor à Vida? Deixe sua opinião nos comentários!

Bookmark and Share

Comentários (64)

  • Luísa diz: 31 de janeiro de 2014

    Niko e Félix são pura ternura!! Pena que o beijo foi rapidinho, mas tá valendo. <3

  • maria lucia diz: 1 de fevereiro de 2014

    Aconteceu no momento certo, com muita sutileza e com a delicadeza de um autor que só poderia ser o Walcyr Carrasco.Parabéns atores e autor.

  • francisco diz: 1 de fevereiro de 2014

    Cade o sexo oral . Fica para a proxima.

  • sonia diz: 1 de fevereiro de 2014

    Amei principalmente o final esse ator desse novela e maravilhoso e o Mateus dispensa comentários.Parabéns a novela foi linda.

  • Gladis Fraga… diz: 1 de fevereiro de 2014

    Foi perfeito o final da novela,o Felix e o Niko deram um show,o beijo foi tão natural que nem vi dois homens na cena só o Amor que passaram <3

  • Angel diz: 1 de fevereiro de 2014

    Viva o amor verdadeiro…final lindo.

  • Marcya diz: 1 de fevereiro de 2014

    Gente…nunca gostei de assistir novela…e só assisti 02 completamente…uma foi Caminho das índias e a outra: AMOR À VIDA.
    Adorei a novela e, principalmente, adorei o Felix…sem ele a novela seria completamente sem graça.
    Concordo com sua análise…tudo ocorreu por causa de César e essa sua mania de grandeza e seu grande preconceito. Jogou o próprio filho pra escanteio desde que ele nasceu e acabou criando uma pessoa amarga e invejosa…e carente e desejosa por atenção e aprovação do próprio pai.
    Só senti falta de mais uma cena…perto do finalzinho do capítulo, entre Paloma e Felix.
    Além disso, sinceramente gente, não engoli o casal Natasha e Tales. Ridículos, na minha humilde opinião.
    Valeu!

  • Andy diz: 1 de fevereiro de 2014

    WC errou muito, mas as últimas cenas de Amor à Vida foram irretocáveis. A nova família de Félix, o BEIJO, a reconciliação entre pai e filho, as mãos dadas ao por do sol… O resto, quem se importa? Só fiquei com pena da Aline, o castigo para mim foi um pouco excessivo… Podia ter sobrado um pouco da descarga elétrica para a Amarilys #danadinha que saiu praticamente ilesa né?!? haha
    ps.: af, tb não me conformei com o Thales comprando casinha junto com a esposa com o dinheiro da falecida que ele deu o golpe!

  • Clau diz: 1 de fevereiro de 2014

    Disseste TUDO Michele… estou sem palavras… Sem palavras por ler teu belo texto, por ter vivido para ver um beijo gay e sendo esperado e exigido por muita gente, a grande maioria da nação e fora dela até! Sem palavras por me sentir muito bem no final de uma long anovela. Um vilão genial e o parceiro deste, lindo, fofo, queridíssimo e amado. Um casal perfeito! Beijo? Lindo beijo! Mesmo rápido, mas quebrou tabus. Mateus Solano se consagra como um grande ator! E Tiago Fragoso também, ovacionado!!!!

    Quem quer saber do resto? Digo Malvino Salvador e Paolla Oliveira… Nem atores são! Mas têm estilo e estampa. Vai ver é por isso que os colocam nas novelas.
    Já Antônio Fagundes deu mais um show de interpretação e Vanessa Giácomo entra para a galeria das grandes atrizes.

    Lavou minha alma este final! Eis uma coisa que WC fez bem. Mas só UMA coisa ficou mal até o final: este título que não tem nada a ver com a novela. Como bem tu disseste, Michele, EM NOME DO PAI seria muito melhor e foi escrita (a novela) para este título.

    ” A disputa entre os irmãos, no caso, não era pela presidência do Hospital San Magno, mas pelo amor do pai.” – MICHELE VAZ PRADELLA

    Tens TODA RAZÃO! Foi o pai que provocou essa disputa entre eles. Paloma entrou na disputa sem nem se dar conta. E olha, esta tua frase me trouxe à mente muitas famílias que conheço e agem desta maneira. Sabes como é? fazendo comentários sobre filhos, na frente desses filhos, comparando, dando mais apoio a um do que a outro… Fazendo críticas destrutivas enquanto lança largos elogios a outro filho… VI muito disso! E o resultado é sempre o mesmo: um irmão contra o outro. Não se dão conta que estão criando monstros com ciúmes e inveja. Caim e Abel não morreram. Existem, e aos montes por aí!

  • Ricardo diz: 1 de fevereiro de 2014

    Quem é a atriz que fez a mãe da Aline e irmã da Mariah, nas cenas da lembrança de Pilar da época em que causou o acidente?

  • Nana diz: 1 de fevereiro de 2014

    Adorei o final. Realmente a novela foi do Felix. Walcir errou muito mas o final foi emocionante. Até caiu umas lagrimas. Finalmente o tabu é quebrado, e não doeu. Apesar disso.
    Mas pra mim que Walcir não volte mais ao horario nobre, ele faz mais sucesso nas 18.

  • Clau diz: 1 de fevereiro de 2014

    Revendo o último capítulo, não vou negar que chorei quando Niko e Félix se beijaram e depois, quando Félix ficou ao lado de César na praia e ambos, pai e filho, de mãos dadas dizendo um amar o outro. Poético final. E muito justo também.

