Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

A polêmica continua: Clara terá vergonha de assumir o namoro com Marina

12 de junho de 2014 13
Fotos: Divulgação, TV Globo

Fotos: Divulgação, TV Globo

Quem pensa que a confusa e enrolada história de amor entre Clara (Giovanna Antonelli) e Marina (Tainá Müller) vai começar às mil maravilhas, engana-se. A separação de Cadu (Reynaldo Gianecchini) foi apenas o primeiro capítulo de um romance bem complicado.

Clara está apaixonada e já aceita a ideia de se envolver com outra mulher. A família Fernandes também aceitou numa boa, coisa rara na vida real. Mas o preconceito da sociedade ainda vai ser um grande obstáculo que o casal “Clarina” terá que enfrentar.

Além disso, Clara terá que lidar com a rebeldia de Ivan (Vitor Figueiredo). Como já era de se imaginar, o menino não aceita a separação dos pais e terá muitos problemas para entender o relacionamento da mãe com Marina. Se para os adultos esse tipo de situação já é difícil, imaginem pra uma criança…

fm_0003

E mesmo depois que assumirem que estão juntas, Clara e Marina não conseguirão andar livremente pelas ruas sem esbarrar no preconceito. Preconceito esse, aliás, que começa com a própria Clara, que disfarçará a intimidade com a namorada ao encontrar uma conhecida. Marina, obviamente, ficará magoada com a situação e perceberá que Clara ainda tem vergonha de assumí-la por completo, segundo a colunista Patrícia Kogut.

Enquanto isso, Cadu ficará cada vez mais próximo de Verônica (Helena Ranaldi), deixando Sílvia (Bianca Rinaldi) morrendo de ciúmes. Tudo indica que não será a médica, mas sim a pianista quem consolará o bonitão depois da separação.

Bookmark and Share

Comentários (13)

  • Maria Helena diz: 12 de junho de 2014

    Estou doando meus 2 dentes da frente para que esta novela acabe hoje, sem mais tardar.

  • Carolina Joana da Silva diz: 12 de junho de 2014

    Impressionante a forma como a Globo odeia as famílias: qual é a família em que a mãe aceita, naturalmente, que o filho é gay? Todos com quem convivi, até hoje, tiveram muita dificuldade em abrir para os pais sua situação. Alguns jamais aceitaram, cortando relações com os filhos; os que aceitaram, passaram por um período sofrido, por ambos os lados, até que o amor em comum os reconciliasse. Nessa novela, temos a mãe, conversando tranquilamente com as filhas, que acabam de se separar, concordando, sem nenhum questionamento, já que há uma criança envolvida na situação, que a filha se separe do marido para iniciar um novo romance, com outra mulher… Quem pode imaginar um diálogo tão fácil entre mãe e filha, numa situação dessas? Num outro caso, temos a filha rompendo com a mãe, para ficar com seu antigo noivo, que desgraçara no passado toda sua família. Isso é típico nas novelas do Manoel Carlos não? Eu fico imaginando as famílias com quem ele tem convivido no seu dia-a-dia, já que suas novelas sempre apresentam essa filha, que faz mil canalhices com a mãe que, por sua vez, invariavelmente, sofre, sofre e depois compreende. Sim, é sabido que ele repete mesmo os personagens, mas o que impede que esses evoluam um pouco que seja, já que isso é um entretenimento, e não um exercício de odiar??? O jeito, mesmo, é mudar de canal.

  • Claudia diz: 12 de junho de 2014

    Acho que o autor deu um tiro no pé fazendo esse romance terminar uma família linda. Se fosse duas moças solteiras teria maior aceitação, mas ele desfez um casal margarina com um filho lindo. Fora isso, a Clara com esse papo de que ama os dois e a falta de coragem de ir embora, sempre desrespeitando o marido com a amizade íntima dela, inclusive no local de trabalho dele, azedou de vez qualquer possibilidade delas formarem um querido casal. Tem quem goste, mas a grande maioria não curtiu e não é por ser romance gay é porque a família era muito bonita.

  • Clau diz: 12 de junho de 2014

    kkkkkkkkkkkkkkk… ai Maria Helena… só tu mesmo… kkkkkkkkkkkkk

    Mas olha, eu já ando torcendo para Cadu ser feliz. Ele está sendo muito mais coerente do que Clara. Aliás essa família Fernandes é TODA problemática. MEU DEUS! até o menino já quer os pais separados. Foi preciso Cadu tomar atitude, pois se dependesse de Clara, a coisa ficaria como está. Fica em cima do muro, na faz e nem sai da moita…. e a outra, Marina, ali esperando… esperando… esperando… Só nessa novela. Eu duvido que haja uma lésbica que seja que fique esperando pela outra do jeito que está acontecendo na trama.

