Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Em Família: Laerte machuca Luiza durante briga

25 de junho de 2014 7
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Ao ler as notícias sobre os próximos capítulos de Em Família, me sinto como se estivesse vendo novamente o início da novela. Sim, porque só mudam os atores, já que os personagens continuam repetindo os mesmos erros e se comportando da mesma forma.

No caso de Laerte, primeiro na pele de Guilherme Leicam e agora com Gabriel Braga Nunes, a personalidade obssessiva é a mesma. Houve apenas algum tempo de calmaria, mas várias cenas da novela já mataram a charada: é o amor que torna Laerte um homem sem medidas, capaz de tudo por ciúmes da pessoa amada. Como ele nunca teve um sentimento forte por Verônica (Helena Ranaldi), a pianista escapou de uma relação doentia. Mal sabe ela a sorte que deu…

Ainda na adolescência, Laerte tratava Helena como se fosse sua propriedade. A menina não podia ter amigos, passar muito tempo sem dar notícias e vivia sendo vítima de cenas de ciúmes em todos os lugares, até mesmo no colégio. As coisas chegaram a tal ponto que o descontrolado Laerte acabou agredindo Virgílio e o enterrando vivo, houve todo aquele drama no dia do casamento com Leninha e o resto vocês já sabem.

Agora, passados mais de vinte anos e com outra namorada (coincidentemente, filha de seu primeiro amor), Laerte volta a se comportar como um louco. Luiza não consegue nem respirar direito por causa dos ciúmes do músico, é obrigada a atender quando ele telefona e não pode passar perto do ex-namorado. Se Helena passava vergonha nos corredores do colégio, agora é Luiza que é perseguida por Laerte por toda a faculdade. O mesmo amor doente e que pode acabar em tragédia mais uma vez.

O pior é que Luiza não se dá conta dos absurdos que o noivo comete. Ela acha fofo quando Laerte liga mil vezes pro seu celular, viu como romantismo o fato de ele procurá-la na faculdade, enfim… Está cega de amor como sua mãe esteve no passado.

Nos próximos capítulos, Laerte vai exigir que Luiza use uma aliança de noivado bem chamativa, pra mostrar ao mundo que ela “tem dono”. Em outra ocasião, eles discutem porque Luiza se recusa a deixar de usar o sobrenome do pai após o casamento. Laerte insiste para que a menina assine apenas “Luiza Fernandes”, sem o sobrenome de Virgílio.

Mas a coisa fica ainda pior quando o flautista insiste para que os dois façam um ensaio de fotos no estúdio de Marina. Laerte, em mais uma demonstração de loucura, insiste para que Luiza use o vestido de noiva de Helena durante as fotos, mas a jovem se recusa. Furioso, Laerte agarra a moça com força pelo braço e a leva embora. Mesmo machucada, Luiza aceita as desculpas do noivo quando ele manda vários buquês de flores.

A situação chega ao ponto de Luiza trancar a faculdade por insistência de Laerte, já que ele pede que a noiva esteja disponível para acompanhá-lo em viagens. Ah, tenha dó, Luiza!

Estou esperando com paciência pra ver aonde essa história vai dar. Duvido que haja salvação para Laerte e acho que o único desfecho possível será uma tragédia que finalmente abra os olhos de Luiza.

E vocês, o que acham que vai acontecer com Luiza e Laerte?

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • JENNY L♥VE diz: 25 de junho de 2014

    ACHO QUE ISSO ACONTECE MUITTO NA VIDA REAL

  • Karla diz: 25 de junho de 2014

    Espero mesmo que aconteça uma tragédia. E que desta vez Laerte seja realmente punido.
    Estou louca pra ver a Chatiza de joelhos pedindo perdão aos pais.
    Sei que já está repetitivo dizer isso, mas acho inconcebível se envolver com o mesmo homem que tentou matar o pai dela no passado (lembrando que Virgilio só se salvou com a ajuda daquele “Supercão”, kkkkkk…).
    Se um homem tivesse feito isso com meu pai e eu tivesse a oportunidade de conhece-lo, o mínimo que eu faria seria dar uma cusparada na cara do infeliz. Mas a idiota da Chatiza deve ter herdado os genes da loucura da família (assim como Selma, Laerte e Juliana). Mesmo os que não são considerados loucos possuem algum desequilíbrio emocional, como Helena e o irmão bebum.

  • sara colissi diz: 25 de junho de 2014

    eu acho que isso deve ser abordado p[´que sirva de exemplo, pq tantos psicopatas estão por ai, e se vendendo por apaixonados,e matando e roubando a liberdade dessas mulheres e meninas que não conseguem se livrar destes #doentes#. uma novela p´ser boa, não precisa ser puramente romântica , tem que ser dentro da realidade p´que sirva de exemplo p´mulheres que estão passando por isso. enfimmm realidade não é novela.

