Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Em Família: Após descobrir ser fruto de estupro, Alice se joga no mar e quase morre afogada

13 de abril de 2014 6

Alice (Erika Januza) finalmente vai descobrir a sua origem na novela de Manoel Carlos. Depois de ouvir uma conversa de Neidinha (Elina de Souza) e Vírgilio (Humberto Martins), a jovem irá sofrer momentos de dor.

Segundo o Notícias da TV, a moça irá correr pra praia ao descobrir que nasceu de um estupro. Ela vai se jogar no mar de roupa e, desesperada, quase irá se afogar.

Divulgação TV Globo

Divulgação TV Globo

Após passar o susto, a moça será consolada pela amiga Luiza (Bruna Marquezine), que a aconselha a conversar com a mãe antes de tomar qualquer atitude. Ao que tudo indica, a conversa entre mãe e filha será emocionante:

 “Já sei de quem sou filha. De ninguém! Mais claramente: de um estupro que você sofreu e que não denunciou”, dirá Alice.

 “Não pensou, em nenhum momento, que só dependia de você sossegar meu coração? Que ninguém mais podia fazer isso por mim? Não tinha o direito de me esconder a verdade”, gritará a jovem.

Neidinha responderá firme aos questionamentos da filha e reviverá os momentos que passou há mais de 20 anos. Após uma longa discussão, as duas irão se abraçar e Alice começará uma investigação sobre o criminoso que estuprou sua mãe no passado.

Como de costume, Manoel Carlos levantará mais uma importante bandeira social em sua novela: vítimas de violência sexual.

Bookmark and Share

Comentários (6)

  • Gaby diz: 13 de abril de 2014

    Francamente, com essa temática o autor forçou, né? Quem deve estar contente é a Igreja Cristã/Católica.

  • Acely Gomes de Oliveira Junior diz: 13 de abril de 2014

    “Como de costume, Manoel Carlos levantará mais uma importante bandeira social em sua novela: vítimas de violência sexual”
    Ridículo. Não pelo Manoel Carlos, mas pela Globo, com sua política desintegradora social, sua programação voltada para a exploração sexual (BBB, novelas, Malhação), agora vem querer “pregar moral de cuecas”.

  • Marina diz: 14 de abril de 2014

    Pena q as duas atrizes são muito fracas para estes momentos de emoção…mas é esperar pra ver…..

  • Apaixonada diz: 14 de abril de 2014

    Engraçado como a gente pode ver que aquela pesquisa, ainda que exagerada, representa o que a maioria pensa.

    As pessoas tem que separar as coisas. Realmente muitos programas de televisão incentivam o sexo pelo sexo, sem sentimento. Muitas mulheres se sentem livres para mostrar o corpo e ter relação com quem elas quiserem.
    Mas nada justifica o estupro. Estupro é um crime. Se a mulher está vestida como se quisesse sexo ou não, ela continua sendo uma pessoa livre para querer ou não uma relação.
    Que bom que Manoel Carlos está levantando essa bandeira, tem que ser discutida sim. Lembrando que o caso dessa personagem é baseado em fatos reais. Sem falar que é admirável uma mulher, vítima de abuso escolher ter o filho mesmo a lei autorizando o aborto.
    ESTUPRO É CRIME!!!!! E NINGUÉM MERECE SER ESTUPRADO!

  • Sauzan diz: 14 de abril de 2014

    Me embrulha o estômago imaginar o desenrolar da trama na qual uma jovem procura saber quem é seu pai, mesmo ciente da violência sofrida pela mãe. Para mim essa novela é um completo desserviço às mulheres e a sociedade.

  • Clau diz: 14 de abril de 2014

    É muito cansativo tanto discurso moralista, de não pode mostrar isso e não pode mostrar aquilo. Me pergunto se há tanta coisa ruim… Ou melhor dizendo, se há tanta coisa que CHOCA a família brasileira, porque? MEU DEUS!!!! POR QUE????? AINDA ESTÃO ASSISTINDO???? Há alguma LEI que os obrigue a olhar a trama? Em algum momento a GLOBO ( “a imperialista, a demoníaca, a poderosa tirana” ) OBRIGOU alguém de olhar sua programação? Se vivemos num país livre, que cada um cuide de si mesmo. Ninguém aqui é criança ou retardado que não possa discernir o certo do errado, o bem do mal e de decidir o que quer assistir na TV.

