Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Era uma vez... Estreia hoje Meu Pedacinho de Chão, cheia de encantamento e fantasia

07 de abril de 2014 7
Fotos: Divulgação, TV Globo

Fotos: Divulgação, TV Globo

A partir de hoje, nos finais de tarde, a criançada pode reunir a família, sentar em frente à tevê e se preparar para embarcar em um conto de fadas! É que estreia Meu Pedacinho de Chão (RBS TV, 18h35min), a nova novela das seis, de Benedito Ruy Barbosa, cheia de encantamento. O folhetim é uma versão repaginada do original, do mesmo autor, exibido em 1971, numa parceria entre a TV Cultura e a TV Globo.

Desta vez, a história é narrada pelo ponto de vista mágico dos inseparáveis amigos Serelepe (Tomás Sampaio) e Pituca (Geytsa Garcia), que vivem no fictício vilarejo de Santa Fé, cidadezinha parada no tempo. Ele, um menino pobre, sem eira nem beira, pai nem mãe. Ela, menina criada em berço de ouro pelo pai, o malvado Coronel Epaminondas (Osmar Prado), que comanda o lugar e vive ameaçando esta linda amizade. É a partir da cumplicidade dos pequenos que será contada uma história de amor, amizade, justiça, sonho e a liberdade. Embarque nesta fábula!

Um boneca de mocinha


Com um visual de boneca, Bruna Linzmeyer interpreta sua primeira protagonista, a doce professora Juliana, que chega a Santa Fé e muda toda a estrutura do lugar, até então, parado no tempo. Sua doçura e beleza despertarão o amor do jovem e culto Ferdinando (Johnny Massaro) e do bruto capataz Zelão (Irandhir Santos), que disputarão o amor da mocinha.

Empolgada com o desafio, a atriz preferiu pintar os cabelos de rosa a usar uma peruca.

- Foi um processo muito rico, de descoberta. Esse cabelo representa o trabalho de pesquisa – afirmou a atriz.

O bem e o mal frente a frente


A trama parte de uma briga entre o todo-poderoso Coronel Epaminondas (Osmar Prado) e o aventureiro Pedro Falcão (Rodrigo Lombardi). Pedro doa parte de suas terras para a construção da vendinha de Giácomo (Antonio Fagundes), de uma igreja e de uma escola, comandada pela professora Juliana. A chegada da moça e a construção da escola elevam ao máximo o ódio que Epaminondas sente por Pedro Falcão. E ele ordena que Zelão, seu capataz, ponha fogo na escola antes que ela seja inaugurada.

Madame fogosa


Estreando na faixa das seis, Juliana Paes também retorna à telinha depois do nascimento do seu segundo filho, Antônio, oito meses. Ela será Madame Catarina, a esposa do manda-chuva da Vila de Santa Fé, Coronel Epaminondas. Bela, doce, afogueada e vestida por várias camadas de rendas, a beleza da madame desperta toda a insegurança do intransigente Coronel Epa, que morre de ciúmes da mulher. Ela é a única pessoa que sabe que o enteado, Ferdinando, recém chegado após anos estudando fora, formou-se engenheiro agrônomo e não advogado, para a maior decepção da vida do seu pai.

Veja quem são os principais personagens deste conto de fadas!

Giácomo (Antonio Fagundes) – Viúvo, ele é pai de Milita (Cintia Dicker). É muito amigo do atual prefeito (Ricardo Blat) e de Pedro Falcão (Rodrigo Lombardi).

Zelão (Irandhir Santos) – Filho único de Mãe Benta (Teuda Bara), é uma espécie de capanga do Coronel Epa (Osmar Prado).

Milita (Cintia Dicker) – Filha única de Giácomo. É namorada de Viramundo.

Viramundo (Gabriel Sater) – Violeiro de talento, vai se revelar também um grande compositor.

Padre Santo (Emiliano Queiroz) – De descendência alemã, é amigo influente do atual prefeito das Antas. Como bom Padre que é, é o maior pacificador das brigas no vilarejo.

