Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.

Climão: Virgílio e Helena recebem Laerte e Luiza para jantar

06 de junho de 2014 3
Paulo Belote, TV Globo

Paulo Belote, TV Globo

 

Na novela Em Família, todo mundo é chique, fino e mora no Leblon. Até os barracos, quando acontecem, são mornos e não chegam a descer o nível.

Até mesmo uma situação complicada como o noivado de Luiza (Bruna Marquezine) com Laerte (Gabriel Braga Nunes) acaba sendo acabou ficando por isso mesmo. Virgílio (Humberto Martins) até deu uns socos no rival, mas acabou ali, não se falou mais no assunto e todos seguiram suas vidas.

Luiza, cada vez mais insuportável, só pensa em si mesma e a família que se exploda. A menina acha que todos têm obrigação de aceitar que ela vai se casar com o homem que quase matou Virgílio e causou tanto sofrimento a Helena (Júlia Lemmertz). Egoísmo é pouco…

Por incrível que pareça, Virgílio e Helena receberão Laerte e Luiza para um jantar em sua casa, de acordo com o Extra. Apesar da troca de ironias, ninguém levanta a voz, todo mundo finge que aceita a situação constrangedora.

Mas Helena não perde a chance de deixar bem claro que não aprova o casamento da filha com seu ex-noivo (que mãe aprovaria?). Virgílio, que tem sangue de barata, argumenta:

- Estão agora cumprindo uma formalidade. Veja bem: você não tem que nos pedir nada. Já falamos sobre isso. Ela, a nossa filha, que mesmo não tendo a obrigação de pedir, pois é maior de idade, tem o dever de nos consultar, de saber a nossa opinião sobre esse passo que pretende dar.

Luiza, sem noção da realidade, tenta se defender da frieza da mãe:

- Você parece não entender, mãe. Ou não querer entender. Nós já sabíamos que seria essa a sua opinião, mas mesmo assim viemos. E foi o Laerte que fez questão de vir. Mais do que eu.

O noivado é formalizado sem cerimônia, sem brinde ou comemoração. Helena não aguenta ficar até o fim e se retira da sala, incomodada. Luiza também percebe que não há mais o que fazer ali e diz ao pai:

- Não tem que me explicar nada, o que viemos fazer, já fizemos. E você nos recebeu muito bem. Obrigada.

Olha, pra salvar essa história e dar alguma coerência à novela, só vejo duas opções:

- Ser tudo uma vingança de Laerte, disposto a tudo a causar ainda mais sofrimento a Helena e Virgílio, já que sempre achou que os dois o traíram.

- Ao contrário, tratar-se de uma vingança de Luiza e Helena, unidas contra o homem que desgraçou a família.

Se Luiza e Laerte se casarem mesmo e todos viverem felizes para sempre, perco totalmente minha fé na humanidade e nos autores de novelas…

 

Bookmark and Share

Comentários (3)

  • Clau diz: 6 de junho de 2014

    Vingança de Helen e Luíza contra Laerte eu não acho que seria convincente. Mas o oposto sim, a vingança de Laerte para Helena e Virgílio. Viste que no capítulo de ontem ou anteontem quando Luíza contava a Laerte sobre a discussão que ela teve com Chica? e Laerte comentou que Helena SEMPRE AMOU Virgílio?? Acho muito estranho ele dizer isso assim, no meio dessa turbulência. A impressão que me deu foi que de fato ele não superou o passado. Junta-se a isso o fato de Luíza se vestir com o vestido de noive de Helena, e Laerte a ver assim e ter um surto. Também a cena de ciúmes que ele vai ter novamente… O que seria muito mais convincente, é como disseste Michele Vaz Pradella, que ELE tivesse planejado tal vingança assim que soube que Luíza era filha de Helena e Virgílio. Seria o ideal para essa trama ter mais movimento. Ele começar a partir desse encontro familiar hipócrita, a surtar. Ficar obcecado pelo passado, confundir os nomes de Helena e Luíza… E por fim, ficar louco de vez. Selma precisa levar na cabeça pois vive defendendo seu filho. E Shirley poderia enfim ter Laerte somente para ela. Este seria o melhor final. Mas não quero que Luíza fique com alguém. Ela precisa ficar sozinha, estudar fora do país, sei lá… Esta guria precisa amadurecer, depois dessa criancice toda.

    Agora, só me digam… Que homem na idade de Laerte e com tudo o que já aprontou para a família, iria querer se envolver com a filha de sua ex? por favor… Isso não existe!! Luíza não é somente filha de Helena e sim faz parte da família que ele mesmo destruiu. Não tem lógica isso… não tem cabimento. Ou Laerte é muito retardado (o que duvido muito) ou é muito canalha. O tipo de querer usar a guria pois isso seria uma dor imensa pra Helena e Virgílio. E de fato já está sendo. Observem a maneira com que Laerte trata desse casamento! ele fala como se fosse algo normal. ELE que quis ir na casa de Helena e Virgílio pedir Luíza em casamento. Parece que quer machucar, enfiar a faca no coração de Helena… Ele tem prazer em fazer essas coisas. Ele é calculista e frio. Só observar ele querendo que Verônica toque piano no casamento dele com outra mulher. Pode isso??? Por que com Shirley daria certo? porque ela é como ele, simples assim. Ela não esquenta, tira de letra tudo. Já Helena, Verônica e Luíza usam muito a emoção. E é aí que ele se deleita. Por isso na minha opinião, Michele, estás certa quando colocas esses duas opções. Mas a primeira é a ideal. Teria mais coerência com a trama. E levantaria muito mais o ibope. Um Laerte psicopata, surtado, entre a paixão e o ódio… Que maravilha! E Luizinha sofrendo as consequências. BEM FEITO! Como eu gostaria que ela pegasse Lívia na cama com Laerte…. Seria a glória!

  • Dafne diz: 7 de junho de 2014

    Espero que esses dois vão pro inferno!!! Odeio eles. Tenho: Nojo, raiva, ódio e todos tipos de sentimentos horrorosos, que existem! E o Laerte? Já está me cansando! Pelo que li na matéria, ele vai fazer de tudo pra provocar a Helena. As vezes acho que tudo não passa de vingança dele. Mais também acho, que ele de alguma forma… Tenta estar perto da Helena! Afinal o Laerte ama ou não ama a Helena? Cadê todo aquele amor… Que ele dizia sentir por ela? Ela sempre o amou. E isso ficou claro nas três fases! Ele também sempre a amou e isso ficou claro nas 2 primeiras fases(e um pouco na terceira). Mais agora esse aprendiz de maluco… Não deixa claro o que ele quer. Porque ao meu ver, ele ainda ama a Helena! E não é possível que todo esse amor… Que ele sentia ou sente pela Helena acabou! Sentimento como o deles, amor como o deles, história como o deles… Não se apaga assim. Só porque se passaram 20 anos! Se não era amor… Era o que então? Obsessão? Porque pra mim, é os dois!

  • Karla diz: 7 de junho de 2014

    Não duvido nada que o Maneco nos faça engolir um final ridículo (Luiza e Laerte felizes, com as bênçãos da família dela) só de pirracinha, já que supostamente esta será sua última novela. Espero que seja mesmo a última. Saudades do autor de Por amor e Laços de Família!!

Envie seu Comentário