  • Yohanna diz: 1 de fevereiro de 2014

    Bom dia, acabei de ver o episodio na net, devo dizer que foi uma novela que me apaixonou por um lado, por outro era tão absurda algumas coisas que me deixavam muito irritadas, juntando a isso cenas que deviam no levar ao rubro, ficavam em “banho maria” devido a fraca prestação dalguns actores ( não foi só o casal principal, mas mais algumas personagens, nas quais erram no tom). Sem duvida foi a novela do Félix, eu ri, chorei e vivi com ele, a quimica que havia entre ele e o “Carneirinho” foi sublime, sem dúvida dois Grandes Actores (Mateus Solano e Thiago Fragoso), que já havia adorado e idolotrado em outros trabalhos, nomeadamente em ” Viver a Vida” e “Lado a Lado”. Apesar de tudo abriu olhos a todos que assistem pois amor é amor, independetemente da cor, raça, genero, religiao, idade, etc….

  • PauloV. diz: 1 de fevereiro de 2014

    Deu pra ver um pouco de nojo na cara de Mateus Solano, haha. Voce se deram conta que nessas ultimas novelas tem guerra na cadeia e que as prisioneiras tentam sempre escapar? Creatividade, creatividade. Eu dou a novela um 8 porque Mateus S. foi o que salvou.

  • Julia diz: 1 de fevereiro de 2014

    No geral achei o final bom. Tirando aquela cena ridícula da Edith com o cozinheiro no meio da rua. Nada a ver akilo. Achei linda a renovação dos votos de Paloma e Bruno. A morte de Aline foi bem interessante. A reconciliação entre pai e filho era indispensável e aconteceu. Luisa não axei o beijo rapidinho não.

  • Aline Guimaraes diz: 1 de fevereiro de 2014

    Melhor final de novela ever!

  • DANIEL GARCIA diz: 1 de fevereiro de 2014

    PQP… EU ADOREI…. SOU HOMEM CASADO E BEM RESOLVIDO…. E DIGO, TEM Q SER MUITO HOMEM PARA BEIJAR UM HOMEM NA BOCA!!!!…. SE VC SENTIU QUALQUER TIPO DE REPULSA, EU RESPEITO, TEMOS QUE SER TOLERANTES, MAS EUI DIGO…. VOCÊ CORRE SÉRIOS RISCOS DE BEIJAR E GOSTAR!

  • Yasmin diz: 1 de fevereiro de 2014

    Adorei o final! Principalmente a última cena, mostrando pai e filho finalmente se entendendo. Foi emocionante!

  • Mônica diz: 1 de fevereiro de 2014

    Olha, eu sei que a novela teve muitos erros ao decorrer delas, coisas absurdas, mas ninguém pode reclamar desse final, que foi incrível! O Walcyr foi justo com todos os personagens e não deixou nenhum sem explicação. A cena do Niko desmascarando a fura-olho eu ri muito e, como sempre, ela chorou, novidade, né? Até mesmo a Paloma, depois de seu parto dificílimo me conquistou com suas palavras quando estava segurando os bebês. E os casais Michel e Patrícia; Silvia e Guto? Também foi muito fofo o final deles, aquela menininha que a Silvia e o Guto adotaram é tão fofa, foi uma cena onde eles demonstraram puro amor, amizade e ternura entre si. A reconciliação entre Félix e Paulinha com a surpreendente atuação da Klara Castanho, do Solano eu não esperava menos, mas a Klara foi muito bem tanto na atuação dela com o Mateus quanto sua reconciliação com o Ninho também, os dois me emocionaram.
    Também essa foi a primeira novela que tratou homossexualidade como algo sério, todos ficam reclamando “ah, toda novela tem um gay”, mas geralmente é aquele gay engraçado e caricato, Amor à vida teve um casal sério, um problema sério a ser enfrentado e ficou maravilhoso a declaração de amor entre o Niko e o Félix com direito a um beijo lindo! Amei! Para fechar com chave de ouro teve a reconciliação entre o papi soberano e o Félix. Esse Fagundes é ótimo, sempre soberano, mas ainda teve espaço para dizer ao filho que ama. A reação do Félix também foi maravilhosa, chorando ali pela primeira vez ouvir do pai que o ama, ah, foi maravilhoso! Um final inusitado, inclusive, como disse o Walcyr, pois quase toda novela das 21h acaba com a mesma cena: a mocinha e o mocinho rindo e indo em direção ao horizonte com seus filhos, dessa vez foi pai e filho olhando para aquele mar maravilhoso de mãos dadas.
    Eu adorei o final!

  • ALCIDES ARISTIDES ROCHA diz: 1 de fevereiro de 2014

    foi o melhor ultimo capítulos da REDE GLOBO DE TODOS OS TEMPOS, NÃO DEIXOU NEHUMA DÚVIDA NO AR….O WALCYR TEM RAIVA DE MULHER, TODAS AS NOVELAS DELE ELE MALTRATA O SEXO OPOSTO SEMPRE…PQ. HEM EU SEI ELE É GAY. TODOS SABEMOS ELE MESMO JÁ DECLAROU SE HOMEXESUAL. MAS NESSA NOVELA ELE SE SUPEROU…

  • Andre luiz diz: 1 de fevereiro de 2014

    A cena final entre Felix e cesar tiveram poucas palavras , mas muitas lagrimas , cena extremamente emocionante , chorei não tenho vergonha de admitir , mas quem não se emociona com um cenario lindo daqueles e uma cena perfeita?

