Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Em Família: Virgílio percebe que Helena ama Laerte e resolve se separar

23 de maio de 2014 12
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Uma das coisas mais chatas da novela Em Família (e olha que são muitas) é o chororô de Helena (Júlia Lemmertz) por causa de seu passado. Tudo bem que ela viveu situações horríveis, mas nem Virgílio (Humberto Martins), que foi enterrado vivo, fica remoendo mágoas a respeito do que aconteceu há vinte anos.

A resposta para tanta amargura só pode ser uma: Helena ainda ama Laerte (Gabriel Braga Nunes). Agora que ela tem que ver sua própria filha apaixonada por ele, a situação ficou ainda pior.

E o santo do Virgílio aguenta tudo numa boa, raramente perde a paciência com a mulher, com a filha ou com o ex-amigo. Mas tanta serenidade vai ter fim nos próximos capítulos, de acordo com o Extra, quando o escultor descobrir que Helena ainda não jogou fora as lembranças de Laerte.

Leninha ainda tenta se explicar, dizendo que sempre foi colecionadora de objetos antigos. Mas Virgílio rebate:

- Colecionadora do que ainda te toca o coração. Não consegue se separar do seu passado porque é nele que mora, que vive o grande amor da sua vida!

Helena continua falando sobre o passado, de como eles foram felizes quando eram crianças e adolescentes ingênuos. Virgílio, sem perder a calma, coloca um ponto final no casamento:

- Já há bastante tempo que eu não tenho lugar nesta casa, neste quarto, nesta cama. Estou ocupando o lugar de outra pessoa.

Antes de sair, Virgílio faz um discurso cruel, mas realista:

- Esteja certa, Helena, que ele… o Laerte, não deve ter guardado nenhuma lembrança sua. Deve estar começando a guardar e a colecionar coisas da nossa filha. É a ela que ele parece amar. E você, que lutou tanto para ser a noiva, vai ocupar mesmo – perdoe a ironia – vai ocupar mesmo o papel de mãe da noiva. Mais uma razão para você destruir tudo isso.

Ele avisa que sairá de casa, já que o casamento não tem mais salvação. E vamos combinar que esse santo homem aguentou tempo demais uma mulher tão chata, né?

Virgílio merece um grande amor, alguém que o valorize pelas suas qualidades, não que fique com ele por pena, como foi o caso de Helena. Quem sabe Ana (Cláudia Mauro), consegue preencher um espaço importante na vida do escultor?

Bookmark and Share

Comentários (12)

  • Princesinha diz: 23 de maio de 2014

    Será que depois dessa separação Leninha vai passar a correr atrás do Laerte de novo? Que alias é o que faz boa parte da ala feminina dessa “novela” .. u.u

  • Michaela diz: 23 de maio de 2014

    Precisou chegar a menos de dois meses pra novela acabar pra isso acontecer? Meu Deus, o que se passa na cabeça do Maneco? Eu penso, essa história tinha TANTO pra dar mas foi tão vagarosamente conduzida que me pergunto se ainda dá tempo pra fazer render algo de bom. Será que dá? Eu, pensando que iriam fazer cenas de Helena com Laerte. Foi tão boa, a cena dos dois lá no início, quando se enfrentaram. De lá pra cá, quantas cenas mesmo eles tiveram? O casal protagonista não eram os dois? Pelo menos, foi a imagem que venderam no início. Mas cadê as cenas? E querem ficar enfiando Luerte guela abaixo! Quando a maior prova de que o Laerte gosta mesmo é da mãe e não da filha, foi ele lembrando do dia que salvou a Leninha, quando eram jovens! Ah, essa novela enlouquece! Sem mais!

  • Karla diz: 23 de maio de 2014

    Eu acho a Ana sem graça para o Virgilio. Ela é quase uma figurante (nada contra a atriz, mas a personagem é dispensável).
    Sou mais a Shirley! Ela é outra que precisa superar a obsessão pelo Laerte.
    Queria entender o que essa mulherada da novela vê nesse cara chato, mimado e com tendências psicopatas!

  • Nuse diz: 23 de maio de 2014

    Pessoal, o autor está perdido nesta novela, ontem apareceu o Kadu tomando banho, sem nenhuma cicatriz, acho que ele transplanntou o coração pela boca.
    e nesta semana ainda reparei que o Virginio apareceu sem as cicatrizes dele…hahahah
    o Kadu fez uma plastica por isso não aparece a cicatriz e transplante de coração a cicatriz e bem grande…………já o Virginio com todos os anos e dinheiro que ele tem, nunca pensou em fazer uma plastica já que tem tanta vergonha de sir por causa da cicatriz,,,,,,,kkkkkkk

  • sirci diz: 23 de maio de 2014

    Ótimo!!!que bom,agora quem sabe veremos cenas de Laerte e Helena juntos,finalmente!!!

