Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

Em Família: Selma pede ajuda a Helena para impedir casamento de Laerte e Luiza

26 de junho de 2014 7
Divulgação, TV Globo

Divulgação, TV Globo

Se a situação de Luiza (Bruna Marquezine) já está complicada, a tendência é piorar a cada capítulo. Mas também, quem mandou se envolver com um louco feito Laerte (Gabriel Braga Nunes)?

Cada vez mais descontrolado, Laerte vai perder a paciência até mesmo com a própria mãe. Se bem que, pra aguentar Selma (Ana Beatriz Nogueira), tem que ter muita paciência…

Ao ver que a mãe colocou suas partituras no lugar errado, Laerte explode:

- Você está piorando a cada dia, a olhos vistos! Daqui a pouco não vai servir para mais nada, nem para fingir que trabalha aqui. Vai ter de ser internada, antes que cometa alguma barbaridade incorrigível!

Selma fica tão arrasada que até Luiza fica com pena e tenta defender a sogra. Ele admite que perdeu o controle, mas não reconhece que estava errado.

Em outra ocasião, Luiza joga na cara do noivo o que ele fez com Virgílio (Humberto Martins) no passado. Indignado, Laerte culpa Helena (Júlia Lemmertz), dizendo que era ela quem provocava suas crises de ciúmes.

Assustada, Luiza diz:

- Seu método é esse: culpar a vítima. Você não é o único. Sabe do que eu tenho medo? Que você faça a mesma coisa com o André.

Laerte tenta beijar a noiva à força, mas a menina sai correndo e se tranca no quarto, enquanto ele esmurra a porta com força.

As coisas ficam tão sérias que Selma resolve tomar uma atitude surpreendente. Ela procura Helena e pede à sobrinha que impeça o casamento:

- Estou muito preocupada, Leninha. Laerte entortou de novo. A cada dia se parece mais com aquele Laerte de anos atrás, o filho distante e rebelde, que não conseguiu se casar, que foi escorraçado da igreja e da cidade inteira. Esse casamento é um equívoco. E equívocos devem ser evitados. Impeça, Leninha. Grite. Faça qualquer coisa. Não lave suas mãos e abandone. De novo, não!

Será que Helena vai parar de ser omissa em relação à filha e tomará uma atitude? Afinal, por mais que seja uma mulher feita, Luiza ainda vive às custas dos pais, que bancam apartamento, faculdade e todo o resto. Por que ainda não cortaram a mesadinha da garota, pra ver se ela cai na real e acorda pra vida? Se quer se casar com Laerte, ela que arrume um emprego e aprenda a se virar sozinha, não acham?

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Yasmin diz: 26 de junho de 2014

    Essa Luiza é uma retardada!
    Se ela tem que medo que o louco faça com o André o mesmo que fez com Virgilio, pq continua com ele???
    Garota ridícula!
    Pois eu torço pra ela passar um vexame terrível no dia do tal casamento. Quero que o podre do Laerte tente matar alguém de novo (mas a vítima sobreviveria), e no meio da cerimônia, a polícia entrasse na igreja para prendê-lo. Desta vez, ele conseguiria fugir e seria perseguido pelos policiais. Ele perderia a direção do carro e despencaria do alto de uma ribanceira. O carro explode. Não é perfeito?

  • Dafne diz: 26 de junho de 2014

    Eu sempre achei que a Helena era a única que podia com o Laerte, pelo simples fato dela saber quem é ele de verdade. Ela o conhece mais do que a: Selma, Verônica, Shirley e a sonsa da Luíza! Só ela pode com ele. Se ela procurá-lo e mostrar que ele está doente… Pode ser que ela “consiga” domar o psicopata!

