Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Em Família: Cadu ameaça brigar com Clara pela guarda de Ivan

03 de abril de 2014 15
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

A situação entre Cadu (Reynaldo Gianecchini) e Clara (Giovanna Antonelli) ficará cada vez mais tensa nos próximos capítulos de Em Família. Quanto mais ela se aproxima de Marina (Tainá Müller), mais se afasta do marido. Assim, o casamento vai chegando perto do fim…

Depois de confrontar Marina, Cadu terá outra discussão feia com Clara. Segundo a colunista Patrícia Kogut, o chef acusa Clara de estar trabalhando demais e não dar muita atenção a Ivan (Vitor Figueiredo). Revoltada, ela se defende:

- Se quiser falar de nós, falamos!  Mas em relação ao nosso filho entenda uma coisa e eu vou falar uma vez só: aconteça o que acontecer, não quero que o Ivan seja uma moeda de troca. Se tem um amor aqui que não pode ser disputado é este!

Cadu então ameaça a esposa:

- O amor talvez não, mas a convivência sim. Fique sabendo que, se você decidir viver essa loucura que está te rondando a cabeça, eu vou atrás dos meus direitos. Eu vou querer a guarda do Ivan!

Nessa confusão amorosa de Clara, quem pode sofrer mais é o pequeno Ivan. Imaginem a cabeça do menino em meio a essa briga toda…

Bookmark and Share

Comentários (15)

  • Ricardo diz: 3 de abril de 2014

    Eu já havia cantado essa bola aqui neste blog: O autor vai estragar o personagem Cadu para enaltecer o romance de Clara e Marina, nem que para isso ele acabe com a importante campanha de doação de órgaos que o personagem iria fazer. Ë revoltante ver uma história cheias de possibilidades como essa indo por água abaixo. Se as duas sao tao amadas assim, por que a necessidade de vilanizar o marido, que está no seu direito de pelo menos sofrer e se revoltar com tudo? Ou vao querer me convencer que ser trocado por aguem é algo que deve ser comemorado ou deixado de lado instantaneamente? E quando a pessoa se vê com uma grave doença, com a possibilidade de perder a vida e tudo o que tinha, a cabeça dessa pessoa deve continuar a mesma? A impressão que eu tenho é que o autor desta novela ou é ou considera que o público é acéfalo, pois seus personagens nao omitem opiniao de nada e acham tudo certo, tudo bonito, tudo moderno, ninguem ate agora questionou a mudança radical de Clara, Cadu tem que achar lindo o que esta acontecendo… una as duas de uma vez entao e nao destrua o personagem. Esta acontecendo o mesmo que aconteceu na npvela anterior: personagens começam a mudar do nada sempre que preciso.

  • Clau diz: 3 de abril de 2014

    Realmente quem mais sofrerá será o menino e isto prova o que o orgulho e egoísmo podem fazer com o ser humano. Gosto muito do jeitão de Cadu, mas ONTEM quando Clara mostrou o presente que Marina deu a ele, o porta-retrato com a foto de Cadu e Clara se beijando, ela fez como se aquilo fosse um insulto. Não entendo a razão. Não vi aquela atitude de Marina com insulto e sim ela quis ser gentil com ele. Eu não sei de onde as pessoas enxergam Marina como um demônio com tridente e querendo destruir uma família. Vai ver estou vendo a novela errada… Até agora não vi um sinal, uma atitude de Marina que afetasse o casamento de Clara. Muito pelo contrário. Marina sempre fica discreta, na dela, não perturba… E nem dá sinais de paquerar Clara. Só sente isso quem sabe do sentimentos de ambas, como Helena, por exemplo. Os demais nem se dão conta.

    A atitude de Cadu, mostra um homem rancoroso que não se preocupa com a saúde mental do filho. E por favor, quando falo em SAÚDE MENTAL (antes que me chamem de depravada) quero dizer não instigar a criança contra a mãe. Além disso, Cadu não poderá cometer uma ALIENAÇÃO PARENTAL. Pois isto é crime. E pelo o que vi também no capítulo de ontem, quando ele voltou do hospital, ele estava mais preocupada em Clara voltar a trabalhar por causa de grana, do que ter a mulher a seu lado.

    Aí pergunto: se ele de fato está ressentido com a possível relação amorosa da duas, por que ele insistiu tanto pra Clara retornar o trabalho? deveria ser o primeiro a querer ela fora de lá! Não se importou com isso pois ela ganha DINHEIRO e pra ele é muito importante isso. Vou começar a rever meus conceitos em relação ao Cadu.

  • Clau diz: 3 de abril de 2014

    ERRATA:

    Onde se lê “ela fez como se aquilo fosse um insulto”, eu quis dizer ELE, Cadu, fez como se fosse um insulto. Fechou a cara e se ofendeu.