  • Brisa De Verão diz: 25 de junho de 2014

    Vovô Maneco disse que ninguém vai morrer. Mas ainda acho que o final perfeito seria Helena dançando pela praia, vestida de noiva. Imaginando o Laerte jovem vestido de príncipe William. Laerte deveria morrer. Sei lá, e leva Luiza junto! Caramba, tentaram tanto enfiar esse casal goela abaixo do público. Então, que morram os dois. E do jeito que tudo é lindo, aposto que ainda mostrariam eles chegando de mãos dadas na porta do Paraíso, com asinhas de anjos e tudo! Vovô querido, faça um favor pra sua netinha linda de olhos verdes e mate esses doido, com essa maluca! Tipo, Laerte mata Luiza, depois de descobrir que o filho que ele pensava que era dele era do André. Helena mata Laerte, pra se vingar e depois sai pela praia feito doida. Virgílio, como um bom homem cuida do enterro de Laerte, Luiza e Selma, que se suicidou. Ainda vai visitar a Helena todos os dias no manicômio, só pra ver ela o chamando de Laerte. Cadu casa com Verônica e ele mostra que o coração é vigoroso, ao fazer cinco filhos nela. Silvia e Felipe adotam uma criança africana, quando vão pra Africa cuidar dos doentes. Clara e Marina se casam e Vanessinha, depois descobrir o amor ao lado de Flavinha, se torna madrinha da segunda criança adotada por Clarina. Fora que ela está gravida. Se tornar mãe, torna o Curupira um ser melhor. André descobre que a mãe dele, na verdade é pai, pois a mãe dele é um travesti, igual a mãe do Brian. Aí, ele vai fazer companhia pra Helena no manicômio. Seu Benjamim se casa com Neidinha e ela engravida. Alice vai procurar um bandido e se apaixona. Depois é presa, carregando drogas. Ah, é isso o que eu gostaria!

  • Clau diz: 26 de junho de 2014

    Certíssima KARLA. Todos ali são loucos! E de fato, os MENOS LOUCOS, ainda possuem a genética podre da família. Agora, eu não tenho pena alguma de Luíza. Tanto ela quanto todas as mulheres que vivem desculpando seus companheiros agressivos, merecem o que têm. Ora essa!!! Luíza não é ignorante. Até a as amigas de Jairo sabem se dar mais valor. E até Jairo, com todo jeitão torto que tem, não fica no pé da mulher. É grosso, agressivo, mas quando vai embora, se manda e pronto. Já o ELEGANTE e REFINADO “Laehhhhhhhti”…. Como fala Luíza… “LAEHHHHHHHTI”, numa PÉSSIMA pronúncia de Bruna Marquezine. E eu pensei que ela exagerava quando fazia a periguete do Alemão em Salve Jorge… Era melhor como tal. Pelo menos para o papel era mais autêntica.

    Essa mania do Maneco de ser politicamente correto nas relações e não matar ninguém, vai ser a maior bola fora! Um cara como Laerte NÃO TEM CURA. É morte certa … dos outros, pois ele se safa sempre. E como ele é rico, famoso e coisa e tal, jamais seria preso. Iria embora do Brasil como já foi um dia e eu sinceramente não concordo com um final assim. Ou como disse Helena muitas vezes: ele foi embora, viveu muito bem durante 20 anos enquanto ela e Virgílio viveram do fantasma do passado e ele ainda com a cicatriz. Portanto LAEHHHTI como fala a LUIZINHA, tem que morrer!

    Laerte morre e Shirley também, pois afinal ela não vive sem ele e jamais ficaria curtindo uma viuvez. Shirley é o tipo de mulher que prefere a morte do que ausência do amado e no caso ela também é obsessiva. Portanto até vai gostar de morrer. Assim, Rafaela vive melhor com Viriato. E os filhos de Shirley livres dos desmandos dela e manias também. J´Selma seria internada numa clínica psiquiatra. Pronto! Essa parte já está encerrada. Se Maneco tiver um pingo de cérebro, fará um final assim ou parecido. Porque deixar o cara vivo é que não pode!

  • Fabio diz: 27 de junho de 2014

    Clau, até que enfim alguém que concorda comigo. Esse Marquizine é muito “over”. Exagera em todas suas cenas, e não passa emoção alguma. Tá na moda só por causa do Neymar (outro superestimado)

  • Veu diz: 27 de junho de 2014

    Eu queria que depois de um tempo Laerte comecasse a chamar a Luiza de Leninha. Que ele a sequestrasse e a trancafiasse em algum lugar distante e neste lugar a tratasse por Helena. Que Helena encontrasse esse cativero para salvar Luiza e usasse o medalhao da Fenix pra isso. Larte viria que Luiza nao eh Helena e tentaria aprisionar a verdadeira. Dai depois das duas resgatadas , queria que ele acabasse numa clinica psiquiatrica chamando as enfermeiras de Leninha…rs. Helena deveria terminar com Virgilio. Torcia por ela e Laerte antes, mas depois de Luiza acho que ainda ficaria mais tosco se ela se envolvesse de novo com ele. Enfim, Veronica deveria terminar com Edu, Andre com Barbara, Shirley sozinha indo sempre visitar o Laerte. Clara com Marina e o resto nao me importo muito…rs. Sinceramente teria sido mais interessante se Luiza tivesse se apaixonado por Leto, filho de Laerte, e as familias ficassem contra o namoro devido ao passado. Dai a Luiza ficaria com o Leto e a Helena com o Laerte…

Envie seu Comentário