  • Caio diz: 27 de junho de 2014

    Essa novela tem sido um verdadeiro fracasso porque é completamente cheia de furos e partes que simplesmente não fazem sentido (pelo menos, não pra mim). Essa parte do post sobre a independência financeira da Luiza é algo sobre o qual eu me perguntei desde que ela começou a dar uma de “independente”. Pra mim, independente é quem paga suas próprias contas e assume todas as suas responsabilidades, tanto pessoais quanto financeiras. Essa menina não trabalha e mesmo assim tem condições de dividir um apartamento na zona sul do Rio de Janeiro e ainda frequentar uma faculdade particular.
    Isso sem contar no extremo machismo presente em cada linha do roteiro. Digo isso porque o autor se deu ao trabalho de escrever uma PROTAGONISTA que viveu com a culpa por algo embasado em um conceito completamente preconceituoso. Ou seja, segundo a lógica dos personagens da novela, se a Helena tem amizade com um rapaz que, apesar de ser apaixonado por ela, mantem todo o respeito, portanto ela é uma menina que PROVOCA e está errada. Agora, se o Laerte é cortejado por várias mulheres, MESMO ESTANDO COMPROMETIDO E RESPONDENDO POSITIVAMENTE AS INSINUAÇÕES, logo ele é um grande garanhão!!
    De fato, com valores como esses sendo expostos em pleno horário nobre, é com um beijo entre dois homens que se amam que a sociedade se choca!! Tenho pena de tudo isso.

  • Fabio diz: 27 de junho de 2014

    Yasmin, seria ideal se a Luiza (e a família toda) estivesse junto. Não se salva um nesse família de malucos. Poderia ser um ônibus.

  • Clau diz: 27 de junho de 2014

    Ai gente… desculpe! Mas Laerte jamais vai endireitar. Laerte precisa morrer!!! Acham que com palavrinhas ele vai entender sua doença? que nada! Olha tudo que já foi feito? olha tudo o que ele já passou anos atrás?? Ele vai continuar… Vi implorar perdão e vai fazer exatamente igual. Até que um dia consegue matar mesmo alguém.

    Quanto a Helena cortar a mesada da Luíza, Michele, estou contigo. Já era pra ONTEM ela fazer isso. No entanto, não vamos esquecer que VIRGÍLIO!!! O PAIZÃO! vai criticar Helena e esta vai acabar desistindo. Acho até que é demais querer mais uma vez que Helena carregue esta cruz. Se nem Virgílio a peste da Luíza respeitou e acatou seus conselho! até com Helena Luíza foi grosseira mais de uma vez, se exibindo diante da mãe, falando que LAEHHHHHHHHHTI a ama e esqueceu Helena… Quantas vezes esta guria humilhou Helena??? várias! É cortar a boa vida da guria e deixar ela sentir a realidade, mesmo com Laerte. Mas Virgílio não vai deixar Helena fazer isso.

  • Ionara diz: 27 de junho de 2014

    Caio, onde eu assino? Excelente observação!

  • Jussara Fontes diz: 27 de junho de 2014

    Caio, sobre a independência financeira de Luísa, acho que o autor quis retratar um pouco a realidade das pessoas que vivem nas classes mais abastadas. Aliás, acho que retrata a educação equivocada que muitos pais dão aos filhos, independente de classe social. Quem não conhece alguém problemático, desordeiro, cujos pais financiam as noitadas, a escola mesmo sabendo que perdeu as rédeas? E Luísa era uma moça muito centrada e amorosa até a chegada de Laerte. Acho que ela é ingrata porque foi criada pra ser assim, tanto que ninguém questiona o fato de os pais financiarem a vida “independente” dela. Quanto ao comportamento de Helena quando menina, qualquer um podia notar nas cenas o prazer que a garota sentia em despertar o ciúme doentio do parceiro (muitas mulheres fazem isso); ela se aproveitava de todas as oportunidades. Assim também ocorreu com Luísa no capítulo de ontem, quando provocou o namorado, levando-o a tentar matar André. Acho que ambas não tinham noção do que esse joguinho poderia desencadear. Não se pode em nenhuma hipótese defender Laerte nem culpar Luísa e Helena, mas é bom lembrar que aqueles que se envolvem com pessoas de comportamento doentio devem ter muito cuidado com suas atitudes, sendo homem ou mulher. Os casos de assassinatos motivados por ciúmes estão nos jornais todos os dias. Concordo quando critica o machismo de Laerte, mas infelizmente, também retrata a realidade. Assim como na vida real, mesmo diante de tantas atrocidades, o que mais choca a sociedade é a relação entre pessoas do mesmo sexo. Hipócritas…

Envie seu Comentário