  • Sissida diz: 1 de fevereiro de 2014

    E viva o beijo gay!!!
    Foi lindo,um legítimo beijo de amor! e a última cena,Felix e Cesar,emocionante!
    Alias,ninguem poderia dizer que Cesar não tinha sofrido um AVC,impressionante a interpretaçao de A.Fagundes,quem sabe,sabe…ja Pamonha…bem,qndo Pilar revelou q provocou o acidente de sua mae,ela fez DE NOVO aquela cara de dor de barriga,faz favor!E como alguem que fez cesariana já ta logo bem sentadona papeando!Clau sempre comenta que ela não tem expressao no olhar,e é verdade!Klara Castanho,na cena que Paulinha se entende com Felix,tinha expressao,primeiro de tristeza,depois de alegria qndo o tio finalmente a pegou no colo,uma criança ainda contra a veterana Paola Oliveira,Aprende,Pamonha!!!
    Vanessa Giacomo foi perfeita,chegou a parecer feia,palida na cadeia,perfeita!
    Gostei bastante do final,mas,sem duvida,essa foi a novela do Felix!!!

  • FLAVIA LUIZA DE SOUZA RAMOS diz: 1 de fevereiro de 2014

    NAO GOSTEI DA CENA DO BEIJO GAI ESTA ABRINDO DEMAIS NAO RESPEITA NEM AS CRIANÇAS , DEUS CRIOL O HOMEM E AMULHER NAO EXISTE O TERCEIRO SEXO NA LEI DE DEUS

  • Maria antonia pinheiro diz: 1 de fevereiro de 2014

    foi lindo,quando paloma presta uma homenagem a avó Bernarda colocando o nome do bebe de Bernardo,também gostei muito da cena final Cesar e Felix , realmente esta novela entrou na historia!!! Mateus Solano você foi maravilhoso.

  • alinne lopes diz: 1 de fevereiro de 2014

    essa novela teve o final mais emocionante que já assisti,de todas as outras teve uma lição incrivél quebrou barreiras e amoleceu corações realmente foi fascinante!!!!….

  • Piter diz: 1 de fevereiro de 2014

    Realmente o último capitulo foi quase irreparável, mas este autor é muito fraco, história fraca, núcleos que não fariam falta nenhum, grandes atores para papéis facilmente dispensáveis. Maiores exemplos de desperdício de talento nesta novela foram: Juliano cazarré, Eliane Giardine e José Wilker. O autor não soube tirar quase nada do elenco galático que tinha. Tirando o núcleo gay que ele tem um grande conhecimento o resto foi meia boca de mais para uma novela do horário nobre. Matheus Solano salvou a novela.

  • Farias diz: 1 de fevereiro de 2014

    Queria ver eles beijando o Yeltsin.

  • fernando diz: 1 de fevereiro de 2014

    perguntaram pro heath ledger como ele fez pra beijar jake gyllenhaal em brokeback mountain e ele respondeu q tinha passado a tarde tda bebendo antes de gravar a cena kkkkkk palmas pra cena, e viram só? o mundo nem acabou nem nada!

  • Jéssica diz: 1 de fevereiro de 2014

    Olha confesso que não gosto de assistir novelas da GLOBO, por muitas bobagens que são colocadas no ar… Mas o final desta novela, me surpreendeu, amei! Foi sem dúvida nenhuma o melhor final de novela que já vi até hoje na globo! Inesquecível será a cena final de pai e filho de mãos dadas e felizes… quanto ao beijo gay?? Achei sensacional!!! Olha eu gostaria de dar os parabéns pessoalmente para esses 2 atores(Mateus e Thiago) tem que ser muito ator pra expressar o amor que expressaram na cena do beijo! E o que dizer de Aline ( Vanessa), Paulinha ( Klara) e Cezar (Antônio), incríveis!!!! Foram Atores de primeira!! As cenas mais idiotas como a do Thales e da Edith, até ficaram esquecidas, depois de ver o grande vilão cuidando do pai e chorando ao ouvi-lo dizer que o AMA! Confesso que também chorei!!

  • jane silva diz: 1 de fevereiro de 2014

    fica cada vez mais claro quem esta patrocinando a rede globo, as pessoas assistem e acham bonito e nem percebem o que esta por traz,….. é pura cultura.

  • Claire diz: 1 de fevereiro de 2014

    Amor a Vida foi minha primeira novela! Sou norteamericana de Boston e peguei a rede Globo depois da minha ultima visita ao Brasil. Adorei! Sem ter acesso as outras pessoas que assistem (até descobri este site hoje), nao sabia que o publico gostou tanto do Felix, igual que eu gostei. A complexidade desta personagem e o talento do ator foi sensacional. Esta coisa Brasileira de assistir novela toda noite com o resto da nacao e uma coisa tão interessante e gostosa! Mas nao entendo como posso me despedir desse pessoal agora, tanto que eles ocuparam minha cabeça durante tantos meses! Vai ser difícil levar uma vida normal sem o Felix, o Niko, o Cesar, a Paloma, a Márcia e o resto da turma! Como e que vocês agüentam?