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Marco EaiAchou diz: 7 de abril de 2014

    Oferece ótimas informações muito bom Noveleiros

  • Beth diz: 7 de abril de 2014

    Assisti 20 minutos, preferi o Datena, tenho 49 anos, jardim de infância é passado, não consegui ir adiante, lamento pois sigo a novela das seis a uns 5 anos…e há 3 anos só assisto novela da Globo das 6, era a hora de eu descansar um pouquinho na tv depois de chegar do trabalho…ok…agora ganhei 1 hora para cuidar da casa e dormir mais cedo .

  • Clau diz: 7 de abril de 2014

    BETH.

    Eu já imaginava que seria assim, por isso nem perdi meu tempo. Benedito ainda não caiu na real que ele precisa se aposentar de vez ou ficar somente supervisionando o trabalho das suas filhas.

    Mas olha, li na Patrícia Kogut que “La Manzo” , autora de A VIDA DA GENTE, já está escrevendo uma trama e provavelmente será para as 18 horas.
    As gurias aqui do blog poderão verificar melhor isso. Mas acredite Beth! há uma esperança no final do ano! … Provavelmente.

  • joana diz: 8 de abril de 2014

    Eu assisti a tudo.. o pior ainda foi a parte final… aquela coisa que deu em Catarina.. ou se ria ou chorava.. enfim querem inovar mas acabam por fazer porcaria… foi assim com alem do horizonte e infelizmente vai ser assim com esta… pelo menos para mim.. ainda vou ver um segundo episódio mas tenho muitas duvidas que me cative.. É uma pena.. fiquei sem novelas para ver :/

  • Ionara diz: 8 de abril de 2014

    É, já vi que muitos que comentam aqui não se abrem a novas possibilidades, a outros estilos narrativos, qdo vem repeteco reclamam, qdo vem inovação reclamam. As pessoas estão muito acostumadas ao arroz com feijão. É melhor procurar outra coisa pra fazer mesmo.

    A novela é uma ótima pedida para se assistir com as crianças, pois é educativa, sem ser panfletária. Ou vocês acham que os surtos do Manfred eram saudáveis para as crianças? Nos anos noventa havia novelas voltadas ao público infantil e eram muito boas, de uns tempos pra cá esse público vem sendo negligenciado. Por mim a novela está aprovadíssima.

  • Clau diz: 9 de abril de 2014

    Olha Ionara, me desculpe mas cada um pensa de uma maneira. Os surtos do Manfred era muito bem feitos pelo ator, que trabalhou muito bem. Eu prefiro novelas como Joia Rara – que somente no final que ficou arrastada. Ou ainda como A Vida da Gente… Ou como as novelas de Elizabeth Jihn que muita gente critica por ter conteúdo espírita, mas eu particularmente, gosto muito.

    A fazer outra coisa, claro que eu farei sim! Tenho inúmeras possibilidades aqui na internet, principalmente. Assisto a filmes, programas da Globo que não assisti à noite… Leio livros… E até nem assistindo a esta novela, sei de assuntos referentes a ela, como o tal capanga que aparece nas chamadas, e que já trabalhou em Amores Roubados.
    Mas não é porque Pedacinho de Chão agrada a uns que tem que agradar a todos.

    Eu não gosto de Benedito. É um chato. E espero que não aconteça com esta novela o que ele fez com Esperança.

    Enfim! Divirtam-se!

  • Ionara diz: 9 de abril de 2014

    Clau, não entendi sua reação, mas tudo bem, vamos conversar, rs.

    É claro que todos nós temos nossa maneira de pensar. Por isso mesmo estamos todos aqui dando opiniões. Eu achava Joia Rara uma chatice, excessivamente melodramática, só acompanhei a reta final por causa da entrada de um ator que eu gosto. Já A vida da gente foi a melhor novela que assisti nos últimos anos, pra mim foi perfeita do início ao fim, em momento algum ficou cansativa. Da Elizabeth Jhin gostei de Escrito nas Estrelas, foi uma das minhas novelas preferidas. Mas o que eu vejo aqui são pessoas criticando a novela que mal começou, não dá pra se julgar uma novela pelo primeiro capítulo. Eu gostei do início de Em família, hoje a novela está um tédio e parei de assistir. Enfim

    Um grande abraço.

Envie seu Comentário