Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Walcyr Carrasco faz balanço de Amor à Vida e elogia Mateus Solano

31 de janeiro de 2014 7
Rogério Lorenzoni, TV Globo

Rogério Lorenzoni, TV Globo

Chega ao fim hoje à noite a longa saga de Amor à Vida. Foram oito meses no ar, muitas críticas, quase cem personagens e vários furos na história. Entre mortos e feridos, só os talentosos (e os que não reclamaram) se salvaram.

De férias há alguns dias após colocar o ponto final na sua história, Walcyr Carrasco fez um balanço da novela e elogiou alguns atores que se destacaram durante a trama.

Como não poderia deixar de ser, Mateus Solano virou o queridinho do autor após sua performance como Félix. Os dois já haviam trabalhado juntos em Morde & Assopra e Gabriela, mas foi em Amor à Vida que Mateus se destacou:

- Foi um prazer trabalhar para ele. Se o Mateus falou três cacos a novela inteira foi muito. Ele respeitou o texto. E fez bem demais o papel. O grande ator da televisão brasileira naquela faixa etária é ele – derrete-se Walcyr.

O autor explica também na coluna da Patrícia Kogut a redenção de Félix, que foi de vilão a grande herói em poucos capítulos. E fala também sobre o par romântico de Félix e Niko (Thiago Fragoso):

- Sou um sujeito que acredito na redenção. Quando senti que o público estava amando e perdoando o Félix, aproximei o personagem daquele que foi bom desde o primeiro capítulo, Niko.  O mau e o bom resultaram numa química inesperada! Aliás, esse também foi um destaque da novela. O público comprou a “gravidez” do Niko. Acho que o Niko foi a heroína dessa novela. Quando percebi isso, liguei por Thiago para comentar.

Ao fim da entrevista, Walcyr elogia também os veteranos Antonio Fagundes e Elizabeth Savalla, ambos ótimos como César e Márcia:

- Fiquei muito feliz com o Fagundes nesse papel. E pensar que o personagem dele morreria no capítulo 80. Teria sido ruim. Ele é um grande ator, assim como Elizabeth Savalla, que é uma estrela e explodiu.

Concordo com o autor. Mateus Solano, Thiago Fragoso, Antonio Fagundes e Elizabeth Savalla foram os grandes nomes dessa novela. Destaco também o ótimo trabalho de Vanessa Giácomo, Tatá Werneck, Bárbara Paz, Bruna Linzmeyer, Nathalia Timberg e Ary Fontoura.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Clau diz: 31 de janeiro de 2014

    “O que o motivou a mostrar a redenção de Félix?
    Meu livro predileto é “Os miseráveis”, de Victor Hugo, e o livro fala da redenção de um condenado através de um gesto de generosidade. A questão da evolução espiritual é comum em tudo que escrevo.” – ( Extra )

    Esta afirmação é que me levou a ver o caso Félix de outra maneira. Concordo com WC neste ponto, da redenção de uma pessoa. Até de um bicho raivoso. Se tratado com afeto, com respeito, tal bicho deixa de ser feroz. E há provas disso em relação a raças consideradas mais ferozes.

    “Acho que o Niko foi a heroína dessa novela. Quando percebi isso, liguei por Thiago para comentar.”

    Certíssimo WC! Por isso poderia deixar Paloma e Bruno de fora. Li também no Extra que o público CRONOMETRAVA o tempo que o casal Bruloma aparecia na novela. E se aparecesse pouco, logo WC recebia queixas pelo Twitter ou por e-mail. Agora,… que coisa ridícula! Diz WC que o público quer ver o casal feliz, como uma família… Sem problemas e defeitos suponho. Então isso sim é NOVELA, é FICÇÃO, é viver uma FANTASIA. O tipo água-com-açúcar que muitas novelas têm.

    Graças a Deus que WC deu rendimento à relação entre Niko e Félix, algo novo, diferente, e mostrando o lado positivo e negativo juntos. Os defeitos, a generosidade, e amor verdadeiro.