  • Almira diz: 1 de fevereiro de 2014

    Adorei o final da novela, foi a melhor dos ultimos tempos, o beijo gay tão esperado, foi divino uma expressão de amor que deve ser lembrados por muitos AMOR, Mateus e Tiago, foram maravilhosos, estão de parabéns;
    Eu aposto que as crianças que estavam assistindo entendeu a mensagem, os preconceituosos que mordam a lingua,¨ pronto falei¨.

  • Márcia L. Silva diz: 1 de fevereiro de 2014

    Há muito, digo, nunca vi um FINAL DE NOVELA tão bonito. Olha que sou ‘noveleira’. Se entendermos todos os aspectos culturais e psicológicos dos personagens sentiríamos a complexidade dos temas tratados. O Rebert ( não sei como é escrito no nome do personagem de José Wilker) tratou de um tem que poucos perceberam: a personalidade infiel. Quanto custa tal distúrbio. O comodismo do Thales, que ainda deu sorte. A companheira que tem AIDS. A fragilidade excessiva feminina na figura da Gina. Quando o amor quebra barreiras ou nos disponibilizamos pra ele, como no caso da Linda e do Raphael ( faltou uma cena de sexo entre o casal para demonstrar a totalidade do amor). a vida é feita de escolhas e em certos momentos não dá pra errar, diga-se de passagem o Eron. Fracasso no amor é condição de qualquer um, até de mulheres bonitas como Amarilys que decidiu superar seus fracassos causando problemas para quem fosse feliz. Até quanto podemos nos omitir diante da situação das mulheres vítimas de espancamento masculino? E o preconceito gay? Já imaginou a chance que teriam perdido Niko e o Félix casos renegassem suas naturezas e sucumbissem a uma falsa condição? Imagine o final deles e repensem se não vale a pena Viver a vida!!

  • rosangela zaidan diz: 1 de fevereiro de 2014

    a novela foi muito bem escrita pelo autor, e seu final foi maravilhoso.
    os atores e toda direção estão de parabéns. vou sentir saudades do felix já que me acostumei com suas brincadeirinhas.

  • André diz: 1 de fevereiro de 2014

    Que bom que a pressão social superou a homofobia de muitos e o beijo foi ao ar! Confesso que ainda me assusto com a falta de base na argumentação daquelas pessoas que rejeitam algo tão simples como dois homens ou duas mulheres se beijando. É tanta desinformação e preconceito destilados que é impossível não sentir vergonha alheia. Associar um beijo a “promiscuidade”, “safadeza”… é de chorar. Promíscuo é o cérebro de quem brada tanta asneira. De qualquer modo, viva esse avanço! Que seja só o começo!

  • jotaka diz: 1 de fevereiro de 2014

    Lembro do ex gov. Leonel Brizola,esta rede Globo e o câncer da sociedade Brasileira.Nestas novelas apresentam tudo que e imundície,degradação,espiritismo e fazendo parecer a coisa mais normal deste mundo.Cada povo e governo tem a TV que merece,pobre sociedade Brasileira.Estamos sem duvida, no fim do mundo.

  • gui diz: 1 de fevereiro de 2014

    uma das melhores q ja vi so q cortaram quando felix estava se acertando com a paloma
    Algumas baixas como sempre o final foi incrivel emocionante
    Mateus solano arrebento.

  • karla daniele diz: 1 de fevereiro de 2014

    ADOREI CADA PEDACINHO DO ULTIMO CAPITULO DA NOVELA
    O AUTOR PENSOU EM TUDO MESMO. PARABENS WALCIR CARRASCO.

  • Luiz H. S. Valente diz: 1 de fevereiro de 2014

    Beleza! Finalmente foi quebrado mais um tabu! Agora vamos acabar com mais um preconceito: na próxima novela quero ver uma cena de sexo explícito, com penetração em close e tudo!… Hein?!…Aí não?…Porquê? Deixem de ser caretas e preconceituosos! Começou a campanha para a cena de sexo explícito, de preferência na novela das sete! Talvez demore um pouco, mas vamos chegar lá! Deverá ser uma cena muito romântica e sensual, que arranque lágrimas dos telespectadores! Vamos acabar com esse tabu!

  • VIRGINIA diz: 2 de fevereiro de 2014

    GOSTEI DO FINAL, SÓ QUE COMO TODAS NOVELAS, DEIXA TUDO PARA O ULTIMO DIA.PODERIA COLOCAR ALGUMAS CENAS DIAS ANTERIORES PARA DA MAIS ENFASE NO FINAL DE CADA CENA EX:( A MORTE DE ALINE DEVERIA MOSTRAR MAIS DETALHES NO FINAL E O DINHEIRO ?

  • drica diz: 2 de fevereiro de 2014

    AMEI O FINAL DA NOVELA GOSTEI MUITO DE TODOS OS FINAIS PRINCIPALMENTE DO CEZA COM O FILHO LINDO VOU SENTIR SAUDADE EU ACHO QUE SAUGUEI A SANTA SEIA..

  • O Brasil diz: 2 de fevereiro de 2014

    Agora pronto, acabou, não será mais possível assistir às novelas da Globo. Como não bastasse a presença gay em todas as novelas “Globais”, agora eles estão se agarrando, se beijando, se esfregando e convivendo como se isso fosse certo, como se a população aprovasse tal conduta, que choca e denigre a imensa maioria da população, sobretudo as crianças e jovens, maiores vítimas das péssimas escolhas de alguns membros da sociedade, cuja bandeira é amplamente asteada pelo maior porta-voz do diabo no Brasil, a Rede Globo. Não é à toa que se trata da maior emissora do Brasil e uma das maiores do mundo. Justamente porque cumpre muito bem o papel (de ser a pioneira em intoxicar a população com tudo o que não presta) determinado por seu senhor, o diabo. Por ser tão eficiente nisso, o Cão a promove cada vez mais.