  • Yara Fernandes diz: 23 de maio de 2014

    Acho que a Ana e o Virgilio fazem um lindo casal. Não concordo com o comentário acima. Quando ela aparece, mesmo sendo poucas as vezes, é uma luz em cena. Acho que ela e o Virgilio se combinam, gostam das mesmas coisas, são do mesmo ambiente, têm as mesmas referências. Ana faria Virgilio muito feliz. O publico tem que parar com essa mania de puxar o saco de alguns atores e personagens… têm personagens grandes que são um verdadeiro saco e outros pequenos que são ótimos e fazem falta. Acho uma pena a Ana aparecer tão pouco. Até porque acho a atriz excelente. Venho vendo a Claudia Mauro em Historia de Amor no canal Viva, novela também do Maneco, e ela dá um show. Minha torcida é por Ana e Virgilio!!!

  • Jaciara diz: 23 de maio de 2014

    Torço pela Ana. Acho ela linda. Um doce. E o mais importante é que ama o Virgilio de verdade!

  • BiBi diz: 23 de maio de 2014

    Ana e Virgilio formam um belo casal. Ele será feliz ao lado dela. Acho que a Shirley não tem nada a ver. Virgilio jamais se interessaria por uma mulher como ela, riquinha, futil, perua! A Ana é da turma dele. São parecidos! Ela é a unica capaz de fazê-lo feliz. Shirley tem que terminar com Laerte! E Helena deveria conhecer um novo homem em Veneza!

  • Vilma moura diz: 24 de maio de 2014

    Acho que o Laerte não gosta mais da Helena, ele que r a Luiza. Um homem que se envolve com a filha dela, acha que a ainda ama essa mulher? se ele ainda amasse e respeitasse a Helena ele nunca teria se envolvido com a filha dela. Ela tem que ficar com o Virgilio

  • Dafne diz: 24 de maio de 2014

    Esses anos todos, o Virgílio sempre soube, que a Helena nunca tinha deixado de amar o Laerte! E é agora que ele pede separação? Ele deveria saber que uma história como a da Helena e do Laerte, não é tão fácil de se apagar! Porque é uma história forte e muito bonita. Mais até que fim, que a separação vai rolar! Acho que ele e ela tem que se libertar, desse casamento que nuca existiu. O Virgílio deve procurar uma mulher, que realmente a ame! Porque a Helena, nunca o amou como homem… Mas sim, como amigo, irmão e companheiro. Já a Helena… Eu acho que ela e o Laerte, deveriam e devem dar uma chance, ao sentimento deles! Seria bom, se eles tivessem uma recaída… Que eles colocassem, todo esse sentimento, que ainda existe(mesmo não parecendo, por parte do Laerte!) pra fora. A Helena tem que mostra aquela bendita caixa, ao Laerte… Mostrar a Fênix, as cartas, falar pra ele que ela nunca deixou de ama-lo! Ele falar pra ela, que todos esses anos procurava ela, em outras mulheres. E assim vai… Esse depois dessa recaída, que precisa e deve acontecer, entre eles… Os dois notar que se amam…. Eles que lutem para ficar juntos! Sei que esse envolvimento ridículo do Laerte com a sonsa, complica. Mais o autor é doido mesmo…

  • Nhyala diz: 25 de maio de 2014

    VIrgilio é das poucas personagens que gosto mesmo nesta novela. Acho que combina com a Ana, fariam um par lindo.
    A Helena é neurótica demais, combina com o psicótico Laerte. Aliás, alguém me explica porque a maioria das mulheres corre atrás dele: não tem nada de galã, é antipático, arrogante, chato e meio psicótico.

  • liza diz: 26 de maio de 2014

    Eu estou torcendo para a Ana ficar com o Virgilio pois ela reamente ama ele desde a adolecencia.Quanto a Helena não pode ficar com o Laerte pois ele ja ficou com a Luiza e seria muita falta de decoro da Helena ficar com ele também.afinal vamos nos respeitar o Laerte pode ser piscopata mas a Helene vai ser sempre mãe da Luiza.

Envie seu Comentário