Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
clicRBS
Nova busca - outros

De novo, Maneco? No final de Em Família, Shirley observa Luiza se afogando

10 de julho de 2014 7
João Miguel Júnior, TV Globo

João Miguel Júnior, TV Globo

E você aí pensando que nada poderia ser pior do que goleada da Alemanha sobre o Brasil… Então esperem para assistir aos últimos capítulos de Em Família.

Como eu já havia contado aqui ontem, criatividade mandou lembranças pro Manoel Carlos. Sim, porque o autor resolveu repetir nos últimos capítulos a mesma cena do início da novela. A única diferença é que agora, ao invés de Helena (Julia Dall’Avia) estar se afogando, a vítima é Luiza (Bruna Marquezine).

Depois de quase levar uma surra de Laerte diante de todos e se refugiar na casa da mãe, Luiza ainda ficará indignada porque Helena aponta uma arma para o músico. Sua mãe tenta te defender do seu noivo psicopata e quase atira nele, o que você faz?

Sai de casa de mãos dadas com o noivo psicopata, é claro! No mundo de Manoel Carlos, isso faz todo o sentido, afinal, o amor supera tudo e coisa e tal…

O casal busca refúgio em um lugar bem seguro, onde ninguém poderá impedí-los de ficarem juntos. Em Goiânia? No Galpão Cultural? Na casa de Juliana, que também é doida de pedra?

Nããão! Os pombinhos pedem ajuda de Shirley (Vivianne Pasmanter). A super coerente Luiza vai com o noivo psicopata para o haras da ex dele, que é mais maluca ainda. Essa história poderia dar certo? Claro que não.

No dia seguinte, pra arejar a cabeça, Luiza resolve dar um mergulho no lago. Enquanto Laerte se afasta para amarrar os cavalos, a jovem entra na água e começa a se afogar. Onde eu já vi isso antes? Ah, lembrei! Foi no dia 3 de fevereiro, primeiro capítulo de Em Família. Leninha se afogou num lago e pediu ajuda a Shirley, mas a vilãzinha, má desde criança, só ficou observando com satisfação.

Cinco meses depois, a mesmíssima cena, só que agora com Luiza no lugar de Helena. Shirley, agora adulta, fica olhando a rival se debater e não fará nada para ajudar.

A cena do afogamento, segundo o Uol, vai ao ar na quarta-feira, antepenúltimo capítulo da novela. Depois disso, não se sabe ainda o que vai acontecer.

Conseguirá Laerte salvar a amada como fez com Helena no primeiro capítulo? Luiza morrerá afogada e Laerte se matará de tanta tristeza? Shirley salvará a rival e dirá que “foi brincadeirinha, Luizinha”? Manoel Carlos vai mesmo se aposentar depois desse desastre? Teremos paciência pra ver essa novela até o fim?

Oremos, gente, tá acabando!

Bookmark and Share

Comentários (7)

  • Renata diz: 10 de julho de 2014

    Está explicado porque essa é a última novela do Maneco, o grau de criatividade dele é zero. Como ele está completamente perdido nessa novela não tem outro jeito se não ficar repetindo e copiando de outras novelas. Parabéns pela reportagem vocês são dez.

  • Lea diz: 10 de julho de 2014

    Nesse caso específico, não vi problema não. É um recurso literário muito usado chamado book end, em que você repete um mesmo elemento ou acontecimento importante no comecinho e no finalzinho da história. Dá um ar de “tudo acaba do jeito que começou”.

    (o que não isenta essa novela de ser extremamente ruim, mas NESSE caso não vi problema)

  • Gabbi M. diz: 10 de julho de 2014

    Minha opnião é a mesma da da Lea.

    Não quer dizer q a novela não é ruim, só que nesse caso essa repetição faz sentido, já q a historia da Luiza com o Laerte é uma repetição da dele com a Helena (e só existe por causa da cuja né..) ;)

  • Clau diz: 11 de julho de 2014

    Concordo contigo Michele Vaz Pradella. Ruim é pouco! Que seja BOOK END ou BOOK START, que seja o que for! O fato é que este senhor JÁ ERA! Vá escrever livros de medicina ou fazer documentários sobre alguma intervenção cirúrgica. Se tivesse repetido suas novelas antigas, feito remakes, quem sabe? talvez teria mais sucesso. Mas repetir em novas tramas o que já é velho??? Que coerência há em Luíza – que é obsidiada por Laerte, ser controlada, censurada, criticada, e no fundo demonstrar medo e preocupação com a as atitudes dele – seguir embora com ele e ficar contra sua mãe??? E ainda por cima ir pra casa de Shirley, que Luíza afirma não suportar???

    Manoel Carlos vai terminar esta trama junto com Felipe Scolari. AMBOS colocaram personagens errados em seu elenco. AMBOS deixaram espaços vazios no campo de atuação. AMBOS conduziram muito mal seu esquema de jogo atuante. E deu no que deu. Há muito programa dando de 7 x 1 sobre esta novela.
    Parabéns a AMBOS! Conseguiram o feito de sepultarem-se vivos. Vai ver foi influência de Laerte e Virgílio. Maneco porque tinha um canastrão na trama, GABRIEL BRAGA NUNES. E Felipão por ter deixado outro canastrão no jogo: FRED.

  • Eumaria diz: 11 de julho de 2014

    Penso que essa novela é de uma incoerência saltitante. Não há uma casal pelo qual se possa torcer, as histórias são toscas e inverossímeis etc. Mas nesse recurso de repetição da cena não vejo problema, mesmo porque sequer se sabe ainda o que o Maneco pretende com a mesma e qual a consequência também. Uma pena a exuberante química do Gabriel tanto com a Júlia, quanto com a Bruna e a Pasmanter não ter sido melhor aproveitada com a construção de histórias mais ricas. Pobre Gabriel, que fez excelente vilão em Insensato Coração e um belo mocinho em Amor eterno amor, e que teve que aguentar fazer cenas tão xaropes kkk.

  • Renata diz: 13 de julho de 2014

    Portanto, muito melhor levar uma goleada de 7×1!

  • Bruno diz: 13 de julho de 2014

    Não acho que seja falta de criatividade não. Afinal desde a virada de fase da novela que se fala na Fênix, esse mito é o que une as fases e o que conclui a história. O final se repete e é completamente aceitável por ser literário como disse a Lea.

Envie seu Comentário