    O homossexualismo se trata de uma pecado que possui consequências gravíssimas. Além de ser contrário a Deus, malfere de morte o maravilhoso plano divino para o ser humano como parte de um núcleo familiar, aprisionando seus adeptos numa falsa noção de felicidade e num estilo de vida absolutamente pervertido e abominável aos olhos de Deus e da grande maioria da população.

    Um dos pontos mais tristes dessa temática é que a sociedade vai, aos poucos, conforme a sutileza tipicamente adotada por Satanás, assimilando esse veneno mortal, seja por opção rebelde (contra Deus) de alguns ou pela imposição de ditaduras diabólicas sobre muitos (como a imposta pela Rede Globo), sem, por vezes, se dar conta do ultra terrível mal que o homossexualismo representa.

    Mas chamo a atenção para que esse comentário não se trata de um discurso de ódio contra os homossexuais, muito pelo contrário! Assim como qualquer outra pessoa, os homoafetivos devem ser amados, respeitados e acolhidos, pois sobre todos recai o princípio da dignidade da pessoa humana. Mais que isso, assim como qualquer outro ser humano, em qualquer época, todos, inclusive os homossexuais, são igualmente amados por Deus. E foi por amor a cada ser humano da face da Terra, em todos os tempos, inclusive os futuros, que Jesus Cristo entregou sua vida, morrendo no lugar de cada ser humano, a fim de propiciar-lhes a ÚNICA e VERDADEIRA salvação, mediante a fé nesse Maravilho Cristo e em Seu sacrifício substitutivo.

    Portanto, repita-se, os homoafetivos devem ser amados e respeitados, até porque eles precisam de ajuda para se libertarem do flagelo que acomete sua sexualidade. Mas, frise-se, o homossexualismo jamais deve ser aceito por uma sociedade normal, por uma sociedade que preza por sua saúde sob todos os prismas. Se as pessoas tivessem a real noção do imenso mal que o homossexualismo causa na instituição chamada FAMÍLIA (pela qual Deus preza tanto) e, por tabela, na sociedade em geral, jamais aceitariam e muito menos se acostumariam com a homoafetividade.

    Muito mais bonita e dignificante, e menos nojenta e repugnante que a cena de um beijo gay, é a cena de um pai se reconciliando e perdoando seu filho, e vice-versa, com base no amor, apesar de o pai não concordar, de forma alguma, que opção sexual distorcida de seu filho.

    Que Deus abençôe e tenha misecórdia de todos nós, tanto dos acorrentados e cegos no homossexualismo, quanto dos que assistem perplexos a tamanha e lastimável deturpação social, que conduz a prejuízos no presente e a prejuízos eternos, bem como à morte eterna.

  • Marcio diz: 2 de fevereiro de 2014

    Me beija Thales

  • Martha diz: 2 de fevereiro de 2014

    BEIJO GAY NOJENTO. QUEM GOSTOU DISSO SE IGUALA A ELES. MAIS RESPEITO COM AS CRIANÇAS E COM QUEM NÃO COMPARTILHA DESSA ABERRAÇÃO.

  • Mariana diz: 2 de fevereiro de 2014

    Foi o final de novela mais lindo q vi até hoje. Os minutos finais, desde qd mostra a harmonia doméstica do casal mais lindo da TV, sua declaração de amor q termina com um beijo…Foi tudo terno, carinhoso, apaixonante. Foi um momento lindo e representado com mta emoção pelos atores Mateus Solano e Thiago Fragoso. Aí entra a cena do Félix cuidando de seu pai com todo aquele carinho, e a solidão do César, ainda no seu orgulho. Não dava pra tb não ficar emocionado. Mas aquela música de fundo que já vinha tocando desde o beijo foi tb enchendo tudo de tanta emoção! E a caminhada para a beira da praia, com os raios do sol perpassando a cena… Na praia, sentam-se os dois lado a lado, usufruindo do cenário perfeito. Aí Félix se declara para o pai, e César, mto emocionado, passando por cima de anos de rejeição e orgulho, se declara para Félix. E busca sua mão. Suas mãos se entrelaçam, e a emoção toma conta da cena, com ambos mto emocionados. Félix suspira feliz, enfim conseguiu aquilo que ele mais buscou durante sua vida: o amor de seu pai. E a novela termina com a visão de ambos de mãos entrelaçadas, redimidos pelo amor. Cena belíssima, mto bem interpretada pelos atores, trilha sonora mais que perfeita. Acho q dificilmente alguém possa ter deixado de chorar, tanta foi a emoção. Final perfeito, inesquecível. Só faltou enunciar a belíssima frase de Chico Xavier: Embora ninguém possa voltar atrás e fazer um novo começo, qualquer um pode começar agora e fazer um novo fim”.
    Vou sentir mtas saudades da novela.

