Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Após estreia empolgante, Em Família entra em fase morna

15 de fevereiro de 2014 7
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Em apenas uma semana, muita coisa aconteceu na novela Em Família. Na primeira fase, a Helena adolescente quase morreu afogada, vislumbramos a maldade da pequena Shirley e o início do ciúme doentio do garoto Laerte.

229707

Na segunda fase, o elenco jovem arrasou. Guilherme Leicam surpreendeu como o explosivo Laerte, com direito a um “quase assassinato”, várias brigas e uma condenação judicial. Alice Wegmann destilou veneno na pele de Shirley e Bruna Marquezine mostrou muita emoção como a sofredora Helena.

229619(1)

Com a passagem para a terceira e atual fase, porém, Em Família entrou no ritmo tradicional de Manoel Carlos e a lentidão tomou conta de todas as cenas. Foi como se tivéssemos passado do rock para a bossa nova sem intervalo ou tempo de preparação. Assim como a trama estava um agito só, de repente tudo caiu num marasmo quase tedioso.

A Helena de Júlia Lemmertz, até agora, não empolgou e está bem longe de ser tão forte e determinada quanto as personagens vividas por sua mãe, Lilian, depois por Regina Duarte, Vera Fischer, Christiane Torloni e Maitê Proença. Tem tudo para ganhar de Taís Araújo no quesito “chatice helênica”.

O Laerte de Gabriel Braga Nunes, por mais que o talento do ator seja indiscutível, é um personagem difícil de se gostar. Desde as primeiras cenas do rapaz, ainda na adolescência, já vimos uma pessoa desequilibrada e com sérios problemas comportamentais. Ao tentar perseguir Luiza (Bruna Marquezine) por Viena, achando que se tratava da ex-namorada, o flautista mostrou que o tempo não o fez amadurecer nem um pouco.

Já Virgílio, agora interpretado por Humberto Martins, só é digno de pena, coitado. Bonzinho, compreensivo e querido por todos, ele continua sendo apenas um “amiguinho” de Helena, mesmo após vinte anos de casamento. Se Luiza for mesmo filha de Laerte e Virgílio assumiu a paternidade da menina sabendo disso, aí sim o infeliz merece ser canonizado! Mesmo assim, sou #teamvirgílio

E nem vou falar muito das confusões cronológicas da trama, assunto já debatido à exaustão nas redes sociais, blogs e sites especializados. Difícil de engolir que Natália do Vale é mãe de Júlia Lemmertz, muito menos que Gabriel Braga Nunes é mais velho do que a atual Helena. Isso sem falar em Vanessa Gerbelli, chamada de tia por Júlia Lemmertz, Giovanna Antonelli e Thiago Mendonça. Mas como diria Gloria Perez, “é preciso saber voar…”

Pelo pouco que vi, deu pra perceber que Em Família não tem fôlego para chegar aos pés de obras memoráveis de Maneco, como Por Amor e Laços de Família. A não ser que o autor consiga virar o jogo nos próximos capítulos, sua última novela e a derradeira Helena não conseguirão entrar para a história.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Clau diz: 15 de fevereiro de 2014

    “Foi como se tivéssemos passado do rock para a bossa nova sem intervalo ou tempo de preparação.” – Michele Vaz Pradella

    kkkkkkkkkkkk… ADOREI teu comentário, mas este tua frase, ganhou todas! Foi exatamente assim que me senti ao assistir a esta novela.
    E olha,pensei que era EU que estava de implicância com Helena, mas percebo que não sou a única a não gostar desta personagem. Que mulher chata! O Virgílio feito um boi-manso olhando Helena dar piti por ter encontrado o folder do show de Laerte entre os pertences que a filha trouxe de viagem. Dá pra suportar uma mulher assim? Mas Virgílio é tão retardado assim pra não notar que mulher ainda AMA o Laerte?????
    Esta família é toda problemática: Helena que quer ocultar seu passado mas o guarda dentre de uma caixa junto com seu vestido de noiva. Briga com quem quer que seja e que fale em Laerte, mas ela própria guarda seu passado inteiro dentro da tal caixa. O irmão Felipe é médico e alcoólatra. A tia Juliana é descontrolada, desequilibrada. Foi comentado no capítulo anterior que ela nem queria se casar e sim ser mãe. Casou-se com um cara que lhe adora e lhe faz todos seus desejos, mas ela PIROU totalmente pela filha da empregada. E com tanta criança precisando de lar… Enfim, deve ser a genética da família maluca de Helena.

    Não gostei de Julia Lemertz para Helena. Julia não tem o magnetismo de Vera Fischer ou Christiane Torloni e também Regina Duarte. Já nem goste muito quando Maitê Proença foi Helena e Taís tadinha se apagou diante de Alinne Morais e Lília Cabral.

  • Walmir Lelis de Assunção diz: 15 de fevereiro de 2014

    essa novela está muito chata !!!! alias os programas de tv como um todo decaíram mto em qualidade….que saudades das novelas de Dias Gomes a gente chegava no final do dia cansado em casa mas se divertia e dava boas gargalhadas…de drama já basta a vida!!!!

  • Edilson Mazurechen diz: 15 de fevereiro de 2014

    No dia que o cachorro foi achar o dono quase morto, a Globo mostrou o cachorro indo pelo mesmo camínho que “assassino” tinha voltado, mesma direção, resumindo o cachorro e o “assassino” percorreram o mesmo caminho, mas indo para lugares/direções diferentes! CONTINUIDADE ou chama outra coisa isso?

  • joao carlos diz: 15 de fevereiro de 2014

    Definitivamente essas novelinhas do Manoel Carlos e suas Helenas, são bem chatinhas!
    Trilha sonora, idem!

  • Débora diz: 16 de fevereiro de 2014

    Essa novela tá muito ruim!!!
    Na verdade, as 3 novelas atuais da globo estão muito fracas.
    Ganhamos muito mais trocando de canal ou desligando a tv até que venha outra novela que vale a pena assistir novamente.

  • Luis Carlos Soares diz: 16 de fevereiro de 2014

    Vou tentar fazer uma analise do que acontece com as novelas brasileiras e não somente sobre “Em Família ” acontece o seguinte nos anos 70 as novelas eram a supremacia da televisão brasileira tendo a locomotiva chamada Janete Clair e também Cassiano Gabus Mendes. nesta época não tínhamos uma geração tecnológica isto é não convivíamos com computadores, tablets, celulares etc. pra nós sobrava apenas a televisão e as novelas. Mas acredito que Em Família sera uma das novelas bem feitas por Manoel Carlos nosso querido Maneco.

  • Francisco diz: 16 de fevereiro de 2014

    As Helenas de Cristiane Torlloni e Thais Araújo foram péssimas!! Já de Regina Duarte de por amor e Maitê Proença foram perfeitas !!

Envie seu Comentário