  • Janise Machado diz: 3 de abril de 2014

    Para quem escreve o blog: O menino só vai sofrer se os pais não souberem lidar com o fim de seu relacionamento da forma correta. Apesar da confusão amorosa de da Clara não dá o direito do Cadu ameaçar a mulher com o filho. Então, quem é mais errado nessa história? Acho que o Cadu está se passando e misturando a única coisa que é (deveria) ser mais importante para ambos (o menino).

  • Clarissa diz: 3 de abril de 2014

    “Não é por estar na sua presença
    Meu prezado rapaz
    Mas você vai mal
    Mas vai mal demais” (C.B)

    Olha aí! Quem não sabe perder, golpe baixo hein?
    Quero muito saber como uma pessoa q sempre viveu pra si mesmo, nunca trabalhou (emprego fixo), com o plus de tá com o nome sujo na praça… acha q tem condição de lutar pela guarda de alguém…( nem um animalzinho de estimação ele dá conta). Machismo só não, apelação total, do tipo eu não sou feliz e vc tbm não será tá? Sabia que ao menor sinal de término da Clara ele ia apelar pra chantagem emocional de quinta..tava na cara.

  • Michaela diz: 4 de abril de 2014

    A cabeça do Ivan vai ficar como a de todas as crianças que passam por isso. Teve uma amiga minha que o pai dela largou da mãe dela pra ficar com uma moça mais jovem. A irmã dela, que tinha seis anos na época, teve que passar por psicólogo. Não sei o que motivou mas acredito que foi por falta de diálogo dos pais com a criança.
    Pra mim, não é a indecisão da Clara que causará trauma no menino. É o Cadu que, com certeza, vai virar um bruto e vai tirar o menino da mãe. Só falta ele começar com a tal da alienação parental. O que poderá ser pior ainda. Se conversar, toda criança entende. Ela sofre no início, mas tendo amor dos dois e vendo que não é culpa dela e que que seus pais sempre estarão lá, ela supera.
    É muito fácil culpar a Clara por se apaixonar. O Cadu, por ser egoísta e querer tirar o menino da mãe, não, né? Ah, me poupe! E antes que alguém me encha o saco, dizendo que até ontem eu tava xingando a Clara. Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa. É super injusto um homem tirar a guarda de uma mãe, só por dor de cotovelo. Do mesmo jeito que é horrível uma mãe proibir um pai de ver os filhos, por ele estar com outra pessoa. O Cadu não está pensando no Ivan, está pensando no Cadu. Sem mais.

  • Clarissa diz: 4 de abril de 2014

    Essa sabotagem com o personagem eu tbm não curto…pq acaba conduzindo a opinião das massas. Tenho pra mim, que vai ficar só na ameaça(essa atitude do Cadu), até pq ele vai se apaixonar de novo, merece ser feliz também.
    Agora depende do autor, se quiser gerar um conflito polêmico vai colocar o Cadu como um preconceituoso de marca maior, basta ele lutar pela guarda do filho alegando q um casal do mesmo sexo não tem condição de criar uma criança (que vai bagunçar a cabeça do menino blablabla). Acho que se tomar esse caminho, o estrago é maior socialmente falando, não ajuda nada só reforça o preconceito. Enfim é esperar…

  • Mel diz: 4 de abril de 2014

    Bom, ele vai sustentar o menino com que dinheiro? Já começa daí, o cara nem trabalha!
    Pura falta de responsabilidade tirar o menino da mãe e provavelmente tentará jogá-lo contra a Clara.
    Na verdade, nesses momentos delicados, bem poucas pessoas pensam em preservar os filhos, preferem usá-los para causarem mais dor para todos.

  • TAMARA diz: 4 de abril de 2014

    Não sei nem o que dizer, toda criança sofre com uma separação. Mas também não é o fim do mundo, os pais sabendo lidar com a situação…
    Cadu não tem como sustentar uma criança, mas está abrindo o bistrô. E Clara, sustenta mas não cuida, são raras as cenas que Clara está com o filho, só dá atenção pra Marina. Parece aqueles homens que saem de casa, arrumam outra esposa e esquecem do filho do primeiro casamento…

  • Maria diz: 4 de abril de 2014

    É necessário explicar com muita calma para o garoto toda esta situação. Clara e Cadu vão se separar, mas não vão, por isso, deixarem de ser mãe e pai do Ivan e é isso que deve ser enfatizado para a criança, sempre.
    Quanto a atitude do Cadu, é baixa, desleal e uma demonstração de pura covardia, mas pode ficar somente na ameaça. Ninguém é perfeito, e ele pode se arrepender posteriormente. Afinal, tudo que Ivan não precisa é passar por isso, Clara fez um bom ponto, se tem um amor que não deve ser disputado, é o do filho deles.