  • Flavio diz: 2 de fevereiro de 2014

    Novelinha sem graça essa. Estão querendo dar moral quando falam que o culpado de tudo foi o Cesar, que ele tem culpa lá isso tem. Se todos os filhos que tivessem um pai como ele ficassem com sérios problemas, os psicólogos estariam ricos e as cadeiras mais lotadas ainda. Muitos crimes ficaram sem punição, e isso, apesar de acontecer na realidade não serve de exemplo o que deveria acontecer numa novela em horário nobre.
    Atores como “Félix” e “Aline”, se destacaram muito, mas o restante deixou muito a desejar.

  • Lala diz: 2 de fevereiro de 2014

    Paulo V. não teve nenhuma cara de “nojo” do Mateus Solano,(que, alías, já deu beijaço em outro homem em um filme). Pelo contrário. Félix, ali, tinha acabado de declarar para Niko, quase chorando, que ele tinha mudado sua vida. Ele estava com uma expressão constrita, de amor misturado com carência. O beijo não teve nada de sexual, poderia ser um beijinho de “tchau”, desses que todo casal dá no início do dia, quando vão para o trabalho. Foi mais emocional por que Felix estava carente, queria ficar mais com o Niko, a gente percebe ali a necessidade que ele tem de Niko perto dele. Foi lindo, não foi sexy, nem erótico, nada disso. Foi o beijo de um casal apaixonado que quer ficar junto mas tem que sair para suas responsabilidades do dia.

    O autor foi muito feliz nessa decisão de não sexualizar o beijo gay e Mateus Solano e Thiago Fragoso brilharam como nunca. Aliás, a novela foi deles.

    E a cena final, sem comentários, redentora, uma das mais belas que já vi. Fagundes monstruoso e Solano confirmando o talento excepcional ( a passada do dedo na sobrancelha – gesto típico do Félix – e a ‘quebradinha’ de mão no final mostraram como foi perfeito em sua composição do personagem, do primeiro ao último segundo da novela. Que ator impecável.

  • jotaka diz: 2 de fevereiro de 2014

    LIXO….LIXO…..LIXO…..LIXO…..LIXO….vergonha e degradação da sociedade Brasileira.
    Isso e um péssimo exemplo de moral para a juventude Brasileira.
    LIXO…LIXO…LIXO…LIXO…não passa de escoria da TV Brasileira LIXO de uma emissora que faz de tudo para ter audiência.

  • Silvana diz: 2 de fevereiro de 2014

    Bem, eu sou uma pessoa que não sento a algum tempo para assistir uma novela, mas amor a vida me chamou atenção, por algumas atuações, pelo texto, pelo tem abordado. Parabéns a Matheus Solano, que na pele de Félix foi sensacional. Tata Werneck a inteligência pura teve seus momentos também. Walcyr quebrou tabus e ousou no beijo gay em uma novela de horário nobre, parabéns pra ele. A redenção de Cesar ao falar que amava seu filho foi uma cena linda.

  • Flavio diz: 2 de fevereiro de 2014

    Não é à toa que a novela se chamaria “Em Nome do Pai”.
    Houve um pequeno “engano” no nome da novela, se bem que se dependesse de mim o nome seria “Amor ao dinheiro e a sacanagem”.

  • Fabio diz: 2 de fevereiro de 2014

    A novela não foi lá essas coisas, mais o final realmente foi muito bonito, Antonio Fagundes e Mateus Solano deram um show de talento, outros que também merecem elogios, Vanessa Giacomo arrebentou como a vilã Aline, Paolla Oliveira também interpretou bem a mocinha Paloma, a Tara Werneck uma das melhores personagens da novela, Elizabeth Savalla, Thiago Fragoso mostrou mais uma vez seu talento.

  • Clau diz: 2 de fevereiro de 2014

    SISSIDA!!!! KKKKKKKKKK.. Sim! A cena da confissão de Pilar, notei claramente Paloma PERDIDA na cena. Todos ali, Bernarda de olhos arregalados, César mesmo olhando pra baixo demonstrava incredulidade e Félix com a face transfigurada de espanto. Mas Paloma. ah Paloma… O olhar VAGO, PERDIDO, como se a atriz perguntasse a si mesma ” E agora???? Esqueci o texto!” OU como tu mesma disseste Sissida, Paloma com cara de dor de barriga. Paolla Oliveira é PÉSSIMA ATRIZ. Com todo respeito a quem a adora elogia Paolla, mas não convence como atriz. Deveriam dar um longo tempo antes de chamá-la pra trabalhar numa outra novela. Ou que ela mesma, tente fazer outros tipos de personagens.

  • Clau diz: 2 de fevereiro de 2014

    “Falamos com sinceridade e pureza do amor entre dois homens”, diz Wolf Maia

    Diretor de núcleo da novela “Amor à Vida’, Wolf Maia acredita que pela primeira vez uma trama tratou do amor entre dois homens com tanta sinceridade e pureza, como foi a relação entre Félix (Mateus Solano) e Niko (Thiago Fragoso).

    “Quase todos os amores foram entendidos nessa história. O amor entre uma autista e um advogado, o amor entre dois velhos, o amor entre pessoas de regiões diferentes, o amor entre dois rapazes… E nesse ponto tocou muito em todo mundo. Porque talvez tenha sido a primeira vez que se falou com tanta sinceridade e com tanta pureza do amor entre dois homens”, falou ele ao site oficial da novela.

