Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Em Família: Selma faz as pazes com Chica, mas se recusa a perdoar Helena

27 de fevereiro de 2014 11
Cynthia Salles, TV Globo

Cynthia Salles, TV Globo

A tragédia que se abateu sobre a família Fernandes deixou marcas profundas em todos, mas cada um lida com isso a seu modo. Alguns, como Virgílio (Humberto Martins) e Chica (Natália do Vale), são mais tolerantes. Já Helena (Júlia Lemmertz) é rancorosa e não quer nem ouvir falar no nome de Laerte (Gabriel Braga Nunes).

Quem também não consegue superar é Selma (Ana Beatriz Nogueira). O curioso é que ela perdoou o filho pelo que aconteceu, mesmo ele sendo o principal culpado de tudo. A grande mágoa dela é com a sobrinha Helena.

Sim, por incrível que pareça, Selma culpa a ex-quase-futura-nora pelo crime cometido por Laerte. Tem mãe que é cega…

No enterro de Itamar (Nelson Baskerville), Selma reencontra a irmã Chica e as duas finalmente selam a paz, após mais de 20 anos sem se falarem. Porém, segundo a colunista Patrícia Kogut, a coisa muda de figura quando o nome de Helena é mencionado.

- Estava cheia de ódio no coração, senti que era uma injustiça com o meu filho ele ser responsável por tudo. Não perdoava a Helena, que fazia os dois de bobos – desabafa Selma com a irmã.

Chica tenta convencer Selma a perdoar Helena:

- Não vamos discutir sobre isso. Com culpa ou sem culpa, todos sofreram muito e foram atingidos pelo que aconteceu. Toda a nossa família sofreu. Eu não quero que você continue contra a Leninha, olhando para ela com desconfiança.

Mas Selma está irredutível e diz que ainda não está pronta para perdoar a sobrinha:

- Pois é. Ainda não chegou, apesar dos 20 anos. Sinto muito. Estou sendo sincera.

Ok, Helena bem que provocava o ciúme de Laerte no passado, mas nada justifica o que ele fez. Ao tentar matar Virgílio, o rapaz destruiu sua vida e a de todos que o cercavam, além de ter provocado a morte do tio Ramiro (Oscar Magrini). Só Selma não se deu conta de que seu filho foi o grande vilão dessa história…

Bookmark and Share

Comentários (11)

  • Fabio diz: 27 de fevereiro de 2014

    Laerte foi e continua sendo o vilão pois não perdeu a mania de perseguir, chatear e aterrorizar.
    Se eu fosse essa guria (não lembro o nome, a filha da Helena), já tinha denunciado ele na polícia por crime contra liberdade pessoal. Ele tá sempre correndo atrás dela.
    Em resumo, casal principal mais mala da história das novelas.

  • Jéssica diz: 27 de fevereiro de 2014

    Olha Michele, eu posso até estar errada, mas acho que o Laerte não foi e nem é o vilão da novela. O que aconteceu no passado não foi uma tentativa dele de tirar a vida do Virgílio, e sim uma briga feia! Acho que nunca pensou em matar o amigo, porém como foi uma briga violenta e deu no que deu, lógico ele ficou apavorado com aquilo e tentou se livrar… achou que não daria em nada. Mas acho que nada aconteceu intencional! Por outro lado, Helena realmente provocava muito ele, acho que o problema todo na novela gira em torno dela, pois crucifica Laerte como um criminoso, mas teve grande participação em tudo, quando o humilhava e fazia ciúmes porque gostava de ver ele brigando por ela! Acho que de uma certa forma Selma esta correta, e elas deverim sentar e conversar sobre tudo o que aconteceu, para que assim selem paz entre tia e sobrinha. Mas que a Helena foi errada, com certeza foi!
    E posso ser a única, mas torço muito pelo Laerte!!

  • Nanda diz: 27 de fevereiro de 2014

    Realmente Selma é muito cega. Desde cedo ela sempre colocou Laerte debaixo das asas achando que ele era o pobre menino indefeso. Mesmo se Helena fosse a mais rodada da cidade nada justifica o que ele fez. Até pq no dia a briga foi motivada pelo ciúme doentio dele, por aquele sentimento de posse que ele tinha. Se ele amasse Leninha ele nunca teria ido pra cama com aquela prostitua e teria ouvido Virgílio, que por sinal ainda estava tentando ajudá – lo. Por mais que Helena tratava Virgílio com um carinho enorme na frente de todos ela nunca deu a entender que sairia com ele. Isso veio do pensamento doente do Laerte. Então se Selma quer achar um culpado que olhe pra dentro da própria casa pois ninguém mais além de Laerte tem culpa do que aconteceu.