    Uma coisa só que confesso… Apesar dele ser como é, ainda tenho pena de Ninho. Eu gostaria que ele pudesse ir embora para o Peru e viver lá nas montanhas sem jamais retornar ao Brasil. Isso já seria um castigo, pois ele ficaria longe da filha. Agora, ele preso, vai ficar cada vez pior, cada vez mais raivoso… Pra quê? O caso de Aline, nem ela ficaria presa. Daria um jeito de fugir. Então a morte pra ela foi um bom final. No caso de Ninho, ele também foi usado. Foi uma abestalhado mesmo, porém ruim quando queria, quando tinha medo. Me lembro de Valentin falando com Ninho, dizendo que o conhecia principalmente quando ele ficava com medo. Que ficava violento. E mostrou isso na novela. Ele não queria matar, mas acabou matando Mariah devido à briga e não porque ele quis. Ele tinha carinho por Ciça. E não queria matar César. Ele sabia das consequências. Então, pelo menos na minha opinião, se Félix pode ser perdoado depois de tudo o que fez, eu acho que Ninho poderia também ser e sair da cadeia,mas tipo deportado mesmo. SUMIR no mundo. Esquecesse do Brasil. Tem e-mails e câmera de vídeo para ele ter contato com a filha se quiser e se a deixarem ter contato com ele. Mas longe da família. Vivendo com outra mulher que o colocasse no lugar da retidão. Apoios de Valentin ele sempre teria. Mas… WC achou que deveria puni-lo dessa maneira…. Então tá. O final já foi escrito.

  • Avani Souza diz: 31 de janeiro de 2014

    Valcyr por favor, dá um jeito de encaixar Mateus (como Felix) na próxima novela das nove, ou das dezenove, dezoito sei lá, não deixa a gente sem o Felix. Parabéns Mateus, abraços!

  • Liv diz: 31 de janeiro de 2014

    Bem, concordo com quase tudo, exceto pela parte em que elogia a atuação nessa novela da atriz Bruna Linzmeyer. Sinceramente… ela não me convenceu, não me comoveu. Já o par romântico dela, o Rainer Cadete me encantou. Ele sempre foi um fofo com ela, encantador.

  • Renata diz: 1 de fevereiro de 2014

    Walcyr Carrasco está de parabéns! Foi um dos melhores finais de novelas dos últimos tempos. A história de amor entre Felix e Niko foi construída aos poucos. Agradou até ao público heterossexual do qual eu faço parte. O beijo foi natural. Mas a cena mais linda de todas foi a de César e Félix, confesso que chorei. Aquele pai machista acabou sucumbindo ao amor do filho gay. Final lindo!

  • SIMONE diz: 1 de fevereiro de 2014

    A NOVELA FOI UM ARRASO,E O MATEUS SOLANO FOI DEMAIS,ACHO QUE NUNCA CHOREI TANTO COM AS CENAS DO FELIX,COM A PALOMA COM O PAULINHA E PARA ACABAR COMIGO COM O CESAR,MEIA HORAS DEPOIS, AINDA CHORAVA.
    PARABÉNS A TODOS. E AO MATEUS SOLANO MEUS PARABÉNS,TEVE CENAS DO FELIX QUE EU TINHA VONTADE DE ACOLHER ELE, E TIRAR O CESAR DE PERTO.
    POR[EM O FINAL FOI DIVINO,ESPLENDIDO.BEIJOS DE UMA ADMIRADORA DO SEU TRABALHO.

  • uhBia Furtado diz: 1 de fevereiro de 2014

    Acho que o grande mérito desta novela foi o de colocar o cidadão comum a dona de casa os senhores empedernidos de sua macheza a torcerem juntos por um final feliz para um par homoafetivo…há 10 20 anos atrás isto seria inimaginável…fruto do bom trabalho dos atores Mateus Solano e Thiago Fragoso.Sem caricaturas deram vida a um casal de homossexuais verossimil emocionante! Foi o que salvou está novela! Vai ficar na história…Salgueiro escreva um seriado onde o CRO (Marcelo Serrado) passa a trabalhar como Maitre no restaurante do Félix e do Nilo…vai bombar!

  • Luna de Haya diz: 1 de fevereiro de 2014

    Faz muitos anos que não sento para ver uma boa novela, havia desistido já.
    Pois é Walcyr, você magicamente encantou a todos com detalhes neste enredo, desde fazer um ódio mortal se tornar o mais desejado e puro amor… fez muitos viajar na inocência de uma criança, uma criança que se torna mulher pelo fato de alguém dar a chance de mostrar que sim… ela pode viver e crescer… ser uma de nós…. fez cada um chorar por amor … por vontade de estar junto ali acarinhando e abraçando no ultimo momento da novela…. aff e como deixar de lado… nos fez sonhar … com um amor tão terno e desejado por todos… que os bons ventos lhe inspire sempre querido… e que possamos ver mais e mais vezes cenas assim… lindas e desnudas de tantos véus…..
    Carinhos… Luna de Haya

Envie seu Comentário