    Maia diz ainda que a equipe se preocupou em passar às pessoas que elas têm que estar abertas para novos tipos de amor. “Interessa para nós que você entenda que o amor, na nossa época, é muito mais múltiplo do que parece ser e que nós temos que estar abertos e até vibrarmos em relação a isso”.

    O autor Walcyr Carrasco também foi elogiado pela maneira como tratou o tema. Para ele, Carrasco “conseguiu tocar no coração do brasileiro e fazer com que o brasileiro, de uma forma geral, entendesse melhor o amor, as formas de amor”.

    Fonte:UOL

    Bom, se ele teve a intenção de mostrar vários tipos de amores, então deixou alguns pelo caminho. A relação de Linda com Rafael, precisou de muito mais atenção. Mais explicação por parte do autor e até de profissionais em relação ao casamento de uma autista com um homem normal. Faltou sim espaço para isso. Se ele não tivesse perdido tempo demais com Perséfone, Valdirene e Michel e Patrícia, porque esses personagens, NÃO HAVIA AMOR. Só sexo e vulgaridade.

  • miro sálvio diz: 2 de fevereiro de 2014

    A FAMÍLIA, maior e mais importante instituição do mundo esta definhando acabando e perdendo o respeito e sua finalidade, uma Emissora de TV e de Radio deveriam trabalhar a renovação do ser humano, a prosperação da família, as opções de cada um é livre não se discute….mas utilizar um meio de comunicação em horário controlado pela censura, para essa finalidade……é profundamente lamentável….

  • Miro S diz: 2 de fevereiro de 2014

    A FAMÍLIA, maior e mais importante instituição do mundo esta definhando acabando e perdendo o respeito e sua finalidade, uma Emissora de TV e de Radio deveriam trabalhar a renovação do ser humano, a prosperação da família, as opções de cada um é livre não se discute….mas utilizar um meio de comunicação em horário controlado pela censura, para essa finalidade……é profundamente lamentável….

    Esse portal tem que ser DEMOCRÁTRICO, e não monocrático, sou assinante, e tenho o direito de ter minha opinião publicada……

  • pedro diz: 2 de fevereiro de 2014

    Engraçado, todo mundo achando bonito o dito beijo gay, já pensaram na vida real se todos virassem gay? Seria o fim da raça humana! Como iriam se reproduzir?
    Santa paciência…mas afinal ,cada um é responsável por suas escolhas.

  • Cesar Augusto Silva diz: 2 de fevereiro de 2014

    É UMA NOVELA, UMA FICÇÃO, portanto com quase nenhum compromisso com a realidade, particularmente as novelas de WC. Para fechar com chave de ouro seu samba do crioulo doido, mais algumas cenas inverossímeis.
    Paloma, ao saber que sua mãe adotiva mandou matar sua mãe biológica, e que Mariah não havia desistido dela, e sempre quis saber dela, reage com nenhuma reação. Ou seja, ela não reage.
    Thales casa com Natasha, e fica com todo o dinheiro da falecida a qual tinha tentado dar um golpe. A mesma Natasha que havia entrado na estória para derrubar Thales e Leila. E que se apaixonou por Thales em questão de dias. O amor de Thales por Nicole passou rápido, coincidentemente se apaixonando por outra milionária, herdeira da mesma grana.
    Mas a cena mais “espetacular” de Amor a Vida, de fazer inveja ao filme Highlander o Guerreiro Imortal, é a capacidade de Ninho de tomar de 7 a 12 facadas com a faca do RAMBO, ficar consciente, se desamarrar, saltar e se recuperar no hospital ao ser operado por um médico com Mal de Parkinson. E ainda aparecer na delegacia um ou dois dias depois, lépido e faceiro, para testemunhar contra Aline.
    O que fazia José Wilker na novela…..praticamente nada.
    E dos assassinos e homicidas em potencial da novela, apenas o sacripanta Félix teve sua redenção. WC poderia voltar para o horário das seis. Ali ele era melhor.

  • André diz: 2 de fevereiro de 2014

    Eu estava a fim de não comentar mais aqui, mas enfim, lá vai. Quanto ao último comentário, em relação a “se todos virassem gays”… Meu caro, não existe isso de “todo mundo virar”. Ou a pessoa sente atração por homens ou por mulheres- ou por ambos- daí o termo adequado ser “orientação” e não “opção” sexual. A televisão não vai fazer ninguém virar nada. Portanto, não te preocupes, pois não será o “fim da humanidade”. O ensejo que está se abrindo com o avanço na mentalidade preconceituosa da sociedade é que as pessoas que sentem atração por pessoas do mesmo sexo possam vivenciar sua sexualidade livremente e com menos medo de serem rotuladas como anormais- ainda que, infelizmente, muitos contribuam para a manutenção desse estigma torpe com argumentos profundamente deturpados e preconceituosos. E quanto àqueles que vociferam a favor da “família” para defender sua heteronormatividade e sua homofobia: O Niko, o Félix e os filhos deles constituem um dos exemplos mais saudáveis de família que eu já vi, uma vez que a relação deles se pauta no amor. Simples assim. Ou vocês sinceramente acham que O César e a Pilar constituíam uma família mais saudável? Fico muito feliz em perceber que, apesar dos pesares, muitas pessoas estão conseguindo desconstruir valores ditados por uma sociedade sexista e patriarcal.