  • Clau diz: 27 de fevereiro de 2014

    Selma tomou as dores do filha. É aquela velha história do “prende tua cabra pois meu bode esta solto”. É horrível esta frase, mas já foi muito usada há muitos anos atrás. Na mente de Selma foi a sobrinha quem SEDUZIU o filhinho inocente. E que ela o provocava (isso é fato), porém não foi a verdadeira responsável por tudo o que aconteceu. Mesmo porque, Laerte sempre corria atrás de Helena. Mesmo depois de brigas e das feias, logo Laerte entrava dentro da casa de Helena, do quarto dela… Então é uma inversão de valores por parte de Selma. Ela ainda vê o filho como inocente total.

  • Andy diz: 27 de fevereiro de 2014

    Medo dessa gente que acha que ~Selma está certa~. O modo como Maneco retrata os vilões é interessante. São vilões do cotidiano, que a gente facilmente encontra no elevador. Gente amarga, fria, preconceituosa e moralista que faz muita gente sofrer sem cometer crime algum.

    Hoje adorei o texto Michele.

  • Mônica diz: 27 de fevereiro de 2014

    Olha, eu posso até ter interpretado mal, mas não acho que a Helena que provocava tudo. Ela gostava de ser livre e também sabia que era desejada, só que o Laerte sempre foi muito machista e acreditava que a Helena era só dele, por isso ela provocava, ela queria mostrar pro Laerte que ela não é um objeto só dele, que o corpo e a mente é dela, então ela faz o que quiser e pensa o que quiser. Ela nunca pensou nem na possibilidade de trair o Laerte e muito menos achou que os ciúmes iria tão longe. Na minha opinião o Laerte pode sim ser um grande vilão, porque ele é obsessivo, o jeito que ele corre atrás da Luiza é doentio, mesmo ela falando que não quer nada com o Laerte, ele continua idealizando a Helena de 20 anos atrás. O Laerte nunca nem permitiu que o Virgílio fosse amigo da Helena e sempre humilhou o coitado porque ele é pobre, enquanto o mesmo via o Laerte com muito respeito e companheirismo, eu torço muito por Virgílio, porque ele sim consegue acalmar o coração amargurado da Helena, ela agora é impulsiva sim, brava, mas depois da briga toda ela sempre se arrepende e é ela quem pede perdão, mostrando que reconheceu seu erro. O Laerte se fala arrependido, mas sequer pediu perdão ao amigo pelo que fez e mesmo assim Virgílio o perdoou. E a Helena só é daquele jeito, pois desde criança idealizou o casamento perfeito com seu primo, a quem sempre fez milhões de juras de amor, desde que ela era pequena os dois namoravam pensando que iriam se casar e quando ela viu tudo desmoronar, ela guardou toda essa amargura no coração. A grande história dela nessa terceira fase não é a volta do amor dos dois, mas sim se ela conseguirá superar tudo isso.

  • Clau diz: 27 de fevereiro de 2014

    Só uma observação, embora eu também ache e sempre disse aqui no blog que Helena teve grande parcela de culpa e também lembrei que Laerte na noite da despedida de solteiro, Laerte ficou irritado com Virgílio pois este o lembrava de Leninha e que Laerte teria que parar de beber e atá de transar com a tal prostituta. Laerte começou a debochar de Virgílio, de tal forma intensa que este, sempre pacato, brigou fisicamente com Laerte e deu no que deu. O pior não foi a briga, nem Laerte ter deixado o rosto de Virgílio marcado. O pior de tudo foi enterrá-lo. Ok, Laerte pensou que Virgílio estivesse morto, mas vem cá! como ele enterra o outro assim, coma mãe e irmã de Virgílio o procurando pela cidade, agoniadas, desesperadas… E Laerte então se apronta pra casar como se nada tivesse ocorrido? como se mesmo Virgílio se morto estivesse, nada aconteceria? ficaria por isso mesmo? De fato não dá pra passar por cima disso como se nada fosse. Laerte foi grande responsável pelo o que aconteceu. Helena TAMBÉM foi responsável, mesmo que involuntariamente. Tanto que tentou se redimir da culpa casando-se com Virgílio. E até hoje ela não aceita isso, daí a raiva que ela tem de Laerte. Raiva misturada com amor. Helena imagina que ela se sacrificou casando-se com Virgílio que mesmo sendo um bom homem, não era o homem que ela queria. E se ressente de Laerte ter ido embora e ainda obter a fama de músico.

