Pular a barra do clicRBS e ir direto para o cabeçalho.
 

Manoel Carlos explica por que Luiza não abandona Laerte

14 de julho de 2014 8
Paulo Belote, TV Globo

Paulo Belote, TV Globo

Começa hoje a última semana de Em Família, êêêêê! Por mais que a gente critique a trama de Manoel Carlos, estamos ansiosos pra saber o que o autor vai aprontar nos capítulos finais da trama.

Não se sabe ainda se Laerte (Gabriel Braga Nunes) chegará a subir ao altar com Luiza (Bruna Marquezine), se ele vai morrer ou enlouquecer de vez antes da cerimônia, se a garota vai desistir enquanto é tempo, se Helena (Júlia Lemmertz) vai matar o ex para salvar a vida da filha…

Enquanto o desfecho do casal “Luerte” não é divulgado, Maneco tentou explicar ao Na Telinha por que, afinal, Luiza não foge de Laerte e evita ainda mais sofrimento.

- Ela está presa a ele, pois Laerte é um sedutor, hipnotiza. Como a cobra que olha fixamente o passarinho que fica imobilizado pelo medo e pelo poder de sedução do animal. E, então, calmamente, o engole. Laerte seduz. Tem prazer nisso. Foi assim com Helena desde jovem. Com Shirley, Verônica, Lívia. Por que não seria com Luiza, que, além de tudo, lhe traz a lembrança da Helena?

Ok, mas não me convenceu! Pode até ser que, no início, Laerte exerça um forte poder de sedução sobre as mulheres. Mas depois de dar provas concretas de seu desequilíbrio, não é possível que ele continue dominando Luiza dessa maneira? Ela finge que se impõe, briga, mas sempre acaba perdoando. E vamos combinar que o tal “olhar sedutor” do Laerte me parece mais um “olhar de maluco” mesmo. Eu sairia correndo na hora se um cara começasse a me encarar daquele jeito, credo!

O problema de Em Família foi o enfoque dado ao personagem Laerte desde o início. Na passagem de tempo da trama, todos agiam como se ele tivesse apenas cometido um deslize na juventude, mas o tempo o fez mudar e amadurecer (coisa que já vimos que não aconteceu). Gente, “deslize” é bater com o carro, se atrasar pra um encontro ou esquecer o aniversário de namoro. O que Laerte fez foi tentativa de homicídio, não poderia ter sido tratado com tanta naturalidade! Apenas Helena sempre foi convicta ao afirmar que ele é um “monstro”, mas a família inteira a apedrejou por ser tão “radical”. No fim das contas, era ela quem estava certa o tempo todo…

Bookmark and Share

Comentários (8)

  • jotave diz: 14 de julho de 2014

    Eu assisto esta trama,para poder opinar,sem ver,não há como..
    Mas este autor,o tal de maneco, é muito ruim..converge,todas
    as direções para um MALUCO,e vem dizer que,o mesmo, é um sedutor…
    só uma cabeça doentia,escreveria isso. Afora,todos os acintes,as relações
    familiares, que ele comete…Mas esta no fim,e este autor,PASSE MUITO BEM!
    Tchau…

  • Mimi diz: 14 de julho de 2014

    Gente, da onde tiraram isso, de que o Laerte é sedutor???? Tanto o ator qnto o personagem são completamente sem sal, sem graça, sem atitude e sem reação! SOCORRO…..fujam pras montanhas se encontrarem um sedutor #sqn como esse.

  • Oscar Peta diz: 14 de julho de 2014

    Achei porque fosse o único homem restante no planeta!!
    Me enganei..

  • Yvette Turco diz: 14 de julho de 2014

    Credo, concordo totalmente com voçé!

  • Jaqueline diz: 14 de julho de 2014

    A Helena esteve certa o tempo todo, no início até era por ciúmes sim mas agora a questão é proteger a filha não querendo que a Luiza passe pelo que ela passou. Acho sim que ela é capaz de fazer uma loucura para defender a filha sim.

  • Mari diz: 14 de julho de 2014

    Sr Manuel Carlos se Luiza não deixar Laerte…prometo que jamais olharei novela de sua autoria…Assim como aposto que muitos, mas muitos mesmo irão fazer o mesmo.

  • Nina diz: 15 de julho de 2014

    pela mor né, ainda bem que essa novela vai terminar, não aguento mais ver aquele Laerte…ooooo personagemzinho mais insuportável…

  • elizabety diz: 15 de julho de 2014

    Gente minha sugestão ´ que não haja mortes assassinato o mundo já anda tão cruel se Laerte tem uma doença hereditária devia acabar num hospital
    a mãe dele já mostrou ser uma sensitiva quando faz aquela estrapolia no mesmo momento em que helena está sendo assaltada, ela sente ao longe mesmo inconsciente o problema da sobrinha. Sem dúvida eles precisam ser tratados afim de sabr lidar com esse potencial deles. ASSASSINATO NÃO

Envie seu Comentário