  • Luiz H. S. Valente diz: 2 de fevereiro de 2014

    Pois é, Mariana! A cena foi muito bem dirigida! Mas posso imaginar mil variações para transmitir a mesma emoção! Imagina esta cena entre um homem e uma mulher, a mesma música e no cenário da praia com por-do-sol! Imagina um ótimo ator e uma bela atriz, eles se beijariam apaixonadamente à luz do entardecer, e, lentamente, iriam tirando a roupa! A emoção do momento estaria estampada em seus olhos, todo o seu corpo transpiraria paixão, e, já nus, iluminados pelos últimos raios de sol, fariam amor com toda a paixão, com direito à close explícito da penetração! Uma cena envolvente e emocionante! Esta cena se passaria na novela das sete ou em malhação, com todo o público teen e infantil grudado na telinha! Tu concordas? Não?! Tens filhos nesta idade? E daí? Temos que quebrar mais este tabu! Deixem de ser preconceituosos e caretas! Na década de 50 a briga foi pra mostrar um beijo entre um homem e uma mulher, agora pra mostrar um beijo entre dois homens, qual tu achas que será o próximo passo? Que venha o sexo explícito, bem dirigido e interpretado, evidentemente, que é pra ser aceito pela população e para parecer normal!

  • Cesar Augusto Silva diz: 3 de fevereiro de 2014

    Esta ladainha contra os gays e afins acontece TODAS as vezes que aparece em uma novela global ou de qualquer outro canal, uma relação homoafetiva. Agora o tom aumentou porque pela primeira vez os gays eram protagonistas de uma novela.
    Ameaças de modificação de costumes existem desde a antiguidade. Os raivosos normalmente ficam escandalizados e sempre ameaçam com o “fim dos tempos”, “o fim da humanidade”, etc… ou aquilo de ameaçar no próximo passo: o próximo passo é isso ou aquilo, gradativamente, sempre de forma negativa ou destrutiva.
    No século XIX, os escravocratas na quase totalidade no Brasil , argumentavam veementemente contra o fim da escravidão porque seria o “fim dos tempos” e o “o fim da economia do Brasil”. E que o PRÓXIMO PASSO seria que os ex-escravos iriam tomar as terras dos senhores….veja que absurdo!
    Nos anos 40 e 50, nos Estados Unidos, as musicas blues e rock eram ligadas ao “capeta” e precisavam acabar, porque senão elas iriam unir brancos e negros, e não mais separá-los, além de disseminar “o capeta” entre nós. Veja que absurdo! O próximo passo seria o “apocalipse” e a sociedade não suportaria.
    O verdadeiro problema é que não conseguem conviver com o que é diferente ou não se enquadra naquilo que consideram normal, e a primeira reação é a agressão. Se estes raivosos e empedernidos vissem um E.T pela primeira vez, provavelmente a reação seria a mesma, iriam atacar e agredir porque tais aliens não seriam “normais”.
    O conceito de FAMÍLIA já modificou-se há muito tempo, no Código Civil, e na maioria dos países LAICOS do mundo: uma mãe solteira e seu filho também formam uma família. Um gay pode muito bem formar uma família, como era o caso na novela de Nico e Felix, e os dois filhos adotados.
    Gays, lésbicas e homoafetivos existem há muito tempo, desde a antiguidade, e são mencionados em quase todos os livros das religiões monoteístas do mundo, e eles NUNCA “dominaram” o mundo, como anuncia os raivosos e apavorados. Tal comportamento existe inclusive entre os animais. E não tem nada demais. Se este raciocínio raso fosse verdadeiro, de que se ao saírem do “armário” vão terminar com a humanidade, o comportamento homossexual que existe entre alguns animais já teria terminado com estas espécies. Haja paciência.

  • Carol diz: 3 de fevereiro de 2014

    Mateus Solano merece nota 1000!
    Eu torcia muito por ele e o Niko…

  • martha diz: 5 de fevereiro de 2014

    Foi o melhor final de novela que assisti, belíssima e emocionante a cena do Felix e do Cesar, quanto ao beijo gay, a estoria dos dois pediam este beijo, que foi terno e delicado.

  • A Realidade diz: 9 de fevereiro de 2014

    Concordo com tudo o que “O Brasil” disse! É isso mesmo!!
    A novela Amor à vida não teve nada de amor à vida. Foi intoxicação pura para toda a sociedade.
    E a tendência agora é intensificar ainda mais os ataques contra a instituição da Família, último reduto social que o Diabo ainda não dominou completamente, pois todos os outros seguimentos (arte; música; política, comércio – capitalismo selvagem; falsas religiões – que conduzem as pessoas a um terrível engano; falsos deuses; moral; leis; ciência – naquilo que nega a Teoria da Criação por Deus); alguns ensinos nas escolas e universidades) já estão dominados, afinal, ele (o capeta) é o príncipe deste mundo!
    Depois, quando os males decorrentes das equivocadas escolhas da sociedade e do domínio satânico sobrevierem ainda mais intensamente sobre as pessoas, vão ficar perguntando: O que aconteceu com humanidade! Por que não se encontra mais a verdadeira felicidade? Por que todos sofrem com tantos problemas? Nessa situação, talvez alguns se lembrem que a sociedade estará apenas colhendo aquilo que plantou (péssimas escolhas e péssima conduta)…

  • m_sinistra diz: 14 de fevereiro de 2014

    O mundo seria melhor se as pessoas parassem de cuidar da vida dos outros
    Querendo ser a palmatória do mundo

Envie seu Comentário