    Na verdade há uma séries de marcas, de cicatrizes e não somente a do Virgílio no rosto. Uma conversa seria interessante, nem que se xingassem, se batessem, mas pelo menos seria colocadas as cartas na mesa. E não ficaria essas mágoas acumuladas por anos a fio. Que de certa maneira, atinge a família toda. Selma no fundo sabe da culpa do filho, mas talvez se sinta também culpada e não quer assumir.

  • TAMARA diz: 27 de fevereiro de 2014

    Acredito q seja uma historia q não existe um vilão e uma mocinha. Laerte foi um inconsequente e nada justifica um ato de violência, Helena era uma adolescente como muitas outras podia provocar, mas quem disse q ela seria a mocinha correta? Ela simplesmente é uma mocinha q erra.

  • JENNY L♥VE diz: 27 de fevereiro de 2014

    “O curioso é que ela perdoou o filho pelo que aconteceu” E PQ NÃO PERDOARIA? É FILHO DELA UÉ…
    E TEM OUTRA, A HELENA TEVE CULPA TAMBÉM SIM, ASSIM COMO O VIRGÍLIO.
    LAERTE FEZ COM QUE VIRGÍLIO BRIGASSE COM ELE, ATÉ AI OK, MAS QUEM ESTAVA QUASE MATANDO O LAERTE ERA O VIRGÍLIO, SUFOCANDO-O (E TINHA O PORTE FÍSICO BEM MAIOR NA ÉPOCA), SENDO QUE O LAERTE, PARA SE DEFENDER BATEU NO VIRGÍLIO COM O QUE CONSEGUIU PEGAR NO MOMENTO (NÃO FICOU ESCOLHENDO: VOU ACERTAR ELE COM ISSO, OU COM AQUILO). O GRANDE ERRO DELE, COMO A CLAU FALOU, FOI TER ENTERRADO ELE…SE TIVESSE ACIONADO A POLICIA NÃO TERIA DADO A MERDA QUE DEU!!

  • Clau diz: 28 de fevereiro de 2014

    De fato JENNY LOVE, e tem uma outra coisa que não podemos esquecer. Na briga foi VIRGÍLIO quem pegou Laerte o o JOGOU sobre uma mesa de vidro. Atitude violenta para um cara pacato. Acredito que Laerte tocou numa ferida de Virgílio que era de se sentir inferior perante Helena. Foi a única vez que Virgílio agiu com violência. Não estou com isso defendendo a atitude de Laerte. Se ele tivesse ido à polícia e contado como tudo aconteceu, nem iria preso, pois se trataria de uma briga apenas e SE, somente SE Virgílio desse parte, penso que Laerte responderia ao processo em liberdade. A pior coisa que ele fez, o maior erro (por medo ou covardia) que seja… foi ter enterrado Virgílio vivo. Daí ficou como tentativa de assassinato.

    E tudo isso se perpetua com Helena. No capítulo de ontem ela ficou irritadíssima com a filha só porque esta queria ir ao enterro do tio-avô. Tá certo que pra muitos pode parecer que Luíza “PROVOQUE” a mãe. Não acho. Ela quer sacudir a mãe. Porque Helena não quer perdoar nem a tia. A personagem está se tornando muito chata com isso. Ok, ela está carregando a família nas costas, principalmente o irmão bêbado que, convenhamos, até eu daria uma surra de cinta naquele cara. Que coisa nojenta! O cara sentado no chão do banheiro, todo vomitado, todo sujo e ainda tem a sorte de ter um cunhado que o coloque no banho. Pior é que ele não se dá conta que é alcoólatra. Não assume isso.

    Essa família é um poço de problemas… Cada uma a seu estilo. E Chica que faz de conta que tudo está bem? Em um ponto concordo com Helena. Foi quando ela falou pra mãe que ela, Helena não é mãe de Felipe. E tem razão. Isso é encargo de Chica e não de Helena. Mas Chica é outra que vive flanando, fechando os olhos.. Não digo que esta família tem DNA ruim?! kkkkkkkk … Ah! e Shirley!!!! Estou começando a gostar dela.

  • Valéria diz: 28 de fevereiro de 2014

    Que novela chata!!! A pior novela de Manoel Carlos!! Uma pena!! Nem consigo mais assistir essa novela !!

Envie seu Comentário