    Também não entendo a razão de acharem que Vanessa é chata. Tenho simpatizado muito com ela e também espero que ela se junto à Flavinha. Porque Vanessa é quem controla tido o lado administrativo da carreira de Marina. E esta está mais pra mimadinha do que para um profissional competente. Só quer trabalhar quando e como quer… fica só suspirando poe Clara e nem está ligando para sua vida profissional. Se uniu à Branca pois precisava de dinheiro. Mas também não assume seus compromissos. Vanessa está certa.

    Clara e Marina que prometiam uma grande romance e que Manoel Carlos destruiu totalmente. Poderia ter sido explorado a disputa do casal pela guarda do filho, e assim mostrar o que passam os pais e os filhos. Mas não. Maneco perdeu tempo com a insuportável Luíza e o demente Laerte. Ainda perdeu tempo com Helena e seu passado. Maneco SEPULTOU a canção de Roberto Carlos. Transformou Virgílio num banana, Nando num bundão, Felipe num asqueroso, Ricardo num sem-sal, André num reclamão. As mulheres nem preciso me estender. Juliana a doida, pseudo assassina e mãe obsessiva. Chica no mundo de Alice (a do conto infantil e não a personagem da trama), já mencionei Helena e sua cria Luíza. Falta Selma que se faz de morta pra pegar o coveiro. Tudo louco! Tudo fora da casinha! Só se salva o Ivan. Pois é criança.

  • Evaldo Lima diz: 13 de junho de 2014

    Meu troca o assunto, estas novelinhas estão cada vez mais chatas, por favor .

  • CAMELO DA HARMONIA diz: 13 de junho de 2014

    Cara Carolina, concordo com a tua posição mas, acredito, que as novelas devam expor aos olhos do público, situações “diferentes” do que encontramos no dia à dia. A novela já é fraquinha, imagina se mostra-se os pais brigando com filhos por causa de homossexualismo, coisa “comum”, que deixaria a novelinha mais chatinha ainda.Bejus

  • Cacau diz: 13 de junho de 2014

    Até a mãe de Clara concordou que homens bons como Virgílio e Cadu,não existem mais,e tem gente que ainda critica Cadu como marido,que horror,viu,sabe o que eu gostaria de verdade que Cadu ficasse com Verônica,e que Clara se arrependesse de ter escolhido Marina e ficasse sozinha e Marina ficasse com Vanessa que sempre esteve ao seu lado,seu braço direito,e Flavinha que eu saiba não é lésbica,por favor,né gente pare de arrumar namorada pra Vanessa.

  • Clarice diz: 13 de junho de 2014

    Acho pouco,essa Clara deveria ficar sozinha no final e Cadu feliz ao lado de Verônica e o filho.Torço pra que ela se arrependa e seja tarde demais,kkkkk.

  • Karla diz: 13 de junho de 2014

    Isso mesmo, Cadu e Veronica! Casal lindo, e os dois merecem ser felizes.
    A Silvia me irrita, ela que fique com o bêbado chato ou volte com o ex-noivo.
    Esse casal Clara e Marina é tão boring… zzzzz… me desculpe quem gosta.
    E olha que sou mega fã da Giovanna Antonelli. Mas a história delas não me convenceu.

  • Karla diz: 13 de junho de 2014

    Impagável o comentário da Clau, kkkkk… concordo com tudo! Só se salva o Ivan nessa família de loucos. Esse menino é lindo e fofo!

  • Clau diz: 13 de junho de 2014

    KARLA, eu acho ele muito fofo também… Não sei se o atorzinho já fez algum trabalho antes, mas que menino lindo e querido… Carismático! Uma graça quando ele está como Cadu. O amor entre eles é lindo! Torço muito para que Cadu encontre um amor sólido com Verônica. Antes até entendia Clara. Mas depois da cirurgia de Cadu, quando ela ainda ficou em dúvida, mas não queria largar nem um e nem outro, aí passei a sentir repulsa por Clara. Não culpo Marina e nem Cadu. Marina não forçou Clara a nada. Apenas deu em cima da esposa de Cadu, e esta se deixou levar poque no fundo é lésbica ou no mínimo bissexual. Ou qual mulher casada, mãe de um menino fofo, um marido companheiro, mesmo com defeitos, mas companheiro, pois ela o aceitava assim. Como então se deixa levar por outra mulher? assim do nada?? Clara tinha já tendência ao homossexualismo, só que nunca se deu conta disso, só pode.