  • Sam diz: 5 de abril de 2014

    Infelizmente é impossível não sofrer com a separação dos pais, mas não é por causa do filho que o casal deve permanecer junto. Não acredito que o autor vai tornar Cadu vilão, ele será apenas a voz machista que MC quer colocar na novela. Cadu até agora não se mostrou preconceituoso e não acho que vão levar a trama para esse lado, pelo menos os personagens não vão, mas o público obviamente. Em um determinado momento Clara e Marina serão um casal e Cadu e Silvia também, com quem Ivan vai ficar? acredito que o autor está apenas mostrando como a sociedade se posiciona. Quem quer que a Clara fique com o Cadu, quer porque torce pela felicidade da Clara/Cadu ou porque é o que acredita ser o normal. Ele ainda a ama, mas e ela? os sentimentos dela não serão levados em consideração? Assim como quem torce para que Clara fique com Marina, quer porque torce pela felicidade das duas personagens ou porque elas são um casal homoafetivo ? Ivan vai ficar com a mãe e sua esposa ou com o pai e sua esposa? AMOR X CONVENCIONALISMO

  • Nhyala diz: 5 de abril de 2014

    Golpe Baixo do Cadú!!! Puro recalcamento, mas ponto pro MC, muito boas cenas virão….

    É uma situação difícil para os dois… naturalmente que o Cadú vendo o seu casamento ir pro ralo, tenta a todo custo manter a situação sob o seu controle, e acaba tomando atitudes que só o prejudicam.

    Não é chantageando a Clara, atacando a Marina, muito menos colocando o filho no meio desta guerra que ele conquistará a sua mulher. O melhor mesmo é ter um “papo recto” com a Clara – esta sim tem que tomar uma decisão sobre o que quer, ou pelo menos abrir-se com ele sobre as suas dúvidas – e separar-se de vez. Esta separação não seria por causa da Marina, mas sim por ambos.

    Quanto a ameaça de tirar a guarda do filho, acredito que se fique pela ameaça, embora o autor abra uma brecha aí para discutir a guarda/criação de crianças por casais homoafectivos. Seja como for, neste momento ele não tem estrutura nem pra cuidar de si, muito menos do filho. É bom, ama o filho e quer o seu melhor, disso ninguém duvida… daí a ter responsabilidade para cuidar dele sozinho, é outra história.

    Embora a Clara esteja a passar menos tempo com o Ivan, houve uma cena bem explicita do tipo de Pai que o Cadú é: quando o rapaz pediu a Clara que o ajudasse com a tarefa da escola (o Pai que passa tanto tempo com ele não o ajuda???)

    Gostei deste comentário da Sam: é mesmo uma luta entre “Amor x Convencionalismo”…. o que tenho visto dos defensores do casal Clara/Cadú são argumentos em prol do facto de ser o “normal” (sendo que a Marina seria a vilã, destruidora de lares), quando vai sendo mais claro que a personagem está apaixonada pela fotógrafa, e merece viver este Amor que está sendo muito bem construido.

  • Nhyala diz: 5 de abril de 2014

    Clarissa,

    Não acredito que o autor destrua o Cadú, mas é bem verdade que ele e o Nando já fizeram muitos comentários preconceituosos e maldosos em relação a sexualidade da Marina…

    Só acho que enquanto era só a Marina, tudo bem, mas ele não consegue é perceber que a sua mulher também está interessada nela, daí toda a raiva. Acredito que ele possa ter sim atitudes bem piores, mas que a partir do momento em que tocar a sua vida pra frente, poderá amadurecer, voltar a si….

  • anne diz: 7 de abril de 2014

    o cadu esta acostumado a viver de sonhos, a viver da mesada que a mulher ganha na casa de leilão , ele também não ajudava nas tarefas e responsabilidades de ser pai , mas era um pai ausente NÃO ele almoçava , jantava , passeava com o filho coisas divertidas para se fazer com com se ama , mas não era ele que CUIDAVA , dava bronca , mandava escovar o dente , ir dormir , fazer a lição de casa, ir a reunião da escola coisas chatas mais necessárias na criação de um filho , clara esta trabalhando está coisa que a maioria das mulheres fazem e como a clara se sentem culpadas mas também felizes são mães ruins não , o ivan teve a clara integralmente por muito tempo , ela só vivia para casa , marido e filho mas sentia falta de algo e esse algo não era a marina e sim um trabalho que lhe desse realização pessoal como um ser individual e não só familiar a marina veio de brinde, ela tenta ser o mais racional e certinha possível mesmo loucamente apaixonada pela marina , ela se contem o máximo ,o cadu é imaturo demais talvez com o bistrô , com a doença e também com a certeza que a vida não se pode só ser levada por sonhos e desejos ele amadureça e se torne um homem de verdade e não um garotão .

  • JENNY L♥VE diz: 7 de abril de 2014

    COM UM PÉ NA COVA E OUTRO NUMA CASCA DE BANANA, SEM TER SUSTENTO PRATICAMENTE, A MÃE NÃO TEM NADA CONTRA ELA, ACHA MESMO QUE VAI CONSEGUIR A GUARDA DO GURI??
    ME POUPEEEEEEE SEU RIDICULO

Envie seu Comentário