    A Globo é uma EMPRESA. Se ainda não notaram, ela não é mamãe de alguns inconformados aqui. Ela NÃO TEM obrigação de agir desta ou daquela maneira. O que me admira é ver tanta gente neste blog reclamando da EMPRESA, como se agora ela não tenha que ganhar dinheiro. Ela tem que ter programas que NÃO DÃO audiência porque um GRUPO quer assim, porque tal grupo se sente chocado com historias comuns que acontecem aos montes por aí. Mas tal grupo apesar de ranger dentes e vociferar diante de um casal lésbico, diante do nome ESTUPRO (óóóó… shshshsh… não vamos falar alto a palavra ESTUPRO… o que vão dizer? o que vão pensar??)

    Tem que ser dito e tem que ser debatido sim. A novela está MORNA. Sem grande audiência. Já está mais que na hora de colocar assuntos importantes pra fora e serem debatidos. Ela, Neidinha, deveria ter tido a filha ou não? e tal filha? deve saber quem é seu pai ou não? Assim como o caso de Marina-Clara-Cadu. Assim como Luíza-Laerte-Helena. O pessoal anda dormindo diante da TV, só de ouvir a flauta de Laerte tocando. É bom dar uma sacudida na trama abordando assuntos polêmicos para dar movimento e muito debate também.

    E de novo vou lembrar que GLOBO é uma EMPRESA. E como tal quer e precisa de movimento de caixa, grana, bufunfa, money… dinheiro.
    Engraçado é que temos mais duas emissora de TV que igualmente têm novelas. Bíblicas inclusive e outras até pueris. Mas mesmo criticando, o pessoal quer porque quer a Globo. Reclama, mas ainda assim, assistem. E tem ainda alguns que vem aqui num blog de novelas da Globo – como a programação da emissora também – pra avisar que eles DEIXARAM DE ASSISTIR a Globo: “Ó! só vim aqui pra dizer que nem vejo essa novela” …. “Eu deixei de ver a novela”… “Não olho mais este lixo”… “Se o autor não fizer tal final, eu não vejo mais a novela”…kkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkkk… Como se o autor, a Globo, os artistas todos estivessem ligando pra quem vê ou não a programação. UM ou DOIS ou TRÊS gastos-pingados num OCEANO de assistentes, pra eles, Globo e Cia, é nada! Quanta soberba minha gente… Quanta soberba!

    A Globo, assim como Record, Band e SBT, possuem CONCESSÃO do governo para poder ter espaço. E vocês ACHAM que o governo vai CENSURAR assuntos que abordam casos de nossa sociedade? O governo vai se meter na briga entre liberdade de amar (homossexuais) e moralistas? por exemplo… Vai se meter num BBB que dá rios de dinheiro pra emissora? e que tal emissora pode ser muito útil ao governo? Em que mundo vocês vivem hein??

    Se vocês não querem ver essas coisas TERRÍVEIS que ataca a moral e os bons costumes de nossa tão sensível sociedade, porque não assistem a novelinha pimpão do Bendito Ruy Barbosa? É bonitinha. Sentem no chão e assistam. Mas na hora de Em Família, não sigam o nome, pois nada ali é em família no sentido BOM da palavra. Façam outras coisas… Vejam se Carrossel ainda esta passando no SBT ou se Chiquititas está sendo reprisado. Podem ver os muitos fatos da Bíblia na Record, também…. Aquela emissora que veio bradando que iria tirar o lugar da Globo e agora até os artistas estão saindo de lá. A mesma Record que colocou no ar uma novela super hiper violenta que tratava de drogas, sequestros, assassinatos e até uma cabeça humana rolando morro abaixo apareceu. E no SBT? que teve o primeiro beijo lésbico? e que beijaço!!!! Nem sei quantos minutos ficaram ambas atrizes ali se beijando, de boca BEM ABERTA. E ninguém falou nada. Só os grilos cantando ao fundo. Silêncio total. Mas basta GLOBO fazer e acontecer?? aaaaaaaaaaaaaahhhhhhhhhhh… “NÃO PODTIIIII” !!!!

Envie seu Comentário