    Cadu tentou, a todo custo. Brigou, foi intransigente, depois procurou entender, se aproximar dela, até que viu a falta de respeito. Sim, falta de respeito. Porque até ali, no galpão, as duas ficam se tocando, se acariciando. Se Cadu não estivesse ali, tudo bem, é problema delas. Mas ambas – e CLARA principalmente – não respeitam a presença de Cadu. Porém quando ele está com Sílvia ou Verônica, então Clara se faz de ofendida, de traída, de coitada. As cenas em que ela se irritava com Cadu por causa de Sílvia e Verônica, foram demais pra mim. Que absurdo!! Ela já não tinha Marina?? não era o que ela queira?? agora ele não pode ter outra??? ah por favor! Ela quer OS DOIS??? Naturalmente se ele aceitasse, ficariam os três juntos. Gostei quando ele rompeu com ela e já partiu pra outra. Ao contrário do infeliz do Nando que não passa de um parasida sentimental.

    CACAU; Já li em um site que Flavinha e Vanessa ficarão juntas. Viajam juntas. Flavinha pode não ser lésbica mas já deu pinta de ser bissexual. UMA VEZ ela mencionou ter um namorado. Outra vez falou em PESSOA. E ultimamente dá alguma pinta de que está se entusiasmando por Vanessa e sua “amizade”. Marina não volta para Vanessa. O próximo passo dela é entrar cada vez mais na vida de Clara e conquistar Ivan. Além disso até seria bom Vanessa ter uma outra vida, se livrar de Marina e apostar todas suas fichas em Flavinha que já começa tirar fotos também. Está bem claro que Vanessa está investindo em Flavinha e dando espaço a esta como fotógrafa. Flavinha vai ter uma vida profissional promissora com Vanessa atuando por trás. Marina tem o que tem graças à Vanessa que sempre administrou o negócio de Marina.

    Também está cansativo a relação entre Marina e Clara, com suspiros, olhares e só. Digo e repito que se Maneco tivesse investido nessa relação, mas mostrando a NÃO ACEITAÇÃO de Chica, o preconceito que Clara enfrentaria, a luta na justiça pela guarda de Ivan, a novela teria muito mais elementos para ser debatida. No entanto, na visão utópica de Maneco, todos são chiques, são cultos, são elegantes, são inteligentes, são compreensivos…. Quer mais compreensão do que ver Virgílio, que quase foi morto por Laerte, mas vai sentar-se na mesma mesa que o psicopata, praticamente obrigando Helena a receber também o doido, tudo em nome da chata, insuportável, mimada, nojentinha, desocupada e futura psicóloga de araque que atende pelo nome de Luíza.

    Em tempo! deveriam fechar o curso de psicologia onde ela estuda. Porque depois de tudo o que está aprendendo, ela ainda se une a um homem como Laerte e sabendo quem ele é e o que ele fez contra seus pais ???? quem precisa de tratamento psicológico é ela.

  • Brisa De Verão diz: 13 de junho de 2014

    Pra quem acha que briga entre pais e filhos sobre homossexualidade uma ”coisinha comum”, escuta pessoas desenformadas e preconceituosas. Se informem mais. Pois pais matam filhos, expulsam filhos de casa por causa disso, ok? Teve até uma historia real de uma mãe que matou o filho de quatro anos porque pensava que ele era gay. Umas criança! Pessoas com o pensamento igual ao de vocês me dão pena!

  • eliane diz: 14 de junho de 2014

    AS NOVELAS DA GLOBO ESTAO UMA CHATICE…SALVOU-SE “AVENIDA BRASIL “OTIMA !

    ALIAS TODOS OS PROGRAMAS…COM A MODIFICAÇAO QUE A GLOBOFEZ NAS PROGRAMAÇOES ESTAO HORRIVEIS, CHATESSIMOS… ATE MESMO A PSICOLOGA DO SERGINHO, TAO DIVERTIDA ANTES, ESTÁ NUMA MESMICE SO…SERGINHO IDEM…JO, QUERENDO SE EXIBIR, NAO NOS DEIXA OUVIR O QUE OS ENTREVISTADOS TEM ANOS DIZER

    ADORO CAMINHO DO CHAO…TRANSFORMOU UMA NOVELA DESINTERSSANTE, NUM MARAVILHOSO CONTOS DE FADAS, ONDE ATE AS CRIANÇAS PODEM CURTIR.

    E SE VIER BIG BROTHER SEI LA QUE NUMERO, DESISTO DE VEZ DA GLOBO

    ALIS TENHO ASSISTIDO MAISPROGRAMÇOES DE OUTROS CANAIS…TIPO SEM CENSURA, JORNAIS DE OUTRAS EMISSORAS, AS SERIES DO SBT – PENA SEREM TAO TARDE…MAS

    A BEM DA VERDADE, A TV ABERTA, ESTA PESSIMA, PROGRAMAS PIFIOS !

Envie seu Comentário